Avançar para o conteúdo principal

Bolo de Cenoura (Saudável, Sem Açúcar/Gordura Adicionados, Sem Glúten/Lactose)


A série "Looney Tunes" é sem dúvida uma das que me traz mais memórias. Ainda me lembro bem de rever a cassete em que eles eram todos bebés pudera, se ainda se usavam cassetes vezes sem conta quando a tinha emprestada - há coisa mais fofa do que Looney Tunes bebés? Em versão bebé até o coiote fica adorável.
E, claro, não havia jogo de Game Boy de que gostasse mais do que o dos Looney Tunes. Como é possível não eleger como favorito um jogo em que um dos mini-bónus de final de nível inclui o Taz em versão furacão a comer presuntos? Não dá, certo?
Telefones de brincar com a forma do Tweety e camisolas com a Lola Bunny depois, não consigo deixar de associar uma certa nostalgia aos bonecos.
Talvez por isso, e apesar de nunca ter gostado de cenoura cozida, sempre adorei cenoura crua, que comia às trincas - invariavelmente acompanhada de um 'sup doc?', claro.
No entanto, há sempre uma ou outra coisa que me faz vacilar na minha posição de ódio em relação a cenouras cozidas. Esta receita é um bom exemplo: no geral até prefiro bolos com cenoura ralada, mas neste caso a cenoura cozida confere uma textura e sabor maravilhosos ao bolo. Tanto que acho que um 'sup doc?' continua a ser válido. ;)





Bolo de Cenoura (Saudável, Sem Açúcar/Gordura Adicionados, Sem Glúten/Lactose)
Adaptado daqui

Ingredientes:
[  6 cenouras grandes descascadas (cerca de 800g)
[  2 pau de canela
[  1 pedaço de casca de limão
[  Água a ferver
[  8 ovos
[  100g de mel
[  300g de farinha de aveia (certificada sem glúten para a versão sem glúten)
[  1 colher de sopa de fermento

Preparação:
| Colocar as cenouras cortadas em pedaços num tacho pequeno, juntamente com os paus de canela e a casca de limão. Cobrir com água a ferver e levar o tacho a lume médio até que as cenouras estejam cozidas (devem conseguir espetar facilmente um garfo quando estiverem prontas).
| Escorrer as cenouras, retirar a casca de limão e os paus de canela e colocá-las no recipiente de um processador ou liquidificadora (podem também colocar num recipiente grande e utilizar uma varinha mágica).
| Adicionar os ovos, o mel, a aveia e o fermento e triturar tudo até que a mistura esteja homogénea.
| Colocar o preparado numa forma antiaderente (ou untada e enfarinhada) e levá-lo ao forno pré-aquecido a 180 graus durante cerca de 30 minutos, ou até que esteja cozido (podem fazer o teste do palito).




Decidi fazer este bolo depois de reparar que um bolo de cenoura clássico estava claramente em falta na minha enorme lista de bolos saudáveis e não me arrependi - ficou saboroso, não demasiado doce e húmido, como qualquer bolo de cenoura que se preze. :)
Para além disto, é sem dúvida um dos bolos mais fáceis de fazer que encontram - à parte de cozer a cenoura, que é a coisa mais simples do mundo, apenas precisam de triturar todos os ingredientes e já está. Melhor é impossível. ;)
Como mencionei abaixo do 'título', o bolo resultante é pequeno, se quiserem um maior façam 1.5 ou 2 vezes a receita (apenas precisam de deixar mais tempo no forno, claro!).
Edição: Entretanto alterei a receita para o dobro, por isso o bolo resultante já fica com um tamanho normal/grande. As fotografias estão também atualizadas.
________________________________________________________________________
Informação Nutricional (por uma fatia)
Energia: 142kcal
Proteínas: 5.7g
Hidratos de Carbono: 22.9g
-       Dos quais açúcares: 8.0g
Lípidos: 3.4g
-       Dos quais hidrogenados: 0.0g
-       Dos quais saturados: 0.9g
Fibra:  3.1g
Sódio: 67mg

     A informação nutricional engloba uma porção (neste caso, corresponde a 1 fatia ou 1/16 da receita). Os valores estão sujeitos a erro humano e a alguma imprecisão, mas deverão estar próximos do valor real.
________________________________________________________________________

Comentários

  1. És como o meu marido, ele também não gosta muito de cenoura cozida e prefere crua. Já eu prefiro a cenoura cozida! Nem sequer gosto de cenoura raspada na salada. Não quer dizer que não coma, como! Mas não morro de amores! Que dizer desse bolo? Garantidamente ia gostar! Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Adoro bolo com cenoura cozida, faço um, nada saudável a não ser pelo uso das cenouras, que fica tipo pudim, uma maravilha! Este teu também deve ser de comer uma fatia atrás da outra. :D
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  3. Já comia.

    Beijinhos,
    Clarinha
    http://receitasetruquesdaclarinha.blogspot.pt/2017/04/um-mes-com-jamie-oliver-e-uma-quiche.html

    ResponderEliminar
  4. Looney tunes que recordações tão boas...belos tempos é o que eu digo :D, mas pronto, esse bolo de cenoura ótima sugestão eu só colocava assim um bocado de ganache de chocolate por cima mas isso sou eu que é mesmo á guloso :D


    O Cantinho dos Gulosos

    ResponderEliminar
  5. Bom dia. 150 gr de farinha de aveia equivale a quantas chávenas? Obrigada

    ResponderEliminar
  6. Que bom aspeto.
    Já ia uma fatia :)
    Beijinho

    ResponderEliminar
  7. Vou ter de experimentar... Que bom....
    Adoro bolo de cenoura, saudável bem melhor..... ;)
    Beijinho
    Bimby & Sabores da Vida

    ResponderEliminar
  8. Adoro bolo de cenoura! (= É muito raro fazer bolos, mas fiz um de cenoura há pouco tempo, adoro mesmo! Mas pronto, fiz mesmo a versão normal, tenho que experimentar esta mais saudável. Uma vez provei um, feito por uma colega de trabalho, que levava especiarias e uma cobertura de queijo e estava uma delícia... tenho que pesquisar se haverá versão saudável desse. Senão, paciência, vai mesmo assim =P

    ResponderEliminar
  9. Ficou com uma cor tão bonita e deve ser bem saboroso.
    Bjn
    Márcia

    ResponderEliminar
  10. Adoro!
    É tão bom! Mas eu normalmente faço em torta =P
    Hei-de experimentar esse bolo, com a cobertura de batata doce que vi =)

    Beijocas

    ResponderEliminar
  11. Adoro bolo de cenoura e este ficou com uma cor muito bonita, excelente aspecto! :)
    Já agora uma questão, acha que colocar adoçante num bolo destes ficaria bom? Não sou um grande apreciador de mel.
    http://thewolfofpopcornstreet.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Penso que sim, desde que na quantidade certa. Eu é que não costumo usar adoçantes, por isso ponho sempre mel :)

      Eliminar
  12. Adoro cenoura, só não consigo comer crua à dentada (mas fazia-o em pequena). Quanto ao bolo, manda-me uma fatia :)
    Beijinhos ...
    Guloso qb

    ResponderEliminar
  13. Que bela receita amiga, no lugar do óleo vc usou a água, vou fazer.

    Beijinhos ♥

    ResponderEliminar
  14. lololol, nunca achei graça à série dos looney tunes, mas quem é que não trincou uma cenoura como o bugs bunny? :D
    Normalmente os bolos com cenoura cozida ficam com uma textura de pudim , que adoro!!!
    beijinhos
    sara

    ResponderEliminar
  15. Eu sou a louca do bolo de cenoura!! Simplesmente amo!! :)
    Sempre faço com a cenoura crua, já vi várias vezes com cenoura cozida mas nunca provei. Gostei muito dessa sua receita, com certeza farei por aqui. Ficou com um aspecto maravilhoso.
    Grande beijo!

    ResponderEliminar
  16. Experimentei a fazer no sábado.!

    Muito bom!

    Sugestão aos restantes leitores: dobrem a receita para dar um bolo maior!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda bem que gostou!
      O bolo realmente é pequenino, e sendo tão bom desaparece mesmo depressa :P
      Beijinhos!

      Eliminar
  17. Receita a experimentar em breve. Gostei :D

    ResponderEliminar
  18. Mais uma excelente receita!! Que bom aspecto.

    Boa Páscoa!!

    De aprendiz a chef

    ResponderEliminar
  19. Sempre segui o teu blog atentamente, tens umas receitas maravilhosas e já experimentei algumas, mas ainda não me tinha tornado seguidora nem comentado.
    Adoro cenoura desde pequena, talvez também devido ao Bugs Bunny ah ah Mas ao contrário de ti só gosto da cozida! E esse bolo tem tão bom aspecto que é mais um que vai para a lista de experimentações.
    beijinhos

    http://felicidadedapele.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá!

      Ainda bem que gostas das receitas, fico contente :) Haha, somos o contrário no que diz respeito às cenouras, mas unidas por uma personagem de desenhos animados, que é o mais importante :P

      Vou espreitar o teu blog! Beijinhos :)

      Eliminar
  20. Bom dia. Acho as receitas muito interessantes mas o mel e eu não somos muito amigos, basta um pequeno travo e já não consigo comer nada. O que posso usar como substituto e em que quantidades? Obrigada

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá!

      Pode sempre substituir o mel por maple syrup ou geleia de arroz, por exemplo, embora ache que o mel não se nota neste tipo de coisas :)

      Ainda há a possibilidade de substituir por um adoçante sólido (como açúcar de coco ou mascavado, entre outros), mas é capaz de ter de adicionar um pouco mais de líquido!

      Beijinhos :)

      Eliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Produtos #91 - Pudins Proteicos do Lidl (Baunilha/Chocolate)

Hoje o post é sobre a febre do momento: os pudins proteicos do Lidl :P Para quem não está a par, há algumas semanas começaram a aparecer nos supermercados portugueses da cadeia Lidl uns pudins proteicos muito parecidos aos da Ehrmann. Estão disponíveis em duas versões: baunilha e chocolate . Cada pudim ( 200g ) tem cerca de 150kcal e 20g de proteína e custa 0.99€ . Não têm açúcar adicionado , e são isentos de lactose e de glúten .  Por vezes recebo comentários a referir que o teor de açúcar não é nulo (4g/100g) , mas é importante referir que este açúcar é naturalmente presente . Os iogurtes naturais não adoçados têm uma quantidade de açúcar semelhante. Outro ponto importante a referir é que a proteína também vem do leite , que é uma fonte de qualidade (por ser completa, ao contrário por exemplo do colagénio ou glúten). Antes que fiquem excessivamente entusiasmados, devo dizer que encontrá-los não é tarefa fácil: a procura anda ao nível dos skyr na altura em que foram lançados (

Produtos #69 - Pudins Proteicos da Ehrmann (Caramelo, Baunilha, Chocolate e Chocolate-Coco)

Hoje o post é sobre os famosos pudins proteicos da Ehrmann. Sempre que partilho fotos deles recebo perguntas, é infalível - seja acerca do rótulo, do preço, do sabor, dos locais de compra,... Desta forma, achei que o melhor seria escrever um post sobre eles e acabar com as dúvidas de uma vez por todas :) Começo pelas informações básicas: Locais de Compra Para já, os pudins estão disponíveis em poucas superfícies comerciais: fisicamente apenas os encontram nas lojas  Auchan e Primebody Nutrishop (há três, todas em Lisboa). Podem ainda encomendar online pelos respetivos sites, auchan.pt e primebodynutrishop.com . A cadeia Auchan só faz envios para algumas partes do território nacional, mas a Primebody envia para todo o país. Se optarem por encomendar pelo Auchan , os portes ficam a 5,90€ ; que eu saiba são fixos (acho que não há nenhum valor a partir do qual o envio seja grátis). No site da Primebody os portes ficam a 3,99€ , e são grátis para encomendas a part

Papas de Aveia com Claras (com aveia de sabor) (Saudável, Sem Lactose*, Sem Açúcar/Gordura Adicionados)

Já ouvi relatos mirabolantes de desastres na cozinha. Mesmo sendo óbvio que esta é basicamente um aglomerado de aparelhos potencialmente perigosos, continua a surpreender a quantidade de histórias incríveis que sobre ela há: seja sobre panelas de pressão a explodir ou desastres no fogão que originam mini incêndios, praticamente toda a gente tem algumas histórias para contar nesta divisão. Considerando isto, acho que até tenho tido alguma sorte. Tirando os óbvios e nada originais cortes e queimaduras, não me aconteceu nada de especial. A menos que consideremos... O incidente do gelado frito . Tudo começou com um inocente pedido de gelado frito para sobremesa num restaurante chinês. Tinha começado há pouco a cozinhar mais sobremesas, apenas com bolos simples, e decidi depois replicar a receita em casa, o que requeria um tacho de óleo a ferver e a necessidade de colocar e retirar rapidamente bolas de gelado deste para que não derretessem - nada fora do comum até aqui, portanto. Po