Avançar para o conteúdo principal

Preparação de Refeições #8 - Frango Recheado com Ricotta e Espinafres e Millet com Vegetais Assados



Aqui estou eu com mais um post de 'meal prep' - desta vez, como prometi na semana passada, um pouco mais interessante :P

Voltei a optar por uma preparação no forno, já que o tempo convida a isso e a comida de forno fica (quase) sempre bem. 

Tabuleiros prontos para irem ao forno
O frango recheado (já publiquei a receita do frango no blog - é esta)

Abóbora, couves de Bruxelas e sementes de abóbora

Algumas pessoas pediram a receita do millet com vegetais, mas como é ainda mais simples do que a do frango recheado decidi dizer neste post como fiz em vez de fazer um post em separado.

Primeiro parti uma abóbora manteiga descascada (e sem sementes, claro) e coloquei num tabuleiro forrado com papel vegetal, juntamente com couves de Bruxelas partidas a meio (usei congeladas). Caso interesse a alguém, usei 1,1kg de abóbora e 400g de couves de bruxelas - mas já sabem que faço doses enormes para comer a comida aquecida várias vezes, por isso estas quantidades não são referência para ninguém :P

Depois juntei sementes de abóbora (cerca de 50g), temperei tudo com sal, manjericão e orégãos e coloquei um fio de azeite. Então levei ao forno pré-aquecido a 200 graus e fui vendo como estava - não vou dizer um tempo específico porque o meu forno estava bem carregado (e este não era o único tabuleiro), por isso o tempo que demorou no meu caso pode diferir imenso do caso de alguém que utilize menores quantidades ou não faça o frango, por exemplo. No entanto, podem contar com cerca de 30 minutos, e depois é só ir provando para verem como está :)

Como tinha 2 tabuleiros no forno, troquei-os de lugar mais ou menos a meio do tempo. Também mexi os vegetais uma ou duas vezes para assarem uniformemente :)

Já saídos do forno
Enquanto os vegetais estavam no forno, aproveitei para cozer o millet. Lavei-o em água corrente e cozi-o em água com sal (a ferver, claro) durante cerca de 15 minutos. Usei 375ml de água para 100g de millet.

Resultado
Nunca tinha provado millet - daí só ter usado 100g, estava com medo de não gostar :P Mas na verdade adorei, ficou ótimo misturado com os vegetais! Usei este:


Foi-me oferecido pela Origens Bio, e como tenho uma parceria com a marca vocês podem comprá-lo no site com 10% de desconto - basta ir a este link, adicionar o produto ao carrinho e aplicar o cupão cremedeavelas.

Não segui bem as instruções da embalagem, cozi-o durante menos tempo - isto porque na embalagem diz que demora 30 minutos a ficar pronto, mas foi bem mais rápido do que isso. 

A nível de sabor e textura achei agradável, só não ficou muito soltinho. Misturado com os vegetais não se nota e eu até gosto de aglomerados (estranho? :P), mas fiquei na dúvida - alguém me sabe dizer se é suposto ser assim ou se depende da maneira como o preparamos, como o arroz? :)

Final
Depois foi só misturar o millet com os vegetais, quando estes saíram do forno. Eu misturei mesmo no tabuleiro porque era muita coisa, mas se quiserem servir num jantar ou assim podem misturar tudo numa travessa ou num prato fundo :)

Só queria referir que, apesar de na semana passada ter jurado que nunca mais iria colocar ingredientes de que não sabia se gostava nas preparações para a semana, voltei a fazer a mesma coisa. Desta vez com as couves de Bruxelas: não comia há séculos, e pelo que me lembrava não gostava nada do sabor. No entanto, quando pensei em fazer millet com vegetais assados ocorreu-me que a nível de aspeto e sabor a combinação abóbora + couves de bruxelas seria interessante, e não sei porquê (contra todas as indicações em contrário) pareceu-me que gostaria destas couves.

Felizmente, desta vez não correu mal de todo. Gostei bastante do sabor das couves de Bruxelas neste prato, e parece-me que vou passar a incluí-las na minha alimentação mais frequentemente! :)

O conjunto, já pronto!
Acabei por não falar muito do frango, uma vez que me parece que já o gabei suficientemente quando partilhei a receita, mas ficou mesmo muito bom! Às vezes tendo a enjoar de refeições de carne, mas neste caso não enjoei nem um bocadinho, gostei tanto do frango no último dia como no primeiro (muito em ambos :P). E não fui a única a gostar, algumas pessoas já experimentaram a receita e também ficaram fãs :)

*O seu aspeto delicioso*
E claro, não pode faltar a fotografia da praxe:

O prato, já com as duas componentes
Nos últimos dois dias em que comi esta comida (foram cinco no total - os 4 primeiros dias da semana + sábado) coloquei umas bolinhas de mozzarella light em cima do frango antes de o levar a aquecer (porque queijo nunca é de mais) e ficaram simplesmente divinais! Prova:

Divinais, eu disse ;)
As bolinhas são estas, da marca 'Lovilio' do Lidl:


Costumo usar em saladas, mas com esta 'experiência' deu para ver que derretem muito bem. Devem ficar ótimas em pizzas e outros pratos de forno :)

Deixo fotos do rótulo, para quem estiver interessado:

A lista de ingredientes é bem amigável!

E o perfil de macronutrientes também é interessante :)
E foi esta a 'ementa' desta semana! Volto a referir que normalmente como esta comida cinco dias da semana ao almoço ou jantar, não ambos - arranjo qualquer coisa diferente para a outra refeição. Isto porque há sempre gente a perguntar como é que eu aguento comer sempre o mesmo :P Eu sei que para algumas pessoas comer a mesma coisa cinco dias seguidos, ainda que só uma vez por dia, parece aborrecido, mas eu não me chateio nada. Aborrece-me é quando acaba, porque sei que tenho de fazer mais (por falar nisso, amanhã lá estou eu novamente a preparar comida para um regimento) :P

Espero que tenham gostado :)

Comentários

  1. Não conheço o Millet... Parecia tipo couscous =)

    Bom aspecto!

    Beijocas

    ResponderEliminar
  2. Que ricas sugestões!
    Beijinhos,
    Espero por ti em:
    strawberrycandymoreira.blogspot.pt
    http://www.facebook.com/omeurefugioculinario
    https://www.instagram.com/marysolianimoreira/

    ResponderEliminar
  3. Adorei :) costumo fazer essa mistura de legumes no forno, assim muito parecida (as couvinhas de bruxelas aqui já são mesmo presença assídua hehe) mas tenho um pacote de millet à espera para ser experimentado. Depois deste post, acho que já não vou adiar mais! :) Beijinhos e boa semana

    ResponderEliminar
  4. Nunca comi millet mas no restaurante onde trabalho há uma entrada que leva isso. este frango recheado tem mesmo bom aspecto tenho aqui frango, estou com vontade de o fazer assim :D essas mozarellas parecem-me top top agora que estou de férias já tenho tempo para cozinhar mas durante 6 meses comia mozarella com tomate quase todos os dias ^^ essas light ainda não conhecia :D

    ResponderEliminar
  5. Uma forma bem saborosa de cozinhar e enriquecer um peito de frango. Tenho que experimentar. :)
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  6. Muito obrigada pela receita do frango e por este post que adorei <3 Boas cozinhas e boas comidas ^_^

    ResponderEliminar
  7. Nunca provei millet :O
    Isto é tipo o whey, já ando há uns 5 anos para experimentar e zero :P
    Eu também não me chateia nada comer a mesma comida assim vários dias seguidos. Todos os dias à noite como sopa e normalmente é sempre a mesma, faço à segunda e dá até sábado. E também gosto de fazer assim refeições a mais para poder ficar mais livre durante a semana. O millet assim mais aglomerado fez-me lembrar o arroz, eu adoro arroz "empapado" :P e vejo-me grega para conseguir fazer arroz mais solto :D
    O frango tem um aspecto mham mham. E ideias para comidinha do forno e ainda por cima saudável são sempre bem vindas :)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  8. Gostei deste legumes! Eu também não cozinho para uma refeição só, faço sempre a mais :).

    Beijinhos Ana

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Produtos #91 - Pudins Proteicos do Lidl (Baunilha/Chocolate)

Hoje o post é sobre a febre do momento: os pudins proteicos do Lidl :P Para quem não está a par, há algumas semanas começaram a aparecer nos supermercados portugueses da cadeia Lidl uns pudins proteicos muito parecidos aos da Ehrmann. Estão disponíveis em duas versões: baunilha e chocolate . Cada pudim ( 200g ) tem cerca de 150kcal e 20g de proteína e custa 0.99€ . Não têm açúcar adicionado , e são isentos de lactose e de glúten .  Por vezes recebo comentários a referir que o teor de açúcar não é nulo (4g/100g) , mas é importante referir que este açúcar é naturalmente presente . Os iogurtes naturais não adoçados têm uma quantidade de açúcar semelhante. Outro ponto importante a referir é que a proteína também vem do leite , que é uma fonte de qualidade (por ser completa, ao contrário por exemplo do colagénio ou glúten). Antes que fiquem excessivamente entusiasmados, devo dizer que encontrá-los não é tarefa fácil: a procura anda ao nível dos skyr na altura em que foram lançados (

Bolo de Spéculoos

  Com quase dois meses de atraso, venho deixar a receita do bolo que fiz para o meu aniversário. Mais pequeno que o habitual, tendo em conta a situação pandémica na altura (nos últimos dois anos não tive muita sorte com o timing do meu dia de anos). Para compensar, fi-lo em modo *overdose de spéculoos*: spéculoos  alegram qualquer situação :D O recheio foi improvisado à última da hora: tinha planeado fazê-lo com natas batidas e creme de spéculoos, mas aqueci o creme para ficar mais fluido e a temperatura fez com que as natas coalhassem. Fiquei sem o único pacote de natas que tinha, mas felizmente sou  exagerada  precavida e tinha meia dúzia de frascos do creme de barrar.  Acabei por desenrascar um recheio misturando-o com o pudim de caramelo da Ehrmann como base, o que de resto prova a minha tese de que há poucas coisas que não se resolvam com um pudim de caramelo da Ehrmann :P Foi tudo pelo melhor, porque ficou delicioso! Deixo a receita para que possam experimentar :)  Bolo de Spécul

Madalenas Sem Açúcar

Tenho a tradição de testar uma receita nova de cada vez que recebo ou compro uma nova forma. Por vezes as ideias são muitas e não é fácil escolher, mas quando a My Tup Love  me enviou esta forma não houve sequer um momento de indecisão: forma de madalenas pede madalenas :D  Juntei o útil e agradável, e usei na receita a recentemente lançada aveia de custard. O seu aroma docinho a lembrar bolos com limão não podia ser mais adequado para o efeito :)  Madalenas Sem Açúcar Para 6 madalenas Ingredientes : [  1 ovo [  50g de quark natural [  25ml de leite [  75g de farinha de aveia com sabor (usei a de custard da EU Nutrition , que tem um saborzinho a limão fantástico; podem encomendar com 15% de desconto usando o cupão euavela15 no site) [  1 colher de café de fermento Preparação : | Bater o ovo com o quark durante dois ou três minutos. | Baixar a velocidade para o mínimo e adicionar o leite, batendo apenas até este estar incorporado.  | Juntar a farinha e o fermento envolver com uma espát