Avançar para o conteúdo principal

Feijoada de Feijão Azuki Vegan (Saudável, Sem Lactose)


Esta semana optei por fazer uma feijoada vegetariana na segunda-feira, para comer durante a semana.
A minha ideia era principalmente tirar a teima com os feijões azuki - tinha pensado usá-los na lasanha vegetariana de há duas semanas, mas depois ficaram todos queimados ao serem cozidos na panela de pressão. Se sabem do meu histórico com feijões azuki (envolve toda uma infância construída sobre falsas premissas, muito dramático) vão perceber a minha necessidade de fazer alguma coisa de jeito com eles, só para dizer que não fui vencida por uns feijões quaisquer :P
Na verdade a feijoada revelou-se uma boa surpresa. Os feijões não queimaram (tenho padrões baixos, eu sei), e por isso fiquei com uma comida deliciosa para comer ao longo da semana. Foi boa ideia arriscar, portanto não arrisquei nada, comprei feijão vermelho enlatado por segurança.
Visto que algumas pessoas me pediram a receita, aqui vai :)





Feijoada de Feijão Azuki Vegan (Saudável, Sem Lactose)
Para cerca de 4 doses

Ingredientes:
[  1 cebola grande
[  3 dentes de alho
[  1/2 pimento vermelho
[  Azeite (a gosto)
[  1 tomate
[  3 colheres de sopa de polpa de tomate
[  Sal (a gosto)
[  Cominhos (a gosto)
[  Pimenta branca (a gosto)
[  250g de brócolos
[  150g de seitan
[  100g de chouriço vegetal (usei um da marca 'Veg in', que comprei no Pingo Doce; podem omitir)
[  100g de feijão azuki cozido (pesado em cru)*
[  300g de repolho

Preparação:
| Picar a cebola, os dentes de alho e o pimento vermelho e colocar num tacho. Adicionar um fio de azeite e levar a refogar a lume médio.
| Picar grosseiramente os tomates. Juntar ao refogado, juntamente com a polpa de tomate, assim que a cebola começar a ficar translúcida.
| Deixar cozinhar bem, adicionando se necessário água quente (ou água de cozer o feijão, se tiverem). Transferir o conteúdo do tacho para o copo de um processador ou varinha mágica e triturar.
| Devolver a mistura ao tacho, colocar de novo ao lume e temperar com sal, cominhos e pimenta branca. Juntar mais água quente (para cozer os brócolos).
| Picar finamente os brócolos e adicioná-los ao tacho assim que o seu conteúdo começar a ferver.
| Cortar o seitan e o chouriço vegetal em cubos. Adicioná-los ao tacho cerca de 5 minutos depois dos brócolos.
| Cortar o repolho em tiras. Adicioná-lo ao tacho quando os brócolos estiverem quase cozinhados (novamente, pode ser necessário adicionar água).
| Deixar o repolho cozinhar ligeiramente (eu gosto dele crocante, por isso não deixo quase tempo nenhum) e adicionar por fim o feijão cozido. Envolver tudo.

*Usei este, da Origens Bio; podem encomendar com 10% de desconto usando o meu cupão, cremedeavelas10. É seco, pelo que o demolhei de um dia para o outro e o cozi na panela de pressão. Podem substituir por outro, claro, embora fique diferente.



Como disse, a feijoada ficou deliciosa! Eu adoro feijoada com mais couves e carne (seitan, neste caso) do que feijão, acho que se nota pela quantidade de feijão em relação aos outros ingredientes :P Caso prefiram, podem aumentar a quantidade de feijão para o dobro ou mais (ou reduzir o resto, em alternativa).
Houve uma altura em que eu odiava seitan, até porque tive uma experiência que me deixou à beira do vómito, mas ultimamente ando muito fã! Não sei se é do modo de preparação ou do hábito, mas nesta feijoada, por exemplo, achei que ficou mesmo bom :)
Caso não gostem, podem omitir ou substituir por outra fonte de proteína (por exemplo tofu, ou até carne, se não pretendem que seja vegan).
____________________________________________________________________________
Informação Nutricional (por uma dose)
Energia: 266kcal
Proteínas: 22.3g
Hidratos de Carbono: 30.2g 
-       Dos quais açúcares: 5.7g
Lípidos: 7.4g 
-          Dos quais hidrogenados: 0.0g
-     Dos quais saturados: 5.5g
Fibra:  9.6g
Sódio:  984mg

     A informação nutricional engloba uma porção (neste caso, corresponde a 1/4 da receita da receita). Os valores estão sujeitos a erro humano e a alguma imprecisão, mas deverão estar próximos do valor real. As doses consideradas são meramente exemplificativas; as porções reais devem ser adaptadas por cada um às suas necessidades pessoais.
____________________________________________________________________________

Comentários

  1. Eu não como mesmo estas coisas, mas para o marido era giro experimentar =)

    Beijocas

    ResponderEliminar
  2. Que rica feijoada!
    Beijinhos,
    Espero por ti em:
    strawberrycandymoreira.blogspot.pt
    http://www.facebook.com/omeurefugioculinario
    https://www.instagram.com/marysolianimoreira/

    ResponderEliminar
  3. Olá! Eu adoro todas as tuas receitas como já sabes :P
    Aquelas que têm o meu amigo whey (ou minha amiga, nunca sei :O) eu tenho sempre outra solução (sim, ainda não experimentei essa coisa :P), mas tirando isso sigo sempre as tuas dicas e adoro!
    Agora esta, lamento informar mas não vou experimentar :D Não gosto nada nada de feijão e pronto, já sabes, esta não vai ficar na minha lista :( podia experimentar sem o feijão, mas também não tinha grande jeito fazer feijoada sem a "estrela" :)
    Beijinhos***

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Produtos #91 - Pudins Proteicos do Lidl (Baunilha/Chocolate)

Hoje o post é sobre a febre do momento: os pudins proteicos do Lidl :P Para quem não está a par, há algumas semanas começaram a aparecer nos supermercados portugueses da cadeia Lidl uns pudins proteicos muito parecidos aos da Ehrmann. Estão disponíveis em duas versões: baunilha e chocolate . Cada pudim ( 200g ) tem cerca de 150kcal e 20g de proteína e custa 0.99€ . Não têm açúcar adicionado , e são isentos de lactose e de glúten .  Por vezes recebo comentários a referir que o teor de açúcar não é nulo (4g/100g) , mas é importante referir que este açúcar é naturalmente presente . Os iogurtes naturais não adoçados têm uma quantidade de açúcar semelhante. Outro ponto importante a referir é que a proteína também vem do leite , que é uma fonte de qualidade (por ser completa, ao contrário por exemplo do colagénio ou glúten). Antes que fiquem excessivamente entusiasmados, devo dizer que encontrá-los não é tarefa fácil: a procura anda ao nível dos skyr na altura em que foram lançados (

Bolo de Spéculoos

  Com quase dois meses de atraso, venho deixar a receita do bolo que fiz para o meu aniversário. Mais pequeno que o habitual, tendo em conta a situação pandémica na altura (nos últimos dois anos não tive muita sorte com o timing do meu dia de anos). Para compensar, fi-lo em modo *overdose de spéculoos*: spéculoos  alegram qualquer situação :D O recheio foi improvisado à última da hora: tinha planeado fazê-lo com natas batidas e creme de spéculoos, mas aqueci o creme para ficar mais fluido e a temperatura fez com que as natas coalhassem. Fiquei sem o único pacote de natas que tinha, mas felizmente sou  exagerada  precavida e tinha meia dúzia de frascos do creme de barrar.  Acabei por desenrascar um recheio misturando-o com o pudim de caramelo da Ehrmann como base, o que de resto prova a minha tese de que há poucas coisas que não se resolvam com um pudim de caramelo da Ehrmann :P Foi tudo pelo melhor, porque ficou delicioso! Deixo a receita para que possam experimentar :)  Bolo de Spécul

Madalenas Sem Açúcar

Tenho a tradição de testar uma receita nova de cada vez que recebo ou compro uma nova forma. Por vezes as ideias são muitas e não é fácil escolher, mas quando a My Tup Love  me enviou esta forma não houve sequer um momento de indecisão: forma de madalenas pede madalenas :D  Juntei o útil e agradável, e usei na receita a recentemente lançada aveia de custard. O seu aroma docinho a lembrar bolos com limão não podia ser mais adequado para o efeito :)  Madalenas Sem Açúcar Para 6 madalenas Ingredientes : [  1 ovo [  50g de quark natural [  25ml de leite [  75g de farinha de aveia com sabor (usei a de custard da EU Nutrition , que tem um saborzinho a limão fantástico; podem encomendar com 15% de desconto usando o cupão euavela15 no site) [  1 colher de café de fermento Preparação : | Bater o ovo com o quark durante dois ou três minutos. | Baixar a velocidade para o mínimo e adicionar o leite, batendo apenas até este estar incorporado.  | Juntar a farinha e o fermento envolver com uma espát