Avançar para o conteúdo principal

Estufado de Courgette e Grão-de-Bico (Saudável, Vegan, Sem Glúten/Lactose)


Há determinadas 'crenças' no que toca à culinária que atravessam gerações. Eu própria, como toda a gente, conheço várias - desde as mais rebuscadas, como 'bater a massa no sentido contrário ao dos ponteiros dos relógios deixa um bolo pior', às mais normais e fundadas, nas quais se enquadram muitos dos truques preferidos das nossas avós: trocar parte da farinha por Maizena para deixar os bolos mais fofos, juntar sempre carne à comida para a deixar mais saborosa (a sério, a minha avó até no arroz de polvo coloca vitela), começar a confeção de praticamente qualquer prato com um refogado, deixar a comida cozinhar muito lentamente e fazer tudo de raiz (porque toda a gente sabe que feijões de lata não têm o sabor dos demolhados e cozidos em casa).
Eu alinho em algumas destas coisas, principalmente a dos refogados, que adoro entupir com cebola (mostrem-se, fãs de cebola, juntos somos mais fortes). No entanto, admito que o balanço não me atribui um extremo no espectro da tradição - não há repulsa por enlatados que me faça abrir mão de uma invenção tão prática, nem teorias sobre o quão melhor fica a comida se demorarmos horas a fazê-la que me convençam, bem, a demorar horas a fazê-las.
Assim, aqui está uma receita que contraria vários princípios que fomos ensinados a aceitar. Não tem carne, demora 20 minutos a ser preparada e inclui grão-de-bico de lata. Vou arriscar e dizer que é o demolidor de princípios aceites mais delicioso de sempre. ;)





Estufado de Courgette e Grão-de-Bico (Saudável, Vegan, Sem Glúten/Lactose)
Para cerca de 4 doses

Ingredientes:
[  1 cebola
[  3 dentes de alho
[  Azeite (a gosto)
[  1 cenoura (cerca de 150g)
[  1 courgette (cerca de 600g)
[  1 tomate grande (usei congelado; podem usar fresco ou molho de tomate, em alternativa)
[  500g de grão-de-bico cozido e escorrido
[  Sal (a gosto)
[  Manjericão (a gosto)
[  Paprika (a gosto)
[  Orégãos (a gosto)
[  Pimentão-doce (a gosto)
[  Água quente

Preparação:
| Picar a cebola e o alho e colocá-los a refogar num tacho ou wok com um fio de azeite.
| Cortar a cenoura em fatias finas e adicioná-la ao tacho quando a cebola estiver translúcida.
| Assim que a cenoura começar a ficar cozida, adicionar a courgette, também cortada em tiras finas.
| Desfazer o tomate num pouco de água a ferver, depois de o descascar, e juntá-lo ao tacho.
| Quando a courgette estiver cozida, juntar o grão-de-bico. Temperar com sal, manjericão, paprika, orégãos e pimentão-doce e mexer bem.
| Se o estufado estiver demasiado seco, adicionar um pouco de água quente (a quantidade que preferirem, depende de se querem que o resultado fique com mais ou menos molho) e deixar que ferva.


Esta pode não ser a receita mais apelativa de sempre, mas é uma refeição que adoro: para além de, como disse acima, ficar pronta num instante, é daquelas comidas que ainda ficam melhores aquecidas. E acho que o valor de ter almoços prontos no frigorífico é indiscutível ;)
Para além do mais, é extremamente reconfortante! E acompanhado com couscous fica particularmente divinal. Experimentem :D 
_________________________________________________________________________
Informação Nutricional (por uma dose)
Energia: 189kcal
Proteínas: 9.2g
Hidratos de Carbono: 30.1g 
-       Dos quais açúcares: 7.3g
Lípidos: 6.1g 
-          Dos quais hidrogenados: 0.0g
-     Dos quais saturados: 0.9g
Fibra:  7.3g
Sódio: 458mg

     A informação nutricional engloba uma porção (neste caso, corresponde a 1 dose ou 1/4 da receita). Os valores estão sujeitos a erro humano e a alguma imprecisão, mas deverão estar próximos do valor real. 
______________________________________________________________________

Comentários

  1. Ahahahah! Arrancas-me sempre boas gargalhadas! Há coisas que feitas de raíz são melhores. Há comidas que quanto mais tempo levam melhores são. Mas isso não se aplica em tudo e este guisado é prova disso. Está mesmo apetitoso! Eu cá sou fã do grão enlatado, está sempre pronto a usar e é saboroso! Só peca mesmo é na quantidade de sal que às vezes tem! Mas é da maneira que assim não precisamos de juntar sal à comida! Levo a receita para fazer, já se sabe! Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. A mim parece-me bem, simples, saborosa, suja pouca loiça! :) E quanto às crenças a grande maioria das que falas eu não conhecia. :D
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  3. Parece-me muito bem! Mas olha que sou crente que ficaria mais saboroso com o grão demolhado e cozido em casa. eheheheheheh

    ResponderEliminar
  4. Eu li grão e a minha mente saltou logo para um belíssimo caril de grão.. Oh coisa boa =D

    Mas a tua também tem um excelente aspecto e deve ser bem boa =)

    Beijocas

    ResponderEliminar
  5. Uma refeição diferente, mas deliciosa certamente!
    Beijinhos,
    Espero por ti em:
    strawberrycandymoreira.blogspot.pt
    http://www.facebook.com/omeurefugioculinario
    https://www.instagram.com/marysolianimoreira/

    ResponderEliminar
  6. Eu adoro grão de bico, é o meu salvador nas refeições em que não tenho nada preparado, com uma folhas de alface, tomate, grão de bico e atum faço uma saladinha bem rápida e sacia imenso ;)
    http://adiaryb.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  7. Nunca deixo de me surpreender quando aqui venho. Este prato parece mesmo bom e é uma receita fácil, tal como eu gosto.
    Bjn
    Márcia

    ResponderEliminar
  8. Olá, querida Avelã!
    Que mistura gostosa de ingredientes, lindo seu prato!

    Beijinhos ♥

    ResponderEliminar
  9. Adoro quisados e e vegetariano ainda melhor será :)

    Excelente receita :)

    Beijinho grande

    ResponderEliminar
  10. Deu-me vontade de rir ao ler o teu texto! Eu gosto mais do feijão e grão sem ser enlatado, mas é tão mais prático que uso muitas vezes! Adorei!

    Beijinhos Ana
    http://acasinhadasbolachas.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  11. Gostei da receita tão fácil e saudável vou levar a receita pois as minhas filhas adoram esta comida Beijinhos e boa semana
    http://asreceitasdasisi.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  12. Os enlatados são tão práticos! Utilizo bastante, principalmente quando estou à pressa.
    Este grão está cheio de bons aromas, só pode ter ficado uma delícia!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  13. que bom aspecto
    http://retromaggie.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  14. Gosto de grão de bico, acho extremamente nutritivo e alimenta bem. Estou doida para testar uma receitinha de hamburguer, já que sou vegetariana.
    Seu prato parece apetitoso.
    Abraços e feliz dia.

    ResponderEliminar
  15. Nós, amantes de cebolas, sempre juntos! Ahahaha
    Adoro este tipo de prato, tão saboroso, rápido e apelativo.
    Também uso imenso vegetais enlatados e sou fã da qualidade de alguns =)

    ResponderEliminar
  16. Confesso que não me puxa muito. Um bom bife era bem melhor! :)

    ResponderEliminar
  17. Olá Avelã,
    Estufados de legumes é bom, e com couscous é ótimo ;P
    Beijinho

    ResponderEliminar
  18. Tenho de experimentar, eu sou doida por grão, acho que fica sempre bem em qualquer prato! =)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  19. Esse (bom!!!) aspeto conquistou-me! Adoro os ingredientes ;)
    Beijinho e boa semana.

    Blogue Recanto com Tempero

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Produtos #91 - Pudins Proteicos do Lidl (Baunilha/Chocolate)

Hoje o post é sobre a febre do momento: os pudins proteicos do Lidl :P Para quem não está a par, há algumas semanas começaram a aparecer nos supermercados portugueses da cadeia Lidl uns pudins proteicos muito parecidos aos da Ehrmann. Estão disponíveis em duas versões: baunilha e chocolate . Cada pudim ( 200g ) tem cerca de 150kcal e 20g de proteína e custa 0.99€ . Não têm açúcar adicionado , e são isentos de lactose e de glúten .  Por vezes recebo comentários a referir que o teor de açúcar não é nulo (4g/100g) , mas é importante referir que este açúcar é naturalmente presente . Os iogurtes naturais não adoçados têm uma quantidade de açúcar semelhante. Outro ponto importante a referir é que a proteína também vem do leite , que é uma fonte de qualidade (por ser completa, ao contrário por exemplo do colagénio ou glúten). Antes que fiquem excessivamente entusiasmados, devo dizer que encontrá-los não é tarefa fácil: a procura anda ao nível dos skyr na altura em que foram lançados (

Produtos #69 - Pudins Proteicos da Ehrmann (Caramelo, Baunilha, Chocolate e Chocolate-Coco)

Hoje o post é sobre os famosos pudins proteicos da Ehrmann. Sempre que partilho fotos deles recebo perguntas, é infalível - seja acerca do rótulo, do preço, do sabor, dos locais de compra,... Desta forma, achei que o melhor seria escrever um post sobre eles e acabar com as dúvidas de uma vez por todas :) Começo pelas informações básicas: Locais de Compra Para já, os pudins estão disponíveis em poucas superfícies comerciais: fisicamente apenas os encontram nas lojas  Auchan e Primebody Nutrishop (há três, todas em Lisboa). Podem ainda encomendar online pelos respetivos sites, auchan.pt e primebodynutrishop.com . A cadeia Auchan só faz envios para algumas partes do território nacional, mas a Primebody envia para todo o país. Se optarem por encomendar pelo Auchan , os portes ficam a 5,90€ ; que eu saiba são fixos (acho que não há nenhum valor a partir do qual o envio seja grátis). No site da Primebody os portes ficam a 3,99€ , e são grátis para encomendas a part

Papas de Aveia com Claras (com aveia de sabor) (Saudável, Sem Lactose*, Sem Açúcar/Gordura Adicionados)

Já ouvi relatos mirabolantes de desastres na cozinha. Mesmo sendo óbvio que esta é basicamente um aglomerado de aparelhos potencialmente perigosos, continua a surpreender a quantidade de histórias incríveis que sobre ela há: seja sobre panelas de pressão a explodir ou desastres no fogão que originam mini incêndios, praticamente toda a gente tem algumas histórias para contar nesta divisão. Considerando isto, acho que até tenho tido alguma sorte. Tirando os óbvios e nada originais cortes e queimaduras, não me aconteceu nada de especial. A menos que consideremos... O incidente do gelado frito . Tudo começou com um inocente pedido de gelado frito para sobremesa num restaurante chinês. Tinha começado há pouco a cozinhar mais sobremesas, apenas com bolos simples, e decidi depois replicar a receita em casa, o que requeria um tacho de óleo a ferver e a necessidade de colocar e retirar rapidamente bolas de gelado deste para que não derretessem - nada fora do comum até aqui, portanto. Po