Avançar para o conteúdo principal

Produtos #88 - Leveduras Nutricionais com Sabor da Auri Foods


Hoje venho falar-vos de uma marca que me conquistou logo à primeira: a Auri Foods, com as suas leveduras nutricionais de sabores maravilhosos :)

Podem encomendar todos os produtos no site. Cada frasco tem 185g e custa 7.59€, com exceção da versão natural em flocos, cujo frasco tem 60g e custa 3.99€ (o tamanho do frasco é igual, mas como os flocos são menos compactos o peso é menor).

Visto que sou afiliada da marca, o cupão cremedeavelas dá-vos habitualmente 10% de desconto sobre este preço. Os portes são grátis a partir de 20€.

Em virtude de campanhas especiais, podem encontrar ocasionalmente oportunidades ainda melhores: por exemplo, até dia 27 o desconto do cupão cremedeavelas está nos 15%. Em adição a isto, está em vigor até dia 2 de Novembro uma campanha de portes grátis a partir de 10€. 

Já queria falar sobre os produtos no blog há algum tempo, e este acumular de condições tentadoras para os encomendar foi a desculpa ideal para escrever finalmente o post :D 


Os produtos costumam despertar bastante curiosidade, porque muita gente ainda não conhece e não sabe o que são ou como se usam. De uma forma simples, a levedura nutricional é um produto de origem vegetal com algumas propriedades interessantes: tem um sabor naturalmente agradável, e algumas caraterísticas nutricionais vantajosas

É pobre em calorias (a dose de 15g sugerida na embalagem tem perto de 40kcal e é muuuuito generosa), muito baixa em gordura, e rica em proteína. Fornece algumas vitaminas e minerais, destacando-se a riqueza em vitamina B12 - uma vitamina tradicionalmente difícil de obter numa alimentação vegetariana, por estar presente principalmente em produtos de origem animal. É por isso de surpreender que um produto vegetal, como é o caso da levedura nutricional, forneça a dose diária recomendada desta vitamina pela referida dose de 15g :)



A levedura nutricional vem normalmente em flocos ou em pó. Popularizou-se por ter um sabor agradável e rico que lembra queijo; estas versões da Auri Food levam o conceito mais além, selecionando culturas que lembram determinados sabores. Além da natural, há por isso leveduras com sabor a queijo, bacon, vaca, frango e alecrim fumado.

Apesar de os sabores sugerirem o contrário, todas elas são vegan, e praticamente não têm aditivos (tirando antiaglomerante para manter o pó solto, e aroma de fumo nalguns dos sabores). O perfil nutricional praticamente não varia dentro da gama.

Todas as variedades são bastante saborosas e salgadinhas. A única disponível em flocos, além de em pó, é a versão natural. Também esta tem um sabor muito bom, que lembra queijo - apesar de o aroma ser mais forte na levedura nutricional de queijo ('cheese free').

Sendo em pó, as leveduras encontram vários usos tipicamente atribuídos às especiarias: ficam ótimas no molho de pratos como massa ou feijoada, bem como em bifes ou ovos, polvilhadas em pratos de massa, em bolos ou pastéis salgados,...

Os sabores são bastante mais tentadores que os das especiarias habituais, e por isso elevam os pratos a todo um outro nível. Também acrescentam uma textura interessante aos alimentos, que lembra panados ou fritos. Isto leva-me a adorar usá-las em nuggets, grão-de-bico 'frito' no forno, panados, etc. - tudo em versões menos processadas, e com menos calorias e gordura.

Deixarei algumas sugestões de utilização abaixo, junto da minha apreciação de cada um dos sabores (por ordem de preferência) :)

1º - Queijo


Se não me engano, esta foi a primeira levedura que experimentei, e superou completamente as expectativas. Tem um sabor maravilhoso a queijo que lembra aperitivos tipo cheetos futebolas, mas ao mesmo tempo é mais natural e menos enjoativo. É mesmo muito boa, e incrivelmente versátil!

Num wrap com tofu fumado e bolinhas de queijo mozzarella

Claro que depois aqueci o wrap na torradeira...

E ficou a maravilha que se vê :D

Um dos meus usos preferidos: polvilhar em pratos de massa

Dá um toque fenomenal a pratos tipo massa à bolonhesa, lembra queijos como parmigiano reggiano < 3

Na lasanha vegetariana do Pingo Doce. Sempre achei que lhe faltava queijo, aqui está a solução para o problema :D

2º - Bacon


Eu juro que depois desta comparação tentarei deixar de justapor as leveduras a aperitivos excessivamente específicos, mas... Esta de bacon sabe imenso a Ruffles de presunto :P

Tem um sabor fumado e salgadinho simplesmente viciante, que evidentemente encontra uso em várias receitas deliciosas!

Uma espécie de panados de peru: bifes de peru panados com a levedura de bacon e grelhados numa frigideira antiaderente. Nem imaginam o saborzinho disto :D

Aqui misturei grão-de-bico com a levedura de bacon e salteei numa frigideira. Quando o grão estava tostado abri um ovo por cima, tampei e deixei a clara cozinhar. Que. Sonho. < 3
Trigo cozido misturado com a levedura. Habitualmente como frio - o sabor é delicioso, lembra batatas-fritas!

Panquecas salgadas de bacon e cogumelos. Usei a massa das panquecas com queijo fresco, mas omiti o mel, acrescentei levedura de bacon e depois de triturar juntei os cogumelos salteados. Ficaram tão boas quanto podem imaginar :D

3º - Frango


Esta de frango lembra uma mistura entre frango de churrasco e cheetos (só as comparei 50% a aperitivos, estou a esforçar-me :P). Sabe mesmo a frango, mas não é totalmente aquele aroma tostadinho do churrasco - tem uma componente salgadinha e cheesy em comum com a de queijo. Também é ótimo, e funciona particularmente bem em algumas receitas :)

Por exemplo: 'nuggets' saudáveis :D Parti peito de frango em pedaços e misturei com um pouco de azeite e levedura de frango. Levei ao forno a 200 graus até tostar et voilà :)
Com trigo cozido, outra vez. Faço isto com todos os aromas repetidamente! Perdoem a falta de variedade, mas fica delicioso :P

Grão-de-bico crocante com sabor a frango. Basta misturar grão-de-bico cozido com um pouco de azeite e levedura nutricional e levar ao forno para tostar. Fica com uma textura a lembrar fritos, e o sabor é incrível!

4º - Natural em Pó


Esta também sabe a queijo, mas o aroma é menos intenso. Em consequência, é particularmente versátil, e fica boa em praticamente qualquer coisa :)

Em ovos mexidos com espinafres

5º - Natural em Flocos


A versão em flocos da levedura natural tem um aroma idêntico ao da versão em pó; a diferença é que em vez de vir triturada esta vem em floquinhos. A textura fica interessante em alguns pratos: gosto de a polvilhar em ovos mexidos, por exemplo :) 

A embalagem da foto é uma amostra, as embalagens disponíveis no site são sempre frascos de plástico. Nunca comprei um frasco inteiro, mas gostei bastante e irei comprar no futuro.

6º - Vaca


Desta só provei mesmo a amostra e julgo que não irei encomendar o frasco inteiro, porque não sou a maior fã de carne de vaca. Prefiro os aromas que coloquei mais acima. Mas se forem fãs de carnes vermelhas, julgo que é uma boa aposta :)

7º - Alecrim Fumado


Esta é que não irei encomendar de certeza - tenho um ódio de estimação por alecrim, e esta levedura não escapou. O sabor é bastante forte, por isso não apreciei :P Se forem fãs da erva aromática já sabem que vale a pena experimentar. Tenho pena porque a parte do 'fumado' tem potencial, se fosse pimentão-doce ou paprika tinha tudo para dar certo!

Termino aqui o já longo post. Se ficaram interessados, aproveitem para encomendar as leveduras nutricionais da Auri o quanto antes - lembro que até terça-feira basta encomendar duas embalagens para ter portes grátis, e ainda têm 15% de desconto com o cupão cremedeavelas. É uma oportunidade imperdível :)

Comentários

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Produtos #91 - Pudins Proteicos do Lidl (Baunilha/Chocolate)

Hoje o post é sobre a febre do momento: os pudins proteicos do Lidl :P Para quem não está a par, há algumas semanas começaram a aparecer nos supermercados portugueses da cadeia Lidl uns pudins proteicos muito parecidos aos da Ehrmann. Estão disponíveis em duas versões: baunilha e chocolate . Cada pudim ( 200g ) tem cerca de 150kcal e 20g de proteína e custa 0.99€ . Não têm açúcar adicionado , e são isentos de lactose e de glúten .  Por vezes recebo comentários a referir que o teor de açúcar não é nulo (4g/100g) , mas é importante referir que este açúcar é naturalmente presente . Os iogurtes naturais não adoçados têm uma quantidade de açúcar semelhante. Outro ponto importante a referir é que a proteína também vem do leite , que é uma fonte de qualidade (por ser completa, ao contrário por exemplo do colagénio ou glúten). Antes que fiquem excessivamente entusiasmados, devo dizer que encontrá-los não é tarefa fácil: a procura anda ao nível dos skyr na altura em que foram lançados (

Madalenas Sem Açúcar

Tenho a tradição de testar uma receita nova de cada vez que recebo ou compro uma nova forma. Por vezes as ideias são muitas e não é fácil escolher, mas quando a My Tup Love  me enviou esta forma não houve sequer um momento de indecisão: forma de madalenas pede madalenas :D  Juntei o útil e agradável, e usei na receita a recentemente lançada aveia de custard. O seu aroma docinho a lembrar bolos com limão não podia ser mais adequado para o efeito :)  Madalenas Sem Açúcar Para 6 madalenas Ingredientes : [  1 ovo [  50g de quark natural [  25ml de leite [  75g de farinha de aveia com sabor (usei a de custard da EU Nutrition , que tem um saborzinho a limão fantástico; podem encomendar com 15% de desconto usando o cupão euavela15 no site) [  1 colher de café de fermento Preparação : | Bater o ovo com o quark durante dois ou três minutos. | Baixar a velocidade para o mínimo e adicionar o leite, batendo apenas até este estar incorporado.  | Juntar a farinha e o fermento envolver com uma espát

Bolo de Spéculoos

  Com quase dois meses de atraso, venho deixar a receita do bolo que fiz para o meu aniversário. Mais pequeno que o habitual, tendo em conta a situação pandémica na altura (nos últimos dois anos não tive muita sorte com o timing do meu dia de anos). Para compensar, fi-lo em modo *overdose de spéculoos*: spéculoos  alegram qualquer situação :D O recheio foi improvisado à última da hora: tinha planeado fazê-lo com natas batidas e creme de spéculoos, mas aqueci o creme para ficar mais fluido e a temperatura fez com que as natas coalhassem. Fiquei sem o único pacote de natas que tinha, mas felizmente sou  exagerada  precavida e tinha meia dúzia de frascos do creme de barrar.  Acabei por desenrascar um recheio misturando-o com o pudim de caramelo da Ehrmann como base, o que de resto prova a minha tese de que há poucas coisas que não se resolvam com um pudim de caramelo da Ehrmann :P Foi tudo pelo melhor, porque ficou delicioso! Deixo a receita para que possam experimentar :)  Bolo de Spécul