Avançar para o conteúdo principal

Waffle de Chocolate (Saudável, Sem Açúcar/Gordura Adicionados, Sem Glúten/Lactose)


O destino parece conspirar contra os meus atalhos na hora de fazer panquecas. Comprei uma vez um preparado rico em proteína com um sabor qualquer (acho que era ao estilo americano, tipo golden syrup) convencida de que ia fazer as panquecas mais bonitas e gordinhas de sempre - e claro que para grande desilusão minha acabaram por ficar bem mais feias que o costume (e enjoativas, ainda por cima).
Cheguei também a comprar uma frigideira especial, com uma espécie de tampa própria para virar as panquecas, mas, claro, a superfície não era suficientemente antiaderente e as panquecas ficaram todas coladas.
A terceira frescura foi um dispensador de massa, um daqueles com uma espécie de alavanca na pega onde se carrega para deixar o preparado escorrer. Como imagino que estejam a prever, não achei o aparelho nada de genial, e ficou arrumado para a eventualidade de eu um dia estar inspirada e achar que usar o aparelho compensa o trabalho de o limpar (nunca, digo eu, mas sou uma pessimista).
Como devem imaginar, tenho desenvolvido problemas de confiança com aparentes facilitismos no que a panquecas diz respeito.
No entanto, quando a EU Nutrition lançou os preparados para panquecas bio a alma esperançosa que há em mim não me deixou passar sem experimentar. A primeira experiência não me convenceu por completo: visto terem apenas um pouco de maple syrup na constituição e mais nada para adoçar, as panquecas ficaram com um sabor mais para o amargo amargo a cacau. Apesar de ser fã de chocolate negro (adoro os 99% cacau) no que toca a panquecas prefiro sabor a bolo - é uma questão de gosto pessoal :P. Com o cheirinho que elas tinham (cheiram mesmo a bolo de chocolate!) não duvidei do seu potencial, e decidi então fazer uma versão com uma banana docinha e ovos (para ficarem mais leves, porque o preparado é quase só farinhas e torna-se ligeiramente pesado). Fiz as panquecas no forno (não serão admitidos comentários a dizer que panquecas feitas em formas de waffles e cozinhadas no forno não são panquecas), o que ainda me poupou mais tempo e trabalho - e no final ficaram fofas e com um sabor a banana e chocolate surpreendentemente viciante.
Parece que o destino é seletivo nos atalhos que condena...






Waffle de Chocolate (Saudável, Sem Açúcar/Gordura Adicionados, Sem Glúten/Lactose)

Ingredientes:
[  2 ovos
[  50g de preparado para panquecas de chocolate (podem comprar aqui com 15% de desconto usando o código euavela15)
[  1 banana
[  1 pitada de fermento

Preparação:
| Triturar todos os ingredientes e colocá-los numa forma de silicone para waffles (podem usar uma forma para bolos ou queques, se não tiverem).
| Levar o waffle ao forno pré-aquecido a 180 graus durante cerca de 10 minutos, ou até que esteja cozido.



Antes que perguntem de onde é a forma - esta foi-me oferecida pela Ana da página Naturalmente Saudável, se quiserem adquirir uma igual falem com ela :) Imagino que haja à venda em algumas lojas, mas não sei quais. Podem fazer em alternativa panquecas no fogão, levar o preparado na mesma ao forno mas em formas de muffins (ou outras), usar uma máquina de waffles... Receitas assim são sempre muito versáteis :)
Quanto ao preparado, já sabem que é o da EU Nutrition Portugal (desconto com o cupão euavela15). Adicionei fermento também porque o preparado não tem - na verdade se lerem os ingredientes dele vão ver que é quase uma espécie de 'Despertar de Buda', com farinhas saudáveis (trigo sarraceno e quinoa) e vários superalimentos (lucuma, linhaça, chia, açaí...). Portanto eu prefiro usá-lo assim, quase como se fosse uma farinha, do que só com água - a diferença é que tem bastantes mais benefícios, porque além de ser bio e livre de GMOs é bastante mais rico do que uma farinha.
O waffle ficou ótimo - super fofinho e saboroso, com aquela maravilhosa e viciante dupla que tão bem conheço do bolo de banana e cacau no microondas. Ainda por cima é mais fácil de fazer do que panquecas, porque basta triturar tudo, colocar na forma e levar ao forno. É também mais fácil de fazer do que numa máquina própria, porque não é preciso arrancá-lo aos pedaços com uma espátula, chorar porque a fotografia vai ficar horrível e depois limpar as placas durante duas horas, sempre com a impressão de que ainda estão lá pedacinhos, colados nos 149073092 buracos (ou isso ou eu tive uma experiência especialmente má com máquinas de waffles  até agora :P).
____________________________________________________________________________
Informação Nutricional (por uma dose)
Energia: 176kcal
Proteínas: 6.2g
Hidratos de Carbono: 28.5g 
-       Dos quais açúcares: 9.8g
Lípidos: 4.2g 
-          Dos quais hidrogenados: 0.0g
-     Dos quais saturados: 1.2g
Fibra:  4.0g
Sódio: 39mg

     A informação nutricional engloba uma porção (neste caso, corresponde a 1 dose ou metade da receita). Os valores estão sujeitos a erro humano e a alguma imprecisão, mas deverão estar próximos do valor real. 
____________________________________________________________________________

Comentários

  1. Eu adoro panquecas e adoro waffles! Por isso essa pancwaffle é totalmente do meu agrado! Tenho uma frigideira dessas e já nem me lembrava! Talvez porque ultimamente tenho feito as panquecas em formato mini! E também​ tenho um dispensador da idade da pedra que evito usar porque me irrita profundamente! A mola fica dentro da "cuba" e como é óbvio está em contacto com a massa, depois para limpar é uma dor de cabeça! Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Ando tão gulosa e a tentar entrar na linha.
    Levo comigo esta receita saudável.

    Beijinhos,
    Clarinha
    http://receitasetruquesdaclarinha.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. Fica uma panqueca/waffle bem apetitosa! :) Também tive uma frigideira dessas mas tentei fazer crepes e quando os ia voltar eles caiam pela abertura entre a parte de cima e a de baixo!
    Quanto à máquina das waffles também já tive uma experiência que me revivi no que escreveste. :p
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  4. Humm que delicia adoro panquecas e faço muitas vezes no forno. Beijinhos
    http://asreceitasdasisi.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  5. levava já esse prato e devorava num instante :D, muito bom aspeto.


    O Cantinho dos Gulosos

    ResponderEliminar
  6. Ficaram tão perfeitinhos!
    Beijinh
    http://adiaryb.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  7. Já suspeitava que isto devia levar um daqueles preparados que eu não consigo encomendar para França =p tenho que ver noutro site se terão algo semelhante, porque adoro waffles!

    ResponderEliminar
  8. Que waffles fantásticos,...
    Beijinhos,
    Espero por ti em:
    strawberrycandymoreira.blogspot.pt
    http://www.facebook.com/omeurefugioculinario
    https://www.instagram.com/marysolianimoreira/

    ResponderEliminar
  9. Que bom aspecto =)
    Manda vir aí uma "fatia" =P
    Amanhã ver se faço é panquecas!

    Beijocas

    ResponderEliminar
  10. Não é por nada, mas comia já uns waffles desses :D
    Acho que também tenho uma frigideira dessas com uma tampa, diziam na altura que era própria para fazer panquecas... só que não!!! Realmente nunca consegui usar bem aquilo porque as panquecas ficavam sempre lá todas coladas...
    Voltando aos waffles, tenho estado agora a usar as minhas formas de silicone, a ver se me acostumo a elas... mas ainda estou a tentar chegar a uns waffles assim altos e fofinhos como esses teus ;)

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Produtos #91 - Pudins Proteicos do Lidl (Baunilha/Chocolate)

Hoje o post é sobre a febre do momento: os pudins proteicos do Lidl :P Para quem não está a par, há algumas semanas começaram a aparecer nos supermercados portugueses da cadeia Lidl uns pudins proteicos muito parecidos aos da Ehrmann. Estão disponíveis em duas versões: baunilha e chocolate . Cada pudim ( 200g ) tem cerca de 150kcal e 20g de proteína e custa 0.99€ . Não têm açúcar adicionado , e são isentos de lactose e de glúten .  Por vezes recebo comentários a referir que o teor de açúcar não é nulo (4g/100g) , mas é importante referir que este açúcar é naturalmente presente . Os iogurtes naturais não adoçados têm uma quantidade de açúcar semelhante. Outro ponto importante a referir é que a proteína também vem do leite , que é uma fonte de qualidade (por ser completa, ao contrário por exemplo do colagénio ou glúten). Antes que fiquem excessivamente entusiasmados, devo dizer que encontrá-los não é tarefa fácil: a procura anda ao nível dos skyr na altura em que foram lançados (

Produtos #69 - Pudins Proteicos da Ehrmann (Caramelo, Baunilha, Chocolate e Chocolate-Coco)

Hoje o post é sobre os famosos pudins proteicos da Ehrmann. Sempre que partilho fotos deles recebo perguntas, é infalível - seja acerca do rótulo, do preço, do sabor, dos locais de compra,... Desta forma, achei que o melhor seria escrever um post sobre eles e acabar com as dúvidas de uma vez por todas :) Começo pelas informações básicas: Locais de Compra Para já, os pudins estão disponíveis em poucas superfícies comerciais: fisicamente apenas os encontram nas lojas  Auchan e Primebody Nutrishop (há três, todas em Lisboa). Podem ainda encomendar online pelos respetivos sites, auchan.pt e primebodynutrishop.com . A cadeia Auchan só faz envios para algumas partes do território nacional, mas a Primebody envia para todo o país. Se optarem por encomendar pelo Auchan , os portes ficam a 5,90€ ; que eu saiba são fixos (acho que não há nenhum valor a partir do qual o envio seja grátis). No site da Primebody os portes ficam a 3,99€ , e são grátis para encomendas a part

Papas de Aveia com Claras (com aveia de sabor) (Saudável, Sem Lactose*, Sem Açúcar/Gordura Adicionados)

Já ouvi relatos mirabolantes de desastres na cozinha. Mesmo sendo óbvio que esta é basicamente um aglomerado de aparelhos potencialmente perigosos, continua a surpreender a quantidade de histórias incríveis que sobre ela há: seja sobre panelas de pressão a explodir ou desastres no fogão que originam mini incêndios, praticamente toda a gente tem algumas histórias para contar nesta divisão. Considerando isto, acho que até tenho tido alguma sorte. Tirando os óbvios e nada originais cortes e queimaduras, não me aconteceu nada de especial. A menos que consideremos... O incidente do gelado frito . Tudo começou com um inocente pedido de gelado frito para sobremesa num restaurante chinês. Tinha começado há pouco a cozinhar mais sobremesas, apenas com bolos simples, e decidi depois replicar a receita em casa, o que requeria um tacho de óleo a ferver e a necessidade de colocar e retirar rapidamente bolas de gelado deste para que não derretessem - nada fora do comum até aqui, portanto. Po