Avançar para o conteúdo principal

Preparação de Refeições #17 - Dhal de Lentilhas e Pakhoras de Vegetais



Esta semana também estive por casa, mas (novamente) achei melhor preparar as refeições para a semana independentemente disso. Como o Natal desregula as rotinas de uma pessoa, em grande parte dos dias acordei absurdamente tarde e acabei por quase comer o almoço como primeira refeição ('quase' porque comi sempre pelo menos uma peça de fruta algum tempo antes, ao acordar). 

Pode parecer estranho, mas eu até prefiro assim: se nestes dias não tivesse refeições preparadas acabaria por só tomar o pequeno-almoço e não almoçar, e (para além de ser importante fazer uma refeição mais composta e com vegetais) saltar o almoço deixa-me sempre com a sensação de que o dia não tem estrutura e não rende, não sei se sou só eu :P

Foto pré-tupperwares da praxe
Se têm lido os últimos posts do blog (ou me seguem nas redes sociais), saberão o que preparei, porque já publiquei as receitas: a do dhal de lentilhas está aqui e a das pakhoras aqui. Fui buscar uma dupla um pouco diferente do habitual porque tento não me repetir muito e não sabia o que fazer de 'novo'; às vezes perguntam-me como é que tenho ideias para fazer coisas diferentes todas as semanas, mas a verdade é que muitas vezes ando vários dias a arrastar a escolha por não saber o que vou fazer. E frequentemente só me decido com a pressão de ir fazer as compras da semana e ter de comprar os ingredientes :P

No entanto, as ideias novas normalmente vêm em cascata. Por exemplo, como estava a dizer, não sabia o que ia fazer para esta semana, mas enquanto pesquisava (e me decidia pela dupla que partilho hoje) também já escolhi o que vou fazer nas próximas três vezes - nada de exagerado, portanto.

Close-up do dhal
Como já publiquei ambas as receitas hoje venho só partilhar algumas fotos da preparação e dos ingredientes que usei. O dhal não tem nada que dizer, é mesmo muito fácil de fazer. Como algumas pessoas me perguntaram quais lentilhas usei deixo aqui a foto:


Naturalmente, podem usar quaisquer umas, eventualmente adaptando o tempo de cozedura (é só irem provando). Sei que há muita gente que não está habituada a usar lentilhas, mas eu adoro, e são muito práticas e fáceis de preparar! No caso do dhal nem é preciso cozê-las à parte :) Certifiquem-se apenas de que as demolham durante pelo menos 6 horas (vejam o que aconselha a embalagem das vossas).

Pakhoras :)
Achei as pakhoras interessantes como acompanhamento, visto que adicionam alguns vegetais às refeições e ficam adoráveis no prato (também é importante :P). 

Quanto à farinha de grão-de-bico, eu (como disse na receita) triturei grão-de-bico seco. Usei este, da Origens Bio:


Foi a marca que me ofereceu, e como tenho parceria podem comprá-lo no site com 10% de desconto se usarem o cupão cremedeavelas. No entanto, qualquer grão-de-bico serve, desde que seja seco e não demolhado.

Eu triturei-o usando a Yammi:



Não foi muito fácil - tive de fazer vários 'turbos', porque o grão-de-bico é bem duro e não fica em farinha facilmente. E mesmo assim a farinha não ficou propriamente fina!

Se conseguirem encontrar farinha de grão-de-bico à venda podem usar, mas eu pelo menos nunca vi e penso que não é uma farinha propriamente comum. Caso decidam fazê-la em casa, como eu, usem processadores fortes - não me responsabilizo por lâminas desistentes em curso da produção de farinha :P

Embora já tenha publicado a receita, deixo algumas fotos que tirei do procedimento, para verem a consistência com que deve ficar a massa :)

A mistura dos ingredientes secos 
Depois de juntar a primeira parte da água

Vegetais

Tudo junto (+ água extra)
Normalmente o modo de preparação das pakhoras é fazer um polme espesso com a farinha, especiarias, fermento e água e adicionar a este os vegetais; eu adicionei bastante água extra no fim porque usando as proporções que vi na maior parte das receitas não conseguiria fazer as pakhoras coesas. Provavelmente isto deve-se a elas serem tradicionalmente fritas em bastante óleo - sendo feitas na frigideira anti-aderente desfazem-se mais facilmente. No entanto, depois de juntar a quantidade de água que referi tornou-se bastante fácil prepará-las - apenas recomendo que usem uma boa frigideira anti-aderente, porque facilita muito. Eu usei a que uso para fazer panquecas, que já partilhei por aqui, e serviu muito bem - pelo menos nenhuma pakhora ficou desfeita :P

Prato final, e o meu almoço a semana toda :P
E pronto, as refeições que preparei para a semana que passou foram assim. Foi uma semana algo atípica a nível de rotinas, mas como é costume não me fartei da comida e deu muito jeito tê-la já pronta :) Espero que tenham gostado!

Comentários

Publicar um comentário

Mensagens populares deste blogue

As Panquecas Perfeitas! (Saudável, Sem Gordura Adicionada, Sem Glúten)

Desde que tenho o blog já experimentei muitas receitas de panquecas, e já publiquei várias delas. Algumas foram particularmente bem-sucedidas: as de aveia com quark, as de weetabix e as de coco já foram feitas (e aprovadas) por muita gente que me veio dar o seu feedback.
Outras tornaram-se em clássicos por aqui, e foram repetidas imensas vezes por mim desde que as publiquei; é o caso das panquecas com aveia de sabor e das de aveia e centeio.
Mesmo as panquecas de abóbora, uma das últimas receitas que publiquei, foram bastante apreciadas (por mim e por quem já experimentou e partilhou a sua opinião).
E gostei bastante de todas estas receitas, até porque só publico no blog coisas de que tenha gostado realmente. Mas, as receitas antigas que me desculpem, hoje não venho partilhar uma receita de panquecas 'boa', nem sequer muito boa. Hoje venho partilhar A receita, capaz de revolucionar por completo a forma como vêem as panquecas.
Apenas as fiz hoje, mas tive de publicar rapidamen…

Papas de Aveia com Claras (com aveia de sabor) (Saudável, Sem Lactose*, Sem Açúcar/Gordura Adicionados)

Já ouvi relatos mirabolantes de desastres na cozinha. Mesmo sendo óbvio que esta é basicamente um aglomerado de aparelhos potencialmente perigosos, continua a surpreender a quantidade de histórias incríveis que sobre ela há: seja sobre panelas de pressão a explodir ou desastres no fogão que originam mini incêndios, praticamente toda a gente tem algumas histórias para contar nesta divisão. Considerando isto, acho que até tenho tido alguma sorte. Tirando os óbvios e nada originais cortes e queimaduras, não me aconteceu nada de especial. A menos que consideremos... O incidente do gelado frito. Tudo começou com um inocente pedido de gelado frito para sobremesa num restaurante chinês. Tinha começado há pouco a cozinhar mais sobremesas, apenas com bolos simples, e decidi depois replicar a receita em casa, o que requeria um tacho de óleo a ferver e a necessidade de colocar e retirar rapidamente bolas de gelado deste para que não derretessem - nada fora do comum até aqui, portanto. Por muito…

Pudim Flan Proteico (Saudável, Sem Açúcar/Gordura Adicionados)

Se antes tinha um ódio de estimação por gelatina, de tal forma que o cheiro me deixava enjoada (especialmente quando quente), num passado recente os meus gostos nesse campo deram uma volta de 180 graus. Isto ocorreu em grande parte devido às gomas de fruta caseiras, que faço várias vezes por semana e consumo diariamente. Até acertar com a receita tive algumas 'fornadas' sofríveis que, confesso, custaram a acabar - mas depois de chegar à fórmula ideal nunca mais olhei para trás, e ando há meses viciada nas minhas gominhas, sem sinal de mudança à vista :)  Desta forma, não é de estranhar que me veja encorajada a fazer mais experiências com gelatina entre os ingredientes. Ultimamente, e em particular depois do sucesso do leite creme proteico, andava com a ideia de fazer uma espécie de pudim flan instantâneo mesmo simples: apenas leite, whey e gelatina para solidificar. Se por um lado me parecia que uma ideia tão simples estava a pedir para ser testada, por outro custava-me acre…