Avançar para o conteúdo principal

Salame de Chocolate (Saudável, Sem Glúten/Lactose, Sem Açúcar/Gordura Adicionados)


Tenho feito bastantes novas receitas novas: só nesta semana passaram pela minha cozinha panquecas de abóbora, broa, bolinhos de bacalhau, torta de abóbora e, claro, este salame de chocolate negro - tudo em versões saudáveis.
Claro que com este ritmo começaram a acumular as receitas que tenho para publicar, e como ontem me apercebi de que apenas teria tempo para partilhar uma receita até ao Natal decidi fazer uma sondagem para ver qual é que as pessoas mais queriam. Como podem ter adivinhado pelo título do post, o salame foi o vencedor (embora a broa tenha dado luta!).
Assim sendo, hoje deixo a receita - por sinal bastante adequada para o Natal, fica a dica :P
De resto, como disse, até lá não publicarei mais nenhuma. Para o dia em si vou fazer principalmente receitas antigas que já estão no blog - caso estejam à procura de sugestões, algumas das minhas preferidas são o bolo de leite enqueijado, a tarte de flan, o pudim de ovos, o bolo rainha, o pão de Ló húmido, o pudim de caféo monkey bread (não são 'mais saudáveis', mas são deliciosos).
Penso que vou fazer pelo menos o bolo de leite enqueijado e o bolo rainha para o Natal, e talvez faça a tarte de flan e o pudim para o ano novo. Faço sempre as mesmas coisas, mas em equipa vencedora não se mexe, certo? :P
À parte destas, o salame também é uma sugestão interessante, até porque muita gente o considera indispensável na mesa de Natal. Na minha família não é propriamente tradição - aliás, antes de fazer este só tinha comido salame uma vez, quando tinha cerca de 10 anos! No entanto, uma pessoa sugeriu-me pelo Instagram fazer uma versão saudável, e claro que tinha de experimentar. Não desiludiu, e sem mais demoras aqui fica :)





Salame de Chocolate (Saudável, Sem Glúten/Lactose, Sem Açúcar/Gordura Adicionados)
Para um salame pequeno

Ingredientes:
[  2 ovos
[  1 scoop de whey (25g)*
[  2 colheres de sopa de cacau magro em pó (cerca de 10g)
[  50g de chocolate negro (usei 70% cacau; optem por uma versão certificada sem glúten ou lactose para estas versões)
[  100g de avelãs 

Preparação:
| Num recipiente pequeno, colocar os ovos, a whey e o cacau em pó e misturar com um garfo ou fouet até a mistura ficar homogénea.
| Partir o chocolate negro em pedaços e colocar numa malga (ou outro recipiente que possa ir ao microondas). Levar ao microondas em potência baixa, retirando frequentemente para mexer, até que este esteja derretido.
| Incorporar o chocolate derretido no preparado anterior, misturando bem.
| Colocar a mistura numa folha de papel de alumínio, distribuindo-a de forma a que possa ser enrolada num cilindro (é normal que não seja fácil de moldar, mas depois de ser enrolada vai adquirir uma forma mais direitinha). Enrolar então a folha em volta do salame, apertando as extremidades como se fosse um rebuçado gigante. Deve ficar apertada; passem as mãos pela superfície para a regularizarem um pouco.
| Levar ao frigorífico até que solidifique (pelo menos algumas horas). Cortar em fatias e reservar no frigorífico.

*Usem whey de um sabor que inclua chocolate. Eu usei esta isolada de chocolate e coco da EU Nutrition, que podem comprar com 15% de desconto + ofertas usando o cupão euavela15 - vejam a campanha aqui. Até dia 31 se encomendarem 2kg desta whey e a encomenda for >49,9€ recebem 1kg de manteiga de amendoim de oferta (além das ofertas e desconto associados ao cupão!).  
Caso pretendam que o salame seja isento de lactose, usam uma whey sem lactose.
Caso queiram omitir a whey, pode ser necessário adicionar algum tipo de adoçante.

Nota: o salame fica bastante cremoso - dá para cortar às fatias, mas é um pouco mole! Eu gostei do resultado, mas caso pretendam que fique mais sólido podem juntar 1 colher de sopa de farinha de coco (ou outras, embora a de coco dê mais consistência).



Como disse só provei salame uma vez e foi há séculos, por isso não tenho grande meio de comparação, mas gostei mesmo deste! Ficou com uma textura densa mas suave, e um sabor intenso a chocolate muito agradável :)
Optei por colocar avelãs pelo meio e não bolachas porque não me apetecia estar a fazer bolachas saudáveis caseiras. Claro que podia ter usado de compra, mas muito dificilmente se encontra bolachas realmente saudáveis nos supermercados - e embora acredite que cabe tudo numa alimentação saudável, quando faço uma receita deste género o 'desafio' é usar ingredientes menos processados ou com melhor perfil nutricional, por isso sentiria que estava a fazer batota se usasse bolachas de compra :P
De qualquer modo, as avelãs resultam muito bem e acrescentam um toque crocante delicioso!
Caso sejam fãs de salame (ou mesmo que quase nunca comam, como eu), penso que se experimentarem não se vão arrepender :)
____________________________________________________________________________
Informação Nutricional (por uma fatia)
Energia: 145kcal
Proteínas: 6.5g
Hidratos de Carbono: 5.6g 
-       Dos quais açúcares: 2.4g
Lípidos: 11.3g 
-          Dos quais hidrogenados: 0.0g
-     Dos quais saturados: 2.4g
Fibra:  2.1g

     A informação nutricional engloba uma porção (neste caso, corresponde a 1 fatia ou 1/8 da receita). Os valores estão sujeitos a erro humano e a alguma imprecisão, mas deverão estar próximos do valor real.
____________________________________________________________________________

Comentários

  1. Super mas super interessante!
    Só não faço porque não consigo comer chocolate negro, mas é mesmo uma excelente ideia!
    E substituir o chocolate em pó por aveia de chocolate? Dá-lhe a cor uma parte do sabor =)

    Beijocas e feliz Natal

    ResponderEliminar
  2. Tem um aspecto de babar, maravilhoso! :) Se quiseres dar-lhe consistência podes congelar, há quem congele o salame, por isso também o poderias fazer. :D Boas Festas.
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Produtos #91 - Pudins Proteicos do Lidl (Baunilha/Chocolate)

Hoje o post é sobre a febre do momento: os pudins proteicos do Lidl :P Para quem não está a par, há algumas semanas começaram a aparecer nos supermercados portugueses da cadeia Lidl uns pudins proteicos muito parecidos aos da Ehrmann. Estão disponíveis em duas versões: baunilha e chocolate . Cada pudim ( 200g ) tem cerca de 150kcal e 20g de proteína e custa 0.99€ . Não têm açúcar adicionado , e são isentos de lactose e de glúten .  Por vezes recebo comentários a referir que o teor de açúcar não é nulo (4g/100g) , mas é importante referir que este açúcar é naturalmente presente . Os iogurtes naturais não adoçados têm uma quantidade de açúcar semelhante. Outro ponto importante a referir é que a proteína também vem do leite , que é uma fonte de qualidade (por ser completa, ao contrário por exemplo do colagénio ou glúten). Antes que fiquem excessivamente entusiasmados, devo dizer que encontrá-los não é tarefa fácil: a procura anda ao nível dos skyr na altura em que foram lançados (

Produtos #69 - Pudins Proteicos da Ehrmann (Caramelo, Baunilha, Chocolate e Chocolate-Coco)

Hoje o post é sobre os famosos pudins proteicos da Ehrmann. Sempre que partilho fotos deles recebo perguntas, é infalível - seja acerca do rótulo, do preço, do sabor, dos locais de compra,... Desta forma, achei que o melhor seria escrever um post sobre eles e acabar com as dúvidas de uma vez por todas :) Começo pelas informações básicas: Locais de Compra Para já, os pudins estão disponíveis em poucas superfícies comerciais: fisicamente apenas os encontram nas lojas  Auchan e Primebody Nutrishop (há três, todas em Lisboa). Podem ainda encomendar online pelos respetivos sites, auchan.pt e primebodynutrishop.com . A cadeia Auchan só faz envios para algumas partes do território nacional, mas a Primebody envia para todo o país. Se optarem por encomendar pelo Auchan , os portes ficam a 5,90€ ; que eu saiba são fixos (acho que não há nenhum valor a partir do qual o envio seja grátis). No site da Primebody os portes ficam a 3,99€ , e são grátis para encomendas a part

Papas de Aveia com Claras (com aveia de sabor) (Saudável, Sem Lactose*, Sem Açúcar/Gordura Adicionados)

Já ouvi relatos mirabolantes de desastres na cozinha. Mesmo sendo óbvio que esta é basicamente um aglomerado de aparelhos potencialmente perigosos, continua a surpreender a quantidade de histórias incríveis que sobre ela há: seja sobre panelas de pressão a explodir ou desastres no fogão que originam mini incêndios, praticamente toda a gente tem algumas histórias para contar nesta divisão. Considerando isto, acho que até tenho tido alguma sorte. Tirando os óbvios e nada originais cortes e queimaduras, não me aconteceu nada de especial. A menos que consideremos... O incidente do gelado frito . Tudo começou com um inocente pedido de gelado frito para sobremesa num restaurante chinês. Tinha começado há pouco a cozinhar mais sobremesas, apenas com bolos simples, e decidi depois replicar a receita em casa, o que requeria um tacho de óleo a ferver e a necessidade de colocar e retirar rapidamente bolas de gelado deste para que não derretessem - nada fora do comum até aqui, portanto. Po