Avançar para o conteúdo principal

Bolos do Caco (Saudável, Sem Glúten/Lactose, Sem Açúcar/Gordura Adicionados)


Há pouco tempo lembrei-me de fazer uma versão mais saudável dos famosos bolos do caco, sem farinhas refinadas e de preferência sem glúten, para que as pessoas intolerantes pudessem fazer também.
Não sei porque é que isto me ocorreu: sinceramente nem sei se já experimentei bolo do caco. Talvez já tenha provado como entrada - mas, para ser honesta, não me lembro bem. Só sei que experimentei um bocado de um que a minha mãe comprou no Continente há algum tempo, mas não me parece que se pudesse qualificar como bolo do caco a sério - em vez de ser achatado era muito alto e em termos de sabor e textura parecia pão normal, duvido que tivesse sido feito numa frigideira como é costume.
De qualquer maneira, parecia-me uma coisa engraçada para fazer (pelo caminho dando ainda mais uso à minha nova frigideira), por isso estive a dar uma vista de olhos por algumas receitas e escolhi as farinhas que queria usar.
Admito que estava à espera que saísse fracasso, uma vez que nunca tinha feito bolos do caco, quanto mais numa versão mais saudável. Não sei se se lembram, mas já tive os meus problemas com massas lêvedas, embora agora pertençam ao passado (ultimamente as receitas mais *divertidas* que tenho feito até são as lêvedas). Estive sempre à espera do passo em que ia sair mal, mas felizmente não aconteceu - fiquei logo com esperança quando virei os bolos na frigideira e vi o quão adoráveis tinham ficado (modéstia à parte :P). Claro que ainda havia a possibilidade de saberem mal - sou uma pessoa muito positiva, eu sei -, pelo que enquanto os bolos coziam do outro lado houve uns minutos de suspense. No entanto, a confirmação não tardou: estavam maravilhosos. E de certeza que vou passar a comer bolos do caco mais vezes daqui para a frente.
Publico já a receita porque foi a mais votada na 'sondagem' de ontem. Espero que façam e fiquem tão fãs como eu! :)







Bolos do Caco (Saudável, Sem Glúten/Lactose, Sem Açúcar/Gordura Adicionados)
Adaptado de uma publicação no grupo Paleo Descomplicado
Para 8 bolos do caco

Ingredientes:
[  100g de batata-doce (pesei em cru, mas depois de cozida o peso é sensivelmente o mesmo)
[  200ml de água
[  10g de fermento de padeiro seco
[  1/2 dente de alho (podem omitir se não forem fãs de alho)
[  200g de farinha de aveia (certificada sem glúten para a versão sem glúten)
[  100g de farinha de trigo sarraceno
[  50g de polvilho doce ou azedo
[  2 colheres mal cheias de chá de sal

Preparação:
| Num tacho pequeno, cozer a batata-doce em água com sal.
| Transferir a batata-doce cozida para o copo de um processador/liquidificadora ou de uma varinha mágica. Adicionar os 200ml de água, o fermento de padeiro seco e o dente de alho; triturar tudo.
| Num recipiente grande, colocar os restantes ingredientes (farinha de aveia, farinha de trigo sarraceno, polvilho e sal). Adicionar a esta mistura a anterior e misturar bem.
| Transferir a massa para uma bancada enfarinhada e amassar com as mãos durante cerca de 5 minutos (podem adicionar mais água ou mais farinha, se a massa estiver demasiado seca ou demasiado húmida).
| Formar uma bola com a massa e colocá-la num recipiente limpo. Cobrir com um pano e deixar a levedar num sítio quente durante cerca de uma hora.
| Depois de a massa levedar, cortá-la em 8 porções. Fazer uma bolinha com cada porção e amassá-las de forma a que estas fiquem achatadas.
| Aquecer uma frigideira a lume baixo. Dispor sobre ela os bolinhos. Quando estes estiverem cozinhados e dourarem de um lado (cerca de 5 minutos), virar e deixar cozinhar do outro.



Acho que já expressei parte do meu entusiasmo na introdução, mas volto a referir que ficaram mesmo bons. A textura é maravilhosa, ficam super fofinhos mas ligeiramente húmidos! São muito saborosos também, com aquele gostinho de alho que *imagino que* seja caraterístico dos bolos do caco (como disse não sou nenhuma autoridade na matéria :P). Experimentei-os com manteiga, e depois também com um ovo frito em óleo de coco. Ficaram divinais de ambas as maneiras!
Além de serem muito bons a nível de sabor/textura têm o benefício de não irem ao forno, pelo que além de serem mais rápidos de fazer 1- Não têm de ligar o forno de propósito, e 2- Não têm de morrer abafados com o calor devido a (1) ;)
____________________________________________________________________________
Informação Nutricional (por 1 bolo do caco)
Energia: 174kcal
Proteínas: 5.6g
Hidratos de Carbono: 34.5g 
-       Dos quais açúcares: 1.4g
Lípidos: 2.1g 
-          Dos quais hidrogenados: 0.0g
-     Dos quais saturados: 0.4g
Fibra:  4.5g
Sódio:  299mg

     A informação nutricional engloba uma porção (neste caso, corresponde a 1 bolo do caco ou 1/8 da receita). Os valores estão sujeitos a erro humano e a alguma imprecisão, mas deverão estar próximos do valor real. 
____________________________________________________________________________

Comentários

  1. Que nome engraçado, bolos de caco xD. Uma receita que parece muito deliciosa e saudável. Vou guardá-la :).
    Beijinhos
    Blog: Life of Cherry

    ResponderEliminar
  2. Fiquei com vontade de provar. Beijinho e bom fim-de-semana.

    ResponderEliminar
  3. Que bom aspecto!
    https://retromaggie.blogspot.com

    ResponderEliminar
  4. É ligeiramente diferente do nosso bolo do caco (Madeira) mas deve ficar gostoso! O nosso aplica-se manteiga de alho ( não tão saudável) mas que nestes também deve ficar delicioso! Obrigada, vou experimentar sem dúvida! Bom Domingo!

    ResponderEliminar
  5. Nunca fiz nem comi! E por acaso, tenho imensa curiosidade! Agora fiquei cheia de vontade de fazer ;)
    Beijinho

    Blogue Recanto com Tempero

    ResponderEliminar
  6. Adoro bolo do caco, mas nunca fiz! Os teus estão adoráveis e devem ser óptimos. :)
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  7. Ai meu Deus, A-DO-RO!
    Tirar a receita, adoro mesmo. E com manteiga de alho e ervas? Humm...

    Beijocas

    ResponderEliminar
  8. vou fazer, que rica ideia, já me tinha perguntado também se não haveria forma de fazer bolo do caco Paleo. Obrigada

    ResponderEliminar
  9. Adorei esta tua sugestão. Quem bom aspeto. Beijinhos

    ResponderEliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares deste blogue

As Panquecas Perfeitas! (Saudável, Sem Gordura Adicionada, Sem Glúten)

Desde que tenho o blog já experimentei muitas receitas de panquecas, e já publiquei várias delas. Algumas foram particularmente bem-sucedidas: as de aveia com quark, as de weetabix e as de coco já foram feitas (e aprovadas) por muita gente que me veio dar o seu feedback.
Outras tornaram-se em clássicos por aqui, e foram repetidas imensas vezes por mim desde que as publiquei; é o caso das panquecas com aveia de sabor e das de aveia e centeio.
Mesmo as panquecas de abóbora, uma das últimas receitas que publiquei, foram bastante apreciadas (por mim e por quem já experimentou e partilhou a sua opinião).
E gostei bastante de todas estas receitas, até porque só publico no blog coisas de que tenha gostado realmente. Mas, as receitas antigas que me desculpem, hoje não venho partilhar uma receita de panquecas 'boa', nem sequer muito boa. Hoje venho partilhar A receita, capaz de revolucionar por completo a forma como vêem as panquecas.
Apenas as fiz hoje, mas tive de publicar rapidamen…

Papas de Aveia com Claras (com aveia de sabor) (Saudável, Sem Lactose*, Sem Açúcar/Gordura Adicionados)

Já ouvi relatos mirabolantes de desastres na cozinha. Mesmo sendo óbvio que esta é basicamente um aglomerado de aparelhos potencialmente perigosos, continua a surpreender a quantidade de histórias incríveis que sobre ela há: seja sobre panelas de pressão a explodir ou desastres no fogão que originam mini incêndios, praticamente toda a gente tem algumas histórias para contar nesta divisão. Considerando isto, acho que até tenho tido alguma sorte. Tirando os óbvios e nada originais cortes e queimaduras, não me aconteceu nada de especial. A menos que consideremos... O incidente do gelado frito. Tudo começou com um inocente pedido de gelado frito para sobremesa num restaurante chinês. Tinha começado há pouco a cozinhar mais sobremesas, apenas com bolos simples, e decidi depois replicar a receita em casa, o que requeria um tacho de óleo a ferver e a necessidade de colocar e retirar rapidamente bolas de gelado deste para que não derretessem - nada fora do comum até aqui, portanto. Por muito…

Pudim Flan Proteico (Saudável, Sem Açúcar/Gordura Adicionados)

Se antes tinha um ódio de estimação por gelatina, de tal forma que o cheiro me deixava enjoada (especialmente quando quente), num passado recente os meus gostos nesse campo deram uma volta de 180 graus. Isto ocorreu em grande parte devido às gomas de fruta caseiras, que faço várias vezes por semana e consumo diariamente. Até acertar com a receita tive algumas 'fornadas' sofríveis que, confesso, custaram a acabar - mas depois de chegar à fórmula ideal nunca mais olhei para trás, e ando há meses viciada nas minhas gominhas, sem sinal de mudança à vista :)  Desta forma, não é de estranhar que me veja encorajada a fazer mais experiências com gelatina entre os ingredientes. Ultimamente, e em particular depois do sucesso do leite creme proteico, andava com a ideia de fazer uma espécie de pudim flan instantâneo mesmo simples: apenas leite, whey e gelatina para solidificar. Se por um lado me parecia que uma ideia tão simples estava a pedir para ser testada, por outro custava-me acre…