Avançar para o conteúdo principal

Pavlova


Acho que há pouca gente que nunca tenha ouvido falar de pavlova. É uma sobremesa famosa por ser temperamental: tem tendência a abater em resposta a mudanças bruscas de temperatura.
Como tal, tende a assustar quem nunca fez - o que é uma pena, porque é deliciosa. Pessoalmente, já fiz várias pavlovas e nunca nenhuma me correu mal. Talvez porque sempre respeitei o aparato de a deixar arrefecer religiosamente fechadinha no forno, sem abrir a porta nem sequer em pensamento :P
Tenho em conta que a receita nunca me falhou, e porque acho que uma explicação simples mas com todos os passos fundamentais bem discriminados é sempre bem vinda, partilho-a aqui para quem se quiser aventurar a fazer uma pavlova também :)





Pavlova
Adaptado daqui

Ingredientes:

Para a pavlova
[  4 claras de ovo
[  200g de açúcar
[  1 colher de sopa de amido de milho
[  1 colher de chá de vinagre

Para a cobertura (obviamente, podem optar por uma cobertura diferente. Mas chantilly com frutos vermelhos é chantilly com frutos vermelhos :P)
[  200ml de natas para bater
[  3 colheres de sopa de açúcar
[  Frutos vermelhos a gosto

Preparação:

Para a pavlova
| Colocar as claras num recipiente grande. Utilizando uma batedeira elétrica na velocidade média-alta, batê-las em castelo.
| Sem parar de bater, juntar o açúcar aos poucos, uma colher de sopa de cada vez e batendo bem a cada adição.
| Bater até que o açúcar esteja completamente dissolvido. Para testar se é o caso, podem colocar um pouco do preparado entre dois dedos e apertar: e sentirem os grãos de açúcar, precisam de bater mais.
| Baixar a velocidade da batedeira para o mínimo. Adicionar o amido de milho e o vinagre e bater apenas até ambos estarem envolvidos.
| Dispor o preparado num tabuleiro forrado com papel vegetal, fazendo um círculo com cerca de 20cm de diâmetro. Como referência, podem desenhar o círculo a lápis no verso do papel vegetal.
| Colocar no forno pré-aquecido a 150 graus. Depois de fechar o forno, baixar a temperatura para 120 graus e cozer durante 1h20. Findo este tempo, desligar o forno e deixar a pavlova arrefecer completamente sem nunca abrir a porta. O melhor é mesmo deixá-la a arrefecer no forno de um dia para o outro: mudanças bruscas de temperatura podem fazer com que ela abata.

Para a cobertura (preparar quando a pavlova já estiver fria, e pouco tempo antes de servir*)
| Num recipiente grande, colocar as natas bem frias (costumo colocar 10 minutos no congelador antes de usar) e o açúcar. Bater com a batedeira elétrica até obter um chantilly espesso e cremoso.
| Cobrir a pavlova com o chantilly e decorar com frutos vermelhos.

*Recomendo colocar o chantilly por cima da pavlova apenas umas horas antes de servir, porque acho que se o fizer muito antes (por exemplo, de um dia para o outro) a crosta estaladiça típica da pavlova tende a amolecer.



Se são fãs de sobremesas com claras, como merengue, suspiros ou molotof, não podem não gostar de pavlova! Partilha com elas a delicadeza encantadora que lhes é caraterística: a crosta é estaladiça e dissolve-se na boca, e o interior mais parece uma nuvem docinha. O sabor e a textura combinam na perfeição com a cremosidade do chantilly, e com a doçura e leve acidez dos frutos vermelhos!

Comentários

  1. Posso meter adocante ou acucar amarelo?? Ou entao menos acucar?? E k 200 grms acho mt pk n gosto d mt doce

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não recomendo muito - na pavlova, assim como nos suspiros ou no molotof, o açúcar não serve só para adoçar, também é importante para a consistência...
      É uma sobremesa delicada e é possível que cortar no açúcar faça com que ela abata!

      Eliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Produtos #91 - Pudins Proteicos do Lidl (Baunilha/Chocolate)

Hoje o post é sobre a febre do momento: os pudins proteicos do Lidl :P Para quem não está a par, há algumas semanas começaram a aparecer nos supermercados portugueses da cadeia Lidl uns pudins proteicos muito parecidos aos da Ehrmann. Estão disponíveis em duas versões: baunilha e chocolate . Cada pudim ( 200g ) tem cerca de 150kcal e 20g de proteína e custa 0.99€ . Não têm açúcar adicionado , e são isentos de lactose e de glúten .  Por vezes recebo comentários a referir que o teor de açúcar não é nulo (4g/100g) , mas é importante referir que este açúcar é naturalmente presente . Os iogurtes naturais não adoçados têm uma quantidade de açúcar semelhante. Outro ponto importante a referir é que a proteína também vem do leite , que é uma fonte de qualidade (por ser completa, ao contrário por exemplo do colagénio ou glúten). Antes que fiquem excessivamente entusiasmados, devo dizer que encontrá-los não é tarefa fácil: a procura anda ao nível dos skyr na altura em que foram lançados (

Produtos #69 - Pudins Proteicos da Ehrmann (Caramelo, Baunilha, Chocolate e Chocolate-Coco)

Hoje o post é sobre os famosos pudins proteicos da Ehrmann. Sempre que partilho fotos deles recebo perguntas, é infalível - seja acerca do rótulo, do preço, do sabor, dos locais de compra,... Desta forma, achei que o melhor seria escrever um post sobre eles e acabar com as dúvidas de uma vez por todas :) Começo pelas informações básicas: Locais de Compra Para já, os pudins estão disponíveis em poucas superfícies comerciais: fisicamente apenas os encontram nas lojas  Auchan e Primebody Nutrishop (há três, todas em Lisboa). Podem ainda encomendar online pelos respetivos sites, auchan.pt e primebodynutrishop.com . A cadeia Auchan só faz envios para algumas partes do território nacional, mas a Primebody envia para todo o país. Se optarem por encomendar pelo Auchan , os portes ficam a 5,90€ ; que eu saiba são fixos (acho que não há nenhum valor a partir do qual o envio seja grátis). No site da Primebody os portes ficam a 3,99€ , e são grátis para encomendas a part

Madalenas Sem Açúcar

Tenho a tradição de testar uma receita nova de cada vez que recebo ou compro uma nova forma. Por vezes as ideias são muitas e não é fácil escolher, mas quando a My Tup Love  me enviou esta forma não houve sequer um momento de indecisão: forma de madalenas pede madalenas :D  Juntei o útil e agradável, e usei na receita a recentemente lançada aveia de custard. O seu aroma docinho a lembrar bolos com limão não podia ser mais adequado para o efeito :)  Madalenas Sem Açúcar Para 6 madalenas Ingredientes : [  1 ovo [  50g de quark natural [  25ml de leite [  75g de farinha de aveia com sabor (usei a de custard da EU Nutrition , que tem um saborzinho a limão fantástico; podem encomendar com 15% de desconto usando o cupão euavela15 no site) [  1 colher de café de fermento Preparação : | Bater o ovo com o quark durante dois ou três minutos. | Baixar a velocidade para o mínimo e adicionar o leite, batendo apenas até este estar incorporado.  | Juntar a farinha e o fermento envolver com uma espát