Avançar para o conteúdo principal

Bolachas de Aveia com Pepitas de Chocolate (Saudável, Sem Glúten, Sem Lactose, Sem Açúcar Adicionado)


Acho que cá em Portugal não se cultiva muito o amor por bolachas caseiras fofas e rechonchudas, pelo menos comparando com os EUA, por exemplo. Eu própria só fiz bolachas caseiras uma ou duas vezes, mas foi o suficiente para concluir que não tenho grande jeito - as minhas bolachas mostram uma grande tendência para se alastrarem pelo tabuleiro, colando-se umas às outras e criando uma fornada muito aconchegada, mas nada bonita de se ver. E será provavelmente por isso que eu, apesar de já ter feito com sucesso macarons, que são basicamente as bolachas mais caprichosas de sempre, tenho medo de evito fazer bolachas.
No outro dia alguém me perguntou se tinha uma receita de bolachas saudáveis, e eu, claro, respondi que não. E depois fiquei a pensar: que tipo de pessoa que gosta de fazer receitas saudáveis nunca experimentou fazer bolachas sem açúcar ou farinha branca (entre outras coisas)? Só um tipo muito mau, certo?
Então ganhei vergonha na cara e decidi fazer umas bolachas de aveia com pepitas - bem húmidas e pecaminosas, para compensar o tempo perdido. Desta vez fiz bolinhas pequenas da massa e deixei um espaço de segurança bem grande para evitar a formação da unibolacha gigantesca do costume. Quando as fui tirar do forno estava um bocado receosa, mas os receios mostraram-se infundados: as bolachas estavam simplesmente perfeitas.
Publiquei uma foto no Facebook e Instagram e as pessoas em geral pareceram achar o mesmo, por isso dentro de pouco tempo tinha dezenas de pedidos de receitas. 
E esta é a história de como estou a publicar uma receita em tempo recorde (fi-las há dois dias) por temer que alguém impaciente me arranque a cabeça (e também um bocadinho por ser uma pessoa bondosa que quer que vocês tenham a oportunidade de experimentar estas pequenas maravilhas mas principalmente a parte de arrancar a cabeça).
Agora experimentem e digam-me se não é fundado o amor estrangeiro por bolachas caseiras fofas e rechonchudas. ;)







Bolachas de Aveia com Pepitas de Chocolate (Saudável, Sem Glúten, Sem Lactose, Sem Açúcar Adicionado)
Adaptado daqui
Para 20 bolachas

Ingredientes:
[  1 ovo
[  1 colher de chá de extrato de baunilha
[  2 colheres de sopa de mel
[  100ml de óleo de coco
[  150g de farinha de aveia (certificada sem glúten para a versão sem glúten)
[  1/2 colher de chá de bicarbonato de sódio
[  1 pitada de sal
[  Canela (a gosto)
[  100g de pepitas de chocolate negro ou chocolate negro partido em pedaços, preferencialmente com uma alta percentagem de cacau (certificado sem glúten/lactose para estas versões)

Preparação:
| Num recipiente grande, colocar o ovo, o extrato de baunilha e o mel e misturar bem.
| Adicionar o óleo de coco (derretido) e misturar até que o preparado fique homogéneo.
| Juntar a farinha de aveia, o bicarbonato, o sal, a canela e a maior parte das pepitas de chocolate e envolver.
| Deixar a massa descansar durante 1 hora.
| Formar bolinhas a partir da massa com as mãos (depois ao cozer 'abatem' e ficam com forma de bolachas) e colocá-las num tabuleiro forrado com papel vegetal. Decorar com as restantes pepitas.
| Levar as bolachas ao forno pré-aquecido a 180 graus  durante cerca de 10 minutos, ou até as pontas estarem ligeiramente douradas. Deixar arrefecer antes de as retirar do tabuleiro.


Como já disse não tenho grande experiência quanto a bolachas, mas sei que há dois lados fundamentais: a team fininhas e crocantes e a team altas e fofinhas (têm de ter as duas um adjetivo em diminutivo, que nisto das bolachas há que proteger a igualdade acima de tudo). Estas são mais para a segunda: são bem fofas e gooey, com o interior muito húmido. Eu admito que também gosto de bolachas crocantes, mas em termos de decadência (no bom sentido) estas batem quaisquer bolachas crocantes aos pontos.
Acho que a aveia lhes confere um sabor especialmente agradável, bem como o óleo de coco (que está presente numa quantidade considerável, mas é imprescindível para a textura). 
De resto, é difícil descrever o quão boas são, por isso sugiro que experimentem por vocês mesmos. ;)
____________________________________________________________________________
Informação Nutricional (por uma bolacha)
Energia: 105kcal
Proteínas: 1.7g
Hidratos de Carbono: 8.0g 
-       Dos quais açúcares: 1.7g
Lípidos: 7.3g 
-          Dos quais hidrogenados: 0.0g
-     Dos quais saturados: 4.1g
Fibra:  0.8g
Sódio: 11mg

     A informação nutricional engloba uma porção (neste caso, corresponde a 1 bolacha ou 1/20 da receita). Inclui 100g de chocolate negro com elevada percentagem de cacau. Os valores estão sujeitos a erro humano e a alguma imprecisão, mas deverão estar próximos do valor real. 
______________________________________________________________________________

Comentários

  1. Eu gosto de bolachas rechonchudas ou não, tanto faz.
    Estas tem um aspecto magnífico, bjs.

    ResponderEliminar
  2. Boa noite, as bolachas parecem tão deliciosas! 😁😁
    Será que o óleo de coco é substituível por outro ingrediente?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá!

      Peço desculpa pela demora na resposta. Pode substituir por outro óleo - de linhaça, de girassol, de abacate... Pode é não ser tão saudável! Também dá para usar azeite, mas o sabor é capaz de ser demasiado forte.

      Beijinhos!

      Eliminar
  3. Belas bolachas.
    Beijinhos,
    Clarinha
    http://receitasetruquesdaclarinha.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  4. As altas e fofas são muito mais pecaminosas! :) Tenho que experimentar estas, pois a minha experiência até agora também é muito à base de mono-mega-bolachas. :p
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  5. Era isso que ia comentar... Elas têm muito bom aspecto, atenção, mas que deviam se tornar pegajosas como dizes. Eu com aparelho não me posso meter nestas andanças :P

    Beijocas

    ResponderEliminar
  6. Ficaram fantásticas,...
    Beijinhos,
    Espero por ti em:
    strawberrycandymoreira.blogspot.pt
    http://www.facebook.com/omeurefugioculinario
    https://www.instagram.com/marysolianimoreira/

    ResponderEliminar
  7. Só se vêem coisinhas boas neste blog (=

    ResponderEliminar
  8. Olá fiz estás bolachas mas não consegui moldar com as mãos a massa estava mole

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Assumo que seja a mesma pessoa que perguntou no facebook, mas vou responder na mesma :P

      Quando eu fiz as bolachas não estava tanto calor, por isso se fez tudo de acordo com a receita o problema poderá ser a temperatura. Nesse caso recomendo deixar a massa um pouco mais de tempo no frigorífico, e moldar as bolachas rapidamente para que não derretam com o calor das mãos :)

      Beijinhos!

      Eliminar
  9. Olaaaa !
    Já não é a primeira vez que faço receitas tuas, comecei por te seguir no instagram e vou fazendo as tuas coisinhas maravilhosaaaaas ! :D
    Hoje decidi fazer as tuas bolachinhas. Tenho uma mini monstrinha das bolachas e decidi apresentar-lhe o fantástico mundo da "creme de avelãs", resultado: tens uma nova fã miniatura :D
    A massa está a repousar, infelizmente nao tinha óleo de coco e substituí por azeite, mas coloquei menos um pouquinho, vamos ver no que dá ! Espero que fiquem tão boas como as tuas ou a minha irmã vai fazer um requerimento de substituição para que venhas para o meu lugar :b
    Muito obrigada por partilhares as tuas receitas !

    Beijinho !

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá!

      Peço desculpa por demorar tanto a publicar e responder ao comentário, não o publiquei para me lembrar de responder e depois esqueci-me :P

      Queria agradecer as palavras tão simpáticas! Fico mesmo feliz por saber que gostas das receitas :) E espero que as bolachas tenham ficado boas :D

      Beijinhos!

      Eliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Produtos #91 - Pudins Proteicos do Lidl (Baunilha/Chocolate)

Hoje o post é sobre a febre do momento: os pudins proteicos do Lidl :P Para quem não está a par, há algumas semanas começaram a aparecer nos supermercados portugueses da cadeia Lidl uns pudins proteicos muito parecidos aos da Ehrmann. Estão disponíveis em duas versões: baunilha e chocolate . Cada pudim ( 200g ) tem cerca de 150kcal e 20g de proteína e custa 0.99€ . Não têm açúcar adicionado , e são isentos de lactose e de glúten .  Por vezes recebo comentários a referir que o teor de açúcar não é nulo (4g/100g) , mas é importante referir que este açúcar é naturalmente presente . Os iogurtes naturais não adoçados têm uma quantidade de açúcar semelhante. Outro ponto importante a referir é que a proteína também vem do leite , que é uma fonte de qualidade (por ser completa, ao contrário por exemplo do colagénio ou glúten). Antes que fiquem excessivamente entusiasmados, devo dizer que encontrá-los não é tarefa fácil: a procura anda ao nível dos skyr na altura em que foram lançados (

Produtos #69 - Pudins Proteicos da Ehrmann (Caramelo, Baunilha, Chocolate e Chocolate-Coco)

Hoje o post é sobre os famosos pudins proteicos da Ehrmann. Sempre que partilho fotos deles recebo perguntas, é infalível - seja acerca do rótulo, do preço, do sabor, dos locais de compra,... Desta forma, achei que o melhor seria escrever um post sobre eles e acabar com as dúvidas de uma vez por todas :) Começo pelas informações básicas: Locais de Compra Para já, os pudins estão disponíveis em poucas superfícies comerciais: fisicamente apenas os encontram nas lojas  Auchan e Primebody Nutrishop (há três, todas em Lisboa). Podem ainda encomendar online pelos respetivos sites, auchan.pt e primebodynutrishop.com . A cadeia Auchan só faz envios para algumas partes do território nacional, mas a Primebody envia para todo o país. Se optarem por encomendar pelo Auchan , os portes ficam a 5,90€ ; que eu saiba são fixos (acho que não há nenhum valor a partir do qual o envio seja grátis). No site da Primebody os portes ficam a 3,99€ , e são grátis para encomendas a part

Papas de Aveia com Claras (com aveia de sabor) (Saudável, Sem Lactose*, Sem Açúcar/Gordura Adicionados)

Já ouvi relatos mirabolantes de desastres na cozinha. Mesmo sendo óbvio que esta é basicamente um aglomerado de aparelhos potencialmente perigosos, continua a surpreender a quantidade de histórias incríveis que sobre ela há: seja sobre panelas de pressão a explodir ou desastres no fogão que originam mini incêndios, praticamente toda a gente tem algumas histórias para contar nesta divisão. Considerando isto, acho que até tenho tido alguma sorte. Tirando os óbvios e nada originais cortes e queimaduras, não me aconteceu nada de especial. A menos que consideremos... O incidente do gelado frito . Tudo começou com um inocente pedido de gelado frito para sobremesa num restaurante chinês. Tinha começado há pouco a cozinhar mais sobremesas, apenas com bolos simples, e decidi depois replicar a receita em casa, o que requeria um tacho de óleo a ferver e a necessidade de colocar e retirar rapidamente bolas de gelado deste para que não derretessem - nada fora do comum até aqui, portanto. Po