Avançar para o conteúdo principal

Produtos #86 - Grãos de Soja Crocantes Aromatizados

 


Hoje venho falar da soja crocante que a EU Nutrition lançou há pouco tempo. Está disponível em três versões, das quais uma consiste simplesmente nos grãos de soja (a 'original'). As outras duas são aromatizadas: uma é de tamari (uma espécie de molho de soja) e a outra é de tomate e chili.

A versão simples custa 3.50€ por embalagem (100g), e as versões aromatizadas 3.99€; visto que tenho uma parceria com a marca, podem comprar qualquer uma com 15% de desconto usando o meu cupão, euavela15. Por outro lado, atualmente os produtos estão com um desconto direto de 23%, que acumula com o do cupão para totalizar perto de 35% - por isso parece-me uma excelente altura para encomendar :)

Além disso, se o valor da encomenda for suficientemente elevado, o cupão dá direito a ofertas. As ofertas mudam semanalmente e podem consultá-las na publicação marcada da minha página de Facebook ou nas stories destacadas da minha conta de Instagram - ou simplesmente adicionando produtos ao carrinho no site, pois aplicando o cupão as ofertas a que têm direito aparecem automaticamente (de acordo com o valor total).


Apesar de incomum, estes produtos são interessantes pelo sabor/textura e pelo perfil nutricional. Os grãos são pequenos e crocantes, assemelhando-se a outros aperitivos (como milho torrado ou amendoins), mas com um maior teor de proteína: 100g oferecem perto de 450kcal, mais de 40g de proteína, 10g de hidratos de carbono e 24g de gordura. Pelo teor proteico e pela textura crocante, uma porção de 10 a 20g acaba por render e saciar mais que a mesma porção de frutos secos, por exemplo, apesar de ter menos calorias. Para quem gosta de aperitivos mas tem dificuldade a controlar a dose, pode ser uma opção interessante.

O ingrediente presente em maior quantidade é evidentemente a soja; é o único na versão original, mas mesmo as outras duas são 90% soja, com os ingredientes que lhes dão sabor sendo responsáveis pela restante percentagem (molho de soja e sal - no caso de tamari - ou dextrose, tomate, alho, sal, especiarias, ervas aromáticas e chili - no caso de tomate e chili). O único ingrediente mais questionável é a dextrose, um tipo de açúcar, mas tendo em conta a quantidade em que está presente e o açúcar total por 100g de produto (9.9g, parte naturalmente presente) não me parece particularmente relevante.

Deixo abaixo a minha apreciação de cada uma das versões disponíveis, por ordem de preferência :)

1º - Tomate e Chili




Os grãos com sabor a tomate e chili aproximam-se do meu aperitivo ideal: sabem a pizza, e pouco mais será necessário dizer :P

São ligeiramente picantes e muito saborosos - não têm apenas tomate, mas também alho, especiarias e ervas aromáticas (das quais se destacam os orégãos). Honestamente, não acho que o nome 'tomate e chili' lhes faça jus, porque a presença de alho e orégãos faz toda a diferença!

A textura é bem crocante, o que faz com que sejam ainda mais viciantes :)

2º - Tamari




Esta versão é aquela com um sabor mais intenso e salgado, e por isso e por não ser picante será possivelmente a mais consensual para apreciadores de aperitivos clássicos.

O sabor salgadinho mas adocicado a molho de soja dos grãos faz com que sejam um vício - ao que a textura também ajuda, sendo também aqui muito crocante :)

3º - Original






O original ficou em último lugar por ser menos apelativo, mas na verdade também o achei muito bom: apesar de mais moderado por não ter aditivos, é saboroso e tem um toque levemente salgado natural da soja. Tendo um sabor mais leve acaba por ser um pouco menos enjoativo, e também mais apropriado para quem prefere sabores mais neutros e naturais.

Com a última opinião, dou o post por terminado - espero que tenha sido útil! Caso queiram deixar perguntas ou sugestões já sabem que podem fazê-lo nos comentários ou por mensagem, nas redes sociais :)

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Produtos #91 - Pudins Proteicos do Lidl (Baunilha/Chocolate)

Hoje o post é sobre a febre do momento: os pudins proteicos do Lidl :P Para quem não está a par, há algumas semanas começaram a aparecer nos supermercados portugueses da cadeia Lidl uns pudins proteicos muito parecidos aos da Ehrmann. Estão disponíveis em duas versões: baunilha e chocolate . Cada pudim ( 200g ) tem cerca de 150kcal e 20g de proteína e custa 0.99€ . Não têm açúcar adicionado , e são isentos de lactose e de glúten .  Por vezes recebo comentários a referir que o teor de açúcar não é nulo (4g/100g) , mas é importante referir que este açúcar é naturalmente presente . Os iogurtes naturais não adoçados têm uma quantidade de açúcar semelhante. Outro ponto importante a referir é que a proteína também vem do leite , que é uma fonte de qualidade (por ser completa, ao contrário por exemplo do colagénio ou glúten). Antes que fiquem excessivamente entusiasmados, devo dizer que encontrá-los não é tarefa fácil: a procura anda ao nível dos skyr na altura em que foram lançados (

Produtos #69 - Pudins Proteicos da Ehrmann (Caramelo, Baunilha, Chocolate e Chocolate-Coco)

Hoje o post é sobre os famosos pudins proteicos da Ehrmann. Sempre que partilho fotos deles recebo perguntas, é infalível - seja acerca do rótulo, do preço, do sabor, dos locais de compra,... Desta forma, achei que o melhor seria escrever um post sobre eles e acabar com as dúvidas de uma vez por todas :) Começo pelas informações básicas: Locais de Compra Para já, os pudins estão disponíveis em poucas superfícies comerciais: fisicamente apenas os encontram nas lojas  Auchan e Primebody Nutrishop (há três, todas em Lisboa). Podem ainda encomendar online pelos respetivos sites, auchan.pt e primebodynutrishop.com . A cadeia Auchan só faz envios para algumas partes do território nacional, mas a Primebody envia para todo o país. Se optarem por encomendar pelo Auchan , os portes ficam a 5,90€ ; que eu saiba são fixos (acho que não há nenhum valor a partir do qual o envio seja grátis). No site da Primebody os portes ficam a 3,99€ , e são grátis para encomendas a part

As Panquecas Perfeitas! (Saudável, Sem Gordura Adicionada, Sem Glúten)

Desde que tenho o blog já experimentei muitas receitas de panquecas, e já publiquei várias delas. Algumas foram particularmente bem-sucedidas: as de aveia com quark , as de weetabix e as de coco já foram feitas (e aprovadas) por muita gente que me veio dar o seu feedback . Outras tornaram-se em clássicos por aqui, e foram repetidas imensas vezes por mim desde que as publiquei; é o caso das panquecas com aveia de sabor e das de aveia e centeio . Mesmo as panquecas de abóbora , uma das últimas receitas que publiquei, foram bastante apreciadas (por mim e por quem já experimentou e partilhou a sua opinião). E gostei bastante de todas estas receitas, até porque só publico no blog coisas de que tenha gostado realmente. Mas, as receitas antigas que me desculpem, hoje não venho partilhar uma receita de panquecas 'boa', nem sequer muito boa. Hoje venho partilhar A receita, capaz de revolucionar por completo a forma como vêem as panquecas. Apenas as fiz hoje, mas tive de p