Avançar para o conteúdo principal

Bagels Rápidos (Saudável, Sem Açúcar/Gordura Adicionados, Sem Glúten/Lactose)


Não costumo usar adoçantes nas receitas - às vezes uso indiretamente, através de whey ou aveia com sabor, mas não me lembro da última vez em que usei mesmo um adoçante para cozinhar.
Quando quero tornar alguma receita mais saudável a minha primeira opção é o mel, porque é acessível, prático e 'natural'. Sei que algumas pessoas evitam porque tem um sabor mais forte do que o açúcar, por exemplo, mas nunca notei que o sabor de um bolo ficasse alterado por causa disso (e eu não sou fã de mel simples). Já no caso dos adoçantes, tenho sempre receio de que resultem num sabor artificial; para além do mais, há muitos que nem sequer podem ser submetidos a altas temperaturas. Ou seja, tenho várias desculpas para nunca lhes ter dado uma oportunidade.
Entretanto a Primebody enviou-me alguns produtos para experimentar, há uns meses, entre os quais um adoçante culinário de maltitol, stevia e taumatina: o sweetlift.
Como não podia deixar de ser, tive de o experimentar numa receita. A escolhida foi (surpresa) a destes bagels, que partilho agora convosco. Não ficaram muito doces (porque não é suposto, são bagels), mas ainda assim deu para avaliar o adoçante - e confesso que surpreendeu, em textura é muito parecido ao açúcar e não tem um sabor artificial. Talvez tenha direito a mais algumas receitas daqui para a frente :)







Bagels Rápidos (Saudável, Sem Açúcar/Gordura Adicionados, Sem Glúten/Lactose)
Para 8 bagels
Adaptado daqui

Ingredientes:
[  120g de farinha de aveia (flocos de aveia triturados; certificada sem glúten para a versão sem glúten)
[  80g de farinha de trigo sarraceno
[  1 colher de chá de fermento 
[  2 ovos
[  120g de quark (usei da San Tonelli; podem substituir por um iogurte sem lactose ou vegetal para a versão sem lactose)
[  100ml de leite (sem lactose ou vegetal para a versão sem lactose)
[  1 colher de chá de extrato de baunilha
[  2 colheres de sopa de Sweetlift*

Preparação:
| Num recipiente grande, misturar as farinhas (de aveia e de trigo sarraceno) com o fermento.
| À parte, bater os ovos com um garfo e adicionar o quark, o leite, o extrato de baunilha e o adoçante (Sweetlift), batendo bem.
| Adicionar esta mistura ao preparado anterior e mexer até obter uma massa homogénea.
| Distribuir o preparado por formas de donuts (vejam abaixo como podem adquirir; também podem usar outras, se não tiverem) e levar ao forno pré-aquecido a 200 graus durante cerca de 15 minutos, ou até que estejam cozidos (podem fazer o teste do palito).

*Sweetlift é um adoçante que podem encomendar ou comprar na Primebody; podem substituir por outro adoçante, açúcar mascavado, mel ou etc., embora vá alterar ligeiramente o resultado final.



A forma que usei para os donuts foi a da Tupperware, de que já falei aqui - se quiserem comprar falem com a Miss Tupperware, que ma ofereceu.
Os bagels não costumam ser feitos desta forma (normalmente levedam e são cozidos antes de assarem), mas o nome parece-me adequado - não são muito doces, são fofinhos e crescem bastante. São bons sem nada, mas também podem rechear - tostados com queijo, por exemplo, ficam deliciosos! Ficaram um bocadinho toscos, mas ótimos.
Quanto ao adoçante, sei que há muita gente que prefere não usar. Eu não tenho problemas em consumir com moderação - por um lado, o sweetlift é feito de adoçantes que, para a categoria, até não têm má reputação. Por outro, penso que o fazer bem ou mal acaba sempre por depender das quantidades em que os alimentos são consumidos :)
____________________________________________________________________________
Informação Nutricional (por um bagel)
Energia: 121kcal
Proteínas: 6.8g
Hidratos de Carbono: 18.7g 
-       Dos quais açúcares: 1.7g
Lípidos: 2.4g 
-          Dos quais hidrogenados: 0.0g
-     Dos quais saturados: 0.6g
Fibra:  2.6g
Sódio:  36mg

     A informação nutricional engloba uma porção (neste caso, corresponde a 1 bagel ou 1/8 da receita). Os valores estão sujeitos a erro humano e a alguma imprecisão, mas deverão estar próximos do valor real. 
____________________________________________________________________________

Comentários

  1. Já tinha saudades das tuas receitas e ainda por cima hoje trazes bagels que eu tanto gosto! :) Ainda há pouco tive a fazer uma receita tua, as panquecas de coco! Adorei. :D
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  2. Nunca fiz nem nunca comi. Mas têm um excelente aspecto! =D

    Beijocas

    ResponderEliminar
  3. Que belissima e saudável receita.

    Beijinhos,
    Clarinha
    https://receitasetruquesdaclarinha.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  4. Já dava uma trinca num, e ainda por cima são saudáveis :).
    Beijinhos,
    Cherry
    Blog: Life of Cherry

    ResponderEliminar
  5. Fiquei curiosa com o sabor,...
    Beijinhos,
    Espero por ti em:
    strawberrycandymoreira.blogspot.pt
    http://www.facebook.com/omeurefugioculinario
    https://www.instagram.com/marysolianimoreira/

    ResponderEliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares deste blogue

As Panquecas Perfeitas! (Saudável, Sem Gordura Adicionada, Sem Glúten)

Desde que tenho o blog já experimentei muitas receitas de panquecas, e já publiquei várias delas. Algumas foram particularmente bem-sucedidas: as de aveia com quark, as de weetabix e as de coco já foram feitas (e aprovadas) por muita gente que me veio dar o seu feedback.
Outras tornaram-se em clássicos por aqui, e foram repetidas imensas vezes por mim desde que as publiquei; é o caso das panquecas com aveia de sabor e das de aveia e centeio.
Mesmo as panquecas de abóbora, uma das últimas receitas que publiquei, foram bastante apreciadas (por mim e por quem já experimentou e partilhou a sua opinião).
E gostei bastante de todas estas receitas, até porque só publico no blog coisas de que tenha gostado realmente. Mas, as receitas antigas que me desculpem, hoje não venho partilhar uma receita de panquecas 'boa', nem sequer muito boa. Hoje venho partilhar A receita, capaz de revolucionar por completo a forma como vêem as panquecas.
Apenas as fiz hoje, mas tive de publicar rapidamen…

Papas de Aveia com Claras (com aveia de sabor) (Saudável, Sem Lactose*, Sem Açúcar/Gordura Adicionados)

Já ouvi relatos mirabolantes de desastres na cozinha. Mesmo sendo óbvio que esta é basicamente um aglomerado de aparelhos potencialmente perigosos, continua a surpreender a quantidade de histórias incríveis que sobre ela há: seja sobre panelas de pressão a explodir ou desastres no fogão que originam mini incêndios, praticamente toda a gente tem algumas histórias para contar nesta divisão. Considerando isto, acho que até tenho tido alguma sorte. Tirando os óbvios e nada originais cortes e queimaduras, não me aconteceu nada de especial. A menos que consideremos... O incidente do gelado frito. Tudo começou com um inocente pedido de gelado frito para sobremesa num restaurante chinês. Tinha começado há pouco a cozinhar mais sobremesas, apenas com bolos simples, e decidi depois replicar a receita em casa, o que requeria um tacho de óleo a ferver e a necessidade de colocar e retirar rapidamente bolas de gelado deste para que não derretessem - nada fora do comum até aqui, portanto. Por muito…

Pudim Flan Proteico (Saudável, Sem Açúcar/Gordura Adicionados)

Se antes tinha um ódio de estimação por gelatina, de tal forma que o cheiro me deixava enjoada (especialmente quando quente), num passado recente os meus gostos nesse campo deram uma volta de 180 graus. Isto ocorreu em grande parte devido às gomas de fruta caseiras, que faço várias vezes por semana e consumo diariamente. Até acertar com a receita tive algumas 'fornadas' sofríveis que, confesso, custaram a acabar - mas depois de chegar à fórmula ideal nunca mais olhei para trás, e ando há meses viciada nas minhas gominhas, sem sinal de mudança à vista :)  Desta forma, não é de estranhar que me veja encorajada a fazer mais experiências com gelatina entre os ingredientes. Ultimamente, e em particular depois do sucesso do leite creme proteico, andava com a ideia de fazer uma espécie de pudim flan instantâneo mesmo simples: apenas leite, whey e gelatina para solidificar. Se por um lado me parecia que uma ideia tão simples estava a pedir para ser testada, por outro custava-me acre…