Avançar para o conteúdo principal

Produtos #90 - Caseína (Bolacha Maria / Oreo / Chocolate)


Hoje venho falar-vos de um dos produtos acerca dos quais recebo mais perguntas: caseína. A caseína é uma proteína presente no leite, que é frequentemente extraída e vendida como um pó adoçado e aromatizado

Assim como a whey, é um suplemento que existe em vários sabores e pode ser útil no dia-a-dia por ser uma fonte proteica prática e versátil: a maioria das pessoas tem dificuldade em consumir quantidades ótimas de proteína, e juntar um scoop de whey/caseína a um copo de leite ou incluí-las numa receita (de papas, panquecas, bolos,...) pode ser uma ótima ajuda.

As suas semelhanças com whey e as frequentes questões que me são colocadas acerca da diferença entre os dois produtos levaram-me a partilhar no blog um post a comparar as duas. Nesse post podem ler a explicação completa, com imagens ilustrativas do impacto de cada um dos concentrados proteicos na textura das receitas. De uma forma breve, a diferença nutricional é que a whey é de absorção rápida e a caseína é de absorção lenta, e a diferença nas receitas é que a whey deixa a textura mais líquida e a caseína a deixa mais espessa/aveludada, tipo mousse.

Como já referi nesse post, as minhas caseínas de eleição são as da EU Nutrition. Gosto muito dos sabores da marca; são autênticos, doces na medida certa e nada enjoativos. Já experimentei algumas de outras marcas mas nenhuma me encheu as medidas, normalmente têm um aftertaste muito forte e não sabem ao que prometem :P

Visto que sou afiliada da marca, se quiserem fazer encomendas no site o cupão euavela15 dá-vos 15% de desconto e ofertas. Deixo o link dos produtos:

- Caseína em pote de 1 ou 2kg (sabor disponível: chocolate)
- Caseína em saco de 500g (sabores disponíveis: chocolate, bolacha maria e EU Cookies)

E passo a deixar a minha opinião sobre cada um dos sabores, sem nenhuma ordem especial porque adoro igualmente todos :P Deixo também sugestões específicas para cada um deles!

Chocolate



Este aroma é o 'veterano' da marca; há cerca de um ano era o único que existia. Depois teve direito a uma mudança de visual, e ainda a uma versão em saco e dois irmãzinhos para lhe fazer companhia no formato: bolacha maria e EU Cookies (oreo). 

Se me seguem há mais tempo lembrar-se-ão da minha obsessão pelo produto. Quando descobri o milagre da sua textura espessa fiquei viciada, e algumas receitas tornaram-se clássicos por aqui:

Mousse proteica - só com água, cacau e caseína, por muito incrível que pareça!

Os mesmos ingredientes, em versão brigadeiros. Aqui polvilhados com whey...

 
E aqui com amêndoa granulada e coco :)


Versão creme, com mais líquido. Ótimo para comer à colher...

Ou para usar como topping de outras receitas! Aqui temos um belo gelado de banana :)

A ornamentar um bolinho de cenoura no microondas

Por solidificar com o tempo e o frio, também faz um efeito engraçado em coberturas! Aqui podem vê-lo por cima de um semifrio de chocolate proteico

Estas eram as minhas receitas de eleição quando chocolate era o único elemento da gama. Além da textura ótima, também gosto do aroma a chocolate do produto; é menos intenso e menos doce que o da whey de chocolate da mesma marca, e fica interessante em sobremesas de sabor mais moderado, especialmente combinado com cacau.

Quando os novos elementos (bolacha maria e EU Cookies) chegaram ao site, experimentei usá-los nas mesmas receitas, mas sem sucesso: a textura nunca ficou igual. Apesar de continuarem a ter a caraterística de deixar a textura das receitas mais densa, quando os misturei com água ou leite apenas ficaram demasiado líquidos - nada perto da textura de mousse da caseína original, de chocolate.

Honestamente, deprimi um bocadinho e fiquei logo a pensar que ia ser uma tortura gastar os pacotes, mas depois a desilusão resultou numa revolução dos meus usos preferidos para a caseína: surgiram...

As Sobremesas Proteicas no Copo

A ideia d'As Sobremesas Proteicas no Copo é muito simples: juntar quark com caseína, incluir alguns outros ingredientes para dar umas vibes de sobremesa (bolacha maria embebida em café, por exemplo), levar ao frigorífico e deixar a magia acontecer.

Parece simples - e é! - mas resulta surpreendentemente bem. Podem saber tudo em mais detalhe neste post, onde reuni algumas das sugestões mais emblemáticas. A proporção base anda sempre em volta de 15g de caseína por 100g de quark.

A descoberta levou-me a reinventar a mousse de chocolate proteica, numa versão com quark (em vez de água):

Aqui com mini suspiros

A textura fica com as clássicas bolhinhas de ar, mas um pouco menos densa que na versão com água. É uma bela mousse :D

Desde que comecei a fazer estas sobremesas no copo, praticamente não faço a mousse antiga. Sinceramente, nem sei muito bem se ainda resulta - é possível que, a par do surgimento dos novos sabores, a caseína de chocolate tenha sofrido uma reformulação e também não tenha a mesma textura de antes, estando por isso mais semelhante às outras. Digo isto porque cheguei a receber mensagens de pessoas que não conseguiam atinar com a mousse ou os brigadeiros só com caseína, cacau e água. Penso que pode ser esse o motivo; eu nunca cheguei a experimentar essas receitas desde a mudança de visual.

De resto, esta mudança também me incentivou a experimentar novas receitas; nomeadamente, a testar a caseína de chocolate num bolo de forno:

Os fudge brownies proteicos que publiquei há pouco :D

A experiência correu muito bem; de facto, enquanto a whey seca os bolos, a caseína permite deixá-los mais macios. Apenas têm de ter cuidado para não os cozer demais, nesse caso nem a caseína vos safa :P O ideal é mesmo usá-la em bolos que não demorem muito a cozer e fiquem ainda húmidos, e preferencialmente que tenham bastante gordura (neste caso usei manteiga de amendoim) e pouca farinha (neste caso não usei nenhuma).

Acho que já chega de sugestões para a de chocolate - é hora de deixar os mais novos brilhar:

Bolacha Maria


Eu disse que adorava igualmente todos os sabores, mas quando começo a pensar neste a minha resolução de os tratar igualmente começa a vacilar :P É muito bom: diria que o sabor a bolacha é consensual, sem nenhum aftertaste desagradável. E tem um ligeiro toque de sal que a torna particularmente viciante!

Não é novidade que adoro os produtos com aroma de bolacha maria na EU Nutrition, e a verdade é que além de deliciosos são particularmente versáteis. Ficam ótimos quer simples, quer combinados com café ou canela, por exemplo. Não é por isso de surpreender que tenha feito um vasto leque de copinhos com a caseína de bolacha maria:

Bolo de bolacha no copo (camadas alternadas de quark com caseína e bolacha maria embebida em café)


Versão fora do copo :P A única diferença foi ter usado o quark hiperdenso do Aldi :D

Versão fora do copo XXL :P Também com quark hiperdenso!

Ficou muito bom! E o creme espesso dá para o fazer particularmente bonitinho :P


A mesma base com raspas de chocolate pelo meio, para fazer uma espécie de quark de stracciatella proteico semicaseiro

Ficou delicioso :D Foi o que me manteve sã na quarentena, quando não tinha acesso aos kvargs da Lindahls :P

A minha 'serradura proteica': o creme de quark e caseína do costume, alternado com bolacha maria esmigalhada

O facto de a bolacha ser pulverizada faz toda a diferença na textura! O resultado fica bastante diferente do bolo de bolacha no copo :)

Sanduíches geladas proteicas. Consistem no creme de quark e caseína, feito com o quark do Aldi (que é mais espesso), ensanduichado entre duas bolachas maria embebidas em café. Levei ao congelador um par de horas para ficarem bem fresquinhas et voilà :)

Cookie dough, uma receita já significativamente diferente que publiquei neste post. Os ingredientes principais são manteiga de amendoim e caseína de bolacha maria. Fica muuuito bom :D

E a textura densa permite fazer bolinhas a partir do cookie dough, deliciosas e surpreendentemente simples de fazer :)

Outra receita mais elaborada: tiramisu proteico < 3

EU Cookies (Oreo)


Apesar de a achar menos versátil, por ter um sabor mais específico, também aprecio muito a caseína de EU Cookies. Sabe ligeiramente a oreo, embora não seja tal e qual - é difícil captar o sabor num pó, ainda mais num concentrado proteico sem adição de açúcar. Mas dentro do possível, julgo que cumpre o que promete! 

Tem um sabor achocolatado, mas claramente menos intenso que o da caseína de chocolate, e é bem docinha. Felizmente, não sabe a whey nem adoçantes (provei a caseína do mesmo sabor da Prozis e só me sabia a edulcorante, além de ser farinhenta - uma amostra chegou-me, fico-me por esta :P). Também tem o sal no ponto, o que considero que faz toda a diferença: claro que não é salgada, mas não é insossa e desenxabida como a de algumas outras marcas. Ajuda imenso a copiar o aroma das bolachas! 

Por uma questão de completitude, partilho também algumas sugestões que fiz com este sabor de caseína, embora qualquer uma das sugestões que deixei para a caseína de bolacha maria funcione em versão oreo com esta - de resto, as sugestões que vou deixar seguem exatamente essa receita :P

Senão vejam: bolo de bolacha no copo em versão oreo, com as bolachas maria de cacau da Cuétara

*baba*

Mousse de oreo, que consiste no creme do costume (quark + caseína de oreo) com pedacinhos de oreo pelo meio e por cima :D

*mais baba*

Sanduíches geladas proteicas em versão oreo, novamente com bolacha maria de chocolate

Ainda quero experimentar outras receitas com esta caseína - por exemplo, uma versão de oreo do cookie dough, com pedacinhos de oreo pelo meio. Mas por agora são estas as sugestões que vos deixo, até porque o post já vai longo :P

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Produtos #91 - Pudins Proteicos do Lidl (Baunilha/Chocolate)

Hoje o post é sobre a febre do momento: os pudins proteicos do Lidl :P Para quem não está a par, há algumas semanas começaram a aparecer nos supermercados portugueses da cadeia Lidl uns pudins proteicos muito parecidos aos da Ehrmann. Estão disponíveis em duas versões: baunilha e chocolate . Cada pudim ( 200g ) tem cerca de 150kcal e 20g de proteína e custa 0.99€ . Não têm açúcar adicionado , e são isentos de lactose e de glúten .  Por vezes recebo comentários a referir que o teor de açúcar não é nulo (4g/100g) , mas é importante referir que este açúcar é naturalmente presente . Os iogurtes naturais não adoçados têm uma quantidade de açúcar semelhante. Outro ponto importante a referir é que a proteína também vem do leite , que é uma fonte de qualidade (por ser completa, ao contrário por exemplo do colagénio ou glúten). Antes que fiquem excessivamente entusiasmados, devo dizer que encontrá-los não é tarefa fácil: a procura anda ao nível dos skyr na altura em que foram lançados (

Produtos #69 - Pudins Proteicos da Ehrmann (Caramelo, Baunilha, Chocolate e Chocolate-Coco)

Hoje o post é sobre os famosos pudins proteicos da Ehrmann. Sempre que partilho fotos deles recebo perguntas, é infalível - seja acerca do rótulo, do preço, do sabor, dos locais de compra,... Desta forma, achei que o melhor seria escrever um post sobre eles e acabar com as dúvidas de uma vez por todas :) Começo pelas informações básicas: Locais de Compra Para já, os pudins estão disponíveis em poucas superfícies comerciais: fisicamente apenas os encontram nas lojas  Auchan e Primebody Nutrishop (há três, todas em Lisboa). Podem ainda encomendar online pelos respetivos sites, auchan.pt e primebodynutrishop.com . A cadeia Auchan só faz envios para algumas partes do território nacional, mas a Primebody envia para todo o país. Se optarem por encomendar pelo Auchan , os portes ficam a 5,90€ ; que eu saiba são fixos (acho que não há nenhum valor a partir do qual o envio seja grátis). No site da Primebody os portes ficam a 3,99€ , e são grátis para encomendas a part

Papas de Aveia com Claras (com aveia de sabor) (Saudável, Sem Lactose*, Sem Açúcar/Gordura Adicionados)

Já ouvi relatos mirabolantes de desastres na cozinha. Mesmo sendo óbvio que esta é basicamente um aglomerado de aparelhos potencialmente perigosos, continua a surpreender a quantidade de histórias incríveis que sobre ela há: seja sobre panelas de pressão a explodir ou desastres no fogão que originam mini incêndios, praticamente toda a gente tem algumas histórias para contar nesta divisão. Considerando isto, acho que até tenho tido alguma sorte. Tirando os óbvios e nada originais cortes e queimaduras, não me aconteceu nada de especial. A menos que consideremos... O incidente do gelado frito . Tudo começou com um inocente pedido de gelado frito para sobremesa num restaurante chinês. Tinha começado há pouco a cozinhar mais sobremesas, apenas com bolos simples, e decidi depois replicar a receita em casa, o que requeria um tacho de óleo a ferver e a necessidade de colocar e retirar rapidamente bolas de gelado deste para que não derretessem - nada fora do comum até aqui, portanto. Po