Avançar para o conteúdo principal

Bolo Cremoso de Maçã (Saudável, Sem Açúcar/Gordura Adicionados)


Andava com vontade de fazer uma espécie de clafoutis de maçã saudável inspirado na receita que costumo fazer com frutos vermelhos. O Natal foi a desculpa que procurava, por isso apesar de não fazer parte da tradição foi uma das sobremesas que fiz para celebrar a data :)
A receita acabou por ficar significativamente diferente, uma vez que aproveitei para variar um bocadinho nos ingredientes e proporções. Visto que foi um sucesso, deixo-a aqui para quem quiser experimentar :D




Bolo Cremoso de Maçã (Saudável, Sem Açúcar/Gordura Adicionados)

Ingredientes:
[  200g de maçã (usei reineta)
[  Canela (a gosto)
[  3 ovos
[  500g de quark (queijo fresco batido)
[  100g de puré de maçã (usei de compra, mas podem fazer em casa)
[  50g de farinha de aveia com sabor (usei a com sabor a maçã e canela da EU Nutrition, que podem comprar com 15% de desconto e ofertas usando o cupão euavela15)

Preparação:
| Cortar a maçã em cubos e colocar numa malga. Adicionar canela e levar ao microondas a potência média para amolecer, retirando uma ou duas vezes para misturar e garantir que coze uniformemente.
| Num recipiente grande, colocar os ovos, o queijo quark, o puré de maçã e a farinha e bater o preparado até este ficar cremoso (utilizando por exemplo um garfo ou uma vara de arames).
| Adicionar a maçã previamente cozida e envolver bem na massa.
| Transferir o preparado para uma forma (usei uma forma de silicone antiaderente; se usarem uma de alumínio aconselho-vos a forrá-la com papel vegetal).
| Levar ao forno pré-aquecido a 180 graus durante cerca de 1 hora, até que esteja cozido e dourado.
| Deixar arrefecer completamente antes de desenformar.

Substituições:
- Quark: é possível por trocar por queijo fresco batido, ou outro iogurte natural espesso como skyr.
- Puré de maçã: qualquer outro puré de fruta serve, desde que a textura não seja radicalmente diferente.
- Aveia com sabor: podem substituir por farinha de aveia normal se acharem que a fruta é suficiente para adoçar. No entanto, caso prefiram um resultado docinho mesmo não usando farinha com sabor, podem adicionar um adoçante da vossa preferência (mel, açúcar, stevia, xilitol,...), ou ainda substituir o quark natural por um com sabor.



À semelhança do que aconteceu com o clafoutis, fiquei maravilhada com a textura do bolo - húmida e cremosa, a combinar na perfeição com a maçã cozida! Ando fã de fazer bolos saudáveis com quark, é uma ótima forma de aumentar o teor em proteína sem deixar a textura seca como normalmente acontece quando se junta whey. 
Bem fresquinho e com os pedaços de maçã quase a derreterem na boca, sem dúvida que é um bolo muito agradável! A repetir de certeza :)
____________________________________________________________________________
Informação Nutricional (por uma fatia)
Energia: 107kcal 
Proteínas: 8.3g 
Hidratos de Carbono: 12.4g 
-       Dos quais açúcares: 7.6g 
Lípidos: 2.6g
-          Dos quais hidrogenados: 0g
-     Dos quais saturados: 0.6g 
Fibra:  1.6g 

     A informação nutricional engloba uma porção (neste caso, corresponde a uma fatia ou 1/8 da receita)Os valores estão sujeitos a erro humano e a alguma imprecisão, mas deverão estar próximos do valor real. As doses consideradas são meramente exemplificativas; as porções reais devem ser adaptadas por cada um às suas necessidades pessoais.
____________________________________________________________________________

Comentários

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Produtos #91 - Pudins Proteicos do Lidl (Baunilha/Chocolate)

Hoje o post é sobre a febre do momento: os pudins proteicos do Lidl :P Para quem não está a par, há algumas semanas começaram a aparecer nos supermercados portugueses da cadeia Lidl uns pudins proteicos muito parecidos aos da Ehrmann. Estão disponíveis em duas versões: baunilha e chocolate . Cada pudim ( 200g ) tem cerca de 150kcal e 20g de proteína e custa 0.99€ . Não têm açúcar adicionado , e são isentos de lactose e de glúten .  Por vezes recebo comentários a referir que o teor de açúcar não é nulo (4g/100g) , mas é importante referir que este açúcar é naturalmente presente . Os iogurtes naturais não adoçados têm uma quantidade de açúcar semelhante. Outro ponto importante a referir é que a proteína também vem do leite , que é uma fonte de qualidade (por ser completa, ao contrário por exemplo do colagénio ou glúten). Antes que fiquem excessivamente entusiasmados, devo dizer que encontrá-los não é tarefa fácil: a procura anda ao nível dos skyr na altura em que foram lançados (

Madalenas Sem Açúcar

Tenho a tradição de testar uma receita nova de cada vez que recebo ou compro uma nova forma. Por vezes as ideias são muitas e não é fácil escolher, mas quando a My Tup Love  me enviou esta forma não houve sequer um momento de indecisão: forma de madalenas pede madalenas :D  Juntei o útil e agradável, e usei na receita a recentemente lançada aveia de custard. O seu aroma docinho a lembrar bolos com limão não podia ser mais adequado para o efeito :)  Madalenas Sem Açúcar Para 6 madalenas Ingredientes : [  1 ovo [  50g de quark natural [  25ml de leite [  75g de farinha de aveia com sabor (usei a de custard da EU Nutrition , que tem um saborzinho a limão fantástico; podem encomendar com 15% de desconto usando o cupão euavela15 no site) [  1 colher de café de fermento Preparação : | Bater o ovo com o quark durante dois ou três minutos. | Baixar a velocidade para o mínimo e adicionar o leite, batendo apenas até este estar incorporado.  | Juntar a farinha e o fermento envolver com uma espát

Bolo de Spéculoos

  Com quase dois meses de atraso, venho deixar a receita do bolo que fiz para o meu aniversário. Mais pequeno que o habitual, tendo em conta a situação pandémica na altura (nos últimos dois anos não tive muita sorte com o timing do meu dia de anos). Para compensar, fi-lo em modo *overdose de spéculoos*: spéculoos  alegram qualquer situação :D O recheio foi improvisado à última da hora: tinha planeado fazê-lo com natas batidas e creme de spéculoos, mas aqueci o creme para ficar mais fluido e a temperatura fez com que as natas coalhassem. Fiquei sem o único pacote de natas que tinha, mas felizmente sou  exagerada  precavida e tinha meia dúzia de frascos do creme de barrar.  Acabei por desenrascar um recheio misturando-o com o pudim de caramelo da Ehrmann como base, o que de resto prova a minha tese de que há poucas coisas que não se resolvam com um pudim de caramelo da Ehrmann :P Foi tudo pelo melhor, porque ficou delicioso! Deixo a receita para que possam experimentar :)  Bolo de Spécul