Avançar para o conteúdo principal

Preparação de Refeições #24 - Arroz de Frango no Forno com Vegetais Salteados



As refeições que preparei para esta semana já não são propriamente novidade, uma vez que já publiquei a receita do arroz de frango no forno. Assim sendo, hoje venho só partilhar alguns detalhes acerca do que fiz, como já é costume :)

Comida da semana :D (Ou metade, vá - só como 1 refeição destas por dia)

O arroz < 3
Fiquei mesmo fã do arroz, é uma daquelas comidas práticas que nunca me lembro de fazer mas são deliciosas. Além disso, é bastante fácil de preparar; se são daquelas pessoas que não gostam de comer comida aquecida é o ideal para vocês, porque podem simplesmente guardar o arroz e o frango no frigorífico (em recipientes separados) e apenas colocar no tabuleiro e levar ao forno na altura da refeição. Fica como se fosse feito na hora e não dá trabalho nenhum na altura :)

*Os componentes*

O arroz que usei
Já tinha dito na receita que usei arroz vaporizado, mas fica aqui a foto. Comprei no E. Leclerc e é da marca deles, mas há em qualquer supermercado.

Para este género de pratos uso sempre arroz vaporizado, porque é mais durinho e não fica melado nem pastoso. Eu sei que agora anda por aí o mito de que o basmati ou integral é o único arroz saudável, mas honestamente sugiro que ignorem esse tipo de sensacionalismo. Eu pessoalmente prefiro o basmati, mas se vocês não gostam e andam a comer por sacrifício a pensar que é mais saudável... Repensem as vossas escolhas :P

Aqui está ele: soltinho, tal como eu disse :D

E o belo do recheio < 3 Agora a ver a imagem lembrei-me de fajitas, mais alguém? :P
O frango assim preparado é muito versátil, pelo que caso queiram variar podem usar só uma parte no arroz e guardar o resto para refeições diferentes durante a semana; deve ficar ótimo como recheio de omeletes, por exemplo, ou em sandes, numa lasanha de crepiocas,... Até como recheio de um calzone, de pizza, de rissóis ou de empadas. Costumo fazer estas 4 coisas com o preparado para pizza proteica da EU Nutrition, que além de ter bons ingredientes é fácil de preparar e é delicioso! Caso estejam interessados, podem comprar aqui, e como tenho uma parceria com a marca o cupão euavela15 dá-vos 15% de desconto.

Continuando, as duas primeiras camadas: arroz e frango

Já com a camada final de arroz, antes de ir ao forno :)
E por fim, a parte dos vegetais :)
Usei esta mistura congelada:

Também comprei no E. Leclerc (que, não sei se já repararam, é o meu supermercado preferido. Caso estejam curiosos, o segundo é o Lidl, e sim, eu tenho um ranking de supermercados :P)

Ingredientes
Ao comprar este género de misturas sugiro que leiam bem os ingredientes; há algumas que tem açúcar e óleos adicionados, e mesmo estando estes presentes em pequenas quantidades acho que não há necessidade quando há tantas alternativas. A mistura que usei só tinha vegetais, e depois incluía umas saquetas com molho que não usei - temperei antes ao meu gosto.

Para preparar os vegetais apenas coloquei um pouco de azeite num wok (podem usar uma frigideira, um tacho,...), deixei aquecer e juntei a mistura ainda congelada. Depois fui mexendo até os vegetais estarem cozidos :)

É uma opção prática para quando não há tempo para comprar vegetais frescos, lavá-los e cortá-os. E é bastante rápida de preparar - eu fiz logo para a semana toda e depois aqueci no microondas, mas caso prefiram podem tirar uma porção do saco em cada refeição e cozinhar apenas os vegetais para comer nessa altura, também não demora muito tempo.

Em alternativa, e ainda dentro da questão da falta de tempo, também há misturas de vegetais frescos (na zona refrigerada dos supermercados) que são boas para desenrascar, caso não sejam fãs de vegetais congelados :)

O prato :)
Ficou tudo muito bom! Apesar de preferir usar vegetais frescos, também gostei desta mistura. Foi mais uma ótima dose de refeições :) Amanhã já sai nova ronda, desta vez com peixe. Depois partilho tudo :D

Comentários

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Produtos #91 - Pudins Proteicos do Lidl (Baunilha/Chocolate)

Hoje o post é sobre a febre do momento: os pudins proteicos do Lidl :P Para quem não está a par, há algumas semanas começaram a aparecer nos supermercados portugueses da cadeia Lidl uns pudins proteicos muito parecidos aos da Ehrmann. Estão disponíveis em duas versões: baunilha e chocolate . Cada pudim ( 200g ) tem cerca de 150kcal e 20g de proteína e custa 0.99€ . Não têm açúcar adicionado , e são isentos de lactose e de glúten .  Por vezes recebo comentários a referir que o teor de açúcar não é nulo (4g/100g) , mas é importante referir que este açúcar é naturalmente presente . Os iogurtes naturais não adoçados têm uma quantidade de açúcar semelhante. Outro ponto importante a referir é que a proteína também vem do leite , que é uma fonte de qualidade (por ser completa, ao contrário por exemplo do colagénio ou glúten). Antes que fiquem excessivamente entusiasmados, devo dizer que encontrá-los não é tarefa fácil: a procura anda ao nível dos skyr na altura em que foram lançados (

Madalenas Sem Açúcar

Tenho a tradição de testar uma receita nova de cada vez que recebo ou compro uma nova forma. Por vezes as ideias são muitas e não é fácil escolher, mas quando a My Tup Love  me enviou esta forma não houve sequer um momento de indecisão: forma de madalenas pede madalenas :D  Juntei o útil e agradável, e usei na receita a recentemente lançada aveia de custard. O seu aroma docinho a lembrar bolos com limão não podia ser mais adequado para o efeito :)  Madalenas Sem Açúcar Para 6 madalenas Ingredientes : [  1 ovo [  50g de quark natural [  25ml de leite [  75g de farinha de aveia com sabor (usei a de custard da EU Nutrition , que tem um saborzinho a limão fantástico; podem encomendar com 15% de desconto usando o cupão euavela15 no site) [  1 colher de café de fermento Preparação : | Bater o ovo com o quark durante dois ou três minutos. | Baixar a velocidade para o mínimo e adicionar o leite, batendo apenas até este estar incorporado.  | Juntar a farinha e o fermento envolver com uma espát

Bolo de Spéculoos

  Com quase dois meses de atraso, venho deixar a receita do bolo que fiz para o meu aniversário. Mais pequeno que o habitual, tendo em conta a situação pandémica na altura (nos últimos dois anos não tive muita sorte com o timing do meu dia de anos). Para compensar, fi-lo em modo *overdose de spéculoos*: spéculoos  alegram qualquer situação :D O recheio foi improvisado à última da hora: tinha planeado fazê-lo com natas batidas e creme de spéculoos, mas aqueci o creme para ficar mais fluido e a temperatura fez com que as natas coalhassem. Fiquei sem o único pacote de natas que tinha, mas felizmente sou  exagerada  precavida e tinha meia dúzia de frascos do creme de barrar.  Acabei por desenrascar um recheio misturando-o com o pudim de caramelo da Ehrmann como base, o que de resto prova a minha tese de que há poucas coisas que não se resolvam com um pudim de caramelo da Ehrmann :P Foi tudo pelo melhor, porque ficou delicioso! Deixo a receita para que possam experimentar :)  Bolo de Spécul