Avançar para o conteúdo principal

Tiramisù Proteico


Depois de algumas incursões no mundo dos 'copos proteicos' com bolacha maria - adaptações bem simples de sobremesas tradicionais, como bolo de bolacha e serradura, em que uso uma mistura de quark e caseína para substituir natas/chantilly - os palitos de champanhe começaram a fazer-me olhinhos de cada vez que ia ao supermercado.
Até há bem pouco tempo, tinha subvalorizado ou esquecido o potencial da tradicional bolacha maria; e as receitas que referi relembraram-me da forma mais deliciosa possível que bolacha maria, especialmente molhada em café e/ou combinada com um creme docinho, é do melhor que a vida tem para oferecer :P 
Assim sendo, não podia deixar de dar o valor a outras bolachas clássicas: os famosos palitos de champanhe. Comecei timidamente com uma espécie de quarkmisu, em que usei o quark de baunilha do Lidl como creme - mas inevitavelmente, a parada subiu para um tiramisù a sério.
É essa a sugestão que vos trago hoje: tiramisù proteico, elevado a todo um outro nível :D






Tiramisù Proteico
Para cerca de 4 doses

Ingredientes:
[  2 ovos
[  40g de caseína de bolacha maria (usei a da EU Nutrition, que podem encomendar aqui. O cupão euavela15 dá-vos desconto e ofertas no site)
[  200g de quark natural (ou outro iogurte bem espesso)
[  6 palitos de champanhe
[  Café
[  Extrato de rum (opcional)
[  Cacau em pó

Preparação:
| Separar as gemas das claras e colocar ambas em recipientes grandes.
| Utilizando uma batedeira elétrica, bater as claras em castelo e reservar.
| Juntar às gemas a caseína e o quark, e bater com um garfo ou uma vara de arames até a mistura ficar homogénea.
| Utilizando uma espátula, envolver delicadamente as claras batidas na mistura das gemas.
| Num prato fundo, misturar o café (frio) com umas gotas de extrato de rum.
| Numa travessa, colocar camadas alternadas de creme e de palitos molhados no café (fiz 5 camadas: creme / 3 palitos / creme / 3 palitos / creme).
| Polvilhar a superfície com cacau e levar ao frigorífico durante pelo menos umas horas para ganhar consistência (recomendo umas 12 horas).



Acho que dá para imaginar pelas fotos que estava divinal! O creme ficou bem leve e cremoso, com uma textura ligeiramente espumosa, quase a lembrar mousse. Evidentemente, não é tão 'rico' como o tradicional (já que substituí o mascarpone por quark, queijo com um teor de gordura drasticamente inferior), mas é muito agradável também! Ainda assim, se quiserem que fique mais consistente, podem usar um quark mais denso (o do Aldi, por exemplo), ou acrescentar uns gramas de gelatina neutra derretida num pouco de água ao creme.
Para melhorar o perfil nutricional, usei uma proporção recheio/bolachas maior que o costume - o que só contribuiu para deixar a sobremesa mais pecaminosa ainda, de resto :P
Como podem ver abaixo, fica com uma proporção de macronutrientes bem interessante, e é uma sobremesa pobre em calorias para o costume - apesar de ter As Temidas Bolachas de Compra. Por vezes perguntam-me se uso alguma versão sem açúcar ou caseira, mas é raro fazê-lo: as versões sem açúcar são piores e mais caras, e as versões caseiras são piores e mais trabalhosas (provavelmente mais caras também, mas fazer as contas daria ainda mais trabalho) :P 
Prefiro optar pelas bolachas a sério, que são as que aprecio verdadeiramente, e moderar a dose, que é para mim o aspeto chave de 'ser saudável' :)
_________________________________________________
Informação Nutricional (por uma dose)
Energia: 154kcal 
Proteínas: 16.5g 
Hidratos de Carbono: 13.0g 
-       Dos quais açúcares: 7.5g 
Lípidos: 4.2g
-          Dos quais hidrogenados: 0g
-     Dos quais saturados: 1.3g 
Fibra:  0g 

     A informação nutricional engloba uma porção (neste caso, corresponde a uma dose média ou 1/4 da receita)Os valores estão sujeitos a erro humano e a alguma imprecisão, mas deverão estar próximos do valor real. As doses consideradas são meramente exemplificativas; as porções reais devem ser adaptadas por cada um às suas necessidades pessoais.
_________________________________________________

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Produtos #91 - Pudins Proteicos do Lidl (Baunilha/Chocolate)

Hoje o post é sobre a febre do momento: os pudins proteicos do Lidl :P Para quem não está a par, há algumas semanas começaram a aparecer nos supermercados portugueses da cadeia Lidl uns pudins proteicos muito parecidos aos da Ehrmann. Estão disponíveis em duas versões: baunilha e chocolate . Cada pudim ( 200g ) tem cerca de 150kcal e 20g de proteína e custa 0.99€ . Não têm açúcar adicionado , e são isentos de lactose e de glúten .  Por vezes recebo comentários a referir que o teor de açúcar não é nulo (4g/100g) , mas é importante referir que este açúcar é naturalmente presente . Os iogurtes naturais não adoçados têm uma quantidade de açúcar semelhante. Outro ponto importante a referir é que a proteína também vem do leite , que é uma fonte de qualidade (por ser completa, ao contrário por exemplo do colagénio ou glúten). Antes que fiquem excessivamente entusiasmados, devo dizer que encontrá-los não é tarefa fácil: a procura anda ao nível dos skyr na altura em que foram lançados (

Madalenas Sem Açúcar

Tenho a tradição de testar uma receita nova de cada vez que recebo ou compro uma nova forma. Por vezes as ideias são muitas e não é fácil escolher, mas quando a My Tup Love  me enviou esta forma não houve sequer um momento de indecisão: forma de madalenas pede madalenas :D  Juntei o útil e agradável, e usei na receita a recentemente lançada aveia de custard. O seu aroma docinho a lembrar bolos com limão não podia ser mais adequado para o efeito :)  Madalenas Sem Açúcar Para 6 madalenas Ingredientes : [  1 ovo [  50g de quark natural [  25ml de leite [  75g de farinha de aveia com sabor (usei a de custard da EU Nutrition , que tem um saborzinho a limão fantástico; podem encomendar com 15% de desconto usando o cupão euavela15 no site) [  1 colher de café de fermento Preparação : | Bater o ovo com o quark durante dois ou três minutos. | Baixar a velocidade para o mínimo e adicionar o leite, batendo apenas até este estar incorporado.  | Juntar a farinha e o fermento envolver com uma espát

Bolo de Spéculoos

  Com quase dois meses de atraso, venho deixar a receita do bolo que fiz para o meu aniversário. Mais pequeno que o habitual, tendo em conta a situação pandémica na altura (nos últimos dois anos não tive muita sorte com o timing do meu dia de anos). Para compensar, fi-lo em modo *overdose de spéculoos*: spéculoos  alegram qualquer situação :D O recheio foi improvisado à última da hora: tinha planeado fazê-lo com natas batidas e creme de spéculoos, mas aqueci o creme para ficar mais fluido e a temperatura fez com que as natas coalhassem. Fiquei sem o único pacote de natas que tinha, mas felizmente sou  exagerada  precavida e tinha meia dúzia de frascos do creme de barrar.  Acabei por desenrascar um recheio misturando-o com o pudim de caramelo da Ehrmann como base, o que de resto prova a minha tese de que há poucas coisas que não se resolvam com um pudim de caramelo da Ehrmann :P Foi tudo pelo melhor, porque ficou delicioso! Deixo a receita para que possam experimentar :)  Bolo de Spécul