Avançar para o conteúdo principal

Empadão de Abóbora e Batata-Doce (Saudável, Sem Glúten, Sem Lactose)


Como qualquer pessoa, já comi em várias cantinas ao longo dos anos. Não sou muito esquisita com a comida, tanto que no geral, apesar da má fama, até não acho que seja assim tão má em cantinas (dentro da minha experiência). Isto, como é óbvio, dá-me o direito de julgar de forma negativa as que são realmente merecedoras de tal - e a única que justifica a exerção do meu auto-atribuído poder judicativo de cantinas é... A da minha escola do 3º ciclo.
Quando pela primeira vez que comprei senha para lá almoçar vi a ementa para o dia, onde estava escrito o prato principal: empadão. Na altura ainda não tinha provado nada semelhante, e assim sendo, fiz o que qualquer pessoa com raciocínio razoável faria: julgar a comida pelo nome. Dividida entre o som rudimentar e a hilaridade desse mesmo som, decidi-me pela segunda. Formulei então o meu inocente pensamento oficial: 'Bem, uma coisa com um  nome engraçado não pode ser assim tão má'. Mas podia.
Eventualmente chegou a tal hora de almoço, juntamente com um prato de empadão com um cheiro e sabor tão semelhante a plasticina e lixo que deitou completamente por terra a minha teoria sobre o som das palavras - teoria essa que, alvo de tal trauma, nunca mais veio a ser utilizada.
Felizmente para a reputação do empadão, uns tempos depois provei, em casa, empadão normal e muito melhor, com direito a padrão feito por um garfo (qual ancinho) que, como todos sabemos, torna qualquer prato de forno mais adorável. Mais tarde, provei um empadão melhor ainda de batata-doce e abóbora, que podem julgar por vocês. Senhores que fazem comida para cantinas: aprendam comigo.






Empadão de Abóbora e Batata-Doce (Saudável, Sem Glúten, Sem Lactose)
Para 4 pessoas

Ingredientes:

Para o recheio de carne:
[  Azeite
[  400g de peito de frango (ou peru) picado
[  Sal (a gosto)
[  Orégãos (a gosto)
[  Pimentão doce (a gosto)
[  Paprika (a gosto)
[  1/2 cebola
[  3 dentes de alho
[  100ml de molho de tomate

Para o puré:
[  200g de batata-doce crua (150g depois de cozida)
[  500g de abóbora manteiga crua (400g depois de cozida) 
[  Sal (a gosto)

Preparação:

Para o recheio de carne:
| Numa frigideira antiaderente ou wok em lume baixo, cozinhar o frango picado num pouco de azeite. Temperar com sal, orégãos, pimentão doce e paprika e escorrer qualquer líquido. Reservar.
| Na mesma frigideira/wok (sem o frango), colocar um fio de azeite juntamente com a cebola e os dentes de alho previamente picados.
| Assim que a cebola estiver translúcida, adicionar a carne anteriormente cozinhada (podem cozinhar a carne só neste passo, mas eu prefiro assim) e o molho de tomate, misturando.

Para o puré:
| Cozer a batata-doce e a abóbora com uma pitada de sal. Escorrer a água e triturar ambas, adicionando mais sal se necessário.

Para a 'montagem':
| Colocar metade do puré no fundo de um tabuleiro pequeno. Cobrir com o recheio de carne e finalizar com o resto do puré.
| Levar ao forno pré-aquecido a 200 graus até que toste ligeiramente. Se quiserem que fique tostado podem pincelar com uma gema de ovo.



Eu sempre 'temi' que puré de batata doce pudesse ficar estranho porque, bem... Puré doce? Mas fica muito bom! O contraste é óptimo, e não fica estranhamente adocicado: primeiro porque batata doce é o melhor alimento de sempre, e depois porque combina deliciosamente bem com o recheio. Guardado no frigorífico ou congelado, pode servir perfeitamente para umas refeições da semana preparadas com antecedência - talvez fique ainda melhor aquecido, embora seja difícil dizer por ser maravilhoso de ambas as maneiras ;)
_________________________________________________________________________
Informação Nutricional (por 1 dose)
Energia: 231kcal
Proteínas: 24.8g
Hidratos de Carbono: 27.3g
-       Dos quais açúcares: 3.4g
Lípidos: 3.6g 
-          Dos quais hidrogenados: 0.0g
-     Dos quais saturados: 0.9g
Fibra:  4.0g
Sódio: 281mg

     A informação nutricional engloba uma porção (neste caso, corresponde a cerca de 320g, 1 dose, 1/4 da receita). Os valores estão sujeitos a erro humano e a alguma imprecisão, mas deverão estar próximos do valor real. 
______________________________________________________________________

Comentários

  1. O puré é mesmo propicio a essas aventuras ou não fosse ele o actor principal nos pratos das prisões que vemos em séries e filmes! :D
    Quanto a esse empadão adoro, a minha mãe faz puré de abóbora e batata doce mas para comer como acompanhamento, como empadão nunca provei mas agora tenho que experimentar. :)
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  2. Não tive grandes más experiências em cantinas! A comida da minha primeira escola era razoável, embora por vezes afirmássemos que não! Criancinhas exigentes nós! Da segunda escola nada tenho a dizer! Tanto é que a dada altura foi considerada uma das escolas com melhores refeições a nível Açores (o que não significa melhor em termos de comida mais saudável)! Até na cantina do hospital onde tive os meus filhos me surpreendi! E sejamos sinceros, não é fácil cozinhar bem para um batalhão! Tenho de experimentar esse empadão pois é coisa que gostamos muito! Ainda está semana fiz uma outra versão saudável para visitas que tive e que gostaram bastante! Mas esse não me parece nada mal! Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Gostei da inovação. Quanto às cantinas, não vou em sonoridades e até prova em contrário, todas são más.

    ResponderEliminar
  4. Adoro empadao! Mas ah tem de ter rodelinhas de chourico e estradinha feitas com um garfo! Eu ao contrário de ti sou muito picuinhas com a comida de antigas, não consegui lá comer. Só cheiro de sopa! estranho que como eu qu trabalho numa cozinha tenho este problema. Experimentei como sabes trabalhar numa cantina e não gostei...o cheiro a comida feita em panelões.....
    Gosto tanto da tua ideia, é sempre uma delicia vir aqui e ver como podemos tornar os nossos pratos favoritos mais leves!!

    ResponderEliminar
  5. Eu cá não gosto de abóbora!

    Isabel Sá
    http://brilhos-da-moda.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  6. Avelã,
    suas receitas são sempre saudáveis e com ótimos aspectos!
    Aprendo a cada dia mais com vc, obrigada pelas belas receitas, essa
    ficou 10!

    Beijinhos ♥

    ResponderEliminar
  7. O teu empadão está com uma cor e um aspeto fabuloso, amei a sugestão, beijinhos

    ResponderEliminar
  8. Está tão bonito!!! :)
    Beijinho e boa semana.

    Recanto com Tempero
    http://recantocomtempero.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  9. Eu adoro batata doce e adoro empadão. Por minha casa nunca se fez muito porque o meu não aprecia. Mas a minha mãe de vez em quando lá me fazia a vontade para eu ficar contente.
    Adorei especialmente este porque tem uma cor muito bonita e deve ser muito bom. Fico ligada nele! :p
    Um beijinho,
    Sarinha.
    No Conforto da Minha Cozinha

    ResponderEliminar
  10. Já fiz empadão com batata-doce e adorei ( mas eu sou "louca" por batata-doce),mas nunca tinha feito juntando a abóbora. Fica para a próxima,pois este empadão parece di-vi-no!!!
    Bjn
    Márcia

    ResponderEliminar
  11. Adoro o aspecto com que ficou o teu empadão!
    Beijinho
    http://asreceitasdamaegalinha.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  12. Eu adoro puré de batata doce! Acho-o irresistível! :) Bem melhor que o puré de batata! eheh
    Este empadão está com um aspecto delicioso!
    Como te entendo com as cantinas. Felizmente como a minha casa era ao lado da escola no 2º e 3º ciclo ia sempre comer a casa! Mas no secundário a coisa não era igual :p
    Um beijinho

    ResponderEliminar
  13. Oi amiga!
    Amei a sua sugestão, parece mesmo que o empadão ficou delicioso!
    Bjsss

    ResponderEliminar
  14. Um puré mais saudável é sempre bem vindo. esse empadão ficou bem apetitoso Avelã!!
    Bjinhos

    http://bimbysaboresdavida.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  15. Esta é daquelas receitas que vou mesmo experimentar!

    Beijinhos
    food&emotions
    http://fefoodemotions.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  16. Com batata doce nunca experimentei!
    Fiquei curiosa quanto ao seu sabor :D

    ResponderEliminar
  17. As cantinas teem muito que se lhe digam... Mas ainda assim acho que no nosso tempo eramos uns sortudos porque a comidinha era feita pelas cozinheiras, confeccionada na hora para nós, o que actualmente nalgumas escolas isso não acontece. A comida vem às 10h da manhã já feita nas carrinhas das empresas, eu já vi um tabuleiro desses e só te digo que me deu vontade de vomitar :-( :-( :-(
    Empadão é uma comidinha que adoro, não faço muitas vezes porque o resto do pessoal não é grande apreciador de 'comida ralada', mas se fizer assim de vez em quando vai tudo e dizem sempre que é bom e que podia fazer mais vezes, se faço muitas vezes juntas, reclamam... É o que faz ter dois homens em casa... Complicadinhos!!! Nunca fiz puré de batata doce nem usei abóbora e duvido que cá em casa a minha gente vá nessa, porque detestam abóbora, só uso na sopa assim um bocadinho microscópico, mas eu cá comia à vontade, porque o aspecto desse teu empadão é maravilhoso :-) Cada vez mais 'inventiva' - nem sei se este termo existe :-) Beijinhos, continua assim...

    ResponderEliminar
  18. Das melhores receitas de sempre..Fiz e adorei :-) As minhas marmitas além de coloridas cada vez ficam mais saudáveis:-) Obrigada e beijinhos...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fico mesmo contente por teres gostado tanto! :D
      Não tens nada que agradecer :) Beijinhos!

      Eliminar
  19. Olá Avelã
    Fiz este empadão para um almoço desta semana e foi muito apreciado :-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá!
      Ainda bem que assim foi, fico feliz por saber :D

      Eliminar
  20. Assim um must do!
    Que junção dos céus!
    Deve ser mesmo boa e o aspecto maravilhoso =D

    Beijocas

    ResponderEliminar
  21. Fiquei a babar me para esta tua receita:)))))

    Ai como eu adoro batata doce........ esta mistura com abóbora, desconhecia mas ficou com uma cor linda vou experimentar:)

    Beijinho

    ResponderEliminar
  22. Já as minhas recordações de empadão são muito boas. Lembro de noites frias, a mãe fazendo como lanche. Na época, ainda não era vegetariana e a mãe usava massa com batatas e recheio de carne moída.
    Gostei muito dessa receita que usa abóbora e batata-doce, pois gosto de ambas.

    Abraços esmagadores e feliz dia.

    ResponderEliminar
  23. Que aspecto maravilhoso!!! Vou experimentar!!!

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Produtos #91 - Pudins Proteicos do Lidl (Baunilha/Chocolate)

Hoje o post é sobre a febre do momento: os pudins proteicos do Lidl :P Para quem não está a par, há algumas semanas começaram a aparecer nos supermercados portugueses da cadeia Lidl uns pudins proteicos muito parecidos aos da Ehrmann. Estão disponíveis em duas versões: baunilha e chocolate . Cada pudim ( 200g ) tem cerca de 150kcal e 20g de proteína e custa 0.99€ . Não têm açúcar adicionado , e são isentos de lactose e de glúten .  Por vezes recebo comentários a referir que o teor de açúcar não é nulo (4g/100g) , mas é importante referir que este açúcar é naturalmente presente . Os iogurtes naturais não adoçados têm uma quantidade de açúcar semelhante. Outro ponto importante a referir é que a proteína também vem do leite , que é uma fonte de qualidade (por ser completa, ao contrário por exemplo do colagénio ou glúten). Antes que fiquem excessivamente entusiasmados, devo dizer que encontrá-los não é tarefa fácil: a procura anda ao nível dos skyr na altura em que foram lançados (

Bolo de Spéculoos

  Com quase dois meses de atraso, venho deixar a receita do bolo que fiz para o meu aniversário. Mais pequeno que o habitual, tendo em conta a situação pandémica na altura (nos últimos dois anos não tive muita sorte com o timing do meu dia de anos). Para compensar, fi-lo em modo *overdose de spéculoos*: spéculoos  alegram qualquer situação :D O recheio foi improvisado à última da hora: tinha planeado fazê-lo com natas batidas e creme de spéculoos, mas aqueci o creme para ficar mais fluido e a temperatura fez com que as natas coalhassem. Fiquei sem o único pacote de natas que tinha, mas felizmente sou  exagerada  precavida e tinha meia dúzia de frascos do creme de barrar.  Acabei por desenrascar um recheio misturando-o com o pudim de caramelo da Ehrmann como base, o que de resto prova a minha tese de que há poucas coisas que não se resolvam com um pudim de caramelo da Ehrmann :P Foi tudo pelo melhor, porque ficou delicioso! Deixo a receita para que possam experimentar :)  Bolo de Spécul

Madalenas Sem Açúcar

Tenho a tradição de testar uma receita nova de cada vez que recebo ou compro uma nova forma. Por vezes as ideias são muitas e não é fácil escolher, mas quando a My Tup Love  me enviou esta forma não houve sequer um momento de indecisão: forma de madalenas pede madalenas :D  Juntei o útil e agradável, e usei na receita a recentemente lançada aveia de custard. O seu aroma docinho a lembrar bolos com limão não podia ser mais adequado para o efeito :)  Madalenas Sem Açúcar Para 6 madalenas Ingredientes : [  1 ovo [  50g de quark natural [  25ml de leite [  75g de farinha de aveia com sabor (usei a de custard da EU Nutrition , que tem um saborzinho a limão fantástico; podem encomendar com 15% de desconto usando o cupão euavela15 no site) [  1 colher de café de fermento Preparação : | Bater o ovo com o quark durante dois ou três minutos. | Baixar a velocidade para o mínimo e adicionar o leite, batendo apenas até este estar incorporado.  | Juntar a farinha e o fermento envolver com uma espát