Avançar para o conteúdo principal

Arroz Doce Proteico (Saudável, Sem Açúcar/Gordura Adicionados)


Depois do sucesso do leite creme proteico fiquei com vontade de fazer mais sobremesas tradicionais 'de colher' em versões com whey.
Que a escolha tenha recaído sobre arroz doce não é propriamente inesperado, acredito que seria a opção mais óbvia para muita gente. No entanto, foi uma escolha estranha para mim: não é uma sobremesa que faça parte da tradição na minha família, e como tal nunca provei a versão clássica.
O mais perto que estive disso foi há quatro anos, quando tentei fazer uma versão mais saudável. Mas, modéstia à parte, as minhas capacidades na cozinha melhoraram muito desde essa altura - fico com vergonha de cada vez que me lembro que usei arroz basmati, cujas caraterísticas estão no espetro oposto daquilo que se pretende para esta sobremesa :P
No início deste ano estava cheia de boa vontade e comprei arroz arbóreo de propósito para fazer arroz doce como manda a lei, mas a embalagem ficou perdida no armário durante uns bons meses. Entretanto chegou esta história da quarentena, e uma pessoa no desespero lembra-se de andar a cheirar os armários; a isso juntou-se ter feito o belo do leite creme recentemente, e reuniram-se as circunstâncias perfeitas para a criação esta receita :)
Eu lembro-me de ter gostado da versão de há quatro anos, mas só tenho a dizer... Sem dúvida que as minhas capacidades na cozinha melhoraram muito entretanto :P






Arroz Doce Proteico (Saudável, Sem Açúcar/Gordura Adicionados)
Para 4 copinhos

Ingredientes:
[  50g de arroz (usei arbóreo; recomendo especialmente esse ou um arroz para risotto, mas em princípio também ficará bem com carolino)
[  350ml de água
[  1 pedaço de casca de limão
[  1 pau de canela
[  75g de whey (usei e recomendo a de gelado de baunilha da EU Nutrition; fica particularmente bem aqui! O cupão euavela15 dá-vos desconto e ofertas no site. Se quiserem encomendar, há potes de 2kg e sacos de 500g. Os potes grandes costumam ter ofertas acumuláveis com o cupão!)
[  150ml de leite magro
[  2 ovos

Preparação:
| Colocar o arroz, a água, a casca de limão e o pau de canela num tacho pequeno e levar ao fogão a lume médio. Quando começar a ferver, baixar o lume para o mínimo, tampar o tacho e deixar o arroz cozer, mexendo ocasionalmente.
| Desligar o lume quando o arroz estiver cozido e a mistura estiver cremosa (o tempo depende do arroz e do fogão, mas deve andar entre os 30 e os 60 minutos).
| À parte, dissolver a whey em parte do leite. Adicionar os ovos e bater bem com um garfo, para que a mistura fique homogénea. Acrescentar o resto do leite aos poucos, batendo novamente.
| Adicionar esta mistura ao arroz, mexendo vigorosamente para que os ovos não cozam (inicialmente recomendo adicionar mesmo devagar - às colheres -, no fim já podem adicionar em fio).
| Levar o preparado a engrossar em lume baixo, mexendo sempre. Quando estiver com a textura desejada (depois ao arrefecer também ganha consistência, tenham atenção a isso), retirar para copinhos e refrigerar.



Eu sei que estou sempre a repetir-me e a ter opiniões exageradamente entusiasmadas acerca das minhas próprias receitas, mas... Não estão bem a ver o quão bom isto ficou! :D
Docinho, cremoso, com um sabor viciante a canela e limão e uma textura extremamente satisfatória... Juro que enquanto comia estava com dificuldades em assimilar a beleza da minha criação :P
O perfil nutricional é verdadeiramente surpreendente - com 170kcal e 21g de proteína, é melhor do que qualquer barra proteica que conheça. Também tem um teor em gordura bastante reduzido (4g) - que ainda por cima vem de uma fonte interessante (gema de ovo) -, um teor moderado de hidratos de carbono (13g) e apenas 2g de açúcar naturalmente presente.
E o melhor? É delicioso. Já disse que era delicioso? Porque é :P
No passado cheguei a duvidar da potencialidade de arroz doce. Uma pessoa tende a desvalorizar aquelas sobremesas que não fazem parte das que lhe são familiares e com as quais cresceu - mas esta experiência converteu-me à team arroz doce para a vida, se me fizerem uma camisola eu juro que a uso :P

(...Vá, apanharam-me, só digo isto porque já sei que não vou sair de casa tão cedo e ninguém iria realmente testemunhar tal proclamação exagerada do meu amor por arroz doce, claramente a roçar os limites daquilo que seria normal numa relação humano-sobremesa.)
____________________________________________________________________________
Informação Nutricional (por uma tacinha)
Energia: 170kcal 
Proteínas: 21g 
Hidratos de Carbono: 13g 
-       Dos quais açúcares: 2g 
Lípidos: 4g
-          Dos quais hidrogenados: 0g
-     Dos quais saturados: 1g 
Fibra:  0g 

     A informação nutricional engloba uma porção (neste caso, corresponde a uma tacinha ou 1/4 da receita)Os valores estão sujeitos a erro humano e a alguma imprecisão, mas deverão estar próximos do valor real. As doses consideradas são meramente exemplificativas; as porções reais devem ser adaptadas por cada um às suas necessidades pessoais.
____________________________________________________________________________

Comentários

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Produtos #91 - Pudins Proteicos do Lidl (Baunilha/Chocolate)

Hoje o post é sobre a febre do momento: os pudins proteicos do Lidl :P Para quem não está a par, há algumas semanas começaram a aparecer nos supermercados portugueses da cadeia Lidl uns pudins proteicos muito parecidos aos da Ehrmann. Estão disponíveis em duas versões: baunilha e chocolate . Cada pudim ( 200g ) tem cerca de 150kcal e 20g de proteína e custa 0.99€ . Não têm açúcar adicionado , e são isentos de lactose e de glúten .  Por vezes recebo comentários a referir que o teor de açúcar não é nulo (4g/100g) , mas é importante referir que este açúcar é naturalmente presente . Os iogurtes naturais não adoçados têm uma quantidade de açúcar semelhante. Outro ponto importante a referir é que a proteína também vem do leite , que é uma fonte de qualidade (por ser completa, ao contrário por exemplo do colagénio ou glúten). Antes que fiquem excessivamente entusiasmados, devo dizer que encontrá-los não é tarefa fácil: a procura anda ao nível dos skyr na altura em que foram lançados (

Produtos #69 - Pudins Proteicos da Ehrmann (Caramelo, Baunilha, Chocolate e Chocolate-Coco)

Hoje o post é sobre os famosos pudins proteicos da Ehrmann. Sempre que partilho fotos deles recebo perguntas, é infalível - seja acerca do rótulo, do preço, do sabor, dos locais de compra,... Desta forma, achei que o melhor seria escrever um post sobre eles e acabar com as dúvidas de uma vez por todas :) Começo pelas informações básicas: Locais de Compra Para já, os pudins estão disponíveis em poucas superfícies comerciais: fisicamente apenas os encontram nas lojas  Auchan e Primebody Nutrishop (há três, todas em Lisboa). Podem ainda encomendar online pelos respetivos sites, auchan.pt e primebodynutrishop.com . A cadeia Auchan só faz envios para algumas partes do território nacional, mas a Primebody envia para todo o país. Se optarem por encomendar pelo Auchan , os portes ficam a 5,90€ ; que eu saiba são fixos (acho que não há nenhum valor a partir do qual o envio seja grátis). No site da Primebody os portes ficam a 3,99€ , e são grátis para encomendas a part

Madalenas Sem Açúcar

Tenho a tradição de testar uma receita nova de cada vez que recebo ou compro uma nova forma. Por vezes as ideias são muitas e não é fácil escolher, mas quando a My Tup Love  me enviou esta forma não houve sequer um momento de indecisão: forma de madalenas pede madalenas :D  Juntei o útil e agradável, e usei na receita a recentemente lançada aveia de custard. O seu aroma docinho a lembrar bolos com limão não podia ser mais adequado para o efeito :)  Madalenas Sem Açúcar Para 6 madalenas Ingredientes : [  1 ovo [  50g de quark natural [  25ml de leite [  75g de farinha de aveia com sabor (usei a de custard da EU Nutrition , que tem um saborzinho a limão fantástico; podem encomendar com 15% de desconto usando o cupão euavela15 no site) [  1 colher de café de fermento Preparação : | Bater o ovo com o quark durante dois ou três minutos. | Baixar a velocidade para o mínimo e adicionar o leite, batendo apenas até este estar incorporado.  | Juntar a farinha e o fermento envolver com uma espát