Avançar para o conteúdo principal

Preparação de Refeições #23 - Feijoada de Feijão Preto com Couve Galega e Farofa




Já publiquei durante a semana duas receitas que usei nas últimas refeições que preparei: a da feijoada e a da farofa. Hoje venho apenas dar umas dicas quanto à preparação da couve, e mostrar alguns dos ingredientes que usei :)

Nesta semana houve direito a 3 tachos :P

Em primeiro lugar, a parte principal: feijoada :)
 Os ingredientes da feijoada são muito básicos. Usei o feijão preto já cozido, de lata:

Comprei no E. Leclerc, mas já se sabe que há em qualquer supermercado
Claro que seria preferível usar feijão seco e demolhar e cozer em casa (mais por uma questão ambiental do que outra coisa, porque os de lata também não têm aditivos que não sal e possivelmente especiarias), mas não tinha grande tempo.

De resto, os ingredientes são os do costume, só acrescentei tofu; como disse no post em que partilhei a receita, não é obrigatório usarem, mas eu optei por fazê-lo porque gosto e queria adicionar um pouco mais de proteína às refeições. O feijão em si não é tão rico quanto isso nesse aspeto, tendo cerca de 5g de proteína por 100g (cozido).

O tofu que usei
Penso que já tinha mostrado este tofu antes, a propósito de outras refeições. Não seria a minha primeira escolha, porque como vem em porções pequenas - cada embalagem tem 2 blocos com 125g cada um - acaba por ser mais caro, mas é o que normalmente há no E. Leclerc (que é onde eu costumo ir). No Continente, por exemplo, há uns blocos de tofu da Seara que têm 500g cada um e ficam bem mais em conta!

Fica o rótulo, caso estejam interessados :)
Desviando as atenções para a farofa...
Já a gabei o suficiente quando publiquei a receita, mas ficou mesmo boa em conjunto com a feijoada, achei o sabor fantástico! Os ingredientes são ainda mais simples que os da feijoada, a única coisa a que eventualmente não estamos tão habituados aqui em Portugal é a farinha de mandioca (mais conhecida como farinha de pau). Eu usei esta:


Comprei no E. Leclerc, mas hoje em dia já se encontra em praticamente qualquer supermercado. 

Ingredientes
O único ingrediente é farinha de mandioca, o que não é propriamente surpreendente num produto que se chama 'farinha de mandioca' - mas podem agradecer-me pelo facto de terem passado a saber que mandioca se diz 'manioc' em francês :P

E por fim: a maravilhosa couve galega < 3
Mais uma vez não sabia muito bem que vegetal utilizar, porque nada me parecia combinar bem com a feijoada. Depois ocorreu-me fazer uma espécie de 'couve mineira', que se usa muito com este prato no Brasil, e ainda bem que me lembrei disso - ficou incrível! Eu usei a couve já lavada e cortada para caldo verde:

Comprei no Continente, acho que dá para perceber :P 
Apenas a cozi um bocadinho em água com sal e escorri. Num tacho à parte coloquei alguns dentes de alho picados e um fio de azeite, levei a lume baixo até o alho dourar e nessa altura juntei a couve e salteei um pouco. Eu sou suspeita porque adoro basicamente qualquer couve salteada em alho e azeite, mas ficou tão boa! E é uma forma bastante prática e rápida de inserir vegetais numa refeição :)

O prato da praxe
Como muitas vezes feijoada aquecida e já sei que fica ótima, mas de início receei que a farofa pudesse ficar pior nos dias seguintes - o que por acaso não aconteceu, achei que ficou muito boa na mesma! Caso prefiram podem aquecer numa frigideira, mas sinceramente acho que não há necessidade, fica quase igual no microondas :)

A couve também ficou maravilhosa aquecida, e estou a pensar seriamente em fazer uma boa dose dela de vez em quando para ter no frigorífico. Acho que fiquei viciada :P

Comentários

  1. Adorei a sugestão de preparação das refeições e fiquei de olho nessa couve, tenho que experimentar!
    Beijinhos,
    Espero por ti em:
    strawberrycandymoreira.blogspot.pt
    http://www.facebook.com/omeurefugioculinario
    https://www.instagram.com/marysolianimoreira/

    ResponderEliminar
  2. Hummmmm adoro......obrigada pela partilha...bjs e boa semana

    ResponderEliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares deste blogue

As Panquecas Perfeitas! (Saudável, Sem Gordura Adicionada, Sem Glúten)

Desde que tenho o blog já experimentei muitas receitas de panquecas, e já publiquei várias delas. Algumas foram particularmente bem-sucedidas: as de aveia com quark, as de weetabix e as de coco já foram feitas (e aprovadas) por muita gente que me veio dar o seu feedback.
Outras tornaram-se em clássicos por aqui, e foram repetidas imensas vezes por mim desde que as publiquei; é o caso das panquecas com aveia de sabor e das de aveia e centeio.
Mesmo as panquecas de abóbora, uma das últimas receitas que publiquei, foram bastante apreciadas (por mim e por quem já experimentou e partilhou a sua opinião).
E gostei bastante de todas estas receitas, até porque só publico no blog coisas de que tenha gostado realmente. Mas, as receitas antigas que me desculpem, hoje não venho partilhar uma receita de panquecas 'boa', nem sequer muito boa. Hoje venho partilhar A receita, capaz de revolucionar por completo a forma como vêem as panquecas.
Apenas as fiz hoje, mas tive de publicar rapidamen…

Papas de Aveia com Claras (com aveia de sabor) (Saudável, Sem Lactose*, Sem Açúcar/Gordura Adicionados)

Já ouvi relatos mirabolantes de desastres na cozinha. Mesmo sendo óbvio que esta é basicamente um aglomerado de aparelhos potencialmente perigosos, continua a surpreender a quantidade de histórias incríveis que sobre ela há: seja sobre panelas de pressão a explodir ou desastres no fogão que originam mini incêndios, praticamente toda a gente tem algumas histórias para contar nesta divisão. Considerando isto, acho que até tenho tido alguma sorte. Tirando os óbvios e nada originais cortes e queimaduras, não me aconteceu nada de especial. A menos que consideremos... O incidente do gelado frito. Tudo começou com um inocente pedido de gelado frito para sobremesa num restaurante chinês. Tinha começado há pouco a cozinhar mais sobremesas, apenas com bolos simples, e decidi depois replicar a receita em casa, o que requeria um tacho de óleo a ferver e a necessidade de colocar e retirar rapidamente bolas de gelado deste para que não derretessem - nada fora do comum até aqui, portanto. Por muito…

Pudim Flan Proteico (Saudável, Sem Açúcar/Gordura Adicionados)

Se antes tinha um ódio de estimação por gelatina, de tal forma que o cheiro me deixava enjoada (especialmente quando quente), num passado recente os meus gostos nesse campo deram uma volta de 180 graus. Isto ocorreu em grande parte devido às gomas de fruta caseiras, que faço várias vezes por semana e consumo diariamente. Até acertar com a receita tive algumas 'fornadas' sofríveis que, confesso, custaram a acabar - mas depois de chegar à fórmula ideal nunca mais olhei para trás, e ando há meses viciada nas minhas gominhas, sem sinal de mudança à vista :)  Desta forma, não é de estranhar que me veja encorajada a fazer mais experiências com gelatina entre os ingredientes. Ultimamente, e em particular depois do sucesso do leite creme proteico, andava com a ideia de fazer uma espécie de pudim flan instantâneo mesmo simples: apenas leite, whey e gelatina para solidificar. Se por um lado me parecia que uma ideia tão simples estava a pedir para ser testada, por outro custava-me acre…