sexta-feira, 13 de novembro de 2015

Papas de Aveia de Abóbora (Saudável, Sem Açúcar/Gordura Adicionados, Sem Glúten/Lactose)


A minha avó já mencionou várias vezes que, quando era mais nova, a mãe lhe dizia que viviam num pedacinho de céu. 
Fora de contexto isto é ambíguo - poderia estar a referir-se à condição de uma família ou do mundo inteiro. Na realidade referia-se ao país.
Isto não deixa de ser verdade. Situações específicas à parte, somos relativamente livres de furacões, pestes, baratas (importante), terramotos (desculpa-me, 1755, mas pertences à minoria) e acidentes em centrais nucleares (nada relacionado com não termos centrais nucleares) (imaginem que país tinha em mente a escrever dois últimos tópicos). Ainda temos localidades pequenas e familiares onde as pessoas se cumprimentam sempre, lojinhas locais que vendem a 'pasta dentífrica Couto' e gente que religiosamente a compra em detrimento da de outras marcas - mas ao mesmo tempo temos supermercados grandes e variados com produtos que se encontram no estrangeiro, mesmo não tendo todos.
Acho que é seguro dizer que não estamos mal. Dentro dos que existem num planeta que miraculosamente apresenta todas as caraterísticas necessárias e propulsionadoras da existência da vida e seu desenvolvimento para uma forma inteligente, o nosso país é decente. Mas falta-lhe o fanatismo por abóboras.
Sim, há mais abóboras nos supermercados (e campos) nesta altura do ano. Sim, o facebook/instagram/restantes redes sociais andam a ser inundados por fotografias de pães, bolos, omeletes, estufados e panquecas de abóbora. Mas não há muita gente capaz de arrancar cabelos, matar ou atirar-se de um penhasco para poder comer uma lata de puré de abóbora à colher.
E, no final do dia, o verdadeiro fanatismo por abóboras resume-se a isso. 
Enquanto bons cidadãos, cabe-nos a nós trazer a caraterística para Portugal. Cabe-nos a nós comprar e cozer abóbora e usá-la no máximo possível de receitas doces ou salgadas, tradicionais ou inventadas, saudáveis ou não, como se a nossa vida dependesse disso. Por agora tenta-se preencher e ofuscar o vazio proveniente desta falta inegável com artifícios vários - mas eu sou uma boa cidadã.
Por isso aqui está, depois do bolo de abóbora e de já ter incansavelmente feito com ela panquecas, bolinhos no microondas, queques e molhos, uma receita de papas de aveia com abóbora - capaz de conquistar uma nação (com maioria!)...

Com um 'molho' de whey por cima :) 




Papas de Aveia de Abóbora (Saudável, Sem Açúcar/Gordura Adicionados, Sem Glúten/Lactose)
Adaptado daqui
Para 1 dose

Ingredientes:
[  100ml de água
[  20g de aveia (sem glúten para a versão sem glúten)
[  Especiarias a gosto (usei canela, noz-moscada, cravinho e gengibre)
[  50ml de leite (pode ser vegetal)
[  60g de puré de abóbora manteiga (cozi em água com especiarias e triturei)
[  2 claras de ovo (60ml)
[  1 colher de café de goma xantana (opcional mas recomendado)
[  Mel ou adoçante a gosto (opcional)

Preparação:
| Numa malga, aquecer a água no microondas durante 1 minuto. Retirar e acrescentar a aveia e as especiarias.
| Deixar a aveia com água repousar durante pelo menos 10 minutos (podem deixar de um dia para o outro).
| Colocar a mistura num tacho (não muito pequeno) juntamente com o leite e levar a lume médio, mexendo ocasionalmente. Quando engrossar e a aveia estiver quase cozida adicionar o puré de abóbora e mexer bem. Retirar do lume.
| Bater as claras com a goma xantana até ficarem espessas e cremosas (1 ou 2 minutos). Adicionar o mel ou adoçante, caso se deseje utilizar, e misturar.
| Adicionar as claras ao tacho e misturar bem. Levar a lume baixo durante uns minutos até as papas estarem com a textura desejada.




Se têm por alguma razão a quantidade de aveia a ingerir limitada esta é a receita para vocês. O resultado é muito fofo e volumoso, mas sem levar a que pareça tratar-se de papa de claras com um bocado de farinha. Também não sabe a vegetal - simplesmente, a textura fica (graças à abóbora) muito agradável e cremosa, com um tom subtil de bolo deste sabor (altamente potenciado pelas especiarias, ainda por cima!). É um pós-treino ou pequeno-almoço nutricionalmente interessante, talvez complementado, sobretudo por não consistir quase só em hidratos de carbono como as habituais papas de aveia. As claras também melhoram imenso a consistência, não me lembro de fazer aveia sem elas! E, claro, há o fator psicológico associado a comer um vegetal pela manhã, logo uma outra energia. Se não gostam do sabor da aveia simples (seus hereges) é uma opção deliciosa! Se gostam também. Para variar. É igualmente delicioso, diga-se.
_________________________________________________________________________
Informação Nutricional (por 1 malga)
Energia: 136kcal
Proteínas: 11.4g
Hidratos de Carbono: 16.9g
-       Dos quais açúcares: 1.2g
Lípidos: 2.3g 
-          Dos quais hidrogenados: 0.0g
-     Dos quais saturados: 0.0g
Fibra: 3.0g
Sódio: 72mg

     A informação nutricional engloba uma porção (neste caso, corresponde a 200g, 1 malga generosa ou a totalidade da receita). Está sujeita a erro humano e a alguma imprecisão, mas deverá apresentar valores próximos do valor real. 
______________________________________________________________________

8 comentários:

  1. Eu concordo com a tua avó! Apesar de tudo, vivemos num país fantástico! E é pena que não valorizemos isso, que apenas estejamos focados nos aspetos negativos e menos bons. Pois talvez eu seja uma excepção à regra! Mesmo no que diz respeito à abóbora! É coisa que gosto muito! Ainda agora acabei de comer uma sopa de abóbora! Adoro bolo de abóbora! Adoro queijadas de abóbora! Adoro compota de abóbora! Adoro pudim de abóbora! Adoro panquecas de abóbora! Adoro papas de abóbora! Adoro tudo o que leva abóbora! A minha mãe fazia as panquecas e as papas de abóbora tão bem! Eu também as faço, mas não tão bem! São iguais às dela mas talvez falte a mão que toda a diferença faz! Aveia nunca juntei por isso ainda bem que dás a ideia! Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Gostei desta ideia bem original! Por aqui não uso muito abóbora, mas a minha mãe faz mil e uma coisas... vou-lhe sugerir esta também! :)

    ResponderEliminar
  3. A minha mãe faz um cozido com abóbora, massa e feijão XD quando era pequena não gostava mas hoje em dia adoro ;) e como vivo no campo a abóbora é sempre da horta XD anotei a receita :)

    www.therasiathecook.blogspot.com

    ResponderEliminar
  4. Eu concordo com a tua avó ou com a mãe da tua avó não sei bem, vivemos num país que é mesmo um pequeno paraiso à beira mar plantado com tudo do melhor, pessoas simpaticas, temperatura amena, dia a dia calmo. Temos muita sorte em ser portugueses podiamos ter nascido noutro lugar qualquer. Se existe coisa da qual não sou grande fã é de papas, desde pequenina que é algo que não me agrada muito.

    ResponderEliminar
  5. Eu gosto de abóbora, e também sou boa cidadã eheh, mas uso maioritariamente em doces. Em salgados acho que praticamente só uso em sopa. Em papas de aveia, nunca me lembrei! Deve ser booommm :) Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Eu gosto é de doce de abóbora mas abóbora assim.... Naaa... Não me convenceste nesta =P

    Beijocas

    ResponderEliminar
  7. Fanatismo por abóboras ahahahah a sério! O que eu me ri! Só tu :D
    Mas em relação ao país é verdade, muitas vezes comento que vivemos num cantinho do paraíso (até agora pelo menos).
    Aqui em minha casa não somos fanáticos mas utilizamos bastantes vezes abóbora. A minha mãe põe quase sempre na sopa, faz muitas vezes doce de abóbora (que é só assim uma maravilha) e já fiz o teu bolo de abóbora (esse foi novidade porque não me perguntes porquê nunca me tinha lembrado de fazer bolo com abóbora). E agora tens a excelente ideia de pôr aqui papas de aveia com abóbora! Já te disse que não engraço com papas de aveia simples, não já? ihih Com o puré de maça ficaram uma delicia e agora que queria experimentar com abóbora não tenho aqui em casa. Mas isso resolve-se, o meu tio, graças ao fascínio do pessoal aqui de casa por abóboras, começou a cultivar no quintal dele, por isso só tenho de ir lá chatear :P
    P.S.: gostei mesmo do aspecto das papas, estão mesmo apetitosas.
    P.S.2: quando fizer não vou pôr molho por cima, adivinha lá porquê? Ainda não comprei whey ihih

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu adoro doce de abóbora com nozes, mas não conheço ninguém que faça! Snif :P
      Também nunca tinha feito doces com abóbora, acho sempre que fazer o puré é demasiado chato! Mas não dá trabalho quase nenhum :) Espero que tenhas gostado do bolo :D
      Isso é que é uma família que honra a cultura das abóboras! Parabéns :P E tens sorte, abóboras caseiras são sempre melhores!

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...