segunda-feira, 24 de junho de 2019

Preparação de Refeições #41 - Empadão de Batata e Couve-Flor Recheado com Frango



Para as últimas refeições semanais inspirei-me no empadão de atum que publiquei há pouco. Decidi fazer uma versão de frango por este ter um sabor mais neutro, e foi uma ótima opção - ficou delicioso :)

Tabuleiro 1 de 2 :P

O puré e o recheio :D

Super cremoso :)

Fiz o puré igual ao da última vez: apenas cozi batata e couve-flor em água com sal, e depois escorri, juntei pimenta branca e noz moscada e triturei com a varinha mágica.

O recheio :)
O recheio foi igualmente parecido. Fiz um refogado com cebola, alho, pimentos e tomate (além de azeite, claro), que triturei também com a varinha mágica. Temperei - com sal, orégãos, salsa, manjericão, paprika e pimentão-doce - e adicionei o frango cozido e desfiado. Depois deixei mais uns minutos ao lume e pronto!

Cozi o frango no dia anterior, para ser mais rápido na altura
Com o puré e o recheio preparados foi só fazer a montagem. Claro que tirei fotografias a todos os passos, o que é extremamente útil visto que o procedimento não é nada óbvio. ;)

Pelo menos diverti-me :P
Na última foto (em baixo à direita) já tinha pincelado a camada superficial com gema de ovo. Não é obrigatório, mas é sim senhor fica muito mais bonito. ;)

Resultado final :)

E o prato :D
Apreciem bem a fatia da foto acima - estive a semana toda a ver se arranjava um prato decente, visto que empadão é uma das coisas mais ingratas de capturar em foto de sempre. No final acho que até me safei bem :P

Quanto ao sabor, ficou mesmo bom. Ainda gostei mais desta versão que da de atum, e vou repetir sem dúvida :)

segunda-feira, 17 de junho de 2019

Semifrio de Bolacha Maria e Café Proteico

Ontem decidi colocar em prática uma receita na qual já andava a pensar há algum tempo - um semifrio de café numa versão mais saudável.
Sempre gostei bastante desta sobremesa, e depois de fazer uma versão caseira que ficou ótima (e que já repeti várias vezes) cheguei à conclusão de que estava na altura de fazer uma com ingredientes mais interessantes nutricionalmente.
Decidi não elaborar muito e fazer uma coisa simples, e admito que enquanto esperava que o semifrio solidificasse pensei que não iria ser nada de especial - fi-lo em minutos e apenas com ingredientes básicos, por isso não estava com grandes expectativas.
Felizmente, estava redondamente enganada: ficou incrível, e honestamente faz frente às versões com natas e açúcar. Não fui a única a ficar entusiasmada, porque quando partilhei fotos no Facebook e Instagram os posts explodiram e recebi dezenas de mensagens e comentários a pedir a receita.
Seria cruel fazer-vos esperar mais, por isso aqui está. Espero que façam e gostem tanto como eu - e não se esqueçam de partilhar comigo o vosso feedback :)





Semifrio de Bolacha Maria e Café Proteico

Ingredientes:

Para a base
[  100g de flocos (usei estes da EU Nutrition; podem encomendar com desconto e ofertas usando o meu cupão, euavela15)
[  1 colher de sopa de mel (cerca de 12g)
[  2 colheres de sopa de azeite (cerca de 12g)
[  Água (se necessário; usei cerca de 2 colheres de sopa)

Para o recheio
[  8 folhas de gelatina
[  Água fria
[  50ml de café forte (usei 3 saquetas de expresso instantâneo dissolvidas em água)
[  100ml de claras pasteurizadas
[  500g de quark natural (queijo fresco batido)
[ 100g de whey (usei a de bolacha maria da EU Nutrition, que fica perfeita aqui! Há a versão concentrada, a versão isolada e a versão isolada em saco de 500g. Novamente, se encomendarem o cupão euavela15 dá-vos desconto e ofertas)

Preparação:

Para a base
| Utilizando um processador de alimentos, triturar os flocos, reduzindo-os a um pó fino.
| Transferir para uma malga e adicionar o mel e o azeite, misturando bem. Juntar um pouco de água se a textura estiver demasiado seca (a mistura deve ficar coesa quando pressionada).
| Colocar o preparado numa forma pequena (usei uma com cerca de 20cm de diâmetro), distribuindo-o uniformemente pela base e pressionando com as mãos para que fique compacto.
| Levar ao forno pré-aquecido a 180 graus durante cerca de 10 minutos. Deixar arrefecer.

Para o recheio
| Demolhar as folhas de gelatina em água fria seguindo as instruções da embalagem (demolhei as minhas durante 10 minutos).
| Espremer bem as folhas, retirando o máximo de água possível.
| À parte, aquecer o café numa malga. Juntar a gelatina espremida, mexendo até esta derreter (em princípio o calor do café basta, mas se necessário podem levar ao microondas a potência média para acabar de derreter).
| À parte, utilizando uma batedeira elétrica, bater as claras em castelo. Batendo sempre, juntar o quark, depois a whey e por fim a gelatina dissolvida no café.
| Colocar esta mistura por cima por cima da base (já fria).
| Levar o semifrio ao frigorífico durante pelo menos umas horas, para que solidifique.

Substituições:
- Flocos: podem usar outros tipos de flocos ou cereais. Recomendo que sejam crocantes, porque dá um toque agradável; no entanto, também resulta com flocos não processados (de aveia, por exemplo).
- Mel: possíveis alternativas serão geleia de agave, de arroz ou outros adoçantes líquidos.
- Quark: outros iogurtes resultam, mas é conveniente que sejam bem espessos.
- Whey: é um pouco difícil de substituir, porque é importante tanto para a textura como para o sabor. No entanto, se quiserem mesmo fazer uma versão sem whey, a minha recomendação seria substituir o quark natural por quark de sabor - os de stracciatella ou de coco da Lindahls devem ficar ótimos :)



Eu sei que já me desfiz em elogios, mas ficou tão bom! A textura é fofa e cremosa, com as bolhinhas de ar caraterísticas do semifrio - lembra quase uma espuma sólida. Quanto ao sabor, conta com a imbatível combinação café + bolacha maria, acho que não é preciso dizer mais nada :P O docinho da whey fica ótimo, cortado ligeiramente pelo amargo do café que impede que se torne enjoativo.
Além de tudo isto, ainda é uma sobremesa com um perfil nutricional incrível: não só tem um valor energético reduzido, com 155kcal por fatia, como tem pouquíssimo açúcar e um teor surpreendente de proteína - 20g. Resumindo, é a pessoa o semifrio perfeito :D
____________________________________________________________________________
Informação Nutricional (por uma fatia)
Energia: 155kcal 
Proteínas: 20g 
Hidratos de Carbono: 12g 
-       Dos quais açúcares: 3g 
Lípidos: 3g
-          Dos quais hidrogenados: 0g
-     Dos quais saturados: 1g 
Fibra:  1g 

     A informação nutricional engloba uma porção (neste caso, corresponde a 1 fatia ou 1/8 da receita)Os valores estão sujeitos a erro humano e a alguma imprecisão, mas deverão estar próximos do valor real. As doses consideradas são meramente exemplificativas; as porções reais devem ser adaptadas por cada um às suas necessidades pessoais.
____________________________________________________________________________

domingo, 16 de junho de 2019

Preparação de Refeições #41 - Feijoada Branca Vegan com Arroz Negro



Para não variar, hoje partilho convosco as refeições que fiz para a semana. Esta rubrica tem sido presença assídua por aqui, apesar de ultimamente não atualizar o blog com frequência: o tempo nas últimas semanas não abundou. No entanto, já estou de férias (*foguetes celebratórios*), por isso conto publicar mais conteúdo nos próximos tempos - isso e atualizar o índice de receitas, coisa que tenho vindo a adiar há meses :P

Voltando ao assunto, para a semana que passou fiz uma feijoada de feijão branco com vegetais e seitan, acompanhada de arroz negro cozido.

Comida de tacho, para não variar :P

Mas já se sabe que refogados são imbatíveis :D
Preparei a feijoada mais ou menos como a tradicional, mas não usei carne ou enchidos. Comecei por fazer um refogado com cebola, pimentos e alho, depois juntei tomate, deixei cozinhar bem e triturei tudo. Devolvi ao tacho, temperei (com sal, cominhos, pimenta branca, orégãos, manjericão, salsa e louro) e quando começou a ferver juntei os ingredientes restantes: seitan, brócolos, cenoura, espinafres e feijão branco cozido, por esta ordem (os primeiros demoram mais a cozer).

Nada de novo, mas recebo inevitavelmente perguntas e não me sinto no direito de negar a ninguém o conhecimento de como fazer uma feijoada simples e deliciosa :P

O seitan que usei foi este:


É o que costumo encontrar com melhor preço (não tenho a certeza de quanto custa, mas anda perto de 2€ por embalagem de 250g), e por norma compro no Pingo Doce.

O rótulo
Pessoalmente acho que o seitan fica muito bem neste prato, até me lembra vagamente a dobrada que se costuma usar em feijoada deste tipo (mas melhor, até porque não sou a maior fã de dobrada :P). E embora o seitan tenha um sabor particular, quando usado em comida com molhos fica bem mais neutro, porque absorve muito os sabores :)

Os vegetais também ficaram ótimos! E tornam a feijoada muito mais alegre, o que é sempre agradável :D


Quanto ao acompanhamento...
...Como na semana anterior tinha usado arroz nesta quis variar um bocadinho, pelo que usei um arroz mais exótico. O escolhido foi este, da caçarola:


Já tinha provado há uns tempos, mas não usava há alguns anos. A forma de preparação é semelhante ao habitual. 

Como costumo fazer com a maior parte dos outros tipos de arroz, demolhei-o durante cerca de 12 horas e escorri bem a água na hora de o preparar. Nessa altura dourei alguns dentes de alho picados num pouco de azeite, aos quais juntei depois o arroz escorrido. Deixei o arroz ganhar o aroma do alho, adicionei a água (e sal) e a seguir foi só tampar e esperar que cozesse :)

Demora um pouco mais a cozer do que o arroz basmati ou branco, embora menos no caso de ter sido demolhado: por volta de 25 minutos. Quanto à água, usei cerca de 500ml para 250g de arroz, mas como este é bastante durinho não é preciso grande cuidado - se usarem água a mais podem simplesmente escorrer e ele fica soltinho na mesma :P

Mal me lembrava do sabor deste arroz, e fiquei positivamente surpreendida. É bastante aromático, e tem um sabor agradável que lembra levemente frutos secos. A textura é semelhante à do arroz integral, e portanto um pouco mais dura que a do arroz branco, o que também me agradou (gosto deste tipo de grãos mais chewy)!

Achei que combinava na perfeição com a feijoada :)

O prato :D
Mais uma vez, a comida ficou deliciosa e bem reconfortante - aspeto importante quando estamos em Junho e a temperatura não sobe dos vinte e poucos graus :P
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...