Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Maio, 2015

Bulletproof Coffee (Café Turbinado) (Paleo, Whole 30-Approved, Sem Glúten, Saudável, Sem Lactose, Vegan, Sem Açúcar Adicionado)

Na minha família há 2 maldições hereditárias da praxe associadas a aparelhos de cozinha: a das torradeiras e a das varinhas mágicas.  É incontável o número de torradeiras que já usei. Deste brancas a metálicas, largas a fininhas e desde baratinhas a mais caras um bocado. Sem distinção entre as caraterísticas, todas elas acabam invariavelmente por avariar (reza a lenda que é por a minha mãe espetar lá a faca para tirar o pão), mesmo quando parece que esta é de vez (não digo à terceira porque já foram bem mais). Nas varinhas mágicas o fenómeno repete-se - o fio começa a ficar deteriorado, alguém (o meu pai, obrigado pela minha avó) o envolve em toneladas de fita-cola rezando para que resolva o problema (não resolve), a minha avó tenta espetar o fio à força na ligação esperando que magicamente se reúnam, a varinha começa a fazer sons estranhos, cada vez funciona pior e finalmente falece. Atualmente há por estes lados duas (a simultaneidade é fruto de um esquecimento nas férias),

Antes e Depois #4: Caramelo «Saudável»

Ontem não me apetecia publicar nenhuma das receitas «em espera», portanto decidi fazer o caramelo que me tinha atazanado toda a semana . A coisa correu um bocado mal: quando juntei o ghee ficou em 2 fases, e depois de tirar do lume parecia uma massa nojenta embebida em óleo (que emergiu).  Eu descartei o óleo e, contra todas as minhas expectativas, até estava bom. Quando fui tentar tirar fotos percebi que era uma tarefa impossível fazer aquilo parecer decente de tão espesso. Irritou-me um bocado, especialmente porque o pus numa chávena de café e ele se colou de tal maneira que eu achei que ia ter de deitar a chávena fora (e era uma nova que eu comprei de propósito para ter uma bonita o suficiente para publicar o bulletproof coffee!). Como queria mesmo publicar, fiz logo outra «fornada», desta vez deixando durante menos tempo e com uma diminuição abismal da quantidade de ghee (não segui a receita original à risca, senão certamente resultaria à primeira). Depois de sair do lume pare

Molho de Caramelo (Paleo, Saudável, Vegan, Sem Glúten, Sem Lactose)

Parece-me mui clara e distintamente que há dois tipos de caramelos - e parece-me também que nós, degenerados sem coração, desvalorizamos todas as diferenças entre esses duas encarnações do molho (que belo título para um livro), possuidoras de caraterísticas muito distintas, e ignorantemente os apelidamos a ambos de «caramelo». Já todos sabemos que o caramelo é açúcar derretido e depois solidificado (lá se foi o mistério) - e o constituído (quase) unicamente por açúcar (ou açúcar e água), que é menos doce (o açúcar amarga imenso, principalmente quando começa a ficar mais escuro, não é novidade nenhuma mas até é um bocadinho escandaloso), é o «original» - mas também é o pior. (A não ser que esteja grudado a um pudim. Se estiver grudado a um pudim é super bom.) E depois há outro caramelo - o caramelo das barras de chocolate, pegajoso, doce e cremoso ao mesmo tempo, com aspeto semelhante ao mel do Winnie The Pooh (já agora, ursolas, provar mel foi a maior desilusão da minha vida po

Pudim de Ovos na Panela de Pressão - Mais Conhecido por 'O Melhor Pudim de Sempre'

O meu legado de receitas de sobremesas não é vasto. A praia da minha avó é as feijoadas (segundo ela, foi ela quem inventou pôr carne desfiada na de feijão vermelho :P), arrozadas (com ervilhas de quebrar - TÃO bom) e assados ( featuring batatas crocantes muito boas). Da parte da minha mãe chegam-me apenas relatos que remontam a um bolo de bolacha "perfeito", segundo a minha avó, e que nunca veio a ser reproduzido por nenhum mortal (apesar de a minha mãe jurar que é só bolachas, café e natas).  Podiam já começar a adivinhar o quanto as minhas festas de família são tristes, mas esquecem-se de uma variável: os pudins da minha tia (que na verdade é tia-avó, mas como esse é um nome estúpido vou omitir a segunda parte. E o hífen). Os pudins que a minha tia faz religiosamente para qualquer festa de família são simplesmente perfeitos - densos, com uma textura suave e um sabor muito agradável e leve a caramelo.  Já algum tempo que lhe queria pedir a receita, mas fui avi

Pudim de Microondas (Saudável, Paleo, Sem Açúcar Adicionado, SemGordura Adicionada, Sem Glúten, Sem Lactose)

Eu tenho um mecanismo extremamente funcional de seleccionar receitas pré-existentes para fazer, do qual constam 6* passos. O primeiro é lembrar-me de alguma coisa e o segundo é pesquisar pelas receitas dos anglofalantes que, totalmente desinteressados do que ganham com isso e apenas envolvidos pelo seu encanto genuíno resultante do assoberbamento por comer o resultado final, incluem no título «The Best (...) Ever».  (E eis a razão pela qual eu não gosto de fazer receitas tradicionais portuguesas que não tenha visto listadas como motivo legítimo de desmaio num blog nacional - parece que o povo cá não é tão gabarola, e é-me mais difícil querer imenso fazer uma receita quando o seu autor não é um entusiasta dela.)  O terceiro é guardar as 10 receitas que mais me parecem ser «A. Melhor coisa. De todos os tempos.» no Pocket , uma aplicação super útil que apela ao meu lado organizado ao permitir categorizar cada receita com 50 (número ilustrativo, não sei se tem limite) etiquetas - «s

Whole30 - Pós-Treinos

E, depois da fabulosa compilação de pré-treinos , segue-se um igualmente fabuloso (mas em que os animais não falam - que cruel) conjunto de sugestões para pós-treino. A recomendação «oficial» é uma refeição pequena 15 a 30 minutos depois de um treino. Deverá conter proteína de fácil digestão (quantidade semelhante à das refeições) - dou preferência a carnes magras, especialmente peito de frango, peixes não gordos e ovos - e vegetais/tubérculos ricos em hidratos de carbono como batata, inhame, mandioca, cebola, nabo, beterraba, abóbora, cenoura, etc. (em quantidades - que devem ser medidas em termos de quantidade de glícidos e não do alimento, visto que a proporção varia - adaptadas às necessidades individuais; podem ter uma noção aqui ). Não se deverá ingerir fruta ou muita gordura nesta refeição.  Dito isto, apresento-vos: comida.  Escamudo do alasca à gomes de sá (isto soa ridículo) (ou seja: peixe, ovo, batata normal, cebola e o mínimo de azeite possível).  A receita não

Chips de Mandioca Crocantes (Paleo, Whole30-Approved, Saudável, Sem Glúten, Vegan, Sem Lactose)

Dizia Eça de Queirós que o português nunca pode ser homem de grandes ideias, por causa da paixão da forma . A verdade é que é muito difícil dissociar a forma do conteúdo. Isto acontece porque a ela é, no geral, uma antevisão do que representa; é praticamente impossível não fazer a conexão. Um bom conteúdo, quando desprovido de forma, passa facilmente despercebido, e há vários e clássicos exemplos de como a alteração da forma influencia a receção do conteúdo . Se calhar também por isso uma ideia deva vir devidamente representada, já que as duas coisas podem coexistir pacificamente (até porque está na nossa natureza querer ambas em pleno, a partir do que surge a arte). Não podemos culpar ninguém por julgar um livro pela capa; há milhares de livros, e talvez a capa seja um melhor critério de escolha do que a aleatoridade. A perceção das coisas importa e, por isso, principalmente em situações de competição e propositado impulsionamento do que é delas, as pessoas esforçam-se e usam

Bolo de Cacau com Banana no Microondas (Saudável, Sem Glúten, Sem Lactose, Sem Açúcar Adicionado, Sem Gordura Adicionada)

Depois de fazer o Whole30 vi-me um bocado com um dilema.  Gostei muito da parte do programa que insiste em comer comida verdadeira e não andar a tomar gato por lebre (fazendo batidos, bolinhos, etc). Acho que ajuda a construir uma certa «relação» com os alimentos e a apreciar as coisas como elas são e que as peças de fruta, por exemplo, são muito boas na sua forma natural - e que as pessoas que lhe têm algum rancor só o têm por serem saudáveis (se bem que isto é tudo relativo), o que deveria ser revertido. No entanto, também não acho mal reinventar com os ingredientes e fazer bolinhos ou outras coisas saudáveis, até porque quando uma coisa do género corre bem é muito satisfatório e geralmente as pessoas gostam imenso dessas receitas - a título de exemplo, nunca tive tanto feedback como quando postei os soufflés de chocolate negro saudáveis  (e eu sou uma esponja de feedback, adoro recebê-lo :P). Acho que no fim o que prevalece é uma espécie de equilíbrio de ambas as partes - m