Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Setembro, 2015

Broas Castelares (Saudável, Vegan, Sem Açúcar Adicionado, Sem Glúten)

Praticamente toda a gente gosta de pão leve e fresco. Mais ou menos tostado, com mais ou menos miolo, mas de um modo geral leve e fresco.  Ninguém gosta de ir a um café, pedir um pão e receber um desenxabido e seco. Já me aconteceu várias vezes (apesar da insistência herdada da minha avó em pedir 10 pães branquinhos ), e só pode ser a partir de experiências como essas que surgem os nomes alternativos para o 'bijou' - papo seco, carcaça... Expressões que designam na perfeição a moldura oca que tentam fazer passar por pão (talvez tenham tirado o miolo para fazer cabidela).   Tudo isto, como é óbvio, é apenas válido para pão 'normal'. Depois há a broa - um pão não-tão-fofo e ligeiramente seco que aguenta dias sem qualquer alteração como o pesado tijolo denso que é, mas que toda a gente parece adorar. Eu incluída. Não quero dizer que isto seja mau - do ponto de vista nutricional a broa é bastante boa e no geral os ingredientes são simpáticos, dura bastante e o preço

Pão-de-Ló de Ovar de Chocolate

Lembro-me bem da primeira 'refeição completa' que tentei fazer. Como a maior parte das pessoas já tinha ajudado familiares a fazer bolos ou desfiado carne para receitas em criança, mas aquela era para ser 'comida mesmo'. Reuni 3 ideias ao longo de uns tempos - tinha-as visto pela internet e pareciam muito boas. Tentei replicar um empadão com puré de couve-flor em vez de batata, palitos de nabo no forno e suspiros saudáveis. Por muito incrível que pareça, correram todas horrivelmente mal. Quando ia triturar a couve-flor para o empadão a varinha mágica deixou de funcionar (aliás, não funcionava porque era o eletrodoméstico avariado de estimação da minha avó). Acabei por tentar cortá-la em pedaços pequenos com uma faca, e como a couve estava mal cozida aquilo mais parecia arroz cru. Quanto aos palitos, basta dizer que aqueles pedaços grosseiros e semi-crus de nabo ensopados em ketchup me fizeram ficar longe do nabo até agora (possivelmente mais tempo). Depois chegou a

Nutella Saudável (Saudável, Sem Açúcar/Gordura Adicionada, Sem Glúten/Lactose)

O bicarbonato de sódio tem as mais variadas aplicações (mas não tentem explicar isso aos trabalhadores do Lidl). Sempre o utilizei para deixar os vegetais cozidos mais 'verdinhos', impedir os moluscos congelados de ficarem borrachosos e, claro, para ocasionais e divertidas reações com sumo de limão. No ano passado experimentei uma outra receita de Nutella saudável , e seguindo indicações de alguns blogs decidi colocar as avelãs num tacho com água a ferver e bicarbonato de sódio para que a pele saísse com maior facilidade. O truque resultou na perfeição. Despejei o conteúdo do tacho no meu antigo escorredor (que entretanto derreteu e foi parar ao caixote do lixo, mas isso é outra história) e verifiquei que as cascas estavam completamente descoladas do miolo. Depois precisei de transferir as avelãs para um tabuleiro - e percebi que a tática, ainda que pudesse ser útil, não era propriamente perfeita. A mistura estava húmida e tinha pedaços da casca fragmentada que se col

Pipocas de Maçã (Crocantes e Caramelizadas) (Saudável, Sem Glúten, Sem Lactose, Vegan)

Não tenho grande experiência no que toca à filmografia. Muito raramente vejo filmes, as séries que vejo são sempre as mesmas e além disso não há grande coisa a relatar. Tirando os trailers e publicidades por que passo a toda a hora nas paragens de autocarro (looking at you, Mad Max ), os filmes do momento passam-me ao lado. Há séculos que não vou ao cinema, o que pode ou não estar relacionado com o preço exagerado que se tem de pagar para ver algo que se poderá ver de graça pouco tempo depois.  Mesmo quando aparecem na televisão é pouco usual ver filmes. Nunca vi nenhum daqueles de Natal do início ao fim (devida excepção feita ao do Ruca, entenda-se), embora acumulando cada minuto de atenção talvez dê para reconstruir o Sozinho em Casa transmitido até à exaustão, e de resto com as gravações é muito raro ver televisão em tempo real (a importância de poder passar os anúncios à frente!).  Quando fui de férias, como puderam ver pela publicação que fiz , comecei a ver a série de ep

Bolo de Chocolate Húmido com Courgette (Saudável, Sem Glúten/Lactose, Sem Açúcar/Gordura Adicionados, Integral)

Acho que se pode com certeza dizer que há para todos um momento, mais ou menos tardio, em que se sente uma necessidade que se mostra como um tijolo a embater numa cara (para o portador da cara). E essa necessidade é a de fazer farinha de aveia.  Não é difícil perceber o ridículo de comprar aveia em farinha: é extremamente cara e basicamente a mesma coisa que aveia em flocos (que, esta sim, se pode comprar sem hipotecar a casa). Assim sendo, a questão é encontrar um utensílio que moa a aveia. E aí entram os moinhos de café, com a sua capacidade trituradora adequada a utilmente pequenas quantidades de aveia.  Há algum tempo apropriei-me do moinho bebé da minha avó e fizemos uma equipa formidável (acho que é a primeira vez que esta palavra é utilizada fora de desenhos animados, não sei se será bom sinal) - até ele deixar de funcionar e começar a cheirar a queimado (curiosamente a meio da confeção de um outro bolo de courgette).  Depois de entrar em privação de bolos saudáveis, a

Espuma (Gelada) de Morango (Saudável, Sem Açúcar e Gordura Adicionados, Sem Lactose, Sem Glúten, Paleo)

Uma coisa que sempre encarei como envolta em magia são as publicidades de Natal nos canais para crianças - há alguma coisa de encantadora na maneira como os miúdos-atores brincam com os bonecos, no cuidado com que os fazem descer do escorrega ou nas caras vou-desmaiar-de-contentamento que apresentam. Pode soar estranho, mas quando era mais pequena uma das razões pelas quais gostava da aproximação do Natal eram os anúncios de jogos ou brinquedos (nem falo daqueles folhetos da Toys ''R'' Us a roçar o estatuto de lista telefónica), e nem me importava sequer de assistir a longos intervalos com marcas a tentarem impingir-me os seus produtos. É óbvio que agora já não gosto de publicidade (aliás, fiquei traumatizada a partir do momento em que o Hugh Laurie fez um anúncio para a L'Oréal. TÃO estranho (estranheza possivelmente acentuada pelo aparecimento do seu intermitente sotaque)). Ainda assim, confesso que quando no outro dia (e por razões completamente justificad

Pão-de-Ló de Ovar (Húmido)

Quando estava viciada no fluff de claras acabava por utilizar com grande frequência meio litro de claras por dia. Não era só eu que comia, e como toda a gente adorava acabava sempre por fazer em maior quantidade (diga-se de passagem que nunca sobrava nada). Claro que utilizar esta quantidade de claras a partir de ovos inteiros seria impensável, portanto passava regularmente pelo Celeiro ou arranjava da Makro para reabastecer. Entretanto a febre do fluff passou. Continuo a adorá-lo, mas já não uso meio litro de claras - e visto que no dia-a-dia como ou utilizo ovos inteiros, as idas ao Celeiro deixaram de precisar de ser tão regulares. Agora apareceu a nova receita de crepioca , que leva 1 ovo e 1 clara. O padrão repete-se: não sou só eu que como, e como tal continuo a fazer em maior quantidade. E as gemas vão-se acumulando.  Não tenho ido ao Celeiro e a quantidade que uso não justifica comprar uma embalagem de claras inteira, o que me deixa com imensos mini-recipientes com vári

Crepioca (Crepe de Polvilho Azedo) (Sem Glúten e Lactose, Sem Açúcar/Gordura Adicionados, Saudável, Paleo)

Talvez tenham reparado que ultimamente o blog anda a 'falhar' com receitas menos saudáveis. Isto acontece porque antes guardava novas receitas de sobremesas para experimentar no fim-de-semana, e aí punha em prática duas ou três, tirava fotografias às que não eram repetidas e saíam bem, escrevia a receita e depois guardava tudo até decidir publicar - e só a parte de as cozinhar ocupava-me quase todo o Sábado.  Como podem imaginar, quando chega o fim-de-semana a coisa que mais apetece não é bem passar um dia inteiro na cozinha, que era mais ou menos o que eu fazia (e depois para compensar passava 10h a trabalhar em coisas que tivesse de fazer no Domingo). Só um bolo de aniversário, por exemplo, com camadas, creme e cobertura, demorava horas a ser feito, e juntando tudo o resto não me sobrava muito tempo. Ultimamente tenho andado mais 'preguiçosa' nesse campo - e isto não quer dizer que tenha deixado de comer coisas pouco saudáveis de vez em quando, quer apenas dize

Panquecas de Fruut (com Sabor a Tarte de Maçã) (Saudável, Sem Açúcar/Gordura Adicionada, Sem Lactose)

Há imensas receitas/conjugações que são particularmente famosas e estão constantemente a ser divulgadas nas redes sociais. Entre elas estão panquecas de banana e ovo, papas de aveia com banana, banana com manteiga de amendoim, banana com canela e gelado de banana congelada. Acho que o elo comum é bastante óbvio; a banana é uma espécie de estrela na comunidade saudável. Como provavelmente sabem fui de férias recentemente, e a primeira coisa que fiz quando cheguei ao destino foi ir ao Lidl (que é igual em todo o lado, já agora, menos no preço das nozes - não achei piada nenhuma a este favoritismo por nuestros hermanos ). Após, entre outras coisas, carregar  o carrinho com quark suficiente para aguentar por uns tempos, dirigi-me à caixa - e foi aí que vi uns pacotes de banana desidratada de uma marca que não conhecia (assim como todas as marcas do Lidl). Na minha inocência, fiquei curiosa e comprei um. Num dos dias seguintes lembrei-me de a ter comprado. Estava curiosa, abri o paco