segunda-feira, 23 de dezembro de 2019

Preparação de Refeições #64 - Lulas com Ervilhas, Batatas e Cenoura



O post voltou a atrasar-se uns dias, desta vez não por falta de tempo mas por culpa da internet, que tem andado uma miséria por estes lados. Dramas à parte e indo direta ao que interessa...

Comidinha :D Para os almoços desta semana fiz um belo estufado de lulas :)
Não variei nada do costume, é mesmo mais um daqueles pratos básicos :P Mas aquece mesmo bem e se têm pouco tempo é particularmente prático, até por ser 'comida de um só tacho' :)

A preparação é a de sempre: piquei cebola, alho e pimentos e refoguei tudo num fio de azeite. Passado algum tempo juntei tomate picado. Triturei e acrescentei água. Depois juntei batatas em cubo e deixei cozer um pouco. Em seguida acrescentei as lulas, alguns camarões e por fim ervilhas e cenoura em rodelas. Ajustei o sal e deixei no fogão a lume baixo até estar pronto :)

Usei lulas congeladas, que encontrei no Lidl em embalagens de 1kg a bom preço (5,99€, se não me engano). Apenas deixei à temperatura ambiente de um dia para o outro para descongelarem. O mesmo para os camarões.

As ervilhas também eram congeladas, mas essas vão diretamente para o tacho, não é preciso descongelar :P

A batata e a cenoura eram normais mesmo, só descasquei e cortei em pedaços na hora como uma verdadeira plebeia - mas se precisarem de atalhos também há versões congeladas já prontas em alguns supermercados.

Ficou delicioso :D

Haverá comida mais reconfortante?
Ultimamente a minha preferência para refeições de peixe/moluscos é sempre um estufadinho com ervilhas e cenoura. Mas conseguem culpar-me? Estufados são deliciosos, e uma pessoa também não é de ferro :P

Além dos almoços, voltei esta semana a preparar dois tipos de jantares diferentes. O de carne foi este:

Feijoada de frango com couve lombarda

Sou um bocado snob no que toca a couves, confesso que me fere o orgulho fazer feijoada com couve lombarda ou repolho :P Mas não consegui ir comprar penca perto do fim-de-semana, e a couve lombarda preserva-se muito melhor. De qualquer modo, ficou bem boa :D

Como de costume, aproveitei o facto de ter de fazer refogado para os almoços para fazer a mais e usar na feijoada. Depois de o triturar passei parte para um tacho grande, juntei água (toda a de cozer o feijão e alguma extra) e temperei com sal e cominhos. Coloquei no lume e quando ferveu adicionei as folhas de couve. Juntei feijão cozido e frango (também cozido, e desfiado) quando a couve estava praticamente pronta. Deixei engrossar um bocadinho e pronto :)

Nunca desilude :D Nem mesmo com couve lombarda :P

E também é um prato que aquece particularmente bem!
A opção vegan para os jantares foi uma ainda mais comum por aqui:

Já se estava mesmo a ver, não já? :P
Para quem não me segue há mais do que uma semana: o que está na foto acima é batata-doce e tofu fumado, ambos assados. Como já expliquei em posts anteriores, apenas corto ambos em fatias e levo ao forno a 200 graus até estarem prontos (o tofu demora menos tempo), virando a meio. Adoro esta dupla e estou sempre a repeti-la, preparo isto quase todas as semanas :P

Em minha defesa, a minha mãe tem arranjado umas batatas-doces caseirinhas e ando viciada nisto :D
Visto que faltavam os vegetais nestas refeições, voltei a fazer sopa. Optei por fazer duas versões; numa delas usei esta mistura, que comprei no E. Leclerc:



Pareceu-me ter uma variedade interessante de legumes :)

Apenas cozi tudo em água com sal e triturei. Ficou assim, bastante cremosa :)
A outra fiz com courgette, pimento vermelho, abóbora e cenoura.

Ficou bem laranjinha, como se quer :D

Portanto metade dos jantares foram assim :)
Esta semana não deixei mesmo nenhuma ponta solta, sabia que não ia ter grande tempo então preparei mesmo todas as refeições de que ia precisar até ao fim-de-semana seguinte :P Mais uma vez, estava tudo muito bom e não estive nem perto de me fartar do que preparei :D

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...