sábado, 14 de maio de 2016

Bolo com Chantilly e Morangos

Acho que já vos saturei com mencionei aqui o facto de que, no geral, a minha família prefere bolos simples aos mais elaborados, com cremes. Aliando isso ao também-mencionado facto de que gosto de fazer bolos de camadas, conseguirão obter uma ideia do constante dilema que se dá por aqui (sendo que o argumento final por excelência é 'quem faz os bolos é que decide', adivinhem da parte de quem... ;)). 
Não, por algum momento, se entreguem ao engano de achar que isto significa que eu tenho jeito para decorar bolos de camadas. Pelo contrário - não só não tenho queda para tal como costumo demorar imenso tempo e, dependendo dos dias, até envolver alguns desastres no processo. Hoje vou falar-vos de um deles, até agora o pior.
Certo dia, para um evento (não relacionado com culinária), decidi fazer um bolo de camadas. Ia decorá-lo no próprio dia de manhã antes de sair de casa, e para decoração ocorreu-me utilizar pasta de açúcar, um material trabalhoso com o qual nunca tinha lidado nem previa ter jeito para usar - tudo normal até aqui, portanto.
Fiz duas camadas de bolo tipo pão de Ló, recheei com ovos moles e cobri com a pasta de açúcar, fazendo uma decoração simples - branca com uns feitiozinhos de outras cores, que a minha motricidade fina não dá para mais - que até não ficou mal. Claro que, sendo a primeira experiência, demorei algum tempo, principalmente para fazer a camada branca que cobriu o bolo todo e se revelou extremamente difícil de transportar sem durante o processo se desfazer toda, isto já depois de tirar o bolor ao rolo da massa que não usava há séculos (ups).
No fim fiquei bastante satisfeita com o resultado: não estando nada de especial, também não estava feio de todo. A esta hora estarão se tiverem lido o texto até aqui a perguntar-se onde está o desastre, por isso vou satisfazer-vos a curiosidade. Quando acabei de decorar o bolo, comecei a arrumar todas as coisas que estavam na mesa onde o recheei e estendi a pasta de açúcar. Então apercebi-me de que tinha desaparecido uma agulha que lá pousara há pouco.
Depois de tanto tempo perdido com ele, olhei para o bolo com um olhar horrorizado. Além de não poder, obviamente, oferecer a ninguém um bolo com uma agulha infiltrada, também não podia usá-lo para satisfazer o meu eterno sonho de esmagar uma sobremesa contra a cara de alguém, sob pena de lhe furar um olho. Todo um drama.
Entre pânico e pensamentos suicidas Eventualmente encontrei a agulha no meio do chão, para grande alívio meu. Podem alegar que se encontrei a agulha não foi desastre nenhum, mas, pela honra da minha quasi paragem cardíaca naqueles minutos, acreditem em mim: foi.
Apesar de ter provavelmente descoberto a origem da tradição da estatueta no bolo rei (uma maneira muito original de encobrir o erro, verdade seja dita), foi uma coisa para esquecer: até hoje, nunca mais toquei em pasta de açúcar.
Claro que, para mal da minha família, pasta de açúcar e bolos de camadas são coisas diferentes...





Bolo com Chantilly e Morangos 
Adaptado daqui

Ingredientes:
Para o bolo:
[  9 ovos
[  300g de açúcar
[  150g de farinha

Para a cobertura:
[  400ml de natas bem frias (as minhas preferidas são as da marca 'Agros')
[  6 colheres de sopa de açúcar
[  Morangos cortados em cubos/fatias (a gosto)

Preparação:
Para o bolo:
| Separar as gemas das claras e colocar as últimas no recipiente de uma batedeira elétrica.
| Bater as claras em castelo. Sempre a bater e pouco a pouco, adicionar as gemas, o açúcar e a farinha.
| Dividir a massa por duas formas sem buraco do mesmo tamanho e antiaderentes (ou untadas e enfarinhadas) e levar ao forno pré-aquecido a 180º até que os bolos estejam cozidos (deve demorar por volta de 20 minutos; aconselho a que troquem os tabuleiros a meio para que nenhum dos bolos fique mais tostado).

Para a cobertura e 'montagem' do bolo:
| Bater, com uma batedeira elétrica, as natas com o açúcar até que estejam volumosas, consistentes e leves (em chantilly). Dividir por dois recipientes e misturar metade dos morangos num deles .
| Colocar uma das camadas do bolo num prato grande. Espalhar em cima a metade de chantilly a que foram adicionados morangos.
| Cobrir com a outra camada do bolo. Decorar com o restante chantilly e finalizar com a outra metade de morangos.
| Refrigerar.



Este bolo é mesmo fantástico. Não sei se conhecem (claro que conhecem!) aqueles bolos de fruta que há à venda em praticamente qualquer pastelaria, mas este fica parecido (ainda que seja melhor, obviamente ;)). Os elementos combinam todos na perfeição - o bolo fresco e fofo, o chantilly leve, cremoso e doce na medida certa e os morangos que, bem, são morangos! Já fiz duas vezes este ano, ambas as vezes como bolo de aniversário, e foi muito apreciado. Na verdade, este 'ódio' da minha família em relação aos bolos de camada só é válido para alguns, geralmente os que têm 'creme de manteiga' como recheio. Tanto este como o bolo alemão, que é recheado com creme de pasteleiro, são sempre elogiados, até porque ficam muito bons e nada enjoativos, ao contrário dos comuns bolos de camadas! Dos meus bolos de aniversário favoritos, sem dúvida.

26 comentários:

  1. Tinha ficado de olho nesse bolo quando o vi na receita a partir da qual te inspiraste e agora fiquei outra vez com água na boca. Mas ainda não sei se tenho coragem para pôr a mão na massa... ai mas parece tão bom... talvez tenha... bem, para o próximo aniversário acho que tento :)

    Já agora, para uma psicomotricista foi muito bom ler o termo "motricidade fina" ;)

    ResponderEliminar
  2. Esse é dos bolos mais simples e melhores que existem! Não sou nada fã de pasta de açúcar! Nem de usar nem de comer bolo com pasta de açúcar! Não sei porquê mas parece que não me sabem tão bem! Por isso prefiro-os com coberturas assim simples! E o teu está lindo! Ri-me a partir com o teu episódio da agulha! Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Este é aquele tipo de bolo que nunca nos deixa ficar mal: fofo e delicioso!
    O chantilly e os morangos dão-lhe o toque fresco, adoro! Olha que para uma desajeitada, como dizes ser, ficou muito bonito!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Hahaha desastres e aventuras à parte saiste-te muito bem com este bolinho que hoje nos trazes :) Ficou lindo e delicioso de certeza!
    Beijinho
    asreceitasdamaegalinha.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  5. Oh! Pá! A parte da agulha é uma verdadeira história de terror! (Já agora,oque fazia a dita agulha na mesa da cozinha?) -lição a retirar - agulhas e cozinha, nunca casam bem!
    Já o bolinho, parece-me excelente. Nada de deixar passar a época dos morangos sem devidamente a explorar.
    Bom domingo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não fiz o bolo na mesa da cozinha, fi-lo numa outra mesa grande... E até tinha ido buscar a agulha, se bem me lembro, para ajudar a cortar a pasta de açúcar :P

      Eliminar
  6. Que perdição! Lindo, fofo e ainda por cima com morangos ;)
    Beijinho

    Recanto com Tempero
    http://recantocomtempero.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  7. O bolo ficou lindo e o recheio está perfeito e tão alto ( os meus ficam uma autentica desgraça). Pão de ló com chantily e morangos é sempre uma delícia e o teu está de babar!
    Bjn
    Márcia

    ResponderEliminar
  8. Quem resiste a um bolo lindo desses? Hummmmmmmm...!
    Combinação perfeita de ingredientes, bolo lindo!

    Beijos, ótima semana! ♥

    ResponderEliminar
  9. O bolo ficou com um aspeto fabuloso, adorei!!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  10. Ia tão bem essa fatia a acompanhar aqui o meu chá =)
    *Imagino o instante de loucura, desespero, e "nem sei que faça" na hora da agulha perdida. Já me aconteceu não saber de uma agulha e sei bem o desespero e, mais ainda no risco de poder estar num bolo. Ufa!

    Postagem deliciosa e a família e feliz e de barriguinha satisfeita.
    bj amg

    ResponderEliminar
  11. SE há bolo que eu gosto são estes frescos com chantilly e morangos. E aqui entre nós, prefiro mil vezes este bolo assim recheado do que se fosse com pasta de açúcar. Confesso que ficam muito bonitos mas na pasta eu nem lhe toco porque não gosto e como não quero deitar nada fora, prefiro nem os fazer :)
    Beijinhos ...
    Guloso qb

    ResponderEliminar
  12. O bolo ficou lindo e aposto que delicioso!
    Beijinhos,
    Espero por ti em:
    strawberrycandymoreira.blogspot.pt
    http://www.facebook.com/omeurefugioculinario

    ResponderEliminar
  13. Que bolo mais apetitoso, adoro estes bolos com natas e fruta, são tão simples mas tão frescos e saborosos. Tenho que te gabar a coragem de decidires trabalhar com pasta de açúcar, é realmente difícil e eu não teria coragem de o fazer, ainda por cima assim quase na hora de o levar para uma festa. Sou tua fã! :P
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  14. Uma fatia para mim se faz favor ;)
    Que óptimo aspecto Avelã. Mnham....
    Bjinhos

    http://bimbysaboresdavida.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  15. Lol o que me fartei de rir com o teu "desastre".... bolas tenho a certeza que o meu coração parava também!
    Gosto de usar pasta de açúcar, mas confesso que não lhe consigo tocar. Os meus miúdos, gulosos que só eles, pedem-me sempre bolos de aniversário com pasta de açúcar.... e eu faço-lhes a vontade :D
    Mas o que gosto mesmo é bolo com camadas também... de preferência recheados com custards.... sou doida por cremes! lol
    Este teu ficou bem lindo!
    Beijinhos
    Marta

    ResponderEliminar
  16. Ficou mesmo bem bonito, mas sou como a tua malta... prefiro assim sem creme, mas húmidos à mesma lol
    Vá, tirava-lhe a camada do meio de chantili e deixava-lhe os morangos =)

    Beijocas

    ResponderEliminar
  17. Sinceramente também prefiro oso bolos simples, mas este teu esta com um aspeto delicioso... ai os "desastre".... hehehe. Bjs

    ResponderEliminar
  18. Que aventura :P O bolo ficou com óptimo aspecto!

    ResponderEliminar
  19. Eu também faço parte da galera que prefere os bolos simples, apesar de os com frutas dar água na boca, como este da sua foto. Gosto de bolos de fubá, de milho, de maizena... hummmmm
    rsrs como sempre, não tem como não rir do seu relato rsrs. Não sei se é pior o quase infarto de não achar a agulha ou a frustração de não poder enfiar o bolo na cara de alguém rsrs (sabe que também tenho essa vontade?). Ainda bem que a encontrou no chão... imagino a agonia do instante.

    Abraços esmagadores e feliz dia.

    ResponderEliminar
  20. Esta com um aspeto delicioso!!

    http://loveskitchen-mycooking.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  21. Está perfeito! É dos bolos/recheios preferidos cá de casa.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  22. Não sou fã deste tipo de bolos também porque não gosto de Chantilly nem sou fã de morangos mas parti-me a rir com a história. Estou a imaginar o teu pânico. Ah ah ah.

    uniquemacau.blogspost.com

    ResponderEliminar
  23. Iria muito bem um pedaço deste bolo. Amo frutas e os morangos é uma charme só nesta linda massa.
    Bjs

    Tânia Camargo

    ResponderEliminar
  24. Uauuu!
    Mas que belo bolinho.
    Essa fatia linda dá vontade de comer :)
    Beijinhos

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...