Avançar para o conteúdo principal

Frango Recheado com Ricotta e Espinafres (Saudável, Sem Glúten)


A receita de hoje é dos peitos de frango recheados que fiz ontem, em jeito de preparação para a semana (se me seguem nas redes sociais provavelmente já terão visto). Como de costume, fiz em maior dose com o objetivo de ter comida para aquecer nos próximos dias; para ser mais prático para vocês, deixo a receita não com as quantidades que usei mas com uma porção (equivalente a 2/5).
Esta é quase uma não receita - é mesmo muito simples de fazer, e pelo nome já dá para adivinhar o procedimento praticamente todo. No entanto, achei que valia a pena partilhar porque é uma opção deliciosa para uma (ou, no meu caso, várias :P) refeição saudável e prática, e penso que agradará à maior parte das pessoas :)
Acho que até agora só tinha feito uma receita com esta combinação como recheio (a lasanha de ricotta e espinafres), mas sou muito fã. Acho que dá logo outro toque a um prato 'banal' - como é o caso dos peitos de frango assados -, tanto a nível de aspeto como de sabor!
Para acompanhamento do peito de frango fiz millet com abóbora e couves-de-bruxelas assadas, uma combinação que também me surpreendeu pela positiva. Em princípio no Domingo deixarei mais detalhes no post acerca de preparação de refeições do costume, fiquem atentos :)






Frango Recheado com Ricotta e Espinafres (Saudável, Sem Glúten)
Para cerca de 5 doses

Ingredientes:
[  1 dente de alho
[  Azeite (a gosto)
[  100g de espinafres cozidos e bem escorridos (cozi cerca de 150g de espinafres congelados - porque depois de cozer pesam menos - em água com sal; se utilizarem espinafres frescos podem saltear sem cozer)
[  100g de queijo ricotta
[  Sal (a gosto)
[  2 peitos de frango (cerca de 500g)
[  40g de queijo ralado (usei flamengo)

Preparação:
| Picar o dente de alho e colocar numa frigideira pequena. Juntar um fio de azeite e levar a lume médio.
| Quando o alho estiver dourado, juntar os espinafres e saltear durante uns minutos.
| Transferir os espinafres para um recipiente pequeno, juntar o queijo ricotta e temperar com um pouco de sal. Misturar bem.
| Fazer cortes verticais nos peitos de frango (como se se fosse cortar às fatias, mas deixando cerca de 1cm por cortar) e colocá-los num tabuleiro forrado com papel vegetal.
| Utilizar a mistura de ricotta e espinafres para rechear as cavidades cortadas no frango. Cobrir tudo com o queijo ralado e levar ao forno pré-aquecido a 200 graus até o frango estar cozido e o queijo dourado (deverá demorar cerca de 30 minutos, mas depende muito do tamanho dos peitos de frango). É provável que o frango solte alguma água a cozinhar; se tiverem, podem utilizar uma seringa de cozinha para retirar esta água do tabuleiro. Se não tiverem, tentem escorrer o melhor que possam.

Nota: Caso pretendam que a receita seja estritamente isenta de glúten devem verificar que nenhum ingrediente contém vestígios.



Eu vou admitir que, apesar de adorar peito de frango grelhado ou salteado aos pedaços, não costumo ser fã deste quando é cozido ou assado inteiro. Acho sempre que fica a cheirar/saber a canja, o que não é bom para mim porque não gosto de canja :P
Mas - claro que tinha de haver um mas - ficou simplesmente fantástico assim! A 'atração' principal é o recheio, pelo que o prato fica delicioso, nada enjoativo e sem saber a canja (melhor parte) :)
A mistura de ricotta com espinafres é mesmo viciante: cremosa por causa do queijo e com um sabor leve a alho por causa dos espinafres salteados. Acreditem em mim, o resultado é divinal! Não deixem de experimentar, até porque não dá trabalho nenhum :)
____________________________________________________________________________
Informação Nutricional (por 1 dose)
Energia: 185kcal
Proteínas: 27.1g
Hidratos de Carbono: 1.6g 
-       Dos quais açúcares: 0.1g
Lípidos: 7.9g 
-          Dos quais hidrogenados: 0.0g
-     Dos quais saturados: 2.4g
Fibra:  0.5g
Sódio:  264mg

     A informação nutricional engloba uma porção (neste caso, corresponde uma dose ou 1/5 da receita). Os valores estão sujeitos a erro humano e a alguma imprecisão, mas deverão estar próximos do valor real. As doses consideradas são meramente exemplificativas; as porções reais devem ser adaptadas por cada um às suas necessidades pessoais.
____________________________________________________________________________

Comentários

  1. Adoro a combinação de ricota com espinafres! Vou guardar esta para experimentar (=

    ResponderEliminar
  2. Talvez tivesse que substituir os espinafres, mas tem um aspecto divinal =)
    Beijocas

    ResponderEliminar
  3. Uma delícia!!
    Beijinhos.
    http://www.opecadomoraemcasa.pt/

    ResponderEliminar
  4. Tão bom!
    Beijinhos,
    Espero por ti em:
    strawberrycandymoreira.blogspot.pt
    http://www.facebook.com/omeurefugioculinario
    https://www.instagram.com/marysolianimoreira/

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Produtos #91 - Pudins Proteicos do Lidl (Baunilha/Chocolate)

Hoje o post é sobre a febre do momento: os pudins proteicos do Lidl :P Para quem não está a par, há algumas semanas começaram a aparecer nos supermercados portugueses da cadeia Lidl uns pudins proteicos muito parecidos aos da Ehrmann. Estão disponíveis em duas versões: baunilha e chocolate . Cada pudim ( 200g ) tem cerca de 150kcal e 20g de proteína e custa 0.99€ . Não têm açúcar adicionado , e são isentos de lactose e de glúten .  Por vezes recebo comentários a referir que o teor de açúcar não é nulo (4g/100g) , mas é importante referir que este açúcar é naturalmente presente . Os iogurtes naturais não adoçados têm uma quantidade de açúcar semelhante. Outro ponto importante a referir é que a proteína também vem do leite , que é uma fonte de qualidade (por ser completa, ao contrário por exemplo do colagénio ou glúten). Antes que fiquem excessivamente entusiasmados, devo dizer que encontrá-los não é tarefa fácil: a procura anda ao nível dos skyr na altura em que foram lançados (

Madalenas Sem Açúcar

Tenho a tradição de testar uma receita nova de cada vez que recebo ou compro uma nova forma. Por vezes as ideias são muitas e não é fácil escolher, mas quando a My Tup Love  me enviou esta forma não houve sequer um momento de indecisão: forma de madalenas pede madalenas :D  Juntei o útil e agradável, e usei na receita a recentemente lançada aveia de custard. O seu aroma docinho a lembrar bolos com limão não podia ser mais adequado para o efeito :)  Madalenas Sem Açúcar Para 6 madalenas Ingredientes : [  1 ovo [  50g de quark natural [  25ml de leite [  75g de farinha de aveia com sabor (usei a de custard da EU Nutrition , que tem um saborzinho a limão fantástico; podem encomendar com 15% de desconto usando o cupão euavela15 no site) [  1 colher de café de fermento Preparação : | Bater o ovo com o quark durante dois ou três minutos. | Baixar a velocidade para o mínimo e adicionar o leite, batendo apenas até este estar incorporado.  | Juntar a farinha e o fermento envolver com uma espát

Bolo de Spéculoos

  Com quase dois meses de atraso, venho deixar a receita do bolo que fiz para o meu aniversário. Mais pequeno que o habitual, tendo em conta a situação pandémica na altura (nos últimos dois anos não tive muita sorte com o timing do meu dia de anos). Para compensar, fi-lo em modo *overdose de spéculoos*: spéculoos  alegram qualquer situação :D O recheio foi improvisado à última da hora: tinha planeado fazê-lo com natas batidas e creme de spéculoos, mas aqueci o creme para ficar mais fluido e a temperatura fez com que as natas coalhassem. Fiquei sem o único pacote de natas que tinha, mas felizmente sou  exagerada  precavida e tinha meia dúzia de frascos do creme de barrar.  Acabei por desenrascar um recheio misturando-o com o pudim de caramelo da Ehrmann como base, o que de resto prova a minha tese de que há poucas coisas que não se resolvam com um pudim de caramelo da Ehrmann :P Foi tudo pelo melhor, porque ficou delicioso! Deixo a receita para que possam experimentar :)  Bolo de Spécul