quinta-feira, 30 de maio de 2019

Blondies de Grão-de-Bico (Saudável, Sem Açúcar/Gordura Adicionados)


Já queria experimentar um bolo feito com grão-de-bico há bastante tempo. Pode parecer estranho, mas, depois da quantidade de sobremesas e lanches doces maravilhosos que já fiz com courgette, deixei de ver 'parecer estranho' como impedimento para experimentar novas receitas :P
Há umas semanas lembrei-me desta ideia e comprei uma lata de grão-de-bico, que não ficou parada muito tempo: a última segunda feira foi *o dia*. Preparei uma massa super simples, cobri com pepitas de chocolate (porque não há nada que não fique melhor com pepitas de chocolate :P), levei ao forno e esperei.
Passados 15 minutos tinha a casa inundada pelo cheiro maravilhoso das blondies mais simples de sempre. Hoje deixo a receita, para quem quiser experimentar - pela parte que me toca serão repetidas muitas vezes :)





Blondies de Grão-de-Bico (Saudável, Sem Açúcar/Gordura Adicionados)
Para cerca de 12 blondies

Ingredientes:
[  300g de grão-de-bico cozido
[  50g de whey (usei a isolada de bolacha maria da EU Nutrition; o cupão euavela15 dá-vos desconto e ofertas no site, vejam aqui. Também há sacos de 500g e uma versão não isolada do mesmo sabor. Recomendo muito, é um dos meus sabores de whey favoritos!)
[  20g de farinha aveia com sabor (usei esta de bolacha maria, também da EU; é uma espécie de aveia proteica. A marca tem ainda uma versão normal do mesmo sabor; podem usá-la também, bem como qualquer outra farinha de aveia, desde que com sabor)
[  100ml de claras
[  Pepitas de chocolate (a gosto, opcional)

Preparação:
| Passar o grão-de-bico por água (especialmente se for de lata) e escorrer.
| Utilizando um processador (ou liquidificadora, varinha mágica,...), triturar todos os ingredientes exceto as pepitas de chocolate: grão-de-bico, whey, aveia e claras.
| Transferir o preparado para uma forma retangular*, cobrindo a superfície com pepitas se desejado.
| Levar ao forno pré-aquecido a 180 graus durante cerca de 15 minutos, ou até que a massa esteja cozida.

*Usei uma forma retangular que me foi oferecida pela My Tup Love; podem encomendá-la na página de Facebook ou na conta de Instagram! Está em promoção até dia 4 de Junho. Caso prefiram usar outra, certifiquem-se de que é antiaderente (ou em alternativa forrem com papel vegetal). A área deve ser aproximadamente a mesma (esta tem cerca de 20x30cm).



Como estou sempre a dizer por aqui, não costumo usar whey em bolos de forno - por norma acho que o sabor fica estranho e a textura seca. Admito que tinha receio que as blondies não ficassem grande coisa por causa disso, mas como já vi muita gente a usar whey em receitas deste género decidi dar-lhe uma nova oportunidade. Valeu totalmente a pena arriscar - a textura das blondies ficou bem fofinha, e o sabor delicioso!
Apesar de terem uma quantidade significativa de grão-de-bico, não acho que se note o sabor. O aroma é leve e docinho, e, devido aos sabores de whey e aveia que usei, acaba por lembrar bolacha e ser super reconfortante :P
Além de deliciosa, é uma receita com um perfil nutricional muito bom - não tem nenhum tipo de açúcar adicionado, é muito pouco densa energeticamente para o que é e o teor de proteína também é interessante! :)
____________________________________________________________________________
Informação Nutricional (por uma blondie)
Energia: 54kcal 
Proteínas: 6g 
Hidratos de Carbono: 4g 
-       Dos quais açúcares: 1g 
Lípidos: 1g
-          Dos quais hidrogenados: 0g
-     Dos quais saturados: 0g 
Fibra:  3g 

     A informação nutricional engloba uma porção (neste caso, corresponde a 1 blondie ou 1/12 da receita). Não inclui ingredientes opcionais. Os valores estão sujeitos a erro humano e a alguma imprecisão, mas deverão estar próximos do valor real.
____________________________________________________________________________

domingo, 26 de maio de 2019

Preparação de Refeições #38 - Feijão Estufado com Repolho e Almôndegas de Tofu



Como habitual, venho hoje falar-vos sobre as refeições que preparei na segunda-feira passada para os almoços da semana :)

A ementa foi vegan, e contou novamente com tofu, que andou desaparecido da rubrica durante umas semanas (sem nenhum motivo especial para isso, continuo a gostar muito!).

Aquelas quantidades que davam para um regimento :P

Almôndegas :D É bom que apreciem a forma delas, demorei séculos a fazê-las todas redondinhas :P
Usei um tofu que nunca tinha experimentado:

Comprei no Lidl

Nunca tinha visto tofu por lá! Por coincidência encontrei-o na semana anterior (quando já tinha planeado fazer as almôndegas), e claro que aproveitei para estreá-lo nas refeições semanais.

A nível nutricional é interessante: tem apenas feijão de soja, água e sulfato de cálcio. O perfil de macronutrientes é o típico do tofu, tendo até um pouco menos de gordura que o habitual (embora continue a ser considerável para uma fonte proteica).

O preço foi ainda melhor - 1,29€ por 200g. Acho que nunca encontrei tofu tão barato! Também havia uma versão fumada, da qual trouxe um pacote. Dessa não posso dar feedback porque nunca experimentei, mas fiquei fã desta :)

Quanto às almôndegas, foram mesmo muito simples de fazer: apenas triturei o tofu com sumo de limão e temperos (sal, salsa, orégãos, manjericão, pimenta, paprika, pimentão-doce, alho em pó) - usei a Yammi, mas dá para fazer com a varinha mágica ou outro processador/liquidificadora. Depois foi só fazer bolinhas, colocar num tabuleiro forrado com papel vegetal e levar ao forno (cerca de 30 minutos a 200 graus) :)

A textura ficou um pouco pegajosa, mas ainda assim achei fácil de moldar, por isso não adicionei mais nada. Dependendo da consistência do tofu, poderá ser boa ideia usar alguma farinha para dar consistência - de aveia, por exemplo, deve ficar bem!

A massa

As almôndegas, antes de irem ao forno
Já prontas :D

A textura :)

O sabor das almôndegas fica (é claro :P) idêntico ao do tofu, mas a textura é mais cremosa. Se gostam de tofu experimentem, de certeza que não se arrependem!

Se não são fãs, talvez esta não seja a melhor receita para vocês. Não é uma daquelas receitas em que é difícil notar que foram usados substitutos da carne - a textura e o sabor não se assemelham de todo aos das almôndegas tradicionais.

Eu gostei do resultado, mas já estou mais que habituada ao sabor do tofu (e adoro!) :) Achei esta uma forma interessante de variar a forma de prepará-lo, até porque triturado com especiarias acaba por ficar mais saboroso!

Sobre o feijão com repolho... Melhor coisa de sempre < 3
Quanto à preparação deste estufado: primeiro refoguei cebola, alho e pimentos em azeite. Quando a cebola estava translúcida juntei um pouco de molho de tomate e água quente. Deixei cozinhar bem e triturei tudo com a varinha mágica. Devolvi o preparado ao tacho, adicionei mais água e temperei da forma habitual: com sal, louro, salsa, orégãos, manjericão, pimentão-doce e paprika. Depois deixei ferver e adicionei repolho em pedaços; quando o repolho estava pronto juntei o feijão cozido, esperei que fervesse novamente e pronto :)

É o mesmo procedimento de sempre e acho que toda a gente o conhece, mas pronto, se houvesse alguém que não conhecia passou a conhecer. Não desperdicem mais tempo da vossa vida a não comer esta delícia. ;)

 A sério - talvez eu seja demasiado entusiasta com couves em geral, mas acho que era capaz de comer só isto a vida toda :P

Aspeto final do prato :)
Apesar de fazer vegetais de várias formas para variar, provavelmente já repararam que tenho uma clara preferência por couves estufadas ou salteadas. É claro que estive nas minhas sete quintas com os almoços desta semana :P

E pronto, desta vez as refeições foram assim. Continuo a achar muito prático preparar várias refeições de antemão, especialmente agora que ando com pouco tempo (estive literalmente a mexer o estufado entre séries de agachamento por não ter tempo para treinar de outra forma :P). É um alívio saber que pelo menos uma refeição por dia já está pronta :)

sexta-feira, 24 de maio de 2019

Overnight Oats Proteicas de Coco (Saudável, Sem Gordura/Açúcar Adicionados)


Sinto que, depois da boa surpresa que foram as overnight oats proteicas de oreo e stracciatella, é minha obrigação continuar a testar variações de overnight oats enriquecidas com iogurte - assim sendo, experimentei hoje (fi-las ontem, na verdade) esta versão de coco :)
Pareceu-me que a receita resultaria muito bem com o quark de coco da Lindahls, e obviamente que não estava enganada. Para não fazer a coisa por menos, ainda usei leite de coco, aveia de coco e coloquei coco ralado por cima, o que resultou num sabor incrível e bem intenso - se adoram coco, precisam definitivamente de experimentar isto :D





Overnight Oats Proteicas de Coco (Saudável, Sem Gordura/Açúcar Adicionados)

Ingredientes:

Para as papas de aveia
[  25g de farinha de aveia com sabor a coco (usei a da EU Nutrition; podem comprar aqui, e ao usar o cupão euavela15 recebem desconto e ofertas)
[  20g de flocos de aveia
[  100ml de bebida de coco (usei a da Shoyce)
[  150ml de água
[  150g de quark de coco (usei da Lindahls; corresponde a uma embalagem)

Para a cobertura de chocolate
[  15ml de bebida de coco (novamente, usei a da Shoyce)
[  12.5g de chocolate negro (usei um com 81% de cacau)
[  Coco ralado (opcional)

Preparação:

Para as papas de aveia
| Misturar a farinha e os flocos de aveia numa malga.
| Juntar aos poucos a bebida de coco e a água, mexendo bem para dissolver a farinha.
| Levar ao microondas durante cerca de 10 minutos, retirando para mexer a cada 2. No final devem obter umas papas bastante espessas e cremosas.
| Deixar arrefecer durante uns minutos.
| Incorporar o quark.

Para a cobertura de chocolate
| Aquecer os 15ml de bebida de coco no microondas.
| Adicionar à bebida de coco o chocolate partido em pedaços, mexendo vigorosamente para que derreta (caso o calor não seja suficiente, podem voltar a levar ao microondas a potência média).
| Utilizar este creme de chocolate para cobrir as papas previamente preparadas.
| Refrigerar durante algumas horas (por exemplo, durante a noite), para que as papas ganhem consistência e a cobertura solidifique.



A textura ficou incrível, assim como da última vez - cremosa e bem densa, quase a lembrar um pudim! E a camada de chocolate combina na perfeição com o interior, cujo sabor e cheirinho a coco ficaram mesmo incríveis :) 
Comi as overnight oats bem fresquinhas hoje de manhã e não podia ter escolhido pequeno-almoço melhor. É bem prático (porque se prepara no dia anterior) e fresquinho - perfeito para o Verão :D
____________________________________________________________________________
Informação Nutricional (por uma dose)
Energia: 389kcal 
Proteínas: 24g 
Hidratos de Carbono: 44g 
-       Dos quais açúcares: 13g 
Lípidos: 11g
-          Dos quais hidrogenados: 0g
-     Dos quais saturados: 6g 
Fibra:  6g 

     A informação nutricional engloba uma porção (neste caso, corresponde a 1 dose ou a totalidade da receita). Não inclui ingredientes opcionais. Os valores estão sujeitos a erro humano e a alguma imprecisão, mas deverão estar próximos do valor real. As doses consideradas são meramente exemplificativas; as porções reais devem ser adaptadas por cada um às suas necessidades pessoais.
____________________________________________________________________________

domingo, 19 de maio de 2019

Preparação de Refeições #37 - Bacalhau Assado com Batatas e Espinafres Salteados em Alho



As refeições desta semana foram bem tradicionais: fiz um tabuleiro de bacalhau no forno e uma frigideira de espinafres em alho e azeite :)

Estado pré-tupperwares :P

Close-up do bacalhau :D
Esta era a semana de fazer peixe e lembrei-me de usar bacalhau, visto que já não o fazia há bastante tempo. Decidi que ia fazer um prato simples para variar, uma vez que por norma só faço coisas com bacalhau desfiado - que me lembre já fiz refeições semanais com pataniscas e bolinhos de bacalhau, mas nunca com bacalhau em posta.

Isto também se deve a eu não ser a maior fã deste peixe; apesar de gostar, não morro de amores, especialmente se for cozido, grelhado ou assado. Maaas (claro que havia um mas :P) este assado ficou ótimo e convenceu-me completamente! Acho que vou começar a fazer mais vezes, é uma refeição bem prática e fica deliciosa :) 

Não publiquei a receita porque (para variar) é super simples, mas visto que costuma haver gente interessada aproveito este post para dizer como fiz, começando por mostrar alguns dos ingredientes que usei.

O bacalhau foi este, congelado (já demolhado)
Eu optei pelo bacalhau já demolhado porque não sou a maior fã da tarefa de demolhar, e como não tenho grande prática com essas coisas preferi não arriscar sob pena de comer bacalhau salgado/insosso a semana toda :P

Comprei-o no E. Leclerc. Estava com uma pequena promoção, a 9,99€/kg. Não sendo um preço fantástico, também não é assim tão exagerado, especialmente tendo em conta os preços habituais do peixe :)

Quanto ao azeite, que é sempre importante num assado típico português, usei este:

Foi-me oferecido pelo Continente :) 
Não conhecia, mas fiquei fã! Não sou grande especialista no que toca a azeite, por isso não tenho grande descrição para dar além de 'é bom' - mas que é bom é :P

As batatas foram umas caseiras, pequeninas:


Adoráveis, certo? < 3
Foram a primeira coisa que preparei: no dia anterior lavei-as bem e cozi-as em água com sal. 

Na hora de preparar o assado coloquei-as numa taça, juntei azeite, alho em pó, manjericão, salsa e orégãos e misturei bem. 

Já com o azeite e os temperos. Aviso que neste ponto começam a cheirar mesmo bem e apetece logo comê-las :P
Depois de as batatas estarem temperadas cortei uma cebola e um pimento vermelho em tiras e piquei alguns dentes de alho.

A seguir foi só colocar tudo no tabuleiro (forrei-o com papel vegetal para não colar). No fundo coloquei parte do alho picado e das tiras de cebola e pimentos, por cima dos quais distribuí as postas de bacalhau (já descongeladas, claro). Coloquei um fio de azeite no bacalhau e depois cobri com as batatas, as azeitonas e o resto da cebola, dos pimentos e do alho :)

Usei estas azeitonas, sem caroço e às rodelas

O tabuleiro preparado para ir ao forno

Já pronto :)
Usei um tabuleiro enorme porque eram imensas postas de bacalhau, e mesmo assim ficou tudo empilhado :P Mas pronto, o que importa é que ficou delicioso. ;)

Agora sobre o acompanhamento: espinafres salteados < 3
Esta parte é ainda mais básica: apenas cozi os espinafres em água com sal, e depois escorri-os e salteei-os em azeite e (muito) alho picado.

Usei estes, congelados

Depois de cozer e escorrer

Depois de saltear
 Esta é uma das minhas formas preferidas de preparar vegetais. A única parte má é que não rende nada - na frigideira da foto estão 2kg (!) de espinafres congelados. A vida é triste :P

Pelo lado positivo, estava tudo delicioso :)
O bacalhau ficou mesmo bom com as azeitonas, a cebola e os pimentos! Além disso, não exige muita atenção na preparação, pelo que é uma boa opção para quem não tem muito tempo - enquanto o assado está no forno dá para fazer outras coisas :)

As batatas também ficaram incríveis, super crocantes e com um sabor fantástico a alho e ervas. Não sei o que me deu ultimamente para viciar em batatas, antes não ligava nada e agora ando obcecada com elas :P 

Aqui fica mais uma sugestão para preparação de refeições. Espero que tenham achado útil :)

terça-feira, 14 de maio de 2019

Overnight Oats Proteicas de Oreo e Stracciatella (Saudável, Sem Açúcar/Gordura Adicionados)


Apesar de já ter publicado por aqui algumas receitas de overnight oats de que gostei bastante, nunca 'viciei' nesse tipo de papas de aveia - pelo menos não com o entusiasmo com que costumo viciar nas versões quentes, seja com flocos ou com aveia de sabor.
Para quem não conhece o conceito de overnight oats, ou papas de aveia adormecida, estas são uma espécie de papas de aveia que repousam de um dia para o outro e se comem frias. A coisa mais próxima disto que eu costumo fazer são as papas de aveia desenformadas, mas acho que não contam, porque parecem mais um pudim do que outra coisa :P
Excluindo isto já cheguei a fazer overnight oats de chocolate com gelado de banana, de limão e de chocolate e manteiga de amendoim. No entanto, já não faço nenhuma destas receitas há bastante tempo, até porque por norma são pequenos-almoços/lanches bastante pobres em proteína. Não costumo ser a maior fã do sabor da whey em papas, o que me leva a usar claras para enriquecê-las quando faço a versão tradicional ao lume; no caso das overnight oats normalmente não se leva a aveia ao lume de todo - caso em que seria estranho juntar claras, porque ficariam líquidas - ou então leva-se ao lume e depois deixa-se arrefecer - caso em que também seria estranho juntar claras, porque quando uso aveia em flocos incorporo-as em castelo e perderiam o ar durante a noite. Dilemas :P
Para salvar o dia, chegaram estas papas: além de terem um teor de proteína interessante por incluírem um iogurte proteico, têm também uma cobertura de chocolate deliciosa. Porque as melhores soluções são sempre as que vêm cobertas de chocolate :)





Overnight Oats Proteicas de Oreo e Stracciatella (Saudável, Sem Açúcar/Gordura Adicionados)
Adaptado daqui
Para 1 dose média

Ingredientes:

Para as papas de aveia:
[  25g de farinha de aveia com sabor a EU Cookies (o sabor é tipo oreo; podem comprar no site da EU Nutrition, onde o cupão euavela15 vos dá desconto + ofertas. Consultem a campanha atual aqui)
[  20g de flocos de aveia
[  100ml de leite (pode ser qualquer um; usei magro)
[  150ml de água
[  1 quark de stracciatella da Lindahls (150g)

Para a cobertura de chocolate:
[  15ml de leite (usei magro)
[  12.5g de chocolate negro (usei 81% cacau)

Preparação:

Para as papas de aveia:
| Misturar a farinha e os flocos de aveia numa malga.
| Juntar aos poucos o leite e a água, mexendo bem para dissolver a farinha.
| Levar ao microondas durante cerca de 10 minutos, retirando para mexer a cada 2. No final, devem obter umas papas bastante espessas e cremosas.
| Deixar arrefecer durante uns minutos.
| Incorporar o quark.

Para a cobertura de chocolate:
| Aquecer os 15ml de leite no microondas.
| Adicionar ao leite o chocolate partido em pedaços, mexendo vigorosamente para que este derreta (caso o calor não seja suficiente, podem voltar a levar ao microondas a potência média).
| Utilizar este creme de chocolate para cobrir as papas previamente preparadas.
| Refrigerar durante algumas horas (por exemplo, durante a noite), para que as papas ganhem consistência e a cobertura solidifique.



Não tinha pensado publicar a receita já hoje, mas recebi tantos pedidos que tive de o fazer - agora sei o desperdício que é passar anos de vida sem encontrar a receita correta de overnight oats, por isso não podia negá-la a tanta gente durante mais tempo :P Agora é bom que experimentem ;)
Ficaram mesmo boas: a textura é densa, quase como um pudim, mas ao mesmo tempo cremosa. Entre a aveia e o iogurte o sabor fica docinho e agradável, e a cobertura de chocolate é a cereja no topo do bolo! Nem imaginam o quão satisfatório é furá-la com a colher :P
Mal posso esperar por experimentar todas as possibilidades possíveis para os sabores. Entre as variedades de iogurtes proteicos e os sabores de aveia disponíveis, acho que tenho com que me entreter durante uns tempos :D 
____________________________________________________________________________
Informação Nutricional (por uma dose)
Energia: 374kcal 
Proteínas: 27g 
Hidratos de Carbono: 41g 
-       Dos quais açúcares: 14g 
Lípidos: 10g
-          Dos quais hidrogenados: 0g
-     Dos quais saturados: 4g 
Fibra:  4g 

     A informação nutricional engloba uma porção (neste caso, corresponde a 1 dose ou a totalidade da receita)Os valores estão sujeitos a erro humano e a alguma imprecisão, mas deverão estar próximos do valor real. As doses consideradas são meramente exemplificativas; as porções reais devem ser adaptadas por cada um às suas necessidades pessoais.
____________________________________________________________________________

segunda-feira, 13 de maio de 2019

Receitas Testadas da Semana #107 a #109


Segue mais uma ronda de receitas testadas - desta vez com a presença de vários geladinhos e papas desenformadas a acusar a subida de temperaturas :)
Também já me estreei nos gelados, fluffs e papas desenformadas. Mas parece que este será (literalmente) um sol de pouca dura, pelo que o regresso às papas quentinhas não deve tardar :P
...Mas ao que interessa - aqui ficam as fotos das coisinhas deliciosas testadas por vocês (carreguem nos títulos para acederem às receitas):































































Espero que tenham uma boa semana :) 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...