Avançar para o conteúdo principal

Preparação de Refeições #54 - Frango Refogado com Cogumelos e Puré de Batata e Couve-Flor



Hoje trago mais uma sugestão de meal prep perfeita para o tempo frio: peito de frango desfiado e refogado com cogumelos, acompanhado de puré :)

Os tachos
Mais uma vez, aproveitei a desculpa de ser outono para fazer comida de fogão :P Em minha defesa, nada bate um bom refogado. ;)

O frango. É muito semelhante àquele que fiz para alguns jantares na semada passada!
 Embora não seja nada de novo, aqui vai a preparação:

Previamente, cozi alguns peitos de frango em água com sal e desfiei-os.

Na hora piquei cebola, alho e pimentos e levei a refogar num fio de azeite. Esperei um pouco e juntei tomate em pedaços e alguma água quente. Deixei cozinhar bem, retirei do lume e triturei tudo.

Devolvi ao fogão e temperei com manjericão, salsa, orégãos, pimentão-doce e paprika (não coloquei mais sal porque o frango já tinha). Esperei que fervesse e adicionei os cogumelos. Uns minutos depois juntei o frango desfiado e deixei refogar mais um pouco.

E pronto. Tão simples e tão bom :)
Passando para a parte do puré
O puré suscitou bastante curiosidade, com muita gente a perguntar-me como fiz. O procedimento foi bem simples: apenas cozi batata e couve-flor em água com sal, escorri e triturei com a varinha mágica. Temperei com pimenta branca e noz-moscada et voilà :)

Nem sequer levei ao lume no fim, como se costuma fazer, porque não me apetecia ter trabalho extra :P De qualquer forma a consistência agrada-me igualmente assim.

Quanto às proporções, usei cerca de 1.5kg de couve-flor para 1.2kg de batata (com estas quantidades rende bastante, não fiz só para mim). 

Ficou delicioso!
Couve-flor não é dos meus vegetais preferidos, mas achei que resultou muito bem aqui. A textura deste puré fica muito cremosa, e mais leve que a de um só com batata. Quanto ao sabor, nota-se um pouco que tem couve-flor, mas não muito - até porque o sabor do próprio vegetal já é bastante neutro. Como disse não sou grande fã e ainda assim adorei o resultado :)

Almoço da semana
Algumas pessoas também ficaram curiosas relativamente à textura do puré aquecido no microondas. Por acaso surpreendeu-me pela positiva, para mim ficou tão bom como fresco! Mas não sou a pessoa mais esquisita com comida aquecida, acho que já deu para perceber :P

Ainda fiz umas coisinhas extra, como na semana passada :)

Medalhões de peixe estufado
Assim como da última vez, fiz refogado a mais; depois de o triturar usei parte para o frango com cogumelos e parte para adiantar outras refeições. Para o peixe foi só mesmo temperar o refogado com sal, colocar no tacho juntamente com os medalhões, tampar e deixar cozer em lume baixo. Ficou muito saboroso :)

Se acham que pescada é aborrecida, experimentem comê-la assim. < 3

Também fiz sopa de couve-flor e cenoura 
Como comprei uma quantidade exagerada de couve-flor para o puré e sobrou, aproveitei para usá-la como base de uma sopa. Coloquei bastante couve-flor e um bocadinho de cenoura para dar cor. Usei a yammi, mas de qualquer forma não tem nada que saber, é só cozer bem os vegetais em água com sal e triturar :)

Serviu para acompanhar o peixe, juntamente com couscous
Caso não conheçam o couscous, é o acompanhamento mais simples da vida: para o preparar apenas é preciso colocá-lo numa malga, cobri-lo com água a ferver (eventualmente temperada com sal) e tapar com um pano durante uns minutos. Fica sempre soltinho e tem um sabor muito agradável!

O volume de água que devem usar é sensivelmente o mesmo que o volume de couscous.

Ainda guardei algum refogado num tupperware :P
Esta não é a fotografia mais glamourosa de sempre, mas não subestimem o poder de um refogado pronto. Virtualmente qualquer prato português pode ser feito em minutos na posse deste poderoso elemento :P 

Utilizei-o para fazer alguns jantares durante a semana, em vez de preparar tudo com antecedência. Fiz:

Favas com ovos escalfados (apenas coloquei uma porção de refogado na frigideira, cozi nele favas e no fim coloquei uns ovos por cima e deixei cozinhar a clara)
Feijoada de feijão vermelho vegetariana (coloquei o refogado num tacho, juntei tofu fumado em tiras, passado um bocadinho adicionei feijão cozido e deixei cozinhar mais uns minutos)

Feijoada de feijão preto vegetariana (igual, mas com feijão preto). Em ambos os casos acompanhei a feijoada com couve-galega salteada :)

Finalmente acabei de partilhar tudo, por isso já podem respirar :P 

Tenho-me organizado bem desta forma: gasto umas horas no domingo ou segunda e depois praticamente não tenho trabalho com as refeições durante a semana. Espero que as minhas sugestões sejam úteis a quem procura fazer o mesmo em menor ou maior grau :)

Comentários

  1. Tudo com muito bom aspecto, muito bom =)

    Beijocas

    ResponderEliminar
  2. Que óptimas sugestões!
    Beijinhos,
    Espero por ti em:
    strawberrycandymoreira.blogspot.pt
    http://www.facebook.com/omeurefugioculinario
    https://www.instagram.com/marysolianimoreira/

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Produtos #91 - Pudins Proteicos do Lidl (Baunilha/Chocolate)

Hoje o post é sobre a febre do momento: os pudins proteicos do Lidl :P Para quem não está a par, há algumas semanas começaram a aparecer nos supermercados portugueses da cadeia Lidl uns pudins proteicos muito parecidos aos da Ehrmann. Estão disponíveis em duas versões: baunilha e chocolate . Cada pudim ( 200g ) tem cerca de 150kcal e 20g de proteína e custa 0.99€ . Não têm açúcar adicionado , e são isentos de lactose e de glúten .  Por vezes recebo comentários a referir que o teor de açúcar não é nulo (4g/100g) , mas é importante referir que este açúcar é naturalmente presente . Os iogurtes naturais não adoçados têm uma quantidade de açúcar semelhante. Outro ponto importante a referir é que a proteína também vem do leite , que é uma fonte de qualidade (por ser completa, ao contrário por exemplo do colagénio ou glúten). Antes que fiquem excessivamente entusiasmados, devo dizer que encontrá-los não é tarefa fácil: a procura anda ao nível dos skyr na altura em que foram lançados (

Produtos #69 - Pudins Proteicos da Ehrmann (Caramelo, Baunilha, Chocolate e Chocolate-Coco)

Hoje o post é sobre os famosos pudins proteicos da Ehrmann. Sempre que partilho fotos deles recebo perguntas, é infalível - seja acerca do rótulo, do preço, do sabor, dos locais de compra,... Desta forma, achei que o melhor seria escrever um post sobre eles e acabar com as dúvidas de uma vez por todas :) Começo pelas informações básicas: Locais de Compra Para já, os pudins estão disponíveis em poucas superfícies comerciais: fisicamente apenas os encontram nas lojas  Auchan e Primebody Nutrishop (há três, todas em Lisboa). Podem ainda encomendar online pelos respetivos sites, auchan.pt e primebodynutrishop.com . A cadeia Auchan só faz envios para algumas partes do território nacional, mas a Primebody envia para todo o país. Se optarem por encomendar pelo Auchan , os portes ficam a 5,90€ ; que eu saiba são fixos (acho que não há nenhum valor a partir do qual o envio seja grátis). No site da Primebody os portes ficam a 3,99€ , e são grátis para encomendas a part

Papas de Aveia com Claras (com aveia de sabor) (Saudável, Sem Lactose*, Sem Açúcar/Gordura Adicionados)

Já ouvi relatos mirabolantes de desastres na cozinha. Mesmo sendo óbvio que esta é basicamente um aglomerado de aparelhos potencialmente perigosos, continua a surpreender a quantidade de histórias incríveis que sobre ela há: seja sobre panelas de pressão a explodir ou desastres no fogão que originam mini incêndios, praticamente toda a gente tem algumas histórias para contar nesta divisão. Considerando isto, acho que até tenho tido alguma sorte. Tirando os óbvios e nada originais cortes e queimaduras, não me aconteceu nada de especial. A menos que consideremos... O incidente do gelado frito . Tudo começou com um inocente pedido de gelado frito para sobremesa num restaurante chinês. Tinha começado há pouco a cozinhar mais sobremesas, apenas com bolos simples, e decidi depois replicar a receita em casa, o que requeria um tacho de óleo a ferver e a necessidade de colocar e retirar rapidamente bolas de gelado deste para que não derretessem - nada fora do comum até aqui, portanto. Po