Avançar para o conteúdo principal

Semifrio de Baunilha e Canela Proteico


Enquanto fã da combinação que sou, andava há algum tempo a pensar em fazer uma versão de baunilha e canela dos semifrios do costume
Quase nem foi preciso pensar nas alterações: cereais de canela da base, whey de baunilha no recheio, canela na cobertura. Tão óbvias e simples que não sei como não fiz isto antes.
Mas mais vale tarde do que nunca, por isso ontem saiu da minha cozinha este semifrio estrondoso - e hoje deixo a receita, para que possa aparecer pelas vossas cozinhas também :D





Semifrio de Baunilha Proteico

Ingredientes:

Para a base
[  100g de cereais (usei os de canela da EU Nutrition; o cupão euavela15 dá-vos desconto + ofertas no site)
[  1 colher de sopa de mel (cerca de 12g; também podem usar geleia de agave ou outro adoçante líquido)
[  2 colheres de sopa de azeite (cerca de 12g)
[  Água (se necessário; usei cerca de 2 colheres de sopa)

Para o recheio
[  8 folhas de gelatina
[  Água fria
[  50ml de água quente
[  100ml de claras de ovo
[  500g de quark (queijo fresco batido; podem usar outro iogurte, desde que bem espesso)
[  100g de whey (usei a de gelado de baunilha da EU Nutrition; existe em saquetas de 500g e em potes de 1 ou 2kg. Em ambos têm desconto + ofertas com o cupão euavela15, e os potes maiores costumam ter ofertas acumuláveis)

Preparação:

Para a base
| Utilizando um processador de alimentos, triturar os cereais, reduzindo-os a um pó fino.
| Transferir para uma malga e adicionar o mel e o azeite, misturando bem. Juntar um pouco de água se a textura estiver demasiado seca (a mistura deve ficar coesa quando pressionada).
| Colocar o preparado numa forma pequena (usei uma com cerca de 20cm de diâmetro), distribuindo-o uniformemente pela base e pressionando com as mãos para que fique compacto.
| Levar ao forno pré-aquecido a 180 graus durante cerca de 10 minutos. Deixar arrefecer.

Para o recheio
| Demolhar as folhas de gelatina em água fria seguindo as instruções da embalagem (demolhei as minhas durante 10 minutos).
| Espremer bem as folhas, retirando o máximo de água possível.
| Colocar os 50ml de água quente numa malga à parte. Juntar a gelatina espremida, mexendo até esta derreter (em princípio o calor da água basta, mas se necessário podem levar ao microondas a potência média para acabar de derreter).
| À parte, utilizando uma batedeira elétrica, bater as claras em castelo. Batendo sempre, juntar o quark, depois a whey e por fim a gelatina dissolvida na água quente.
| Colocar esta mistura por cima por cima da base (já fria).
| Levar o semifrio ao frigorífico durante pelo umas horas (para que solidifique).
| Polvilhar com canela quando estiver sólido.



A receita é muito básica, mas o resultado fica incrível. É uma sobremesa perfeita para os dias quentes! A base crocante contrasta na perfeição com o recheio, tão fresco e fofinho que parece uma nuvem - e o sabor clássico e docinho a baunilha encaixa na textura como se tivesse nascido para isso. É uma sobremesa dos deuses e tem um perfil nutricional fantástico, além de ser muito simples de fazer! Experimentem :D
____________________________________________________________________________
Informação Nutricional (por uma fatia)
Energia: 151kcal 
Proteínas: 20.1g 
Hidratos de Carbono: 13.0g 
-       Dos quais açúcares: 6.5g 
Lípidos: 2.3g
-          Dos quais hidrogenados: 0g
-     Dos quais saturados: 0.4g 
Fibra:  1.8g 

     A informação nutricional engloba uma porção (neste caso, corresponde a uma fatia ou 1/8 da receita)Os valores estão sujeitos a erro humano e a alguma imprecisão, mas deverão estar próximos do valor real. As doses consideradas são meramente exemplificativas; as porções reais devem ser adaptadas por cada um às suas necessidades pessoais.
____________________________________________________________________________

Comentários

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Produtos #91 - Pudins Proteicos do Lidl (Baunilha/Chocolate)

Hoje o post é sobre a febre do momento: os pudins proteicos do Lidl :P Para quem não está a par, há algumas semanas começaram a aparecer nos supermercados portugueses da cadeia Lidl uns pudins proteicos muito parecidos aos da Ehrmann. Estão disponíveis em duas versões: baunilha e chocolate . Cada pudim ( 200g ) tem cerca de 150kcal e 20g de proteína e custa 0.99€ . Não têm açúcar adicionado , e são isentos de lactose e de glúten .  Por vezes recebo comentários a referir que o teor de açúcar não é nulo (4g/100g) , mas é importante referir que este açúcar é naturalmente presente . Os iogurtes naturais não adoçados têm uma quantidade de açúcar semelhante. Outro ponto importante a referir é que a proteína também vem do leite , que é uma fonte de qualidade (por ser completa, ao contrário por exemplo do colagénio ou glúten). Antes que fiquem excessivamente entusiasmados, devo dizer que encontrá-los não é tarefa fácil: a procura anda ao nível dos skyr na altura em que foram lançados (

Produtos #69 - Pudins Proteicos da Ehrmann (Caramelo, Baunilha, Chocolate e Chocolate-Coco)

Hoje o post é sobre os famosos pudins proteicos da Ehrmann. Sempre que partilho fotos deles recebo perguntas, é infalível - seja acerca do rótulo, do preço, do sabor, dos locais de compra,... Desta forma, achei que o melhor seria escrever um post sobre eles e acabar com as dúvidas de uma vez por todas :) Começo pelas informações básicas: Locais de Compra Para já, os pudins estão disponíveis em poucas superfícies comerciais: fisicamente apenas os encontram nas lojas  Auchan e Primebody Nutrishop (há três, todas em Lisboa). Podem ainda encomendar online pelos respetivos sites, auchan.pt e primebodynutrishop.com . A cadeia Auchan só faz envios para algumas partes do território nacional, mas a Primebody envia para todo o país. Se optarem por encomendar pelo Auchan , os portes ficam a 5,90€ ; que eu saiba são fixos (acho que não há nenhum valor a partir do qual o envio seja grátis). No site da Primebody os portes ficam a 3,99€ , e são grátis para encomendas a part

As Panquecas Perfeitas! (Saudável, Sem Gordura Adicionada, Sem Glúten)

Desde que tenho o blog já experimentei muitas receitas de panquecas, e já publiquei várias delas. Algumas foram particularmente bem-sucedidas: as de aveia com quark , as de weetabix e as de coco já foram feitas (e aprovadas) por muita gente que me veio dar o seu feedback . Outras tornaram-se em clássicos por aqui, e foram repetidas imensas vezes por mim desde que as publiquei; é o caso das panquecas com aveia de sabor e das de aveia e centeio . Mesmo as panquecas de abóbora , uma das últimas receitas que publiquei, foram bastante apreciadas (por mim e por quem já experimentou e partilhou a sua opinião). E gostei bastante de todas estas receitas, até porque só publico no blog coisas de que tenha gostado realmente. Mas, as receitas antigas que me desculpem, hoje não venho partilhar uma receita de panquecas 'boa', nem sequer muito boa. Hoje venho partilhar A receita, capaz de revolucionar por completo a forma como vêem as panquecas. Apenas as fiz hoje, mas tive de p