Avançar para o conteúdo principal

Produtos #30 - 'Nachos' Play Mais

Tenho recebido alguns produtos da Equanto, que tem marcas como a Origens Bio, e ando há algum tempo para vos trazer feedback de alguns deles. Hoje venho falar-vos dos nachos/chips 'Play Mais' que são comercializados pela empresa. Este post demorou um bocadinho a chegar (recebi os nachos pela primeira vez em Janeiro!), porque quis provar os sabores todos antes de dar a minha opinião e depois houve aquela coisa de hibernar e deixar o blog às aranhas, que atrasa sempre tudo, mas o que conta é a intenção :P


Onde Comprar e Preço

Encontram estes produtos em alguns supermercados - tenho a certeza de que há no Continente e acho que também há no El Corte Inglés (porque aparece no site) mas provavelmente até existe em mais, é uma questão de procurar. O preço ronda sempre 1€ por pacote (de 40g).

Ingredientes e Informação Nutricional

Penso que estes 'nachos' foram lançados como uma espécie de alternativa mais saudável às batatas fritas, e nesse sentido são uma boa opção por não serem fritos. No entanto, continuam a ter óleo de girassol (embora com a atenuante de este não ser aquecido a temperaturas de fritura) e, com exeção da versão só com sal, açúcar e mais alguns aditivos. 

Ou seja, são uma melhor opção do que batatas fritas, e se querem matar a vontade delas de vez em quando estes nachos são uma alternativa, mas também não são uma coisa para comer todos os dias.

Não vou deixar aqui todas as listas de ingredientes, mas podem consultá-las, bem como as tabelas no site da Equanto (de todas - sal, queijo, vinagre e chili). Deixo o rótulo dos de sal, os mais básicos:


Estes são os melhores em termos de ingredientes (apesar de, como disse, terem óleo). A informação nutricional é o que seria de esperar de um produto à base de milho - praticamente só hidratos de carbono e pouca proteína, bem como açúcar. Tem alguma gordura também, claro, devido ao óleo.

Depois temos os outros sabores, que acabam por ser semelhantes entre si. Deixo foto do de queijo:


Como podem ver, a lista de ingredientes já é substancialmente pior, com dextrose, lactose, aromas e etc. Quanto à informação nutricional, tem um bocadinho mais de açúcar, assim como as duas variedades restantes, mas de resto é parecida com a anterior.

Estes nachos são muito crocantes, o que uma pessoa pretende de um produto deste género. Alguns são mais finos, assemelhando-se mais a batatas-fritas, mas outros (mesmo dentro do mesmo pacote) são um bocadinho mais espessos, quase tipo aquelas tostas de milho redondas. Mas acabam por ser bons de uma maneira de outra.

Quanto ao sabor, varia de uns para os outros, portanto agora vamos ao ranking (há sempre um ranking). Então, o meu preferido foi...

1º - Sal


Este é o meu sabor preferido por vários motivos. Imaginem que dê para adivinhar um dos quais tendo lido o texto anterior - é o melhor nutricionalmente. Por outro lado, tem a vantagem de não ter um sabor muito forte, e por isso ser mais versátil e menos enjoativo. Foi um bom acompanhamento para...

Wrap torrado com queijo - apreciem as marquinhas da torradeira, os wraps não tostam facilmente e tive de esperar imenso tempo
2º - Sweet Chili


Em termos de sabor este é ótimo - levemente picante e com um sabor mais forte do que os outros.  Consegue tornar-se mesmo viciante, e tem uma cor muito agradável também :)


3º - Queijo


Estava um bocadinho reticente em relação a este sabor - acho que todos nós, nalgum ponto da nossa vida, experimentamos aperitivos de queijo com um sabor absurdamente exagerado e artificial. Mas surpreendeu-me pela positiva: o sabor a queijo não é demasiado forte nem artificial, pelo contrário, é muito agradável!


4º - Vinagre


Algum tinha de ficar para último, apesar de eu ter gostado bastante deste também e ser fã de coisas avinagradas no geral (e ainda da embalagem cor-de-rosa adorável). Este tem um sabor mais 'simples', ligeiramente ácido mas muito bom!

Com um wrap do Lidl (eu juro que não como tantos wraps como este post dá a entender, aliás, estes dois wraps devem ter sido os únicos que comi no último ano. Acho que os nachos despertam o meu lado mexicano :P 
E pronto, é isto. Espero que tenham gostado ;)

Comentários

  1. Já vi essas batatas mas ainda não provei.
    Tenho de experimentar.

    Beijinhos,
    Clarinha
    http://receitasetruquesdaclarinha.blogspot.pt/2017/06/gelado-de-iogurte-e-pessego.html

    ResponderEliminar
  2. Devem ser bem bons, mas por acaso nunca vi à venda. Andar mais atenta =D

    Beijocas

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Produtos #91 - Pudins Proteicos do Lidl (Baunilha/Chocolate)

Hoje o post é sobre a febre do momento: os pudins proteicos do Lidl :P Para quem não está a par, há algumas semanas começaram a aparecer nos supermercados portugueses da cadeia Lidl uns pudins proteicos muito parecidos aos da Ehrmann. Estão disponíveis em duas versões: baunilha e chocolate . Cada pudim ( 200g ) tem cerca de 150kcal e 20g de proteína e custa 0.99€ . Não têm açúcar adicionado , e são isentos de lactose e de glúten .  Por vezes recebo comentários a referir que o teor de açúcar não é nulo (4g/100g) , mas é importante referir que este açúcar é naturalmente presente . Os iogurtes naturais não adoçados têm uma quantidade de açúcar semelhante. Outro ponto importante a referir é que a proteína também vem do leite , que é uma fonte de qualidade (por ser completa, ao contrário por exemplo do colagénio ou glúten). Antes que fiquem excessivamente entusiasmados, devo dizer que encontrá-los não é tarefa fácil: a procura anda ao nível dos skyr na altura em que foram lançados (

Bolo de Spéculoos

  Com quase dois meses de atraso, venho deixar a receita do bolo que fiz para o meu aniversário. Mais pequeno que o habitual, tendo em conta a situação pandémica na altura (nos últimos dois anos não tive muita sorte com o timing do meu dia de anos). Para compensar, fi-lo em modo *overdose de spéculoos*: spéculoos  alegram qualquer situação :D O recheio foi improvisado à última da hora: tinha planeado fazê-lo com natas batidas e creme de spéculoos, mas aqueci o creme para ficar mais fluido e a temperatura fez com que as natas coalhassem. Fiquei sem o único pacote de natas que tinha, mas felizmente sou  exagerada  precavida e tinha meia dúzia de frascos do creme de barrar.  Acabei por desenrascar um recheio misturando-o com o pudim de caramelo da Ehrmann como base, o que de resto prova a minha tese de que há poucas coisas que não se resolvam com um pudim de caramelo da Ehrmann :P Foi tudo pelo melhor, porque ficou delicioso! Deixo a receita para que possam experimentar :)  Bolo de Spécul

Madalenas Sem Açúcar

Tenho a tradição de testar uma receita nova de cada vez que recebo ou compro uma nova forma. Por vezes as ideias são muitas e não é fácil escolher, mas quando a My Tup Love  me enviou esta forma não houve sequer um momento de indecisão: forma de madalenas pede madalenas :D  Juntei o útil e agradável, e usei na receita a recentemente lançada aveia de custard. O seu aroma docinho a lembrar bolos com limão não podia ser mais adequado para o efeito :)  Madalenas Sem Açúcar Para 6 madalenas Ingredientes : [  1 ovo [  50g de quark natural [  25ml de leite [  75g de farinha de aveia com sabor (usei a de custard da EU Nutrition , que tem um saborzinho a limão fantástico; podem encomendar com 15% de desconto usando o cupão euavela15 no site) [  1 colher de café de fermento Preparação : | Bater o ovo com o quark durante dois ou três minutos. | Baixar a velocidade para o mínimo e adicionar o leite, batendo apenas até este estar incorporado.  | Juntar a farinha e o fermento envolver com uma espát