Avançar para o conteúdo principal

Chili (Saudável, Sem Glúten, Sem Lactose)

Sempre gostei mais de fazer sobremesas do que de fazer comida (é melhor avisar, já que não se nota pelas receitas que ponho...).
Sobremesas são, no geral, mais surpreendentes e é bastante mais difícil de inovar quando se trata de pratos de comida. Talvez seja também porque não ligo tanto a refeições como a lanches ou coisas doces...
Ainda assim, há pratos que até gosto de fazer, mais simples e deliciosos que faço em quantidades industriais para não ter de cozinhar tanto
O chili, por exemplo, é para mim um desses pratos; é relativamente rápido, é possível fazê-lo em grandes quantidades e é muito bom. Os pimentos e a cebola dão imenso volume (e sabor) e por isso rende bastante. Uma dose é bastante generosa. No geral, acho que toda a gente gosta, além de que se pode adaptar conforme o gosto as especiarias e o molho picante que se usa.
Ainda assim, das bastantes vezes em que fiz chili, houve duas vezes em que calhou pior; a primeira vez foi exatamente a primeira vez que fiz, em que ficou muito picante. A segunda vez ocorreu quando usei uns pimentos biológicos que não deitaram sumo nenhum, o que fez com que o chili ficasse muito seco e a saber a molho de tomate. Talvez estivesse relacionado também com  tê-los posto no processador para não ter de picar finamente 15 pimentos.

E, ainda assim, foi aprovado pelo meu cão...


Chili (Saudável, Sem Glúten, Sem Lactose)
Adaptado daqui
 Para 5 doses de 270g

Ingredientes:
[  1 ½ cebola
[  5 dentes de alho grandes
[  1 fio de azeite
[  3 pimentos vermelhos (ou verdes ou ambos)
[  500g de peito de frango ou peru picado
[  1 ramo grande de salsa fresca
[  Molho de tomate (a gosto)
[  Sal (a gosto)[  Paprika em pó (a gosto)
[  Óregãos (a gosto)
[  Pimentão-doce moído (a gosto)
[  Cominhos moídos (a gosto)
[  Coentros moídos (a gosto)
[  Molho picante (a gosto)
[  Feijão vermelho cozido (a gosto; uso aproximadamente uma chávena) 

Preparação:
| Picar a cebola e o alho e colocar num tacho com o azeite. Refogar lentamente em lume baixo.
| Quando a cebola estiver translúcida, acrescentar os pimentos picados, mexer bem e tapar a panela para deixar amolecer.
| Juntar a carne picada e misturar bem com o refogado (se preferirem ou quiserem que seja mais rápido podem adicionar a carne já cozida).
| Picar a salsa e juntar ao chili, juntamente com o molho de tomate, o sal, a paprika, o pimentão doce, os cominhos, os coentros, os oregãos e o molho picante. Ajustar os temperos conforme o gosto.
| Tapar e deixar ao lume durante alguns minutos.
| Acrescentar o feijão, incorporar apenas (para não se desfazer) e servir. Se estiver muito seco, podem juntar água da cozedura do feijão (ou da lata) ou ainda água a ferver.


Já fiz chili umas 10 vezes, sempre inspirada pelo blog Palavras que Enchem a Barriga. É tão prático que é absurdo, nunca pensaria em fazer esta receita por mim (e admito que pensava que o chili era aquela mistela vermelha que queimava as línguas em concursos mexicanos do chili mais picante. Os desenhos animados não uma fonte inegável de sabedoria).
Quando o faço como-o bastantes vezes aquecido e de cada vez penso que é a minha comida favorita. Esta foi a última vez que fiz, mas não vou postar a receita que costumava fazer porque esta é A receita. É perfeita, ficou com um sabor fantástico! Fi-la em maiores quantidades que dividi para ser mais prático. Foi aprovado por 10 pessoas :D


_________________________________________________________________________
Informação Nutricional por 1 dose (271g)
Energia: 239 kcal
Proteínas: 23.1g
Hidratos de Carbono: 11.7g
-       Dos quais açúcares: 6.0g
Lípidos: 11.1g
-          Dos quais hidrogenados: 0.0g
Fibra: 9.5g
Sódio: 304mg

     A informação nutricional engloba uma porção (neste caso, corresponde uma dose de 270g).Os ingredientes da receita, para esta não ter glúten, devem ser certificados sem glúten, pois podem ser contaminados. Está sujeita a erro humano e a alguma imprecisão, mas deverá apresentar valores próximos do valor real.
_________________________________________________________________________

Comentários

  1. Gosto tanto mas tanto do chili da minha mãe que nunca me atrevi a tentar!
    Assim que sai de casa, foi das primeiras receitas que lhe pedi...mas nunca tive coragem porque acho que vou estragar tudo. Quando vi essa receita no blog da Joana fiquei tentada... e agora ainda mais!!
    Um dia destes... arrisco! :)

    ResponderEliminar
  2. Também gosto mais de fazer sobremesas, é notório:)
    Ficou com muito bom aspecto, e bem saudável que maravilha.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. olá. fiquei curiosa com a receita do chili. sou bem capaz de experimentar, apesar de eu não me dar muito bem com os pimentos, mas sem eles, não é chili. boa semana.:)

    ResponderEliminar
  4. Olá Avelã

    Nunca fiz chili de peru, mas fica mais saudável. O teu ficou com excelente aspeto.

    P.s. - ainda nao experimentei a manteiga de coco...

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Por acaso até prefiro fazer pratos principais pelo simples facto que me é mais conveniente..sobremesas raramente como, ao contrário de pratos principais que os tenho de comer todos os dias :p Infelizmente não posso cozinhar para os outros muitas vezes portanto fico-me pelas sobremesas quando estou em casa dos pais :b
    Adoro este tipo de comida, é tão reconfortante! Quando tem feijão então, maravilha :D
    Muito boa receita, vou fazer para mim (com soja em vez de carne) mas quando tiver em casa sou capaz de fazer mesmo com carne porque parece-me que lá em casa vão adorar, principalmente o meu irmão que é um amante de carne e feijão :p
    Adoro poder congelar comida, dá tanto jeito! é outra das razões pela qual eu gosto tanto deste tipo de comidas, basta fazer em grande quantidade e quando for preciso, descongelar e pronto :p
    Boa receita, beijinho :D

    ResponderEliminar
  6. Adoro chili! É daquelas refeições que se pode comer só com garfo, o que para mim é o equivalente a comida de conforto. :)

    ResponderEliminar
  7. Aiiiii, eu acabei agora de jantar, mas juro que comia umas quatro colheres disso... AGORA! De peru acho que nunca fiz, mas frango já :) Os teus pratos sao lindos! Adorooo mesmo

    ResponderEliminar
  8. Também adoro fazer sobremesas, se um dia me viro totalmente pra cozinha acho que é nos doces que fico, mas também podes ser imaginativa com os salgados ;)
    Amo chilli!! Mas com feijão preto!! E não me importo que tenha muito tomate! E sempre com guacamole :)


    beijinho**

    ResponderEliminar
  9. Olá :)
    Não conhecia o teu blog, mas já vou ficar por cá :)
    Também gosto muito mais de fazer sobremesas e bolos, muitos bolos :)
    Mas o teu chilli ficou com óptimo aspecto, ainda por cima é uma versão saudável :)

    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  10. Olá!
    Venho retribuir a visita simpática que fizeste ao meu blog!
    Que pratinho reconfortante. Nunca fiz chili...qualquer dia experimento!
    São sabores que gosto muito!
    Beijinho grande!

    Sílvia
    http://bocadinhosdeacucar.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  11. Gente, eu preciso fazer esta receita!!!! Amo tido que leva pimenta, pimentões... Amo!!! Fiquei aqui com água na boca!!! Tb tenho queda por fazer doces. Um bjo pra vc

    ResponderEliminar
  12. Ri-me com a tirada do cão! :-D Gosto de chili, mas a única vez que fiz cá em casa foi com granulado de soja, também fica uma delícia. Quanto aos pratos salgados serem menos variados, não concordo nada contigo! Há vários anos que experimento receitas novas e ainda tenho uma lista que nunca mais acaba de coisas para experimentar! (são muito poucas as receitas que se repetem cá em casa, isto de ter um blogue para alimentar...)

    ResponderEliminar
  13. Olá avelã...

    Já tenho visto várias receitas de chili mas nunca me atrevi a experimentar... Mas fiquei tentada :-)
    Se bem que é picante e tenho de arranjar uma solução para que não fique tão forte...

    Beijinhos***
    joana

    ResponderEliminar
  14. É a primeira vez que estou no teu blog e gostei muito! ja li imensos posts! Continua o otimo trabalho. Ja estou a seguir. Convido te a passar pelo meu, partilho a minha experiencia pela cidade de Nova Iorque para além do meu estilo de vida saudavel!

    http://fromportugaltonyc.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  15. Adoro chilli, já fiz com carne e vegetariano, fica uma delicia

    ResponderEliminar
  16. Uma fabulosa e bem sugestiva partilha e que terei de experimentar ... quanto ao gosto para fazer doces, como compreendo :) :) ...
    Muito grata por esta sugestão divina.
    Feliz semana
    Beijinho

    ResponderEliminar
  17. Nunca experimentei, acredita? rsrs e olha que gosto muito de pimentões.
    Mas assim como vc, os desenhos sempre me deram a sensação de ser algo terrivelmente picante, mas acho que usam pimenta demais para ficar assim.
    Abração e feliz dia.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Produtos #91 - Pudins Proteicos do Lidl (Baunilha/Chocolate)

Hoje o post é sobre a febre do momento: os pudins proteicos do Lidl :P Para quem não está a par, há algumas semanas começaram a aparecer nos supermercados portugueses da cadeia Lidl uns pudins proteicos muito parecidos aos da Ehrmann. Estão disponíveis em duas versões: baunilha e chocolate . Cada pudim ( 200g ) tem cerca de 150kcal e 20g de proteína e custa 0.99€ . Não têm açúcar adicionado , e são isentos de lactose e de glúten .  Por vezes recebo comentários a referir que o teor de açúcar não é nulo (4g/100g) , mas é importante referir que este açúcar é naturalmente presente . Os iogurtes naturais não adoçados têm uma quantidade de açúcar semelhante. Outro ponto importante a referir é que a proteína também vem do leite , que é uma fonte de qualidade (por ser completa, ao contrário por exemplo do colagénio ou glúten). Antes que fiquem excessivamente entusiasmados, devo dizer que encontrá-los não é tarefa fácil: a procura anda ao nível dos skyr na altura em que foram lançados (

Bolo de Spéculoos

  Com quase dois meses de atraso, venho deixar a receita do bolo que fiz para o meu aniversário. Mais pequeno que o habitual, tendo em conta a situação pandémica na altura (nos últimos dois anos não tive muita sorte com o timing do meu dia de anos). Para compensar, fi-lo em modo *overdose de spéculoos*: spéculoos  alegram qualquer situação :D O recheio foi improvisado à última da hora: tinha planeado fazê-lo com natas batidas e creme de spéculoos, mas aqueci o creme para ficar mais fluido e a temperatura fez com que as natas coalhassem. Fiquei sem o único pacote de natas que tinha, mas felizmente sou  exagerada  precavida e tinha meia dúzia de frascos do creme de barrar.  Acabei por desenrascar um recheio misturando-o com o pudim de caramelo da Ehrmann como base, o que de resto prova a minha tese de que há poucas coisas que não se resolvam com um pudim de caramelo da Ehrmann :P Foi tudo pelo melhor, porque ficou delicioso! Deixo a receita para que possam experimentar :)  Bolo de Spécul

Madalenas Sem Açúcar

Tenho a tradição de testar uma receita nova de cada vez que recebo ou compro uma nova forma. Por vezes as ideias são muitas e não é fácil escolher, mas quando a My Tup Love  me enviou esta forma não houve sequer um momento de indecisão: forma de madalenas pede madalenas :D  Juntei o útil e agradável, e usei na receita a recentemente lançada aveia de custard. O seu aroma docinho a lembrar bolos com limão não podia ser mais adequado para o efeito :)  Madalenas Sem Açúcar Para 6 madalenas Ingredientes : [  1 ovo [  50g de quark natural [  25ml de leite [  75g de farinha de aveia com sabor (usei a de custard da EU Nutrition , que tem um saborzinho a limão fantástico; podem encomendar com 15% de desconto usando o cupão euavela15 no site) [  1 colher de café de fermento Preparação : | Bater o ovo com o quark durante dois ou três minutos. | Baixar a velocidade para o mínimo e adicionar o leite, batendo apenas até este estar incorporado.  | Juntar a farinha e o fermento envolver com uma espát