Avançar para o conteúdo principal

Bolo Mármore (Saudável, Sem Açúcar/Gordura Adicionados, Sem Glúten/Lactose, Integral)


Às vezes fico a pensar se realmente gosto de cozinhar ou se gosto da ideia de o fazer.
Sendo honesta, não sei se acho o ato tranquilizante ou agradável de todo. As receitas que faço no dia-a-dia são saudáveis, e não encontro nada de relaxante em grelhar frango ou cozinhar batata-doce. Fora das refeições a coisa melhora, mas nem tanto - fazer panquecas ou scones está associado a triturar meio quilo de aveia com a varinha mágica, sujar loiça e perder tempo.
As estimativas de quanto vou demorar são sempre largamente superadas, e coisas simples que acho que ocuparão 10 minutos acabam por roubar um intervalo de tempo bem maior.
Depois há os desastres associados - nada me irá fazer esquecer o dia em que fiz maionese, por exemplo. Observar a mistura cremosa e branquinha lentamente coalhar e ficar líquida quando já posta no tupperware foi demasiado para o meu pobre coração...
Outra eventualidade terrível e desapontante é a queda de frascos com palitos. Não sei se já vos aconteceu, mas talvez por os meus estarem na ponta de um armário e ter 3 tipos (compridos, finos e largos, cada um deles imprescindível), já passei por esse desastre variadas vezes, todas terríveis na sua individualidade. A minha reação é sempre a mesma - sem paciência e depois de maldizer o mundo inteiro, empilho desajeitadamente os palitos, o que já de si demora séculos, até pela complicada arte de os colocar a todos lá dentro. E lá fica tristemente, até ser substituido, o pacote de palitos, todo mal arranjado e a transbordar.
É este tipo de coisas que me faz perder a fé em palitos.
De vez em quando é preciso fazer um bolo destes para recuperar a fé. Um bolo que precise de um palito para ver se está cozido (dos finos, para não marcar) e de um para desenhar o padrão (dos compridos, para ser mais fácil). E, claro, que seja tremendamente delicioso.








Bolo Mármore (Saudável, Sem Açúcar/Gordura Adicionados, Sem Glúten/Lactose, Integral)
Para 1 bolo 

Ingredientes:
[  6 ovos
[  120g de mel (não fica muito doce, mas é a minha quantidade eleita e fica bom assim; se preferirem bolos com mais açúcar aumentem a quantidade até 200g)
[  300g de puré de abóbora (pesada já cozida e em puré) (cozi abóbora manteiga em água com canela, cravinho e noz-moscada até estar mole quando furada com um garfo, escorri e triturei )
[  300g de iogurte (ou queijo fresco batido/quark, ou de soja, para a versão sem lactose)
[  150ml de leite (pode ser vegetal, para a versão sem lactose)
[  300g de farinha de aveia (flocos de aveia triturados) (sem glúten para a versão sem glúten)
[  1 1/2 colher de sopa de fermento
[  25g de cacau em pó (sem glúten para a versão sem glúten)
[  30ml de água quente

Preparação:
| Separar as gemas das claras; colocar as primeiras num recipiente grande e as segundas no recipiente de uma batedeira elétrica.
| Adicionar às gemas o mel, puré de abóbora, iogurte e leite, batendo a cada adição.
| Peneirar para esta mistura a aveia e o fermento e misturar.
| À parte, bater as claras em castelo.
| Envolver parte das claras no preparado anterior. Ir adicionando mais e envolvendo até não restarem claras.
| Colocar metade da massa num outro recipiente e a essa metade juntar o cacau dissolvido na água quente, misturando bem.
| Colocar a massa, alternando colheradas das diferentes massas de modo a ficar com o padrão pretendido, numa forma antiaderente e levar ao forno pré-aquecido a 180 graus durante cerca de 40 minutos.


O bolo ficou mesmo como deveria ser - fofo, mais húmido na parte do chocolate e com um contraste fabuloso entre o sabor suave da parte 'clara' e o gosto intenso a cacau do restante. Fica assim uma junção equilibrada e viciante, quase como se fosse um bolo simples com porções de mousse a rechear o interior. Além de, claro, ser muito fácil de fazer e bastante saudável!
Este é mais um bolo que combina na perfeição com iogurte grego. Ainda quentinho e servido com iogurte convence qualquer um! 
_________________________________________________________________________
Informação Nutricional (por 1 fatia)
Energia: 149kcal
Proteínas: 7.7g
Hidratos de Carbono: 22.9g
-       Dos quais açúcares: 7.9g
Lípidos: 3.4g 
-          Dos quais hidrogenados: 0.0g
-     Dos quais saturados: 0.9g
Fibra: 2.3g
Sódio: 88mg

     A informação nutricional engloba uma porção (neste caso, corresponde a 100g, 1 fatia ou 1/15 da receita). Está sujeita a erro humano e a alguma imprecisão, mas deverá apresentar valores próximos do valor real. 
______________________________________________________________________

Comentários

  1. Sabes, no dia que publicaste a receita do outro bolo marmore pensei para comigo que seria interessante presenteares-nos com uma versao mais saudavel e menos calorica! Bem, não sabia que tinhas o poder de ler pensamentos!! Pois levo ja a receita para fazer nos proximos dias (com um bocadinho de sorte ja amanha)! Quanto ao gosto por cozinhar... Ha coisas que realmente não nos dá prazer (absolutamente) nenhum! E são muitas! Embora seja mais a fase da preparaçao de alguma coisa (cozer batatas doces, amanhar peixe, fritar peixe, arranjar abobora, etc), mas de resto ha coisas que são agradaveis, relaxantes, terapeuticas! Gosto mesmo de cozinhar! Às vezes reclamo porque estou exausta ou porque pura e simplesmente não me apetece cozinhar, mas perguicites agudas à parte eu gosto mesmo mas mesmo muito de cozinhar! Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Que delícia. . Ficou lindo..
    Nunca fiz acreditas. .
    Acho k vou ter msm k experimentar. .
    Beijinho
    Www.home-sweet-home.pt

    ResponderEliminar
  3. é assim... dizem que eu gosto de cozinhar pelas fotografias que apresento e pela descrição ... mas a verdade fico muitas vezes na duvida! não sei se gosto de cozinhar ou se gosto de ver/comer o efeito final! ... e ainda de ver o prazer com que as pessoas comem os meus cozinhados ... sinceramente acho que gosto mais das 2 ultimas opções :D gosto de ver resultados lindos e saborosos e de ver as pessoas felizes a provar :)
    esse bolo ... pronto, tenho de come-lo para ver se falas verdade :D
    não que desconfie de ti ... :D
    mas sim dos ingredientes :D (fofura/delicia vs falta de açúcar e farinha refinada)
    hehe
    em breve conto-te ,,,
    bjs
    Carla
    http://cromasdacozinha.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  4. Adorei este bolo, bem saudável e aromático. Assim já não pesa na consciência, embora eu ás vezes acho que não a tenho :)
    Gulosoqb

    ResponderEliminar
  5. Pensei que já tinha lido este post!
    Mas não!
    Decididamente, não!
    Jamais esqueceria a tragédia grega da queda dos palitos :-))

    Sabes, para mim, isto da cozinha ( e de muitas outras coisas na vida, melhor dizendo, de TODAS as outras coisas na vida) tem dias!
    Atualmente não tenho a mínima pachorra para as panelas!
    Nem me apetece entrar na cozinha. Mas entro, que remédio? E é tipo "tudo ao monte e fá em Deus".

    Bom fim de semana!
    Não tenciono mexer uma palha!

    ResponderEliminar
  6. Gosto imenso de bolo mármore e esta receita ,mais saudável, agrada-me imenso. Ficou lindo!
    Bjn
    Márcia

    ResponderEliminar
  7. Ficou mesmo bonito :)
    Gosto muito de bolo mármore e quanto mais saudável, melhor!
    Beijinho

    Recanto com Tempero
    http://recantocomtempero.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  8. Adoro o teu blog por isto, surpreendes-me sempre!!!
    Como já aqui disse, eu adoro bolo marmore, mas de facto por norma é um bolo bem calórico e não muito dado ao que é saudável! Resolveste o problema de uma forma mesmo perfeita, tenho que fazer!! :)

    ResponderEliminar
  9. Avelã já me ri contigo :) Realmente os palitos são para mim um karma também. Quantas vezes não me acontece o mesmo... as vezes espeto com uma data deles no lixo pela falta de paciência. Ah e qto ao gosto por cozinhar, eu não tenho qualquer dúvida que AMO, e tu também, caso contrário, não tinhas este prazer imenso em partilhar sempre connosco tudo isto :)
    O bolo saudável parece-me muito bem!! :) Beijinhos

    ResponderEliminar
  10. Adoro adoro bolo mármore e esta tua versão saudável ficou com um aspeto delicioso :)

    Vou roubar esta receita :P

    Beijinho grande

    ResponderEliminar
  11. Quem diria que um bolo com um aspecto tão guloso até pode ser saudável?! Adorei a sugestão, vou ter de experimentar ;)
    Beijinhos
    Cláudia
    http://vidadeprazeres.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  12. Que bom aspeto. Já comia!

    Isabel Sá
    http://brilhos-da-moda.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  13. Eu sempre que venho a este blog fico com fome de doces!! (e tenho de dizer que adoro o nome do blog, creme de avelãs! Adooooro Avelãs!)

    beijnho,

    McTBeauty
    http://mctbeauty.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  14. Obrigada por esta versão do meu bolo preferido, hei de experimentar :)

    ResponderEliminar
  15. Foi a receita mais original de bolo mármore que conheci e acho que deve ficar uma delícia, para além do que está lindíssimo! :D
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Produtos #91 - Pudins Proteicos do Lidl (Baunilha/Chocolate)

Hoje o post é sobre a febre do momento: os pudins proteicos do Lidl :P Para quem não está a par, há algumas semanas começaram a aparecer nos supermercados portugueses da cadeia Lidl uns pudins proteicos muito parecidos aos da Ehrmann. Estão disponíveis em duas versões: baunilha e chocolate . Cada pudim ( 200g ) tem cerca de 150kcal e 20g de proteína e custa 0.99€ . Não têm açúcar adicionado , e são isentos de lactose e de glúten .  Por vezes recebo comentários a referir que o teor de açúcar não é nulo (4g/100g) , mas é importante referir que este açúcar é naturalmente presente . Os iogurtes naturais não adoçados têm uma quantidade de açúcar semelhante. Outro ponto importante a referir é que a proteína também vem do leite , que é uma fonte de qualidade (por ser completa, ao contrário por exemplo do colagénio ou glúten). Antes que fiquem excessivamente entusiasmados, devo dizer que encontrá-los não é tarefa fácil: a procura anda ao nível dos skyr na altura em que foram lançados (

Produtos #69 - Pudins Proteicos da Ehrmann (Caramelo, Baunilha, Chocolate e Chocolate-Coco)

Hoje o post é sobre os famosos pudins proteicos da Ehrmann. Sempre que partilho fotos deles recebo perguntas, é infalível - seja acerca do rótulo, do preço, do sabor, dos locais de compra,... Desta forma, achei que o melhor seria escrever um post sobre eles e acabar com as dúvidas de uma vez por todas :) Começo pelas informações básicas: Locais de Compra Para já, os pudins estão disponíveis em poucas superfícies comerciais: fisicamente apenas os encontram nas lojas  Auchan e Primebody Nutrishop (há três, todas em Lisboa). Podem ainda encomendar online pelos respetivos sites, auchan.pt e primebodynutrishop.com . A cadeia Auchan só faz envios para algumas partes do território nacional, mas a Primebody envia para todo o país. Se optarem por encomendar pelo Auchan , os portes ficam a 5,90€ ; que eu saiba são fixos (acho que não há nenhum valor a partir do qual o envio seja grátis). No site da Primebody os portes ficam a 3,99€ , e são grátis para encomendas a part

Papas de Aveia com Claras (com aveia de sabor) (Saudável, Sem Lactose*, Sem Açúcar/Gordura Adicionados)

Já ouvi relatos mirabolantes de desastres na cozinha. Mesmo sendo óbvio que esta é basicamente um aglomerado de aparelhos potencialmente perigosos, continua a surpreender a quantidade de histórias incríveis que sobre ela há: seja sobre panelas de pressão a explodir ou desastres no fogão que originam mini incêndios, praticamente toda a gente tem algumas histórias para contar nesta divisão. Considerando isto, acho que até tenho tido alguma sorte. Tirando os óbvios e nada originais cortes e queimaduras, não me aconteceu nada de especial. A menos que consideremos... O incidente do gelado frito . Tudo começou com um inocente pedido de gelado frito para sobremesa num restaurante chinês. Tinha começado há pouco a cozinhar mais sobremesas, apenas com bolos simples, e decidi depois replicar a receita em casa, o que requeria um tacho de óleo a ferver e a necessidade de colocar e retirar rapidamente bolas de gelado deste para que não derretessem - nada fora do comum até aqui, portanto. Po