Avançar para o conteúdo principal

Produtos #77 - Kvarg PRO+ da Lindahls



Hoje o post é sobre a nova gama da Lidahls: kvarg PRO+

Para quem não está atento, é dos lançamentos mais recentes da Nestlé, que tem vindo a consolidar a sua posição de gigante no mundo dos iogurtes proteicos. Trouxe 2 novos sabores de kvarg sólido (limão & bolacha e morango & lima) e 3 novos sabores de kvarg líquido (tropical, banana & noz e framboesa & baunilha).

Face aos kvargs anteriores da marca, estes têm a diferença de ter whey adicionada. Para quem não sabe, tanto a caseína como a whey são proteínas presentes no leite; a whey é a que está naquele soro que por vezes se separa do iogurte, mas a maior parte dos iogurtes proteicos tem principalmente caseína. A whey costuma ser extraída do leite para fazer os populares concentrados em pó; neste caso enriqueceram os iogurtes com whey extra, deixando assim a caseína de ser a proteína mais presente para as duas contribuírem com sensivelmente metade para o total.

A nível nutricional não muda muito: a diferença mais importante entre whey e caseína reside na velocidade de absorção (a whey é absorvida mais rapidamente), mas penso que a nível prático não faz grande diferença neste caso e para a população geral. Também não sou perita no assunto, por isso não me vou alongar :P De resto, os kvargs sólidos têm sensivelmente os mesmos macronutrientes que os anteriores: mais 1g de proteína e o resto muito parecido. Os líquidos têm significativamente mais proteína: 30g (contra 23g).

De resto, a adição de whey faz com que os kvargs fiquem bastante mais líquidos. Pode ser uma desilusão para quem, como eu, gosta da textura bem espessa dos iogurtes proteicos. Por outro lado, se são daquelas pessoas que quase morrem entaladas com eles, esta gama é para vocês :P 

O perfil é, como já era, excecional. Quase nenhuma gordura, apenas os hidratos de carbono e açúcares naturalmente presentes... E bastante proteína, claro :P

São um pouco mais caros: os sólidos custam 1.29€ por embalagem de 150g (contra 1.19€ dos anteriores) e os líquidos 2.09€ por embalagem de 345g (contra 1.99€ dos anteriores). Frequentemente encontram em promoção a respetivamente 0.89€ e 1.49€. Os pontos de venda são os do costume: Continente, Pingo Doce, Auchan,...

Segue o meu feedback sobre cada um dos novos sabores :)

Kvargs Sólidos


1º - Limão e Cookies





Acho que a ideia deste sabor é lembrar cheesecake de limão. Aliás, na Suécia existe esta gama pro+ com 3 sabores: cheesecake de limão, tarte de morango e lima, e muffin de mirtilo. Claramente, os dois primeiros sabores são estes, que foram estranhamente traduzidos para 'limão e bolacha' e 'morango e lima'. Vá-se lá perceber :P

(Nem comento o facto de terem deixado o muffin de mirtilo de fora :'()

Continuando: de facto parece-me aludir a um cheesecake bem fresquinho. O sabor a limão é bastante forte e autêntico, sem travos artificiais. Aliás, apesar de ser fã dos kvargs antigos da Lindahls costumo detetar neles um ligeiro sabor a adoçante que não está presente nestes. Parecem-me ter um sabor docinho mais consensual.

Não tem pedaços de bolacha, e sei que muita gente achou que não sabia a bolacha de todo - mas eu pelo menos (não sei se é só a minha imaginação :P) noto um aroma que lembra efetivamente bolacha. No geral, achei o sabor muito bem conseguido.

Agora, a parte má: a textura... Eu que adoro iogurtes super densos vi o meu coração partido em pedaços quando me apercebi de que estes kvargs são muito mais líquidos que os originais. Já estava à espera, porque costumo misturar whey com quark e noto que ela deixa o quark bem menos espesso. Mas ainda assim foi uma desilusão. Se não fosse isso tornar-me-ia consumidora regular, mas para mim a textura ser mais líquida tira-lhes metade do interesse. De tal forma que prefiro ficar-me pelos da gama antiga :P


2º - Morango e Lima





Mais uma vez, há um sabor claramente predominante, neste caso o morango - e vi várias pessoas a referir que não sentiram o sabor da lima. Eu (novamente, talvez seja imaginação a mais :P) achei que se notava um travo, mas de facto é muito ligeiro. Ainda assim, gostei do aroma. Também muito natural, lembra suissinhos :)

A textura é uma desilusão igual, e mais não digo :P



Kvargs Líquidos

Já sabem que não sou a maior fã de iogurtes líquidos, mas não resisto a provar estas novidades :P 

Também estes são mais líquidos que os anteriores, devido à adição de whey - no entanto, neste caso para mim é um ponto positivo. Gosto de iogurtes sólidos densos, mas no caso dos líquidos acho irritante que sejam excessivamente espessos. Perde-se anos de vida a tentar não desperdiçar iogurtes líquidos demasiado densos, porque fica tudo na embalagem (vá, anos também não - só os segundos que demoro até me decidir a ir buscar uma faca, serrar a embalagem e rapar com uma colher).

Para mim, estes têm a textura no ponto. Preferi-os bastante aos anteriores por causa disso, e também gostei dos sabores. Mas mais uma vez, deixo a minha opinião sobre cada um, por ordem de preferência :)

1º - Tropical




Com ananás e cereais tufados, porque adoro a combinação de iogurte líquido com fruta e cereais. Praticamente nunca bebo iogurtes líquidos sozinhos, como-os sempre assim :P
Acho que este era o sabor em relação ao qual tinha menos expectativas, mas surpreendeu: sabe exatamente ao que promete, é fresquinho, e tem um sabor bem doce mas nada enjoativo. Achei mesmo saboroso, e acabou por ser o meu preferido da gama. Como podem ver na foto acima, a consistência é cremosa sem ser demasiado espessa. Ficou ótimo com o ananás e os cereais :)

*all together now*
2º - Banana e Noz




Com cereais-bolachinhas, banana e nozes :)
Quando soube que existia este sabor fiquei simultaneamente curiosa, expectante e reticente. Adoro a dupla banana e noz, mas normalmente quando há dois aromas um deles acaba por ofuscar o outro (como aconteceu nos sólidos) - e como já estava à espera, este iogurte sabe quase só a banana

Ainda assim, gostei bastante. Mais uma vez, não se nota nenhum sabor a adoçante. Não tem o sabor mais natural de sempre: é aquele clássico sabor das gomas/chiclets de banana. Lembra-me de alguns iogurtes infantis. Não achei enjoativo, mas penso que algumas pessoas poderão achar demasiado doce - até porque quase não se nota nenhum sabor a noz, que sendo mais moderado poderia atenuar esta doçura. A textura mais uma vez está no ponto.

A sério, adoro estas misturas. Diverti-me mais do que gostaria de admitir a combinar os sabores dos iogurtes com as frutas e cereais mais adequados :P
3º - Framboesa e Baunilha



Com fruta e cereais, que surpresa :P Mas esmerei-me para terminar em grande, vejam este festival de cores :D
Como já estava à espera, continua a haver um sabor claramente oprimido: este iogurte quase só sabe a framboesa. Se no caso dos iogurtes sólidos ainda consegui uma detetar contribuição significativa de ambos os sabores, os líquidos parecem sofrer mais deste mal. 

Baunilha também é um aroma particularmente leve, pelo que quando compro um iogurte que não é de baunilha *só* já sei ao que vou. Se bem que às vezes os de baunilha *só* também surpreendem pela negativa, c.f. Siggi's de baunilha - mais conhecido por 'o quark que é demasiado doce para ser amargo, mas demasiado amargo para ser doce, e por isso fica estranhamente no limbo entre o doce e o amargo e não presta' :P

De qualquer modo, mentalizem-se que este é um iogurte de framboesa, ponto. Não é um iogurte de framboesa particularmente mau, mas também não é particularmente bom. Achei os outros dois mais saborosos, especialmente o tropical. A textura voltou a agradar-me bastante.


Bónus para os Leitores Resistentes - O Novo Kvarg de Chocolate Branco (Sem Whey! < 3)


É verdade, termino com uma surpresa: se chegaram até aqui têm direito a uma compensação, mais fotos. Leram bem, aquilo de que estavam mesmo a precisar! *Mais* fotos. E *mais* opiniões excessivamente detalhadas, vindas de alguém que nem sequer conhecem pessoalmente, sobre... De todos os assuntos que podia escolher, iogurtes. Aquele tema sempre atual e intelectualmente estimulante sobre o qual todos partilhamos interesse. Sempre demasiado generosa eu. Mas enfim, não precisam de agradecer. É a minha natureza bondosa. ;)

Esta textura sim :D

O kvarg de chocolate branco foi lançado já pós-pandemia, a seguir à gama pro+. Admito que fiquei contente ao saber da novidade: não só por ser um sabor completamente diferente dos outros disponíveis, mas também por significar que a marca vai continuar a lançar sabores na gama antiga. Recentemente confirmaram esta previsão fazendo uma sondagem para escolher o próximo sabor: pêra & baunilha ou mirtilo & baunilha, ambos sem whey. Aguardo ansiosamente qualquer um deles, escusado será dizer :D

...Mas quanto ao de chocolate branco: o preço é o dos antigos, 1.19€ (fora de promoção), e também o perfil nutricional é semelhante ao desses. Não sei se já referi, mas não tem whey adicionada. Já disse que não tem whey adicionada? Porque não tem. *Fogo de Artifício Celebratório*

Encontram nos sítios de sempre: Auchan, Continente,...

Eu já provei e gostei do sabor, mas é bastante leve. Noto de facto um leve cheiro e sabor a chocolate branco, mas não é muito forte. Não sei se diria que o aroma é esse num teste cego. Parece quase o de stracciatella, sem o chocolate - mas também não é exatamente igual. Por mim podia ter um sabor mais forte, mas não desgostei, até porque um iogurte com aquela textura espessa nunca me deixa insatisfeita :P 

O meu preferido da marca continua a ser o de stracciatella, talvez agora seguido por este (praticamente empatado com coco e baunilha).

Agora sim, dou por terminado o já demasiado longo post. Espero que tenham gostado :D

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Produtos #91 - Pudins Proteicos do Lidl (Baunilha/Chocolate)

Hoje o post é sobre a febre do momento: os pudins proteicos do Lidl :P Para quem não está a par, há algumas semanas começaram a aparecer nos supermercados portugueses da cadeia Lidl uns pudins proteicos muito parecidos aos da Ehrmann. Estão disponíveis em duas versões: baunilha e chocolate . Cada pudim ( 200g ) tem cerca de 150kcal e 20g de proteína e custa 0.99€ . Não têm açúcar adicionado , e são isentos de lactose e de glúten .  Por vezes recebo comentários a referir que o teor de açúcar não é nulo (4g/100g) , mas é importante referir que este açúcar é naturalmente presente . Os iogurtes naturais não adoçados têm uma quantidade de açúcar semelhante. Outro ponto importante a referir é que a proteína também vem do leite , que é uma fonte de qualidade (por ser completa, ao contrário por exemplo do colagénio ou glúten). Antes que fiquem excessivamente entusiasmados, devo dizer que encontrá-los não é tarefa fácil: a procura anda ao nível dos skyr na altura em que foram lançados (

Produtos #69 - Pudins Proteicos da Ehrmann (Caramelo, Baunilha, Chocolate e Chocolate-Coco)

Hoje o post é sobre os famosos pudins proteicos da Ehrmann. Sempre que partilho fotos deles recebo perguntas, é infalível - seja acerca do rótulo, do preço, do sabor, dos locais de compra,... Desta forma, achei que o melhor seria escrever um post sobre eles e acabar com as dúvidas de uma vez por todas :) Começo pelas informações básicas: Locais de Compra Para já, os pudins estão disponíveis em poucas superfícies comerciais: fisicamente apenas os encontram nas lojas  Auchan e Primebody Nutrishop (há três, todas em Lisboa). Podem ainda encomendar online pelos respetivos sites, auchan.pt e primebodynutrishop.com . A cadeia Auchan só faz envios para algumas partes do território nacional, mas a Primebody envia para todo o país. Se optarem por encomendar pelo Auchan , os portes ficam a 5,90€ ; que eu saiba são fixos (acho que não há nenhum valor a partir do qual o envio seja grátis). No site da Primebody os portes ficam a 3,99€ , e são grátis para encomendas a part

As Panquecas Perfeitas! (Saudável, Sem Gordura Adicionada, Sem Glúten)

Desde que tenho o blog já experimentei muitas receitas de panquecas, e já publiquei várias delas. Algumas foram particularmente bem-sucedidas: as de aveia com quark , as de weetabix e as de coco já foram feitas (e aprovadas) por muita gente que me veio dar o seu feedback . Outras tornaram-se em clássicos por aqui, e foram repetidas imensas vezes por mim desde que as publiquei; é o caso das panquecas com aveia de sabor e das de aveia e centeio . Mesmo as panquecas de abóbora , uma das últimas receitas que publiquei, foram bastante apreciadas (por mim e por quem já experimentou e partilhou a sua opinião). E gostei bastante de todas estas receitas, até porque só publico no blog coisas de que tenha gostado realmente. Mas, as receitas antigas que me desculpem, hoje não venho partilhar uma receita de panquecas 'boa', nem sequer muito boa. Hoje venho partilhar A receita, capaz de revolucionar por completo a forma como vêem as panquecas. Apenas as fiz hoje, mas tive de p