sábado, 4 de julho de 2015

Gelado de Caju e Baunilha (Saudável, Vegan, Sem Lactose, Sem Glúten, Paleo)


Agora que está uma temperatura de matar por abafo as pessoas começam a arranjar maneiras de sobreviver. Ventoinhas, ar condicionado, gelados, bebidas frias, viagens ao Polo Norte - é tudo válido nesta tentativa de dissipar energia. E agora, mais do que nunca, começam a aparecer  relatos dos 'beneficiados'.
Que são os 'beneficiados'?, perguntam vocês. São pessoas que têm a casa fria no verão e quente no inverno. Gente com sorte e um bom isolamento, portanto. 
Confesso que tenho alguma inveja destas pessoas. A minha casa desde cedo manifestou um planeamento inteligente, sendo gelada no inverno e uma estufa abafada no verão, de tal maneira que no início de junho começo a receber um monte de telefonemas de aglomerados de musgo que se querem instalar por aqui. Oferecem-se para ficar até dezembro e depois sacrificam-se para fazer um presépio. 
Como devem perceber, não é a coisa mais agradável do mundo. Valem-me as ventoinhas, melhores aparelhos alguma vez inventados - incluindo aquela que já caiu 20 vezes, tem arame a toda a volta para segurar as partes que encaixam e encrava irritantemente, ficando a fazer barulho de ventoinha avariada até alguém lhe dar uma empurradela. 
E valem-me também receitas como estas - gelados saudáveis, fresquinhos e cremosos. Porque nada sabe melhor que um gelado num dia de calor :)
(Tirando um vidro duplo num dia de calor. Ou um balde de água fria num dia de calor.)






Gelado de Caju e Baunilha (Saudável, Vegan, Sem Lactose, Sem Glúten, Paleo)
Para 4 doses (4 copos de 200ml cheios)

Ingredientes:
[  200g de cajus crus (demolhados, com água em excesso, durante a noite anterior, cerca de 8 a 12h)
[  500ml de leite (vegetal ou não, pode ser magro)
[  2 colheres de sopa de óleo de coco
[  20g de mel ou maple syrup
[  1 colher de chá de extrato de baunilha (opcional)
[  1 pitada de sal (opcional)

Preparação:
| Coar os cajus demolhados, descartar a água e secar bem com um pano ou papel absorvente.
| Triturar num robot de cozinha, numa liquidificadora ou num processador de alimentos potente os cajus com o leite, o óleo, o mel (ou maple syrup), a baunilha e o sal até não haver grãos e a textura ser suave, aveludada e sem bocadinhos de caju a passear. Para me certificar, e uma vez que odiaria um gelado ganuloso, fi-lo durante cerca de 8 minutos, mas depende da eficácia da máquina e basta provar para ver.  
| Congelar (eu pus em cuvetes de gelo e recomendo, com a maior área de contacto congela mais rápido, formam-se menos cristais e é mais fácil triturar) até estar completamente sólido, pelo menos*. 
| Retirar o creme do recipiente onde foi congelado e colocar de novo num robot de cozinha/liquidificadora/processador. Processar até ter uma consistência cremosa de gelado. 

*Podem deixar durante vários dias neste estado de latência, assim têm gelado de reserva (como os 10kg de rodelas de banana que eu tenho em espera).




Eu não estava nada à espera que isto corresse bem, porque a minha última tentativa de transformar uma coisa sólida numa coisa cremosa resultou numa tarte de framboesa e chocolate super crocante (e horrível). MAS, e com a ajuda da não-presença do meu processador de alimentos mal intencionado, ficou mesmo delicioso e superou o meu cepticismo.
Não tem textura grumosa nem estranhamente quente (como previ injustamente que tivesse). Sabe a caju (pleasant undertones de caju, mais especificamente) e a baunilha, além de ser bastante doce para a quantidade de mel que leva (não olhem-só-para-a-minha-intolerância-a-açúcar-doce: suficientemente doce). E a baunilha, também tem gosto a baunilha. É muito bom e a textura é fantástica, cremosa e leve! Fica branquinho e sabe a Epá, mas sem as chicletes manhosas.
Agora percebi a fama do caju em sobremesas do género e acho que vou experimentar mais! Impera é a necessidade de uma máquina que triture bem, senão talvez não valha a pena fazer. Acabam por ficar muitos pedacinhos que tornam a textura muito estranha. Também não me arriscava usar a varinha mágica, mas isso é porque a minha é um bocado da idade da pedra.
Experimentem, é delicioso! Podem sempre juntar outras coisas que não baunilha para dar sabor. Sugiro que acompanhem com o caramelo paleo ;)
_________________________________________________________________________
Informação Nutricional (por 1 dose)
Energia: 331kcal
Proteínas: 10.1g
Hidratos de Carbono: 23.0g
-       Dos quais açúcares: 9.5g
Lípidos: 24.3g (but hey, it´s heart-healthy!)
-          Dos quais hidrogenados: 0.0g
-     Dos quais saturados: 6.1g
Fibra: 1.9g
Sódio: 70mg

     A informação nutricional engloba uma porção (neste caso, corresponde a 180g, 1 dose, 1 copo, 200ml ou 1/4 da receita). Está sujeita a erro humano e a alguma imprecisão, mas deverá apresentar valores próximos do valor real. Para a versão vegan deve ser utilizado maple syrup e não mel. Para a versão sem lactose o leite deve ser vegetal.
_________________________________________________________________________

19 comentários:

  1. Parece ser muito saboroso , e saudável ! Vou experimentar !! ;D

    ResponderEliminar
  2. Para além de me deliciar com o teu texto, tenciono experimentar o que promete vir a ser um delícia!

    Beijinhos. Bom fim de semana.
    Nina

    ResponderEliminar
  3. Olá Avelã!
    Eu me divirto tanto com seus textos!!! rsrs Amei a idéia da viagem ao Pólo Norte, confesso que já tive essa vontade por aqui! Quando o calor chega nas bandas de cá, eu tenho vontade de instalar minha cama dentro da geladeira, uma pena que não cabe! rsrs
    Esse gelado me parece uma alternativa efetiva e...deliciosa!!!
    Beijos e ótimo final de semana pra ti! =)

    ResponderEliminar
  4. Gosto imenso de gelados e este além de ser saudável ficou tão cremoso! Gostei muito :)
    Bjs

    ResponderEliminar
  5. Um geladinho é tudo o que apetece com este calor :)

    ResponderEliminar
  6. Eu adoro gelados. Ainda agora ao jantar consolei-me com um que a minha mãe fez mas calórico :D Esta é uma óptima opção, até posso trocar os cajus por amêndoas, que achas? E fazia com leite de amêndoa vegetal...
    Beijinho e bom fim-de-semana querida*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os «calóricos» também são bons :D nunca comi gelado caseiro não saudável (feito por mim), deve ser bom :)
      Sim, acho que com amêndoas deve ficar bom! Agora apetece-me experimentar com todos os tipos de frutos secos, até, apesar de caju ser o mais neutro e branquinho. Amêndoa sem casca deve ficar bem :) ainda por cima amêndoa por 2 frontes?... Gelado de torrão?! :P
      O leite pode ser um qualquer, apesar de alterar um bocado o sabor (o que pode ser uma coisa boa) :)
      Beijinhos e bom resto de domingo! :)

      Eliminar
  7. Não gosto muito de caju, mas adoro, adoro o sabor e aroma de baunilha!!! De certeza que ficou delicioso esse gelado ^_^
    Beijinho

    Recanto com Tempero
    http://recantocomtempero.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  8. parece-me muito bem :p
    adorava experimentar :p
    bjs
    carla
    http://cromasdacozinha.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  9. Que sugestão fresca e deliciosa. Perfeita para o verão. Beijos.

    ResponderEliminar
  10. Ficou bem cremoso! Nestes dias quentes gelados e refrescos caseiros é o que sabe melhor!

    ResponderEliminar
  11. Lá que tem aspecto de ser bom =)
    Tenho mesmo que experimentar fazer gelado em casa =)

    Beijocas

    ResponderEliminar
  12. Olá avelã... Eu por acaso sou uma sortuda, porque a minha casa é muito fresquinha no Verão e quentinha no Inverno, tudo o que se quer :-) Sério, é mesmo bom! (foi só para meter nojo agora :-)) eheheheh!
    Gelados no Verão e mesmo no Inverno vêem mesmo a calhar... Quero muito experimentar o teu de banana que já decorei a receita, só me falta congelar bananas, é uma coisa que não tenho hábito fazer (embora tenha algum receio porque eu só tenho varinha mágica e não processador) mas vou experimentar a ver como fica, pode é não ficar tão cremoso como dizes!
    As fotos são muito sugestivas deste teu gelado e agora já acredito que quando te referes ao doce/muito doce estás certíssima! O que eu adorei o teu pudim de ovos avelã... Mesmo! Todos em casa gostaram (como te escrevi) e não era demasiado doce o que para mim é excelente e como adoro!

    Beijinhos***

    ResponderEliminar
  13. Ate hoje só fiz três tipos de gelados (não sei em que mundo estou a viver :P): gelado de banana (descobri essa maravilha aqui :P), gelado de oreo e gelado de meloa (daqueles tipo calippo).
    Agora vais-me obrigar a ir comprar cajus para fazer este :D (que já agora não faço a mínima ideia onde comprar cajus crus)
    Há uns tempos tinha uma estranha obsessão com natas batidas. era uma doideira. natas batidas com fruta, natas batidas com bolacha, natas batidas com bolo, natas batidas com natas batidas :D
    E este gelado só me fez lembrar natas batidas, e receio que tenha acordado esse monstro que vive dentro de mim e anseia por natas batidas :P
    Será que fica bom com geleia de agave?
    A minha casa é gelada no verão e gelada no inverno, menos o meu quarto, é um forno no verão e um gelo no inverno (penso muitas vezes se será algum tipo de castigo :D). Uma das vantagens de teres gatos é que no inverno eles aquecem-te os pés (ou então querem que tu lhes aqueças os pés a eles :P).
    No sábado vou à procura de cajus crus e vou definitivamente experimentar este gelado. Depois se ficar viciada venho aqui reclamar :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pelo lado positivo, foram 3 belíssimos tipos de gelados :D de meloa soa muito bem :P
      Cajus crus encontro no Lidl e no Continente, mas os do Continente estão sempre meio podres. Acho que também há no Pingo Doce daquela marca com um nome esquisito que nem consigo escrever. E depois há nalgumas lojas de produtos naturais ou online, mas não é preciso tanto :)
      A sério, natas batidas? Nunca gostei especialmente, mas também nunca comi sem ser em bolo de bolacha :P
      É melhor alimentares esse monstro antes que ele devore o teu cérebro. ;)
      Sim, geleia de agave deve ser igualmente bom :)
      Tiveste imensa sorte na atribuição de divisão :P eu acho que é por «ougares» a Shizuka :D
      Sim, no Inverno deve saber bem! Mas no Verão eu pedia uma providência cautelar, aquele pelo quente todo... D:
      Experimenta e depois diz :D é muito bom :D

      Eliminar
    2. Olá! Acho que agora estou de volta às andanças da internet :P
      Tenho muitos comentários atrasados para fazer nos teus posts, mas vou começar por aqui que foi onde parei antes de ir de férias!
      Já experimentei este magnifico gelado :D Acabei por encontrar os cajus no continente (não sei como não os tinha visto antes porque até estão muito visíveis, enfim...) e escolhi a embalagem que tinha os cajus com melhor aspecto (tens razão quanto a estarem alguns meio podres), mas estou muito triste... O gelado ficou uma maravilha dos deuses (baba baba baba), mas não consegui assim uma textura muito cremosa :(( Ficou assim uma espécie de batido mais grossinho. Ainda tenho uma cuvete de gelo com um restinho, por isso vou experimentar a triturar menos (acho que talvez tenha ficado mais liquido porque triturei muito).
      Mas que este gelado é assim uma grande maravilha é. Fartei-me de dizer que fiz um gelado de cajus da avelã e todos engelhavam o nariz: "gelado de caju?". Mas acho que depois da primeira colherada se arrependeram de duvidar do gelado de caju :P

      Eliminar
    3. Bem-vinda de volta ;)
      Adoro os teus comentários :D
      A sério? Que bom! :D
      Os cajus do Continente são meio estranhos :P
      Quanto a ficar cremoso... Acho que o que podias fazer era levar um bocado ao congelador depois de estar pronto. Pouco tempo para ficar mais «gelado», ou mesmo até ficar mais duro (mas não duro-que-nem-uma-pedra-congelado) e depois trituras de novo (se tiveres paciência, triturar 3 vezes não é para todos - mas sabes como é o ditado :P). Como demora algum tempo a ficar com a textura certa pode derreter um bocado, especialmente se o processador não for muito potente. Eu também quase bebi o meu no fim, demorei muito tempo a tirar fotos :P, mas antes disso estava mesmo tipo soft serve (que para mim é a consistência ideal de gelado).
      Ainda bem que gostaste :D pelo menos a lição importante está dada. O gelado de caju é um gelado muito confiável :D «gelado de caju» tem uma sonoridade cómica, se calhar é por isso :P

      Eliminar
    4. Olá :D
      Já cresci mais um palmo, não são todos os dias que se recebem elogios da avelã ;)
      Mas eu retribuo o elogio, porque também Adoro os teus comentários :D
      Quanto ao gelado, triturei 3 vezes (sim, sou demasiado teimosa) e adivinha lá? Ficou uma maravilha :DD Ainda melhor :) Consegui quase quase uma consistência igual à tua (o que já é um grande progresso :P)
      É difícil dizer gelado de caju sem um sorriso porque realmente mete mesmo piada :P Mas que é bom é!
      (P.S.: Sabes que quando estava a triturar essas 3 vezes decidi por uma espátula na trituradora para "desencravar" um bocadinho de gelado que estava lá a chatear. Péssima ideia. Triturei gelado e a ponta da espátula ihihih Depois tive de andar à pesca dos bocadinhos de plástico que andavam escondidos no gelado :D)

      Eliminar
    5. Ainda bem que ficou bom, nada como persistência :D
      Não sei porque é que ainda insistem na foleirice do «batata frita» para tirar fotos (sim, vi mesmo recentemente pessoas a dizer isso, como se tirar fotos não fosse constrangedor o suficiente), «gelado de caju» é muito mais eficaz :P
      Às vezes a tentação é dar uma ajuda, mas normalmente paro o processador :P Pelo menos conseguiste pescar os pedaços e comer o gelado... Já estive para deitar um bolo (que deu um trabalhão desgraçado, diga-se) fora porque me lembrei de uma agulha que era suposto estar na «área de trabalho» e desapareceu :P

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...