Avançar para o conteúdo principal

Preparação de Refeições #56 - Estufado de Tofu Fumado com Couve Branca e Feijocas



De volta aos estufados. Ups :P

Este, que fiz para os almoços da semana passada, foi bem simples: apenas usei 3 ingredientes além do refogado em si. Claro que 1 dos ingredientes foi uma massiva couve branca (cujo peso nem vou referir por corresponder a uma quantidade vergonhosamente grande por dose :P), pelo que pela primeira vez em muito tempo tive de usar O Tachão:

Prestem o devido respeito, é o maior tacho que tenho em minha posse.
(Bem, na verdade não é meu, é da minha avó; mas ela não o usa por ser demasiado grande, como aliás qualquer pessoa que faça quantidades de comida normais faria. Ainda bem que 'pessoa que faça quantidades de comida normais' não é uma descrição que me sirva, caso contrário o pobre tacho ficaria a ganhar pó para todo o sempre :P)
 Esta semana usei um ingrediente que, se não me engano, nunca tinha usado nas refeições semanais:

Feijocas < 3
Por acaso gosto bastante, não sei porque é que nunca me ocorreu usar antes. Aliás, até sei: ultimamente ando numa onda de leguminosas, por isso, para variar dos feijões clássicos, lá me lembrei de usar estes renegados que ninguém conhece :P

Na verdade, gosto muito do sabor - acho que é bastante rico, quase lembra frutos secos! E a textura também me agrada. Mas já sabem que sou parcial no que toca a leguminosas. ;)

Quanto ao método de preparação, foi o do costume - mas como recebo sempre perguntas aqui fica mais uma vez: 

Piquei cebola, alho e pimentos (verdes e vermelhos) e coloquei tudo num tacho. Juntei um fio de azeite e levei ao fogão a lume baixo. 

Uns minutos depois adicionei tomate picado. Deixei cozinhar bem e triturei (usei a minha Yammi, mas a varinha mágica também serve). 

Devolvi ao lume, acrescentei água e esperei que fervesse. Nessa altura adicionei tofu fumado em cubinhos. Deixei ferver novamente e juntei a couve branca em pedaços. Quando a couve estava quase cozida acrescentei as feijocas (as da lata, da foto acima - já vêm cozidas). Mais uns minutos ao lume e pronto :) 

Não achei necessário juntar sal porque tanto o tofu como as feijocas vêm temperados, mas o melhor é provarem e verem que tal. 

Acho que os ingredientes que usei são relativamente conhecidos, mas para quem quiser saber comprei as feijocas no E. Leclerc e a couve branca no Continente (embora não tenha a certeza, acho que ambos existem em qualquer supermercado). Neste tipo de coisas costumo usar repolho ou couve lombarda, mas quando vi esta achei que seria interessante usá-la para variar um bocado. Fiquei fã, tem uma textura agradável :) 

Quanto ao tofu fumado,  usei o do Lidl, que já é mais que conhecido por estes lados.

Bem simples, como podem constatar. Não obstante, ficou delicioso, como aliás seria de prever pelos ingredientes :D

Assim foram os almoços da semana :)
Admito que às vezes a hora de almoço pareceu curta demais para comer tanto volume :P Para compensar, até é mais fácil acordar de manhã sabendo que um pratinho destes nos espera ao almoço. ;)

Como tem sido costume, fiz dois pratos extra entre os quais alternar para os jantares. Como os almoços foram todos vegetarianos, optei por usar carne e peixe nos outros. A opção de carne foi esta:

Chili de peru com arroz basmati de ervilhas
Não fazia chili há muito tempo, mas adoro e é um prato bem simples!

É uma das receitas mais antigas do blog (está aqui). Mas deixo o método de preparação, que é muito básico:

No dia anterior demolhei feijão vermelho. Depois de demolhado cozi-o em água com sal e reservei (tanto o feijão como a água).

Na hora piquei cebola e alho e levei a refogar num tacho com um fio de azeite. Quando a cebola estava translúcida adicionei pimentos picados e deixei cozinhar mais um pouco. Juntei peito de peru picado. Quando a carne estava cozida adicionei um pouco de puré de tomate, o feijão e alguma da água da cozedura. Temperei com sal, paprika, pimentão-doce, orégãos, manjericão, salsa e molho picante. Deixei mais um pouco ao lume e pronto :)

Ficou delicioso :D

Chili que é chili acompanha-se com arroz :)
O arroz é um dos básicos do costume, que toda a gente sabe fazer - mas por acaso já cheguei a publicar uma receita de arroz basmati com ervilhas, que caso queiram espreitar está aqui. Desta vez dourei o alho picado num fio de azeite, e salteei nele as ervilhas e (posteriormente) o arroz antes de acrescentar a água. Usei ainda o dobro das ervilhas, não coloquei limão, e não medi a água ou o sal - juntei ambos a olho. Bem, parece que a única semelhança foi mesmo usar arroz e ervilhas. Mas o que conta é a intenção :P

A dupla serviu-me para 3 jantares - deliciosos, diga-se :D
Quanto ao peixe, optei por um dos meus pratos favoritos do momento:

Peixe estufado com batatas :D
Este ainda foi mais simples de fazer, porque aproveitei parte do refogado que fiz para o estufado dos almoços. Usei uma quantidade maior de cebola, pimentos e alho do que usaria se fizesse apenas o estufado de tofu, e depois de triturar retirei parte para outro tacho. Temperei com sal, deixei ferver e juntei batatas em cubos. Quando estavam quase prontas adicionei o peixe e esperei que cozesse. Só isso :)

Não tem o melhor aspeto, mas juro que o molho cremoso com as batatas molinhas é qualquer coisa de maravilhoso :D

Sopa para acompanhar :)
Muitas vezes quando faço peixe estufado incluo os vegetais no mesmo prato (brócolos, ervilhas, cenoura,...), mas desta vez decidi variar acompanhando o peixe com um prato de sopa à parte. 

Usei batata, abóbora e courgette, e como de costume fiz na Yammi para facilitar - mas sopa faz-se em qualquer lado, não há nada mais fácil :P

Dá para perceber porque é que é um dos meus pratos favoritos, não dá? < 3
E pronto. Com isto fiquei com mais 2 jantares, totalizando 10 refeições que me cobriram quase todos os dias da semana - por isso foi mais uma semana a comer pratos que adoro e que sei que são equilibrados e nutritivos :)

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Produtos #91 - Pudins Proteicos do Lidl (Baunilha/Chocolate)

Hoje o post é sobre a febre do momento: os pudins proteicos do Lidl :P Para quem não está a par, há algumas semanas começaram a aparecer nos supermercados portugueses da cadeia Lidl uns pudins proteicos muito parecidos aos da Ehrmann. Estão disponíveis em duas versões: baunilha e chocolate . Cada pudim ( 200g ) tem cerca de 150kcal e 20g de proteína e custa 0.99€ . Não têm açúcar adicionado , e são isentos de lactose e de glúten .  Por vezes recebo comentários a referir que o teor de açúcar não é nulo (4g/100g) , mas é importante referir que este açúcar é naturalmente presente . Os iogurtes naturais não adoçados têm uma quantidade de açúcar semelhante. Outro ponto importante a referir é que a proteína também vem do leite , que é uma fonte de qualidade (por ser completa, ao contrário por exemplo do colagénio ou glúten). Antes que fiquem excessivamente entusiasmados, devo dizer que encontrá-los não é tarefa fácil: a procura anda ao nível dos skyr na altura em que foram lançados (

Bolo de Spéculoos

  Com quase dois meses de atraso, venho deixar a receita do bolo que fiz para o meu aniversário. Mais pequeno que o habitual, tendo em conta a situação pandémica na altura (nos últimos dois anos não tive muita sorte com o timing do meu dia de anos). Para compensar, fi-lo em modo *overdose de spéculoos*: spéculoos  alegram qualquer situação :D O recheio foi improvisado à última da hora: tinha planeado fazê-lo com natas batidas e creme de spéculoos, mas aqueci o creme para ficar mais fluido e a temperatura fez com que as natas coalhassem. Fiquei sem o único pacote de natas que tinha, mas felizmente sou  exagerada  precavida e tinha meia dúzia de frascos do creme de barrar.  Acabei por desenrascar um recheio misturando-o com o pudim de caramelo da Ehrmann como base, o que de resto prova a minha tese de que há poucas coisas que não se resolvam com um pudim de caramelo da Ehrmann :P Foi tudo pelo melhor, porque ficou delicioso! Deixo a receita para que possam experimentar :)  Bolo de Spécul

Madalenas Sem Açúcar

Tenho a tradição de testar uma receita nova de cada vez que recebo ou compro uma nova forma. Por vezes as ideias são muitas e não é fácil escolher, mas quando a My Tup Love  me enviou esta forma não houve sequer um momento de indecisão: forma de madalenas pede madalenas :D  Juntei o útil e agradável, e usei na receita a recentemente lançada aveia de custard. O seu aroma docinho a lembrar bolos com limão não podia ser mais adequado para o efeito :)  Madalenas Sem Açúcar Para 6 madalenas Ingredientes : [  1 ovo [  50g de quark natural [  25ml de leite [  75g de farinha de aveia com sabor (usei a de custard da EU Nutrition , que tem um saborzinho a limão fantástico; podem encomendar com 15% de desconto usando o cupão euavela15 no site) [  1 colher de café de fermento Preparação : | Bater o ovo com o quark durante dois ou três minutos. | Baixar a velocidade para o mínimo e adicionar o leite, batendo apenas até este estar incorporado.  | Juntar a farinha e o fermento envolver com uma espát