Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Dezembro, 2014

Waffles (Saudável, Sem Glúten, Sem Lactose, Sem Açúcar Adicionado, Sem Gordura Adicionada, Integral)

Ir ao Lidl é uma aventura. Ir ao Lidl inclui não saber se vai haver cajus ou quark essa semana. Envolve olhar para a comida de cão e ver à beira pacotes de massa ou para os pensos higiénicos e ver à beira latas de feijão. Significa olhar para o lado e ver que há imensa gente a ruminar ovos moles para depois descobrir um pacote que alguém abriu e abandonou. Implica querer comprar pão por causa sistema super giro de pesca de pães. Envolve sacrifícios, como ter de deixar o bicarbonato de sódio para outra semana porque lá vivem numa realidade aparte em que aquilo não existe/serve para limpar canos. Exige que se ande a tirar os chocolates todos da estante porque o com 81% de cacau está sempre  por trás. Resulta em ter o carrinho insistentemente encaixado no sítio à beira da caixa por um empregado e os ovos  arrumados enquanto se está a escolhê-lhos.  Cria expectativa: uma pessoa pode encontrar o saco de pasteleiro perfeito ( aconteceu ), mini conjuntos de mobília adoráveis que

«Queques» de Chocolate com Mini Pavlovas, Curd de Maracujá e Limão e Framboesas

Quando vi pela primeira vez o passatempo do blog «Palavras que Enchem a Barriga» comecei logo a pensar qual seria a minha participação e, depois de pensar imenso na receita (a que tinha na ideia inicialmente era completamente diferente desta, já agora), decidi concentrar-me na parte mais fácil : a história.  Comecei a ficar desesperada: apercebi-me de que a minha família não tinha tradições de Natal giras ou entusiasmantes, muito menos relacionáveis com queques. Mais tarde tive uma ideia brilhante ao contemplar os livros podres e carunchosos com as capas arrancadas  maravilhosos que adorava ler todos os Natais.  Os livros de Natal são a coisa mais tradicional de sempre para mim: vêm-me à memória as histórias só de olhar para as capas dos livros, que vão desde «Contos de Natal» a «A Júlia Fúria e a Sodoçura», passando por  «Os Pesadelos do Winnie The Pooh» (que são obviamente de Natal também). Outro livro é «A Pequena Bailarina Cor-de-Rosa». Já há algum tempo que acho estúpid

Baklava Rolls (Rolinhos de Baklava - mel e nozes)

Quando eu faço uma receita, o mais normal é ela ficar a marinar, perdida nas pastas do computador até que eu decida que chegou a altura dela. E é por isto que, apesar de ser das melhores coisas que já fiz e já a ter feito umas 8 vezes, a tarte de flan deliciosa ainda não está no blog (até porque não é a coisa mais fotogénica do mundo). Também é por isto que o melhor pudim de sempre, que já fiz umas 10 vezes e, como é relativamente dedutível pelo que escrevi, é o melhor pudim de sempre, está a aguardar desde Junho. Não vou fazer mais parágrafos para falar do cheesecake de mirtilo, do pão de ló, dos waffles, da massa frita no wok, do frango com cajus no wok, da baklava, do bolo rainha, da vitela com pimentos, do crumble de microondas, dos éclairs de café, do no-knead bread ou da pizza, porque acho que já deu para perceber. Estes rolos de baklava são uma exceção, já que os fiz ontem. É provável que tenham feito batota e estacionado no lugar para deficientes e grávidas do parque de

Cupcakes de Kinder Bueno (avelã e chocolate branco)

Eu nunca tive jeito para decoração de bolos no geral, mas nos cupcakes esta falta de jeito chega a tornar-se exasperante. Num bolo uma pessoa põe um bocadinho de côco ralado ou açúcar em pó, dá um jeitinho e disfarça (ou convence-se disso), mas cupcakes falhados são sempre cupcakes falhados (com o devido respeito, cupcakes falhados.). Aliada à minha falta de jeito, perseguia-me uma certa ignorância quanto a cupcakes, e só muito recentemente descobri algumas coisas bastante importantes: -Uma seringa NÃO é o mesmo que um saco de pasteleiro. -A cobertura tem de ser mais sólida do que líquida, se não não há milagre que ponha os cupcakes direitos. -Se a boca tiver 0,5cm de diâmetro o cupcake vai ficar idiota, a menos que tenha 2cm de diâmetro. - Manteiga. Muita manteiga. Posto isto, e pedindo desculpa pelo post cheio de insultos a cupcakes defeituosos, mostro a receita com que me fiz graduada e as fotografias com as quais me babo de cada vez que abro o computador (ainda não s

Antes e Depois #2: Snickers «Saudáveis»

E depois da evolução de Snickers «normal», a diferença na versão mais saudável. Estes não tiveram tanto tempo entre si nem divergem assim tanto, mas mostram bem o que calma e algumas alterações podem fazer! Receita aqui .