quarta-feira, 12 de dezembro de 2018

Barrinhas de Cereais (Saudável, Sem Lactose)


Uma segunda receita de barrinhas de cereais, eu sei - isto vindo de quem há uns meses nunca tinha publicado uma receita deste género é algo inesperado. O que é que se pode fazer quando se é uma caixinha de surpresas, certo? :P
Desde que a EU Nutrition lançou a nova gama cereais que andava para fazer uma receita deste género com os cereais de mel (que são tipo cheerios, como dá para ver nas fotos). Acho sempre que os cheerios têm um ar adoravelmente festivo, e estes em especial são grandes e perfeitinhos; uns verdadeiros cereais-modelo, portanto. ;)
Sendo uma receita que não precisa de ir ao forno, não só é mais fácil de preparar como preserva a textura crocante dos cereais - e acreditem em mim quando digo que a dupla de texturas (a da parte tipo caramelo e a dos cereais) é qualquer coisa que merece mesmo ser preservada!




Barrinhas de Cereais (Saudável, Sem Lactose)
Adaptado daqui
Para 14 barrinhas

Ingredientes:
[  120g de manteiga de amendoim suave (usei a da EU Nutrition; o cupão euavela15 dá-vos desconto + ofertas em encomendas no site)
[  120g de mel
[  50g de cereais tipo cheerios (usei estes da EU nutrition; cupão euavela15,... já sabem a história :P)
[  2 colheres de sopa de leite (usei magro, mas pode ser qualquer um - incluindo vegetal, para a versão sem lactose)

Preparação:
| Colocar os cereais num recipiente médio e reservar.
| Num tacho pequeno, colocar a manteiga de amendoim e o mel.
| Levar a mistura ao fogão a lume médio/baixo, mexendo sempre, durante cerca de 5 minutos (no fim já deve começar a ferver).
| Retirar do fogão e adicionar o leite, mexendo vigorosamente.
| Juntar este preparado aos cereais e misturar bem. Colocar a mistura numa forma retangular pequena forrada com papel vegetal e levá-la ao frigorífico para solidificar (vejam abaixo mais detalhes sobre a conservação).
| Algumas horas depois, quando este tiver solidificado, cortar o preparado em barrinhas ou quadrados. Como disse, guardei no frigorífico, num recipiente hermético.



Quanto à preservação - eu coloquei as barras no frigorífico para solidificarem e depois também as guardei lá (num recipiente hermético), porque as fiz para comer em casa. Penso que nestas condições aguentam bem uma semana ou mais, mas não deu para testar porque desapareceram rápido :P 
Caso queiram usá-las como snack 'transportável', podem deixá-las solidificar à temperatura ambiente e embrulhá-las em película aderente (ou papel de prata) depois de cortar - não testei, mas parece-me que ficariam suficientemente sólidas e aguentariam uns dias. No entanto, mesmo embrulhadas em película aconselho-vos a guardarem as barrinhas num recipiente hermético, e apenas as tirar de lá quando saírem de casa, por exemplo.
Agora ao nível do sabor, não costumo usar negrito mas acho que se justifica o uso neste caso: as barrinhas ficaram maravilhosas (ainda fui mais além - negrito e itálico, só para verem o quanto gostei desta receita!). Eu não sou muito pessoa de barras de cereais (comia muitas em crianças, se calhar enjoei permanentemente :P), mas estas são mesmo um vício! A combinação de manteiga de amendoim com mel é incrível, e a dupla desse sabor e da textura tipo caramelo com pedacinhos crocantes (=cereais) pelo meio é ainda melhor. Para quem não gosta de mel, não usem essa desculpa - eu também não sou fã e não acho que se note o sabor, apenas dá um toque doce que, caso não tenha referido, combina na perfeição com a manteiga de amendoim... ;)
Claro que a nível de macronutrientes não é um snack fenomenal - tem pouca proteína e bastantes hidratos e gordura. No entanto, não é pior do que, por exemplo, uma barra de cereais de supermercado - e estas têm a vantagem de os ingredientes serem pouco processados, e de serem muito melhores (alerta subjetividade) :P
De resto, uma barrinha acaba por não ter grande representatividade na alimentação: se combinada com alimentos mais 'ricos' e adaptada às vossas necessidades, esta receita pode perfeitamente fazer parte de uma alimentação saudável (pelo menos na minha visão) :)
Desculpem lá o textão, uma pessoa entusiasma-se a falar de barras de cereais deliciosas e depois é isto :P
____________________________________________________________________________
Informação Nutricional (por uma barrinha)
Energia: 92kcal
Proteínas: 3.0g
Hidratos de Carbono: 11.3g 
-       Dos quais açúcares: 8.3g
Lípidos: 4.4g 
-          Dos quais hidrogenados: 0.0g
-     Dos quais saturados: 0.8g
Fibra:  0.9g
Sódio:  20mg

     A informação nutricional engloba uma porção (neste caso, corresponde a 1 barrinha ou 1/14 da receita). Os valores estão sujeitos a erro humano e a alguma imprecisão, mas deverão estar próximos do valor real.
____________________________________________________________________________

segunda-feira, 10 de dezembro de 2018

Receitas Testadas da Semana #86 e #87


...E finalmente temos um post de receitas testadas mais diversificado (i.e. menos monopolizado por bolinhos de cenoura)! Continua a ser monopolizado por bolinhos no geral, mas isso é uma fatalidade. :P
O Natal e o frio trazem a imperativa necessidade de se comer bolos com chá a uma frequência apropriadamente elevada - portanto podem usar este apanhado de receitas saudáveis para se inspirarem para os vossos lanches docinhos de dezembro :D


 


























domingo, 9 de dezembro de 2018

Preparação de Refeições #14 - Rolo de Peru e Vegetais Assados com Trigo Sarraceno



Mais um post de preparação de refeições :) Depois de tantos já nem sei bem o que dizer para introduzir, mas constatar o óbvio resulta sempre :P

Novamente, já ficaram com uma ideia do que fiz para esta semana na quarta-feira, quando publiquei a receita do rolo de peru. Hoje venho partilhar a fotografia dos tupperwares da praxe, algumas fotos do procedimento e o modo de preparação dos vegetais :)

Tudo pronto para ir ao forno
Pensei em fazer qualquer coisa com carne para esta semana, porque não fazia há algum tempo, mas ainda tive de pensar um bocado porque não sou muito boa a inventar receitas com carne. Quando muito costumo fazer um bife grelhado :P

Depois lembrei-me dos rolos de peru; como disse, estive à procura de *inspiração*, e quando vi os recheados com ovo foi amor à primeira vista. Ainda me lembrei de colocar espinafres no meio, para dar mais cor :)

Ficaram mesmo bons!
Foi mais fácil de fazer do que esperava, e ainda superou expectativas tanto a nível de sabor como de aparência :)

Antes de enrolar
Caso nunca tenham feito, experimentem. Se mesmo eu, que sou um desastre a enrolar coisas (é um defeito um pouco específico, mas adequado - sou uma destruidora de tortas profissional :P), consegui, vocês também conseguem :)

Já todos enrolados, e no tabuleiro

Com mostarda por cima

Queijo, claaaro :D

Quando saíram do forno < 3
A mostarda que usei
 Já tinha referido no post da receita que a mostarda era do E. Leclerc, e que tinha uma lista de ingredientes interessante. Podem confirmar:


A nível de sabor e textura achei muito boa! Não coloquei muita para não ficar enjoativo, mas dá um toque agradável :)

Os vegetais :)
Desta vez assei brócolos e feijão verde. Antes embirrava um bocadinho com o feijão verde, mas ultimamente ando fã!

Depois de saírem do forno e misturados com o trigo sarraceno
Mais alguém fica triste por os vegetais ficarem com uma cor muito mais feia depois de irem ao forno? :P

Para preparar esta parte, apenas levei os vegetais ao forno (temperados com azeite, sal, manjericão e orégãos) e quando estavam prontos retirei-os e misturei o trigo sarraceno cozido.

Como tinha cozido o trigo sarraceno no dia anterior (e por isso estava frio), depois de o juntar ao tabuleiro levei-o mais uns minutos ao forno para aquecer. Isto porque, para além de estar a adiantar as refeições dos dias seguintes, a comida também me serviu de jantar naquele dia - caso apenas estejam a preparar para os dias seguintes, claro que podem misturar o trigo sarraceno cozido frio com os vegetais e colocar diretamente em tupperwares.

O trigo sarraceno que usei
É um produto da Origens Bio; a marca ofereceu-me e tenho gostado de usar, até porque nunca tinha experimentado antes. É interessante para variar dos mesmos acompanhamentos de sempre, e assim como o millet fica muito bem misturado com vegetais assados!

Caso queiram adquirir o produto, podem fazê-lo no site com 10% de desconto se usarem o meu cupão, cremedeavelas. Para preparar, é só mesmo cozer com o dobro do volume em água (temperada com sal). Fica pronto em 10-15 minutos :)

Tudo pronto, para finalizar o post

E o exemplo de um prato :)
Algumas pessoas perguntara-me se os ovos não se estragariam ao longo da semana. Por acaso desta vez acabei a comida mais cedo, na quinta-feira, mas ainda assim foram uns 3 dias e não se estragou nada. Pelo que eu vi, as recomendações de limite de consumo para ovos cozidos e sem casca no frigorífico rondam os 5 dias, que ainda é um prazo aceitável para quem prepara refeições para 5 dias úteis, por exemplo!

E é isto. Espero que tenham gostado da sugestão :)

quarta-feira, 5 de dezembro de 2018

Rolo de Peru Recheado com Ovo (Saudável, Sem Glúten/Lactose)


Para 'elemento principal' das refeições da semana escolhi estes rolos de peru. Não me lembro bem, mas penso que antes só tinha feito rolo de carne uma vez, já há bastante tempo. Ocorreu-me fazer alguns como preparação de refeições desta semana, porque são práticos para fatiar e guardar no frigorífico :)
Inicialmente não tinha pensado nisso, mas quando comecei a ver sugestões de rolos apareceram-me alguns recheados com ovos cozidos e achei a ideia demasiado adorável para lhe resistir!
Para quem pediu, fica já aqui a receita. No Domingo publicarei o post habitual sobre toda a preparação, incluindo o que fiz para acompanhamento (já podem ver spoilers nas fotos ou nas redes sociais) :)





Rolo de Peru (Saudável, Sem Glúten/Lactose)
Para 3 rolos médios

Ingredientes:
[  1,1kg de peito de peru picado
[  2 ovos
[  30g de farinha de aveia (certificada sem glúten para a versão sem glúten)
[  Sal (a gosto)
[  Manjericão (a gosto)
[  Orégãos (a gosto)
[  Salsa (a gosto)
[  Pimenta branca (a gosto)
[  Sumo de limão (a gosto)
[  200g de espinafres cozidos
[  6 ovos cozidos
[  50g de mostarda dijon (usei uma do E. Leclerc que apenas tem água, grãos de mostarda, vinagre e sal)
[  6 fatias de queijo (usem um sem lactose para a versão sem lactose)

Preparação:
| Num recipiente, colocar o peru, os 2 ovos crus e a farinha de aveia. Temperar com sal, manjericão, orégãos, salsa, pimenta e sumo de limão e misturar tudo muito bem.
| Colocar uma folha de papel vegetal numa bancada. Dividir a mistura da carne em três porções, e colocar uma delas no centro do papel vegetal.
| Com as mãos, esticar a carne de forma a fazer um retângulo (a largura deve ser suficiente para envolver o perímetro dos ovos). Colocar uma tira de espinafres no centro, e por cima dois dos ovos cozidos (vejam a foto abaixo). Com a ajuda do papel vegetal, enrolar a carne em volta dos ovos e transferir o rolo para um tabuleiro grande forrado com papel vegetal.


| Repetir duas vezes o procedimento, para os restantes dois terços de carne. Colocar os rolos no mesmo tabuleiro.
| Espalhar um pouco de mostarda por cima de cada rolo, e por cima colocar as fatias de queijo.
| Levar ao forno pré-aquecido a 200 graus durante cerca de 40 minutos, ou até o peru estar cozido e o queijo dourado (o tempo depende muito do forno e não só - no meu caso tinha mais coisas lá dentro, e por isso demorou mais).



Como disse, não fazia (nem comia) rolo de carne há séculos, e fiquei surpreendida pela positiva. O sabor ficou muito agradável, e a textura não demasiado seca nem enjoativa! Lembrei-me de usar uma mostarda que tinha por aqui há algum tempo e combinou muito bem com o queijo, além de fazer com que o rolo soubesse ligeiramente a cachorro quente :P Naturalmente, podem omiti-la, embora eu ache que fica melhor com ela :)
Quanto ao ovo cozido, não só ficou adorável (modéstia à parte) como é um recheio delicioso que faz uma boa dupla com a carne! Em suma, foi mais uma experiência bem sucedida (e ainda bem, porque caso contrário teria ficado com imensas refeições-fracasso para comer durante a semana :P). Caso experimentem, espero que gostem tanto como eu :)
____________________________________________________________________________
Informação Nutricional (por uma fatia)
Energia: 75kcal
Proteínas: 12.0g
Hidratos de Carbono: 1.1g 
-       Dos quais açúcares: 0.1g
Lípidos: 2.4g 
-          Dos quais hidrogenados: 0.0g
-     Dos quais saturados: 0.5g
Fibra:  0.3g
Sódio:  52mg

     A informação nutricional engloba uma porção (neste caso, corresponde a 1 fatia ou 1/9 de um dos rolos). Os valores estão sujeitos a erro humano e a alguma imprecisão, mas deverão estar próximos do valor real. 
____________________________________________________________________________

segunda-feira, 3 de dezembro de 2018

Blondies de Abóbora e Canela com Nozes Pecan (Saudável, Sem Glúten/Lactose)


Esta semana fiz pela primeira vez blondies. Não são umas blondies como deve ser, porque os ingredientes não são os das tradicionais, mas são quadradas e têm uma cor clarinha, o que pelo menos para mim é suficiente :P
Visto que receitas com abóbora nunca são demais, optei por usar abóbora e canela na receita - acho que conseguem imaginar o cheiro a Natal que ficou na cozinha quando saíram do forno :)
Como algumas pessoas ficaram interessadas na receita, e seria muito mau negar quadrados com sabor a Natal a alguém nesta época, aqui está ela. Caso experimentem, espero que gostem tanto como eu!





Blondies de Abóbora e Canela com Nozes Pecan (Saudável, Sem Glúten/Lactose)

Ingredientes:
[  3 ovos
[  75g de mel
[  300g de puré de abóbora (cozi abóbora manteiga em água com canela, cravinho e noz-moscada, e depois escorri e triturei) 
[  2 colheres de sopa de azeite
[  100g de farinha de aveia (certificada sem glúten para a versão sem glúten)
[  50g de polvilho azedo (ou doce)
[  1 colher de chá mal cheia de fermento
[  Canela (a gosto)
[  Noz moscada (a gosto)
[  Cravinho (a gosto)
[  16 nozes pecan (ou a quantidade que preferirem)

Preparação:
| Bater os ovos e o mel com um garfo.
| Juntar o puré de abóbora e o azeite e misturar.
| Adicionar a aveia, o polvilho, o fermento e as especiarias (canela, noz moscada e cravinho) e envolver.
| Transferir a massa para um tabuleiro quadrado (com cerca de 25cm de lado); dispor sobre ela as nozes pecan, uniformemente espaçadas.
| Levar ao forno pré-aquecido a 180 graus durante aproximadamente 25 minutos, ou até a massa estar cozida.




Às vezes resisto a fazer versões saudáveis de bolos deste género, com formato diferente, porque acho que vão acabar por ser iguais aos bolos normais (redondos) a nível de sabor/textura, e não quero 'enganar' as pessoas dizendo que são blondies, brownies ou o que seja. No entanto, apesar de nunca ter comido blondies, diria que estas ficaram bastante 'realistas' - ou pelo menos bastante diferentes dos bolos de abóbora que costumo fazer! A textura, apesar de algo densa, é muito fofa e desfaz-se na boca. O sabor é leve, mas nota-se o aroma da canela e tem aquele toque reconfortante da abóbora!
Gostei muito da experiência, e acho que no futuro vão ver mais blondies por aqui :)
____________________________________________________________________________
Informação Nutricional (por uma unidade)
Energia: 83kcal
Proteínas: 2.2g
Hidratos de Carbono: 12.0g 
-       Dos quais açúcares: 4.3g
Lípidos: 3.3g 
-          Dos quais hidrogenados: 0.0g
-     Dos quais saturados: 0.6g
Fibra:  1.0g
Sódio:  12mg

     A informação nutricional engloba uma porção (neste caso, corresponde a 1 blondie ou 1/16 da receita). Os valores estão sujeitos a erro humano e a alguma imprecisão, mas deverão estar próximos do valor real.
____________________________________________________________________________
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...