sábado, 5 de julho de 2014

Massa com "Natas" (de Couve-Flor) (Saudável, Sem Glúten, Sem Lactose,Vegetariano)


Há muita gente que vive na esperança de um dia encontrar esta ou aquela comida transformada em saudável ou, provavelmente mais do que saudável, com poucas calorias.
Há muita gente que verifica avidamente nos supermercados a primeira linha da informação nutricional de um pão milagroso, de um chocolate sem açúcar, de uma embalagem de manteiga de amendoim light ou de massas que nem são bem massas, à espera de encontrar um produto ideal que, na maior parte das vezes, não existe - ou parece existir quando camuflado de certa forma (com porções pequenas para iludir, por exemplo).
Sinceramente acho que há uma tendência para esquecer que há comida saudável (e/ou pouco calórica) que, apesar de não imitar qualquer comida não-saudável, é igualmente boa e vale por si. Temos bons exemplos como a crepioca com queijo fresco, as papas de aveia, as overnight oats com gelado de banana e muitos, mas mesmo muitos, mais.
Mas não é o caso desta massa, porque sabe mesmo a massa com natas.






Massa com "Natas" (de Couve-Flor) (Saudável, Sem Glúten, Sem Lactose, Vegetariano)
Adaptado daqui
Para 2 doses

Ingredientes:

[  1 colher de sopa de azeite (0,03€)
[  6 dentes de alho (para um sabor forte a alho; se preferirem um sabor mais leve reduzam) (0,12€)
[  165g de couve-flor bem cozida (sem muitos troços) (0,52€)
[  30ml de leite (pode ser magro ou vegetal, mas não adoçado; pode ser natas vegetais) (0,02€)
[  35g de queijo (ralado ou de barrar, sem lactose se necessário) (0,37€)
[  1 colher de sopa de sumo de limão (opcional)
[  Sal (a gosto) (custo desprezável) (0,13€)
[  Pimenta branca (a gosto) (custo desprezável)
[  Orégãos em folha (a gosto) (0,14€)
[  100g de massa de arroz (ou qualquer outra, esparguete normal para uma refeição mais económica) (0,07€)
[  80g de frango cozido (opcional, omitir para que seja vegetariano) (0,50€)

Preparação:

| Picar os dentes de alho.
| Refogar no azeite, numa frigideira pequena, até que estejam dourados.
| Triturar com a varinha mágica, processador ou liquidificadora a couve-flor com o refogado de alho, leite, sumo de limão e queijo. Deve ficar muito cremoso.
| Temperar com sal, pimenta e orégãos.
| Desfiar o frango.
| Cozer a massa em água temperada com sal.
| Escorrer a massa.
| Juntar à massa (no tacho onde foi cozida) o frango desfiado e o molho de couve-flor.
| Levar a lume médio até aquecer, mexendo.
| Se necessário, ajustar os temperos.


Total: 1,90€ - 0,95€ por pessoa (preço calculado devido ao desafio)





Adorei esta massa. Tinha comprado massa de arroz há algum tempo e não gostei muito, mas neste prato fica deliciosa - tinha um pacote por acabar desde há um ano e ontem fui às compras, depois de fazer isto, e trouxe logo mais dois. É da marca «koka», comprei no Continente. É tipo fettuccine, que penso ser a massa que fica melhor neste tipo de coisas.
O molho é ridiculamente cremoso, a couve-flor não se sente de todo (eu não gosto dela no seu estado natural). Fica com um sabor fantástico a alho e orégãos e uma textura perfeita. Juro que se me dissessem que era massa com natas não duvidava! Acho que este passou a ser o meu prato preferido, e olhem que a concorrência é mesmo muito feroz. 
Pode-se juntar mais frango para uma refeição mais rica em proteína ou até eliminá-lo - fica bom à mesma, mas passa a ter bastante menos do referido macronutriente. Também se pode juntar cogumelos ou outras coisas, mas eu prefiro simples.
É uma refeição bastante equilibrada, com alguma proteína, uma quantidade razoável de vegetais, bastante menos hidratos do que um tradicional prato de massa e pouca gordura. As porções são bem satisfatórias, iguais às das fotografias. É também uma óptima maneira de «esconder» vegetais, porque não se nota mesmo nada.
Aproveito para participar no desafio "Há vida para além da massa de atum", organizado pelos blogs A Cozinha da Ovelha Negra e Coisas e Coisinhas. O tema deste mês é (era) Euro-poupança: pratos principais por 1€ por pessoa, e eu para variar adiei até ao último dia. O custo estimado deste prato, usando os ingredientes mais económicos, claro, é de 95 cêntimos. Inclui o frango, para uma refeição completa.
Tenho de reforçar mais uma vez antes de terminar o post: aconselho vivamente a que experimentem esta perfeição!
_________________________________________________________________________
Informação Nutricional (por 1 dose média)
Energia: 173kcal 
Proteínas: 14.1g
Hidratos de Carbono: 28.4g
-       Dos quais açúcares: 3.5g
Lípidos: 7.4g
-          Dos quais hidrogenados0g
Fibra: 2.8g
Sódio: 328mg

     A informação nutricional engloba uma porção (neste caso, corresponde a 1 dose, aproximadamente 205g, ou metade da receita). Está sujeita a erro humano e a alguma imprecisão, mas deverá apresentar valores próximos do valor real. 
_________________________________________________________________________

25 comentários:

  1. As natas são mesmo como eu gosto... camufladas :-) Não sou fã de natas, quanto ao resto para mim está perfeito

    ResponderEliminar
  2. Oh eu não procuro porque já sei que não vou encontrar grande coisa, até porque há ingredientes que são bons assim com muitas calorias, o melhor mesmo é evitar.
    Uma massa bem diferente, ninguém diria que o era, acho que usaria a esparguete normal:)
    Gosto os queijinhos da vaca que ri, que bons.

    beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Eu sou fã de massas, achei esta tua sugestão o máximo, uma deliciosa alternativa!

    ResponderEliminar
  4. Gosto de comida saudável e tento garantir à minha família uma dieta equilibrada. No entanto, comemos um pouco de tudo, sem exageros.
    Gostei desta massa saudável, não duvido nem um pouco que ficou muito apetitosa :)
    Beijinhos e bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  5. Não fosse eu detestar mesmo couve flor, ainda que bem disfarçada não entra, estaria mesmo tentada a experimentar isto - na volta com molho verde também fica bom (bróculos).
    Adorei adorei a participação, está linda, e simples e super original - é que eu gosto destes pratos todos malucos que uma pessoa olha e pensa "Han? a rapariga passou-se!", mas depois abre a curioidade aos mais cépticos. Está registada :) Boa sorte!

    ResponderEliminar
  6. Ai Avelã conseguiste mais um milagre: massa com "natas" que não pesa nada na consciência. Por acaso tenho essa massa cá em casa há imenso tempo e nunca fiz nada com ela porque nunca soube m o que fazer! Aquelas compras que um dia vão dar jeito para alguma coisa, mas esse dia depois nunca mais chega :p agora já sei o que fazer!

    Depois mostro o resultado :)

    www.dietaparatotos.wordpress.com

    ResponderEliminar
  7. Aahhhh era um desafio!! Lol eu achei engraçado postares os preços :D
    Que espetaculo! Já partilheiiiiiii

    Ahhh e depois diz me o nome da pagina para partilhar! :D
    Bom domingooooooo

    ResponderEliminar
  8. Que bela massa e sem pesos na consciência ainda melhor. Gostei deste molho com couve~flor. Bem diferente e saudável.
    Bjn
    Márcia

    ResponderEliminar
  9. Não existe comida mais saudável do que a homemade, com as opções certas, claro.
    Eu adoro couve flor e nesta receita nem preciso de frango ;)

    ResponderEliminar
  10. Olá avelã...

    Uau!!!

    Uma massa boa e saudável, ideal para os meus almoços a 1 :-) Porque parece também ser rápida de se fazer...
    Há sempre alternativas saudáveis, eu acho, basta querer!

    Beijinhos e uma boa semana***

    ResponderEliminar
  11. Adoro massa e esta deixou-me com água na boca!! Juro que não falta muito para experimentar :PPPP
    Que bommm
    Beiijnhos!

    ResponderEliminar
  12. Querida Avelã,

    Em primeiro lugar quero agradecer todos os comentários no meu blog e por não ter esqueceres que o meu cantinho existe, mesmo quando me faço de esquecida, porque de algum modo me andei a portar vergonhosamente mal. Igualmente quero agradecer toda a força e abre olhos, sobretudo no que toca à minha forma de ver e escolher dietas.
    Agradeço-te ainda mais por partilhares receitas deliciosas com baixas calorias. Às vezes tenho laivos de loucura, ainda ontem, e sou das pessoas que acha que vai encontrar produtos milagrosos. Ontem no pingo doce andei a ver de bolachas sem açúcar...cai na real e pensei "really?" e deixei-me de divagações.
    Queria saber se a composição da massa de arroz é realmente melhor que o esparguete e porquê? Essa massa de arroz é a que se chama de chinesa, certo? É que se é...adoro-a.

    Este prato tem um tom...brutal. Fogo, dá uma vontade...

    P. S- Não gostas de couve flor? Adoro =) Gratinada então...eheh. Eu faço um empadão com couve flor que passa bem por batata, com certeza conheces essa receita.

    Beijosss

    ResponderEliminar
  13. Eu amo a couve-flor e eu gostei da idéia de um molho de fettuccine! Parece muito saboroso!

    ResponderEliminar
  14. Avelã :)
    Que maravilha de refeição!
    Adoro massa de arroz, e adorei esse molho super cremoso com a couve flor, a ver se faço isto que fiquei de água na boca.
    Maravilha de aspecto e o molho parece mesmo muito bom!
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  15. Avelazinha querida, bem esta receita vou experimentar! Já me abriu o apetite :)

    ps. adorei o facto de colocares o preço estimado. Muito bom :)

    http://fromportugaltonyc.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  16. Olá Avelã:)

    Adorei a massa! Eu sou suspeita porque sou uma apreciadora de massa - se pudesse comia todos os dias:)

    Quanto à tua pergunta aconselho-te a experimentar a pavlova porque o sabor é surpreendente - uma delícia mesmo. Como tu só tinha experimentado a de chocolate e adorei porque o interior era tipo mousse mas esta talvez seja muito melhor porque a combinação de sumo de limão, aroma de baunilha e claras é uma maravilha. As natas para bater da Alpro Soya são uma delícia - sabem a natas mas são mais leves e mais rápidas a bater só têm um senão são mais caras mas no meu caso que sou intolerante à lactose só posso comer estas, já experimentei outras sem lactose mas as da Alpro Soya são as melhores, para mim. As de culinária uso as da marca Pingo Doce que também são boas e mais acessíveis.
    beijinhos

    ResponderEliminar
  17. Se soubesses ao tempo que ando para comprar couve-flor!! :p Queria imenso fazer empadão com a couve-flor e a base de pizza mas esqueço-me sempre!
    Acabei por não comprar essa massa o que e uma pena visto que fiquei cheia de vontade de experimentar esta receita..mas vou tentar fazer uma adaptação!
    Realmente o uso desses triângulos de queijinhos e genial! Nunca fui uma pessoa grande amante de comer ou fazer molhos mas convenceste.me com as tuas palavras :p E visto que e bem saudável, não ha como deixar passar1 Vou tentar fazer pelo menos o molho .D

    ResponderEliminar
  18. Primeiramente, obrigada pelo comentário! Adorei sua visita e palavras! Te respondi lá :D

    Agora, que comida bonita, viu? Vou tentar fazer qualquer dia. Daí te mando uma foto. Eu gosto de couve-flor e AMO massa de arroz... quer dizer, isso aí deve dar super certo mesmo! De repente tento com polenguinho ou cottage. Não lembro de ter visto esse queijinho por aqui.

    Abraçosss! :)))

    ResponderEliminar
  19. Adorei! Para mim que não como carne saltando a parte do frango parece-me mesmo muito bem ;)
    Bj S

    ResponderEliminar
  20. Oh god, babei muito!!!! E eu que adoro esse blog onde foste buscar a receita e nunca a tinha visto! Tenho de experimentar porque aaaamo massa com natas, vou fazer algo mais parecido com a versão original claro :P mas obrigada por partilhares esta boa descoberta!

    beijinho*

    ResponderEliminar
  21. Tenho uma duvida muito grande. Não consigo cozer a massa de arroz sem que ela fique toda colada. Algum truque? Já experiemntei várias vezes com menos tempo de cozedura e báaaaa fica sempre mal...
    Beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu não tenho nenhum truque especial... São aqueles noodles que parecem fettuccine enrolado da KOKA?... O tempo de cozedura é bastante mais curto do que as normais. Eu cozinho só durante 2 ou 3 minutos e só ponho sal, mais nada (azeite, manteiga,...). Não tenho problemas com ficar colada... A consistência é um bocado diferente da normal e fica um bocadinho mais «unida», não em peças individuais como a massa normal, mas não fica pegada ao tacho nem mesmo muito entre si, embora se pareça «prender» mais (do que a massa de trigo). Assim com o molho fica mais juntinha um bocadinho porque o molho sempre une... Nada que faça com que fique pior. Fica como nas imagens, basicamente :P sem o molho fica mais seca e menos «colada», claro, mas é sempre um bocado mais «pegajosa» (isto soa tão mal :P).
      Lamento não poder ajudar mais :/

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...