Avançar para o conteúdo principal

Waffle de Banana com Skyr (Saudável, Sem Açúcar Adicionado, Sem Gordura Adicionada, Sem Glúten)


Há uns tempos recebi da derovo algo que nunca tinha experimentado, claras de ovo em pó. É um produto com potencial: após aberto dura muito mais do que as claras (mesmo as pasteurizadas) e hidratando o pó podemos em teoria fazer tudo o que fazemos com as próprias claras. Admito que mesmo assim estava um pouco cética - pensei que talvez na prática as coisas não funcionassem tão bem, especialmente tratando-se de receitas mais delicadas.
Depois de algumas coisas mais básicas, como omeletes, decidi pôr o produto à prova utilizando-o para fazer fazer papas de aveia com sabor, uma das receitas mais exigentes com as claras (não costuma funcionar com claras retiradas diretamente do ovo!). Para minha surpresa resultou muito bem - e então, num surto de coragem que este sucesso proporcionou, experimentei também bater as claras em pó hidratadas em castelo. 
E pronto, esta é a curta história de como risquei mais um item da minha lista de coisas a fazer antes de morrer: ver claras em pó (é muito mais agradável do que parece) e batê-las em castelo. Eu, que nem sequer tinha uma lista de coisas a fazer antes de morrer.
Sugiro que experimentem: de certeza que também está na vossa lista. Mesmo que ainda não tenham descoberto. ;)




Waffles de Banana com Skyr

Ingredientes:
[  1 banana média (100g)
[  30g de aveia
[  1 skyr (150g; podem substituir por outro iogurte bem simples)
[  5g de claras em pó (1 colher de chá muito bem cheia; usei as da fullprotein)*
[  30ml de água

Preparação:
| Utilizando um processador, uma liquidificadora ou uma varinha mágica, triturar todos os ingredientes (banana, aveia, skyr, claras e água).
| Colocar a massa numa forma de waffles (ou outra, desde que o tamanho seja adequado) e levar ao forno pré-aquecido a 180 graus durante cerca de 20 minutos (o tempo pode variar de acordo com a forma usada, claro).

*Podem usar 1 clara normal em vez das claras em pó e omitir a água.


Achei o sabor dos waffles muito agradável e diferente do costume: nota-se bem o travo do iogurte, porque os skyr têm um sabor algo forte tirando os do Continente que são horríveis, e por isso ficam a saber a danoninho de banana :P Soa estranho, mas é delicioso, confiem em mim. ;)
A textura também é incrível, lembra uma queijada (e vocês sabem que não é à toa que eu digo que alguma coisa parece uma queijada, sobremesa detentora da melhor textura de todo o sempre)!
____________________________________________________________________________
Informação Nutricional (por meio waffle)
Energia: 154kcal
Proteínas: 12.3g
Hidratos de Carbono: 24.8g 
-       Dos quais açúcares: 9.5g
Lípidos: 1.2g 
-          Dos quais hidrogenados: 0.0g
-     Dos quais saturados: 0.2g
Fibra:  2.8g
Sódio: 31mg

     A informação nutricional engloba uma porção (neste caso, corresponde a 1 dose ou metade da receita). Os valores estão sujeitos a erro humano e a alguma imprecisão, mas deverão estar próximos do valor real. 
____________________________________________________________________________

Comentários

  1. Vou ter que experimentar, mesmo! Beijinho

    ResponderEliminar
  2. Mas que aspecto maravilhoso
    http://retromaggie.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. Que aspecto delicioso, eu adoro crepes mas confesso que o meu coração tem preferência pelos waffles :D
    https://asreceitasdamaegalinha.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  4. Para além de terem um ar adorável ainda ter aspeto de ser bem fofinhos de textura :D

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Produtos #91 - Pudins Proteicos do Lidl (Baunilha/Chocolate)

Hoje o post é sobre a febre do momento: os pudins proteicos do Lidl :P Para quem não está a par, há algumas semanas começaram a aparecer nos supermercados portugueses da cadeia Lidl uns pudins proteicos muito parecidos aos da Ehrmann. Estão disponíveis em duas versões: baunilha e chocolate . Cada pudim ( 200g ) tem cerca de 150kcal e 20g de proteína e custa 0.99€ . Não têm açúcar adicionado , e são isentos de lactose e de glúten .  Por vezes recebo comentários a referir que o teor de açúcar não é nulo (4g/100g) , mas é importante referir que este açúcar é naturalmente presente . Os iogurtes naturais não adoçados têm uma quantidade de açúcar semelhante. Outro ponto importante a referir é que a proteína também vem do leite , que é uma fonte de qualidade (por ser completa, ao contrário por exemplo do colagénio ou glúten). Antes que fiquem excessivamente entusiasmados, devo dizer que encontrá-los não é tarefa fácil: a procura anda ao nível dos skyr na altura em que foram lançados (

Produtos #69 - Pudins Proteicos da Ehrmann (Caramelo, Baunilha, Chocolate e Chocolate-Coco)

Hoje o post é sobre os famosos pudins proteicos da Ehrmann. Sempre que partilho fotos deles recebo perguntas, é infalível - seja acerca do rótulo, do preço, do sabor, dos locais de compra,... Desta forma, achei que o melhor seria escrever um post sobre eles e acabar com as dúvidas de uma vez por todas :) Começo pelas informações básicas: Locais de Compra Para já, os pudins estão disponíveis em poucas superfícies comerciais: fisicamente apenas os encontram nas lojas  Auchan e Primebody Nutrishop (há três, todas em Lisboa). Podem ainda encomendar online pelos respetivos sites, auchan.pt e primebodynutrishop.com . A cadeia Auchan só faz envios para algumas partes do território nacional, mas a Primebody envia para todo o país. Se optarem por encomendar pelo Auchan , os portes ficam a 5,90€ ; que eu saiba são fixos (acho que não há nenhum valor a partir do qual o envio seja grátis). No site da Primebody os portes ficam a 3,99€ , e são grátis para encomendas a part

Papas de Aveia com Claras (com aveia de sabor) (Saudável, Sem Lactose*, Sem Açúcar/Gordura Adicionados)

Já ouvi relatos mirabolantes de desastres na cozinha. Mesmo sendo óbvio que esta é basicamente um aglomerado de aparelhos potencialmente perigosos, continua a surpreender a quantidade de histórias incríveis que sobre ela há: seja sobre panelas de pressão a explodir ou desastres no fogão que originam mini incêndios, praticamente toda a gente tem algumas histórias para contar nesta divisão. Considerando isto, acho que até tenho tido alguma sorte. Tirando os óbvios e nada originais cortes e queimaduras, não me aconteceu nada de especial. A menos que consideremos... O incidente do gelado frito . Tudo começou com um inocente pedido de gelado frito para sobremesa num restaurante chinês. Tinha começado há pouco a cozinhar mais sobremesas, apenas com bolos simples, e decidi depois replicar a receita em casa, o que requeria um tacho de óleo a ferver e a necessidade de colocar e retirar rapidamente bolas de gelado deste para que não derretessem - nada fora do comum até aqui, portanto. Po