Avançar para o conteúdo principal

Pudim de Caneca (Saudável, Sem Açúcar/Gordura Adicionados, Sem Glúten/Lactose, Paleo)



Há algum tempo decidi fazer um pudim no fim-de-semana que se seguia à data. Não fazia há algum tempo, o meu irmão implorava-me por pudim e seria até rápido, por isso cedi. 
Comprei leite meio gordo durante o fim-de-semana, porque reparei que deixava um gosto mais agradável do que o gordo. Guardei-o no armário, onde ficou à espera de ser magicamente transformado em pudim. 
Depois chegou o fim-de-semana. Comecei por fazer o caramelo, e apercebi-me de que utilizando-o para o caramelo não teria açúcar suficiente para o pudim em si. 
Não há nada mais irritante que perceber que não temos o que é preciso a meio da confeção de alguma coisa - e é muito perigoso assumir que temos os ingredientes base de qualquer receita. Açúcar, farinha,... Acho que nunca pus um destes numa lista de compras sem percalços chatos a forçar a ação. 
Dei-me por feliz por ter lojas acessíveis a pé onde pudesse comprar açúcar, e fui lá rapidamente enquanto o caramelo solidificava na forma.
Retomei então o que fazia antes. Comecei a bater os ovos com o açúcar, seguiram-se os outros passos e por fim coloquei o preparado na forma. Ao contrário do que se tinha sucedido noutras vezes com a mesma receita, o líquido não coube todo na forma. -> Primeiro indício de um desastre.
Coloquei apenas o suficiente, tampei e pus o pudim a cozer na panela de pressão. Findo o tempo normal, transferi para uma base na bancada e destapei. Tendo feito a receita vezes sem conta, reparei logo que estava mais líquido e espumoso do que o costume. -> Segundo indício de um desastre.
Eventualmente o conjunto arrefeceu, e esperançosa tentei desenformar para um prato fundo. Ouvi o som do pudim a descolar-se da forma e por fim caiu deselegantemente, espraiando-se por todo o prato como uma lesma gorda e começando a escorrer para o balcão pelas bordas.
Já tinha repetido este pudim vezes sem conta, e mesmo assim houve maneira de fazer com que desta vez corresse mal. O meu irmão acabou a comer pudim líquido com uma colher até inevitavelmente enjoar, e o resto foi para o lixo.
Ainda não tinha esta receita, porque seria uma ótima salvação do mundo pudim. É um pudim cuja receita é impossível de correr mal, que se faz rapidamente e que arrefece de forma ainda mais rápida. Com a adição de ser delicioso.




Pudim de Caneca (Saudável, Sem Açúcar/Gordura Adicionados, Sem Glúten/Lactose?, Paleo?)
Adaptado daqui
Para um pudim individual

Ingredientes:
[  5g + 5g de mel (1 + 1 colheres de chá)
[  1 ovo M
[  100ml de leite (vegetal/Sem lactose para a versão sem lactose, de um fruto seco para a versão paleo. Se for meio-gordo fica com um gosto mais particular a pudim)

Preparação:
| Colocar 5g de mel numa caneca grande e levar ao microondas durante 30 segundos. Retirar, observar e colocar mais 30 segundos as vezes necessárias para que se assemelhe a caramelo (mais claro ou escuro segundo a vossa preferência. Deverão repetir entre 3 e 5 vezes os 30s.)
| Rodar a caneca para que o mel cubra os lados.
| Num recipiente à parte, bater o ovo com as restantes 5g de mel. Juntar o leite e bater novamente.
| Colocar na caneca 'untada' (o mel deve arrefecer um pouco para ficar semi-sólido) e levar ao microondas entre 2 e 3 minutos (até que não esteja líquido).
| Assim que saia do microondas, tapar a parte de cima da caneca com película aderente e cobrir com um pano.
| Após 10 minutos 'abafado', deixar o pudim arrefecer e levá-lo ao frigorífico até estar frio.




Eu já tinha uma receita de pudim no microondas no blog, mas este tem caramelo por isso é 'mais a sério'. Fica mais semelhante a pudim 'normal', até em aspecto, com uma textura deliciosa que lembra mesmo os originais. Se não fosse por ser saudável, a conveniência de ser prático e rápido bastaria para fazer render-se qualquer apreciador da sobremesa! Fica delicioso e sabe pouco a mel (não gosto muito do sabor a mel, neste caso fica ligeiro e mais por causa do caramelo). Preparação ativa resume-se a uns 30 segundos, quase sem sujar nada... Melhor ou mais simples é difícil! Sabe a pudim flan, mas menos gelatinoso e melhor. Se é alguma indicação, fiz uns 10 na última semana. ;)
_________________________________________________________________________
Informação Nutricional (por 1 pudim)
Energia: 116kcal
Proteínas: 8.9g
Hidratos de Carbono: 6.1g
-       Dos quais açúcares: 6.1g
Lípidos: 6.2g 
-          Dos quais hidrogenados: 0.0g
-     Dos quais saturados: 1.7g
Fibra: 0.6g
Sódio: 72mg

     A informação nutricional engloba uma porção (neste caso, corresponde a 150g, 1 pudim individual ou a totalidade da receita). O leite incluído é de soja. Está sujeita a erro humano e a alguma imprecisão, mas deverá apresentar valores próximos do valor real. 
______________________________________________________________________



Comentários

  1. Tambem ando com desejos de pudim mas tinha de ser saudavel, essa receita vem mesmo a calhar! Obrigada!!!!! Beijo grande

    ResponderEliminar
  2. há dias em que simplesmente não dá para cozinhar, por muito que se vá ignorando os indícios!! ahah adorei a lesma gorda :P as tuas fotos ainda ficaram mais bonitxinhas do que as minhas :) bom fim-de-semana avelãs, beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Acho que vou fazer amanhã Avelã! Sim, porque com os restos do Joaquin por cá, o meu dia vai ser passado na cozinha a fazer e comer (ahahah que mau dia).
    Beijinho*

    ResponderEliminar
  4. wow eu nem sabia que isto existia!! Bolo conhecia ( e nada saudável), mas este...! Li que não sabe a mel, logo acho que posso arriscar! Embora tambem me tenha lembrado do xarope de acér conheces? Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Conheço sim, é idêntico a mel, tenho quase a certeza que resulta e até é capaz de ficar melhor (pelo menos para não apreciadores de mel) :)
      O pudim em si não sabe a mel, sabe mesmo a leite, como os flans. A única coisa que sabe mais é mesmo o caramelo, mas ele escorre todo e não fica quase nenhum :D

      Eliminar
    2. Olá! Experimentei agora a receita com metade mel metade maple syrup e acho que fica muito aguado e altera a textura do pudim. Mas pode ter sido a minha experiencia! D e qualquer forma desapareceu 10 minutos depois de sair do microondas :P

      Eliminar
    3. Que estranho! Não diria que uma quantidade tão pequena como 1/2 colher de chá iria influenciar tanto a textura. Obrigada pelo aviso! :D

      Eliminar
    4. Uma colher de chá de mel (prata o fundo) e uma de chá de syrup (para o leite) :) mas pode ter sido só no meu caso!

      Eliminar
    5. Ah, sim, peço desculpa, como disse metade pensei que só tivesse usado meia colher no pudim em si! :)

      Eliminar
  5. Perfeito ^^ estava aqui a procurar receitas de bolo na caneca ... banana era uma opção mas pudim é simplesmente irresistível e sem culpas :)

    ResponderEliminar
  6. Eu gosto de pudins, é uma sobremesa saborosa e fácil de fazer!
    Beijos e Bom fim de semana!

    ResponderEliminar
  7. Pudim de caneca? Não conhecia... e parece-me uma excelente ideia. Vou experimentar!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  8. O aspeto é bom, mas eu cá não gosto de pudim!

    Isabel Sá
    http://brilhos-da-moda.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  9. Mauis prático e rápido é impossível. O aspeto é ótimo.
    Bom domingo.

    ResponderEliminar
  10. Oh avelã, se há coisa que detesto é constatar que não tenho ingredientes a meio de uma receita... Tal como tu dou por adquirido que tenho sempre açúcar/farinha/ovos... E depois vai-se a ver e falta um ingrediente grrrrrrrr :-(
    Não conhecia pudim na caneca a não ser o outro 'branco' que fizeste e mostraste aqui. E aqui está uma coisa que eu adoro fazer... Pudins! Por isso vou experimentar :-) Está muito apetecível avelã... Imagino o porquê desses 10 numa semana... Beijinhos grandes***

    ResponderEliminar
  11. Não podes dizer que foi por falta de "aviso" porque tiveste muitos indícios durante a receita de que ia correr mal :P ihih
    Mas uma pergunta importante, ou melhor uma constatação, nunca me lembrei de cozer o pudim na panela de pressão! Que fail :P cozo sempre em banho maria no forno, mas nunca me lembrei do raio da panela de pressão (se bem que a minha é muito alta e pouco larga por isso acho que a forma não cabia lá dentro). Agora falando de pudins, adoro pudins, mas não gosto nada do caramelo :D o pudim da minha mãe é tão bom, mas aquela teimosa insiste em meter carradas de caramelo e depois eu tenho de andar a escavar o pudim :D E a mais é caramelo que eu faço em casa, que não é tão mau como o de compra (eu não sou esquisita, mas caramelo dispenso :O - esta cara é o máximo :P)
    E agora o melhor de tudo: tenho os ingredientes todos e posso fazer amanhã!! Ah e vou aventurar-me com o "caramelo" de mel :P não é tão "intenso" como o caramelo normal pois não?
    P.S.: Ainda não fiz a receita, mas acho que vou arranjar um novo favorito (e olha que é difícil bater aquela nutella deliciosa e o melhor batido do mundo :P já perdi a conta aos batidos que fiz e a nutella já vai na segunda "fornada" aqui em casa. Ah e sem mencionar que a minha comadre já me "encomendou" um balde cheio :D)
    Obrigada por estas receitas deliciosas ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu sempre fiz na panela de pressão por ser a receita de família. :)
      Também não gosto do de compra, mas nos pudins nem noto :) Se não gostas muito do sabor de caramelo não ponhas muitas vezes no microondas (só umas 3 ou assim), deixa ficar mais branquinho que fica menos intenso. ;)
      Se fizeres espero que gostes! Obrigada eu pelos comentários :D

      Eliminar
  12. Não fazia ideia que dava para fazer também isto!
    Sempre útil =)

    Beijocas

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Produtos #91 - Pudins Proteicos do Lidl (Baunilha/Chocolate)

Hoje o post é sobre a febre do momento: os pudins proteicos do Lidl :P Para quem não está a par, há algumas semanas começaram a aparecer nos supermercados portugueses da cadeia Lidl uns pudins proteicos muito parecidos aos da Ehrmann. Estão disponíveis em duas versões: baunilha e chocolate . Cada pudim ( 200g ) tem cerca de 150kcal e 20g de proteína e custa 0.99€ . Não têm açúcar adicionado , e são isentos de lactose e de glúten .  Por vezes recebo comentários a referir que o teor de açúcar não é nulo (4g/100g) , mas é importante referir que este açúcar é naturalmente presente . Os iogurtes naturais não adoçados têm uma quantidade de açúcar semelhante. Outro ponto importante a referir é que a proteína também vem do leite , que é uma fonte de qualidade (por ser completa, ao contrário por exemplo do colagénio ou glúten). Antes que fiquem excessivamente entusiasmados, devo dizer que encontrá-los não é tarefa fácil: a procura anda ao nível dos skyr na altura em que foram lançados (

Produtos #69 - Pudins Proteicos da Ehrmann (Caramelo, Baunilha, Chocolate e Chocolate-Coco)

Hoje o post é sobre os famosos pudins proteicos da Ehrmann. Sempre que partilho fotos deles recebo perguntas, é infalível - seja acerca do rótulo, do preço, do sabor, dos locais de compra,... Desta forma, achei que o melhor seria escrever um post sobre eles e acabar com as dúvidas de uma vez por todas :) Começo pelas informações básicas: Locais de Compra Para já, os pudins estão disponíveis em poucas superfícies comerciais: fisicamente apenas os encontram nas lojas  Auchan e Primebody Nutrishop (há três, todas em Lisboa). Podem ainda encomendar online pelos respetivos sites, auchan.pt e primebodynutrishop.com . A cadeia Auchan só faz envios para algumas partes do território nacional, mas a Primebody envia para todo o país. Se optarem por encomendar pelo Auchan , os portes ficam a 5,90€ ; que eu saiba são fixos (acho que não há nenhum valor a partir do qual o envio seja grátis). No site da Primebody os portes ficam a 3,99€ , e são grátis para encomendas a part

Papas de Aveia com Claras (com aveia de sabor) (Saudável, Sem Lactose*, Sem Açúcar/Gordura Adicionados)

Já ouvi relatos mirabolantes de desastres na cozinha. Mesmo sendo óbvio que esta é basicamente um aglomerado de aparelhos potencialmente perigosos, continua a surpreender a quantidade de histórias incríveis que sobre ela há: seja sobre panelas de pressão a explodir ou desastres no fogão que originam mini incêndios, praticamente toda a gente tem algumas histórias para contar nesta divisão. Considerando isto, acho que até tenho tido alguma sorte. Tirando os óbvios e nada originais cortes e queimaduras, não me aconteceu nada de especial. A menos que consideremos... O incidente do gelado frito . Tudo começou com um inocente pedido de gelado frito para sobremesa num restaurante chinês. Tinha começado há pouco a cozinhar mais sobremesas, apenas com bolos simples, e decidi depois replicar a receita em casa, o que requeria um tacho de óleo a ferver e a necessidade de colocar e retirar rapidamente bolas de gelado deste para que não derretessem - nada fora do comum até aqui, portanto. Po