Avançar para o conteúdo principal

Brownies de Oreo com Quark (Saudável, Vegan*, Sem Glúten/Lactose*, Sem Açúcar Adicionado)


Há uns anos era muito frequente eu fazer receitas sem ovos - tentava sempre fazer bolos vegan, e cheguei a usar umas vezes o famoso 'ovo' de linhaça.
Entretanto, como podem reparar, mudei bastante nesse aspeto. Praticamente todas as minhas receitas de bolos têm ovos, porque é um ingrediente quase insubstituível em termos de textura e composição nutricional - sem ele o mais provável é acabar com um bolo que consiste praticamente só em hidratos de carbono.
Mas isto deve-se também em parte aos desastres que fiz nessa altura - inspirava-me principalmente nas receitas da blogger vegan 'Chocolate Covered Katie', mas na verdade elas nunca me saíam muito bem, não sei se por defeito seu, meu ou dos ingredientes (visto que nem sempre encontrava as equivalências exatas aqui). Lembro-me particularmente de uns brownies baixinhos e tão moles que tive de os pôr no congelador para conseguir comer, e, ainda pior (os brownies ainda se podiam comer a fingir que era gelado :P), de uma ou duas tartes que sabiam a tofu - toda a gente sabe que o objetivo das tartes de tofu é surpreenderem por não saberem a tofu, certo? Não resulta muito bem apresentar uma tarte toda bonita, ver o pessoal que prova a torcer o bico e depois revelar como se fosse uma grande surpresa que o ingrediente principal é tofu se a reação geral for 'Ah, então é disso...'.
De qualquer modo, ainda não desisti - as receitas vegan continuam a cativar-me, mesmo se já me deixaram mal um par de vezes. Prova disto são estes brownies, que decidi fazer sem ovos, para variar um bocado das minhas tradicionais receitas ovo-mel-aveia (avisem quando estiverem fartos delas :P). Podem ser feitos com ingredientes completamente isentos de produtos de origem animal - e, quase tão importante, aguentam-se fora do congelador. Acho que usei as receitas erradas toda a minha vida.






Brownies de Oreo com Quark (Saudável, Vegan*, Sem Glúten/Lactose*, Sem Açúcar Adicionado)
Adaptado daqui
Para cerca de 16 brownies

Ingredientes:
[  125g de chocolate negro (vegan, sem glúten ou sem lactose para as respetivas versões)
[  60ml de óleo de coco (usei da EU Nutrition, que podem comprar com 15% de desconto com o cupão euavela15)
[  250g de queijo quark (podem usar um iogurte vegetal bem espesso para as versões vegan e sem lactose)
[  50g de mel ou maple syrup (este último para a versão vegan)
[  1 colher de chá de extrato de baunilha
[  70g de farinha de aveia (flocos triturados; certificados sem glúten para a versão sem glúten)
[  1/2 colher de chá de bicarbonato de sódio
[  1 pitada de sal
[  6 oreos proteicas (uma embalagem e meia; assim como o óleo de coco, podem adquiri-las aqui com 15% de desconto se usarem o código euavela15. Estas bolachinhas elevam os brownies a outro nível, mas podem omiti-las para as versões vegan, sem glúten e sem lactose)

Preparação:

| Partir o chocolate negro em pedaços pequenos e colocá-lo num recipiente grande.
| Aquecer o óleo de coco até ficar quente ao toque e adicioná-lo ao chocolate, mexendo bem até que este derreta completamente (podem aquecer um pouco a mistura, se necessário).
| Quando o preparado estiver homogéneo, adicionar o queijo quark e misturar tudo. Juntar de seguida o mel, o extrato de baunilha, a farinha de aveia, o bicarbonato e o sal e envolver.
| Partir as oreos em pedaços e juntar metade à massa.
| Transferir o preparado para um tabuleiro quadrado (usei um com aproximadamente 20 por 20 cm) forrado com papel vegetal. Alisar o topo com uma colher/espátula e decorá-lo com os restantes pedaços de oreo, pressionando ligeiramente.
| Levar o tabuleiro ao forno pré-aquecido a 180 graus durante cerca de 30 minutos, ou até que os brownies estejam cozinhados mas ainda húmidos.
| Partir os brownies depois de estes arrefecerem (prefiro até colocá-los no frigorífico).

*As oreos não são vegan ou isentas de glúten/lactose, por isso essas versões são de brownies . O título parece um pouco enganador por o quark ser um queijo, mas hoje em dia já há versões não lácteas - por vezes compro um da Provamel, que julgo que ficará muito bem nesta receita se a quiserem tornar vegan :)


Ao contrário dos brownies de beterraba, que eram mais fofos, estes são super húmidos e decadentes, não sei explicar - ambos são muito bons, mas estes são mais brownies. Parecem quase um fudge intenso, com um sabor bastante forte a chocolate e incrivelmente viciantes!
E claro que, embora possam não as usar se querem uns brownies completamente vegan ou isentos de glúten/lactose, os pedaços crocantes de oreos proteicas pelo meio ficam maravilhosos (eu sou suspeita porque ando viciada nestas oreos). Dão graça ao aspeto, também - embora brownies nunca tenham precisado de adornos extra para serem deliciosos :) 
_________________________________________________________________________
Informação Nutricional (por um brownie)
Energia:143kcal
Proteínas: 6.2g
Hidratos de Carbono: 11.1g 
-       Dos quais açúcares: 3.6g
Lípidos: 8.9g 
-          Dos quais hidrogenados: 0.0g
-     Dos quais saturados: 4.7g
Fibra:  1.6g
Sódio: 50mg

     A informação nutricional engloba uma porção (neste caso, corresponde a 1 brownie ou 1/16 da receita). Está calculada com um chocolate com 85% de cacau. Os valores estão sujeitos a erro humano e a alguma imprecisão, mas deverão estar próximos do valor real. 
______________________________________________________________________

Comentários

  1. Eu não me posso queixar, até agora todas as receitas que fiz com substitutos de ovo correram sempre bem. Até no bolo rei isso me surpreendeu! No entanto, e ainda ontem pensava nisso enquanto fazia um bolo, acho que as receitas ficam melhores quando levam ovo, dependendo das receitas obviamente mas regra geral o ovo faz toda a diferença! Bom, quanto à tua receita, que posso eu dizer?! Já sabes que sou loucamente apaixonada por brownies, por isso quaisquer uns me deixam feliz! Contudo, não aprecio brownies com coisas duras pelo meio tipo nozes ou bolachas. Gosto de saborear um brownie e sentir a sua textura densa mas suave sem de repente trincar algo duro! Já fiz brownies com oreos e o meu pessoal adorou! Eu achei que também ia adorar mas fiquei decepcionada assim que dei a primeira dentada! Definitivamente prefiro comer as bolachas à parte! Mas ficam lindos, lá isso ficam! E os teus estão bestiais! Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Esqueci-me de dizer que vou fazer, mas sem as bolachas! Se correr bem depois publico! Beijocas

    ResponderEliminar
  3. Bela sugestão bem gulosa. Já comia um quadradinho.
    Ando com vontade de ir para a cozinha mas a falta de tempo não tem ajudado. :-(

    Beijinhos,
    Clarinha
    http://receitasetruquesdaclarinha.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  4. Adoro brownies assim cremosos. Devem ser tão bons.
    Bjn
    Márcia

    ResponderEliminar
  5. Esse brownie é das coisas com um aspecto mais decadente que vi nos últimos tempos, só de olhar para as fotos fico a babar! :D
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  6. Avelã, rendeste-te ao brownie de oreo depois da minha irmã fazer esse pecado e eu publicá-lo, verdade?? ahaha :p tinhas de arranjar forma de o tornar saudável, certo? ;)
    Ainda assim não me convencem porque nem estas nem as outras oreos me satisfazem e fico sempre enjoada... eu e bolachas... ahah :)
    Beijinhos grandes, saudades de passar por aqui!*

    ResponderEliminar
  7. Eu acho que o truque é mesmo ir experimentando e não desistir apesar dos desastres. Ainda a semana passada ia cheia de boa vontade para fazer um post da minha tentativa de petit gateaux e aquilo saiu-me uma bela porcaria. Ou melhor, saíram uns razoáveis queques de chocolate, mas não era esse o efeito que queria. eheheheh
    Já esses brownies têm um ótimo aspeto. Só fiquei reticente com a farinha de aveia, que por norma não suporto o sabor, mas com os restantes ingredientes talvez nem se note.

    Beijinho.
    O Meu Dolce Far Niente
    |Facebook| |Instagram| |Twitter|

    ResponderEliminar
  8. Nham nham e eu aqui cheia de fome :P

    Beijocas

    ResponderEliminar
  9. Olá, querida Alevã!
    Eu não gosto de nenhum tipo de biscoito recheado, principalmente o oreo.
    Mas eu comeria uns quadradinhos desse brownie que ficou lindo e tentador!

    Beijinhos ♥

    ResponderEliminar
  10. Antes de tudo, é impossível alguém se fartar de qualquer tipo de receitas tuas, garanto-te :)
    Eu gosto muito de fazer doces ou bolos com oreos, mas comer as oreos sozinhas não vai. Se estiverem partidas e perdidas num mar de natas, perfeito, mas sozinhas, nop. Não consigo gostar delas assim, e a culpa é da parte branca :P A bolacha em si é optima, mas a parte branca não sei. E desde que vi uma partida que consistia em tirar o recheio das oreos e substituir por pasta de dentes esta minha mania de não gostar delas sozinhas ainda ficou pior :P
    Isto para dizer o quê, que tenho mais uma receita tua para fazer. Aliás, todas as tuas receitas estão numa pasta no meu pocket para ir fazendo. As únicas que não guardo são as de cheesecakes (já fiz duas versões tuas e mais umas quantas e juro que já tentei gostar, juro mesmo, mas não vai lá, por isso já desisti. É isso e manteiga de amendoim - farto-me de fazer para o pessoal aqui de casa mas para mim nop.) Adoro o teu brownie (já tinha visto no insta, mas aqui é sempre melhor), as oreos fazem-me lembrar bonecos a rirem com os dentes super brancos (não me perguntes porquê :D).
    Também quero dizer que não faço a minima ideia de como ativar os comentários no meu blog ihih ainda ando à procura, mas não está fácil. Nas mensagens onde já existem comentários eles aparecem, mas onde ainda não há comentários não consigo descobrir como colocar. Pode ser que entretanto consiga :P
    Beijinhos

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Produtos #91 - Pudins Proteicos do Lidl (Baunilha/Chocolate)

Hoje o post é sobre a febre do momento: os pudins proteicos do Lidl :P Para quem não está a par, há algumas semanas começaram a aparecer nos supermercados portugueses da cadeia Lidl uns pudins proteicos muito parecidos aos da Ehrmann. Estão disponíveis em duas versões: baunilha e chocolate . Cada pudim ( 200g ) tem cerca de 150kcal e 20g de proteína e custa 0.99€ . Não têm açúcar adicionado , e são isentos de lactose e de glúten .  Por vezes recebo comentários a referir que o teor de açúcar não é nulo (4g/100g) , mas é importante referir que este açúcar é naturalmente presente . Os iogurtes naturais não adoçados têm uma quantidade de açúcar semelhante. Outro ponto importante a referir é que a proteína também vem do leite , que é uma fonte de qualidade (por ser completa, ao contrário por exemplo do colagénio ou glúten). Antes que fiquem excessivamente entusiasmados, devo dizer que encontrá-los não é tarefa fácil: a procura anda ao nível dos skyr na altura em que foram lançados (

Produtos #69 - Pudins Proteicos da Ehrmann (Caramelo, Baunilha, Chocolate e Chocolate-Coco)

Hoje o post é sobre os famosos pudins proteicos da Ehrmann. Sempre que partilho fotos deles recebo perguntas, é infalível - seja acerca do rótulo, do preço, do sabor, dos locais de compra,... Desta forma, achei que o melhor seria escrever um post sobre eles e acabar com as dúvidas de uma vez por todas :) Começo pelas informações básicas: Locais de Compra Para já, os pudins estão disponíveis em poucas superfícies comerciais: fisicamente apenas os encontram nas lojas  Auchan e Primebody Nutrishop (há três, todas em Lisboa). Podem ainda encomendar online pelos respetivos sites, auchan.pt e primebodynutrishop.com . A cadeia Auchan só faz envios para algumas partes do território nacional, mas a Primebody envia para todo o país. Se optarem por encomendar pelo Auchan , os portes ficam a 5,90€ ; que eu saiba são fixos (acho que não há nenhum valor a partir do qual o envio seja grátis). No site da Primebody os portes ficam a 3,99€ , e são grátis para encomendas a part

As Panquecas Perfeitas! (Saudável, Sem Gordura Adicionada, Sem Glúten)

Desde que tenho o blog já experimentei muitas receitas de panquecas, e já publiquei várias delas. Algumas foram particularmente bem-sucedidas: as de aveia com quark , as de weetabix e as de coco já foram feitas (e aprovadas) por muita gente que me veio dar o seu feedback . Outras tornaram-se em clássicos por aqui, e foram repetidas imensas vezes por mim desde que as publiquei; é o caso das panquecas com aveia de sabor e das de aveia e centeio . Mesmo as panquecas de abóbora , uma das últimas receitas que publiquei, foram bastante apreciadas (por mim e por quem já experimentou e partilhou a sua opinião). E gostei bastante de todas estas receitas, até porque só publico no blog coisas de que tenha gostado realmente. Mas, as receitas antigas que me desculpem, hoje não venho partilhar uma receita de panquecas 'boa', nem sequer muito boa. Hoje venho partilhar A receita, capaz de revolucionar por completo a forma como vêem as panquecas. Apenas as fiz hoje, mas tive de p