Avançar para o conteúdo principal

Preparação de Refeições #63 - Massa com Grão-de-Bico, Batata, Frango e Couve Lombarda



Desta vez o post sobre as refeições semanais vem um pouco atrasado, porque não tive tempo de o escrever no domingo. Quase se podia escrever sozinho, tendo em conta que faço sempre as mesmas coisas - mas não, pelo menos para já parece que ainda tenho de vir eu aqui fazer a dissertação semanal sobre refogados :P

E por falar em refogados, apreciem-me esta bela massinha que fiz para os almoços da semana passada:

Olhem-me para isto e digam-me se conseguirem que refogados não merecem uma dissertação semanal. Pois. ;)
Visto que continua a haver gente a pedir a receita, aqui vai:

No dia anterior cozi grão-de-bico em água com sal e reservei-o com a água.

No próprio dia piquei cebola, pimentos e alhos, coloquei num tacho com um fio de azeite e levei a refogar a lume baixo. Quando a cebola começou a ficar transparente adicionei tomate picado e um pouco de água de cozer o grão-de-bico. Deixei cozer bem e triturei.

Temperei com sal, acrescentei mais água e juntei peito de frango e batata em pedaços. Quando o preparado voltou a ferver adicionei folhas de couve lombarda. Deixei amolecer e em seguida juntei o grão-de-bico cozido e a massa. Esperei que a massa cozesse e pronto :)

Mais uma não novidade para variar de todas as não novidades que por aqui têm aparecido nos últimos tempos :P


Mas o que conta é que ficou deliciosa :D

Quão reconfortante < 3
Ultimamente tenho usado massa com mais frequência nas refeições semanais. Por norma prefiro arroz, mas os pratos deste género ficam particularmente reconfortantes quando incluem massa - pontos bónus se tiverem batata ou grão-de-bico, e extra pontos bónus se tiverem os três. Escusado será dizer que este inocente pratinho rebentou escalas no que a pratos reconfortantes diz respeito :P

Pessoalmente, acho que os dias de chuva se tornam muito mais toleráveis quando se come uma comidinha destas ao almoço. ;)

Quanto aos jantares, desta vez apenas fiz um prato. Além disto ainda preparei algumas refeições frias para levar na marmita, mas não tive tempo de tirar fotografia e não era nada de novo de qualquer maneira - quando é assim opto por básicos que sei que ficam bons mesmo sem aquecer: bulgur, tofu fumado, cenoura, batata-doce, trigo cozido, tomates cherry,...

O que de facto fiz e teve direito a fotografia foi isto:

Lulas assadas com batata a murro, acompanhadas com grelos
 Já sabem que se abro mão de refogados num prato, é porque esse prato é um assado :P

Bem tostadinho :D
O modo de preparação foi semelhante ao da pota à lagareiro que já fiz várias vezes em semanas anteriores. Cozi os chocos em água sem sal, escorri e reservei num recipiente grande. Cozi as batatas na mesma água, escorri-as, esmaguei-as ligeiramente e coloquei no mesmo recipiente. Acrescentei alho picado, sal e azeite e misturei tudo. Depois foi só colocar no tabuleiro e levar ao forno para dourar :)

O acompanhamento que um prato destes pede
Aqui usei grelos congelados. Apenas cozi em água com sal, escorri bem e salteei em alho e azeite.

Por uma refeição assim vale de facto a pena deixar momentaneamente os refogados :P
Mais uma semana com clássicos, portanto - continuo sem grande tempo para inventar. Os posts não têm tido grande conteúdo ultimamente, mas recebo sempre perguntas e aqui as explicações ficam organizadas. De resto, se são (como eu) fãs de comida tradicional não deixem de aproveitar as sugestões - são realmente pratos deliciosos, simples e nutricionalmente interessantes :)

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Produtos #91 - Pudins Proteicos do Lidl (Baunilha/Chocolate)

Hoje o post é sobre a febre do momento: os pudins proteicos do Lidl :P Para quem não está a par, há algumas semanas começaram a aparecer nos supermercados portugueses da cadeia Lidl uns pudins proteicos muito parecidos aos da Ehrmann. Estão disponíveis em duas versões: baunilha e chocolate . Cada pudim ( 200g ) tem cerca de 150kcal e 20g de proteína e custa 0.99€ . Não têm açúcar adicionado , e são isentos de lactose e de glúten .  Por vezes recebo comentários a referir que o teor de açúcar não é nulo (4g/100g) , mas é importante referir que este açúcar é naturalmente presente . Os iogurtes naturais não adoçados têm uma quantidade de açúcar semelhante. Outro ponto importante a referir é que a proteína também vem do leite , que é uma fonte de qualidade (por ser completa, ao contrário por exemplo do colagénio ou glúten). Antes que fiquem excessivamente entusiasmados, devo dizer que encontrá-los não é tarefa fácil: a procura anda ao nível dos skyr na altura em que foram lançados (

Produtos #69 - Pudins Proteicos da Ehrmann (Caramelo, Baunilha, Chocolate e Chocolate-Coco)

Hoje o post é sobre os famosos pudins proteicos da Ehrmann. Sempre que partilho fotos deles recebo perguntas, é infalível - seja acerca do rótulo, do preço, do sabor, dos locais de compra,... Desta forma, achei que o melhor seria escrever um post sobre eles e acabar com as dúvidas de uma vez por todas :) Começo pelas informações básicas: Locais de Compra Para já, os pudins estão disponíveis em poucas superfícies comerciais: fisicamente apenas os encontram nas lojas  Auchan e Primebody Nutrishop (há três, todas em Lisboa). Podem ainda encomendar online pelos respetivos sites, auchan.pt e primebodynutrishop.com . A cadeia Auchan só faz envios para algumas partes do território nacional, mas a Primebody envia para todo o país. Se optarem por encomendar pelo Auchan , os portes ficam a 5,90€ ; que eu saiba são fixos (acho que não há nenhum valor a partir do qual o envio seja grátis). No site da Primebody os portes ficam a 3,99€ , e são grátis para encomendas a part

As Panquecas Perfeitas! (Saudável, Sem Gordura Adicionada, Sem Glúten)

Desde que tenho o blog já experimentei muitas receitas de panquecas, e já publiquei várias delas. Algumas foram particularmente bem-sucedidas: as de aveia com quark , as de weetabix e as de coco já foram feitas (e aprovadas) por muita gente que me veio dar o seu feedback . Outras tornaram-se em clássicos por aqui, e foram repetidas imensas vezes por mim desde que as publiquei; é o caso das panquecas com aveia de sabor e das de aveia e centeio . Mesmo as panquecas de abóbora , uma das últimas receitas que publiquei, foram bastante apreciadas (por mim e por quem já experimentou e partilhou a sua opinião). E gostei bastante de todas estas receitas, até porque só publico no blog coisas de que tenha gostado realmente. Mas, as receitas antigas que me desculpem, hoje não venho partilhar uma receita de panquecas 'boa', nem sequer muito boa. Hoje venho partilhar A receita, capaz de revolucionar por completo a forma como vêem as panquecas. Apenas as fiz hoje, mas tive de p