Avançar para o conteúdo principal

Pescada Panada no Forno (Saudável, Sem Lactose)


Para além das courgettes recheadas, estes cubinhos de pescada panada foram a escolha para as refeições da semana que passou. A ideia era fazer uma pescada crocante do género da que se costuma comprar pré-preparada e congelada, mas com menos aditivos, e resultou muito bem!
Fica a sugestão para prepararem amanhã, caso queiram também fazer marmitas deste género para a semana. Deixo apenas cerca de 1/3 da dose que fiz, porque penso que é mais prático - mesmo assim ainda dá para umas 3 doses. Caso queiram que dê para mais refeições, basta multiplicarem as quantidades :)





Pescada Panada no Forno (Saudável, Sem Lactose)
Adaptado daqui
Para cerca de 3 doses

Ingredientes:
[  500g de medalhões de pescada (usei congelada, e deixei a descongelar no frigorífico de um dia para o outro)
[  Sal (a gosto)
[  Manjericão (a gosto)
[  Sumo de limão (a gosto)
[  50g de flocos de centeio e aveia sem açúcar*
[  1 colher de sopa de queijo ralado (omitir para a versão sem lactose)
[  1 colher de café de raspa de limão
[  2 colheres de chá de azeite 

Preparação:
| Cortar os medalhões de pescada em cubos e temperá-los com sal, manjericão e sumo de limão.
| No copo de um processador ou liquidificadora, triturar os cereais. Transferir para um recipiente pequeno e juntar o queijo ralado, a raspa de limão e o azeite. Temperar também com um pouco de sal e manjericão e misturar bem.
| Forrar um tabuleiro de forno com papel vegetal. Panar cada cubo de pescada com a mistura dos cereais e colocar no tabuleiro. Colocar o que sobrar da mistura por cima do peixe.
| Levar ao forno pré-aquecido a 200 graus durante cerca de 25 minutos, ou até que o peixe esteja cozido e a crosta ligeiramente crocante.

*Refiro-me a estes, da EU Nutrition; normalmente podem comprá-los com 15% de desconto usando o cupão euavela15, mas até amanhã devido à Black Friday o desconto é de 25% (o cupão é o mesmo). Podem substituir por outros cereais, desde que não sejam doces!


Para além da textura, que ficou muito agradável, achei o sabor da pescada ainda melhor do que estava à espera! Ficou com um aroma maravilhoso a manjericão e limão, nem imaginam o cheirinho quando saiu do forno :)
É uma forma interessante de comer peixe, mesmo para as crianças, que normalmente não acham tanta piada a peixe cozido ou grelhado. Experimentem :D
____________________________________________________________________________
Informação Nutricional (por uma dose)
Energia: 185kcal
Proteínas: 28.6g
Hidratos de Carbono: 13.7g 
-       Dos quais açúcares: 0.3g
Lípidos: 4.7g 
-          Dos quais hidrogenados: 0.0g
-     Dos quais saturados: 1.5g
Fibra:  7.2g
Sódio:  389mg

     A informação nutricional engloba uma porção (neste caso, corresponde a cerca de 5 cubos ou 1/3 da receita). Os valores estão sujeitos a erro humano e a alguma imprecisão, mas deverão estar próximos do valor real. As doses consideradas são meramente exemplificativas; as porções reais devem ser adaptadas por cada um às suas necessidades pessoais.
____________________________________________________________________________

Comentários

  1. Tenho que arranjar uma maneira, talvez a tua, de fazer panados de pescada. É que o meu marido não vai muito à bola com isto =/ e eu adoro!

    Beijocas

    ResponderEliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares deste blogue

As Panquecas Perfeitas! (Saudável, Sem Gordura Adicionada, Sem Glúten)

Desde que tenho o blog já experimentei muitas receitas de panquecas, e já publiquei várias delas. Algumas foram particularmente bem-sucedidas: as de aveia com quark, as de weetabix e as de coco já foram feitas (e aprovadas) por muita gente que me veio dar o seu feedback.
Outras tornaram-se em clássicos por aqui, e foram repetidas imensas vezes por mim desde que as publiquei; é o caso das panquecas com aveia de sabor e das de aveia e centeio.
Mesmo as panquecas de abóbora, uma das últimas receitas que publiquei, foram bastante apreciadas (por mim e por quem já experimentou e partilhou a sua opinião).
E gostei bastante de todas estas receitas, até porque só publico no blog coisas de que tenha gostado realmente. Mas, as receitas antigas que me desculpem, hoje não venho partilhar uma receita de panquecas 'boa', nem sequer muito boa. Hoje venho partilhar A receita, capaz de revolucionar por completo a forma como vêem as panquecas.
Apenas as fiz hoje, mas tive de publicar rapidamen…

Papas de Aveia com Claras (com aveia de sabor) (Saudável, Sem Lactose*, Sem Açúcar/Gordura Adicionados)

Já ouvi relatos mirabolantes de desastres na cozinha. Mesmo sendo óbvio que esta é basicamente um aglomerado de aparelhos potencialmente perigosos, continua a surpreender a quantidade de histórias incríveis que sobre ela há: seja sobre panelas de pressão a explodir ou desastres no fogão que originam mini incêndios, praticamente toda a gente tem algumas histórias para contar nesta divisão. Considerando isto, acho que até tenho tido alguma sorte. Tirando os óbvios e nada originais cortes e queimaduras, não me aconteceu nada de especial. A menos que consideremos... O incidente do gelado frito. Tudo começou com um inocente pedido de gelado frito para sobremesa num restaurante chinês. Tinha começado há pouco a cozinhar mais sobremesas, apenas com bolos simples, e decidi depois replicar a receita em casa, o que requeria um tacho de óleo a ferver e a necessidade de colocar e retirar rapidamente bolas de gelado deste para que não derretessem - nada fora do comum até aqui, portanto. Por muito…

Pudim Flan Proteico (Saudável, Sem Açúcar/Gordura Adicionados)

Se antes tinha um ódio de estimação por gelatina, de tal forma que o cheiro me deixava enjoada (especialmente quando quente), num passado recente os meus gostos nesse campo deram uma volta de 180 graus. Isto ocorreu em grande parte devido às gomas de fruta caseiras, que faço várias vezes por semana e consumo diariamente. Até acertar com a receita tive algumas 'fornadas' sofríveis que, confesso, custaram a acabar - mas depois de chegar à fórmula ideal nunca mais olhei para trás, e ando há meses viciada nas minhas gominhas, sem sinal de mudança à vista :)  Desta forma, não é de estranhar que me veja encorajada a fazer mais experiências com gelatina entre os ingredientes. Ultimamente, e em particular depois do sucesso do leite creme proteico, andava com a ideia de fazer uma espécie de pudim flan instantâneo mesmo simples: apenas leite, whey e gelatina para solidificar. Se por um lado me parecia que uma ideia tão simples estava a pedir para ser testada, por outro custava-me acre…