Avançar para o conteúdo principal

Overnight Oats Proteicas de Bolacha Maria e Café (com Whey)


Por esta altura no ano passado estava eu a descobrir as overnight proteicas que revolucionaram os meus pequenos-almoços e lanches nesse verão. Tudo começou com as overnight oats proteicas de oreo e stracciatella, umas papas frias bem densas enriquecidas com iogurte proteico e cobertas com uma camada generosa de chocolate.
Depois disso sucederam-se uma série de novas versões: de coco, de maracujá, de flan de baunilha e de morango. Sempre com a clássica camadinha de chocolate por cima - ponto que se tornou na imagem de marca das minhas overnight oats.
Para que tivessem um teor proteico interessante, sempre usei quark ou skyr, porque na altura não era muito fã de usar whey em receitas: depois de várias más experiências tinha ficado traumatizada com o aftertaste e sabor artificial resultante. Entretanto apercebi-me que o problema era ainda não ter provado a whey certa, porque descobri que as da EU eram maravilhosas e ficavam bem em tudo. A partir daí os potes de whey de vários sabores começaram a acumular-se nos meus armários, e as receitas com whey começaram a acumular-se aqui no blog.
Este ano com o regresso do calor comecei a pensar que devia inovar novamente no campo das overnight oats, para não ficar atrás do sucesso da saga no ano passado - e claro, ocorreu-me logo usar whey em vez de iogurte.
Esta possibilidade abriu logo um leque de opções enormes de combinações possíveis, já que a whey está disponível em imensos aromas (nem vos digo quantos potes abertos de sabores diferentes tenho porque é chocante :P). Mas a combinação de estreia não podia ser que não esta: bolacha maria & café.
Assim surgiram as minhas primeiras overnight oats proteicas com whey, que mais parecem um bolo de bolacha numa malga. Quer-me parecer que este ano não vai ficar atrás do anterior em termos de novas versões desta receita :D






Overnight Oats Proteicas de Bolacha Maria e Café com Whey (Saudável, Sem Açúcar/Gordura Adicionados)
Para 1 dose média

Ingredientes:

Para as papas de aveia
[  25g de farinha de aveia com sabor a bolacha maria (uso a da EU Nutrition; o cupão euavela15 dá-vos 15% de desconto e ofertas no site)
[  20g de flocos de aveia
[  Expresso instantâneo em pó (a gosto; se não tiverem mas quiserem incluir o aroma a café, podem substituir parte da água por café líquido)
[  100ml de leite (pode ser qualquer um; usei magro)
[  250ml de água
[  25g de whey de bolacha maria (uso  a da EU Nutrition; novamente, podem usar o cupão euavela15 para ter desconto e ofertas no site. Há amostras, sacos de 500g e potes de 1 ou 2kg. Os potes grandes costumam ter ofertas acumuláveis com o cupão!)

Para a cobertura de chocolate
[  15ml de café (podem usar metade café metade leite se preferirem que o sabor fique menos intenso)
[  12.5g de chocolate negro (usei o 70% cacau do Lidl; 12.5g corresponde a 1 quadrado)
[  Bolachas maria (usei mini; podem omitir, claro, mas ficam deliciosas :P)

Preparação:

Para as papas de aveia
| Misturar a farinha de aveia, os flocos de aveia e o expresso em pó numa malga.
| Juntar aos poucos o leite e a água, mexendo bem.
| Levar ao microondas durante cerca de 10 minutos, retirando para mexer a cada 2. No final devem obter umas papas bastante espessas e cremosas.
| Adicionar a whey e misturar bem (para garantir que não se formam grumos podem dissolver a whey num pouco de água e só depois juntar às papas). Levar novamente ao microondas para engrossar mais um pouco (quanto tempo depende da vossa preferência; eu gosto das papas bem espessas por isso deixei engrossar bastante).

Para a cobertura de chocolate
| Aquecer os 15ml de café no microondas.
| Adicionar ao café o chocolate partido em pedaços, mexendo vigorosamente para que derreta (caso o calor não seja suficiente, podem voltar a levar ao microondas a potência média).
| Utilizar este creme de chocolate para cobrir as papas previamente preparadas.
| Caso desejado, decorar com bolachas maria molhadas em café, pressionando ligeiramente para aderirem ao chocolate.
| Refrigerar durante algumas horas (por exemplo, durante a noite), para que as papas ganhem consistência e a cobertura solidifique.



Comi isto hoje ao pequeno-almoço e juro que me soube mesmo a bolo de bolacha! As papas bem densas e docinhas com aroma a bolacha maria e café, e a cobertura a dar o toque final... É mesmo uma combinação de bradar aos céus :D
Eu adorei todas as versões que fiz antes, mas esta é uma forte candidata ao título de 'melhores overnight oats de sempre'. Não rendem tanto porque a whey não adiciona volume como o iogurte, mas ficam ainda mais consistentes do que as outras, a textura é particularmente aprazível! Quanto ao sabor, não há muito a dizer - já se sabe que não há melhor que esta dupla.
Experimentem a receita, de certeza que vos vai conquistar como me conquistou a mim!
____________________________________________________________________________
Informação Nutricional (por uma dose)
Energia: 371kcal 
Proteínas: 31.8g 
Hidratos de Carbono: 36.0g 
-       Dos quais açúcares: 8.7g 
Lípidos: 9.8g
-          Dos quais hidrogenados: 0g
-     Dos quais saturados: 4.2g 
Fibra:  6g 

     A informação nutricional engloba uma porção (neste caso, corresponde à totalidade da receita). Inclui a cobertura de chocolate, sem as bolachas. Os valores estão sujeitos a erro humano e a alguma imprecisão, mas deverão estar próximos do valor real. As doses consideradas são meramente exemplificativas; as porções reais devem ser adaptadas por cada um às suas necessidades pessoais.
____________________________________________________________________________

Comentários

  1. Olá. Descobri o seu blog recentemente mas confesso que o estou a explorar à séria ��
    Estou numa fase de querer mudar hábitos alimentares não para emagrecer nem nenhum propósito específico apenas porque sim.
    Os pequenos almoços é que ainda não consegui arriscar nada diferente mas está receita tem me dado uma grande vontade de avançar no novo passo ��
    Goatava so de lhe colocar uma questão dá para seguir a receita mas sem usar a whey? (Sei que perde o sentido de protéicas) à alguma outra coisa (saudavel) que possa see utilizada em substituição?
    Parabens pela página em pouco tempo fiquei fã ��

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá,

      Sugiro que espreite o texto que coloquei no início do post - estas foram as primeiras overnight oats que fiz com whey, antes destas fazia sempre com iogurte proteicos! O texto inclui até hiperligações para várias receitas sem whey :)

      Quark/skyr são substitutos ótimos, especialmente a nível nutricional - não me ocorre outra forma de simultaneamente adoçar/aromatizar as papas e aumentar o teor proteico.

      Fico contente por gostar da página, e qualquer que seja a receita escolhida espero que fique aprovada!

      Eliminar
  2. Obrigada pela resposta, vou experimentar e depoos digo lhe como correu ;)

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Produtos #91 - Pudins Proteicos do Lidl (Baunilha/Chocolate)

Hoje o post é sobre a febre do momento: os pudins proteicos do Lidl :P Para quem não está a par, há algumas semanas começaram a aparecer nos supermercados portugueses da cadeia Lidl uns pudins proteicos muito parecidos aos da Ehrmann. Estão disponíveis em duas versões: baunilha e chocolate . Cada pudim ( 200g ) tem cerca de 150kcal e 20g de proteína e custa 0.99€ . Não têm açúcar adicionado , e são isentos de lactose e de glúten .  Por vezes recebo comentários a referir que o teor de açúcar não é nulo (4g/100g) , mas é importante referir que este açúcar é naturalmente presente . Os iogurtes naturais não adoçados têm uma quantidade de açúcar semelhante. Outro ponto importante a referir é que a proteína também vem do leite , que é uma fonte de qualidade (por ser completa, ao contrário por exemplo do colagénio ou glúten). Antes que fiquem excessivamente entusiasmados, devo dizer que encontrá-los não é tarefa fácil: a procura anda ao nível dos skyr na altura em que foram lançados (

Bolo de Spéculoos

  Com quase dois meses de atraso, venho deixar a receita do bolo que fiz para o meu aniversário. Mais pequeno que o habitual, tendo em conta a situação pandémica na altura (nos últimos dois anos não tive muita sorte com o timing do meu dia de anos). Para compensar, fi-lo em modo *overdose de spéculoos*: spéculoos  alegram qualquer situação :D O recheio foi improvisado à última da hora: tinha planeado fazê-lo com natas batidas e creme de spéculoos, mas aqueci o creme para ficar mais fluido e a temperatura fez com que as natas coalhassem. Fiquei sem o único pacote de natas que tinha, mas felizmente sou  exagerada  precavida e tinha meia dúzia de frascos do creme de barrar.  Acabei por desenrascar um recheio misturando-o com o pudim de caramelo da Ehrmann como base, o que de resto prova a minha tese de que há poucas coisas que não se resolvam com um pudim de caramelo da Ehrmann :P Foi tudo pelo melhor, porque ficou delicioso! Deixo a receita para que possam experimentar :)  Bolo de Spécul

Madalenas Sem Açúcar

Tenho a tradição de testar uma receita nova de cada vez que recebo ou compro uma nova forma. Por vezes as ideias são muitas e não é fácil escolher, mas quando a My Tup Love  me enviou esta forma não houve sequer um momento de indecisão: forma de madalenas pede madalenas :D  Juntei o útil e agradável, e usei na receita a recentemente lançada aveia de custard. O seu aroma docinho a lembrar bolos com limão não podia ser mais adequado para o efeito :)  Madalenas Sem Açúcar Para 6 madalenas Ingredientes : [  1 ovo [  50g de quark natural [  25ml de leite [  75g de farinha de aveia com sabor (usei a de custard da EU Nutrition , que tem um saborzinho a limão fantástico; podem encomendar com 15% de desconto usando o cupão euavela15 no site) [  1 colher de café de fermento Preparação : | Bater o ovo com o quark durante dois ou três minutos. | Baixar a velocidade para o mínimo e adicionar o leite, batendo apenas até este estar incorporado.  | Juntar a farinha e o fermento envolver com uma espát