Avançar para o conteúdo principal

Molho de Caramelo (Paleo, Saudável, Vegan, Sem Glúten, Sem Lactose)


Parece-me mui clara e distintamente que há dois tipos de caramelos - e parece-me também que nós, degenerados sem coração, desvalorizamos todas as diferenças entre esses duas encarnações do molho (que belo título para um livro), possuidoras de caraterísticas muito distintas, e ignorantemente os apelidamos a ambos de «caramelo».
Já todos sabemos que o caramelo é açúcar derretido e depois solidificado (lá se foi o mistério) - e o constituído (quase) unicamente por açúcar (ou açúcar e água), que é menos doce (o açúcar amarga imenso, principalmente quando começa a ficar mais escuro, não é novidade nenhuma mas até é um bocadinho escandaloso), é o «original» - mas também é o pior.
(A não ser que esteja grudado a um pudim. Se estiver grudado a um pudim é super bom.)
E depois há outro caramelo - o caramelo das barras de chocolate, pegajoso, doce e cremoso ao mesmo tempo, com aspeto semelhante ao mel do Winnie The Pooh (já agora, ursolas, provar mel foi a maior desilusão da minha vida por tua causa e do teu amigo leitão) - o caramelo que é tudo menos caramelo. O caramelo que tem natas, manteiga e açúcar e cuja confeção não tem quase nada a ver com o caramelo, mas que é o melhor caramelo de todos. Este tipo é frequentemente apelidado de «molho de caramelo».
E com esta distinção viveríamos todos muito pacificamente caso não estivessemos rodeados de imbecis que decidem chamar «molho de caramelo» ao caramelo não-doce, do que vem uma falha de comunicação grave. 
Caso estejam desconfiadas quanto a uma banca de waffles ou frozen yogurt, sigam o meu truque muito sofisticado - perguntar se o caramelo é doce. Resulta sempre, e o único lado mau é ter gente a achar que somos idiotas.
(Vamos por motivos de retórica ignorar a parte em que respondem sempre «Hm, sim.», independentemente do complexo tipo caramelo que possuem.)
Caso ainda não tenham percebido as diferenças, vamos a um estudo de caso - este (*ver caramelo decadentemente delicioso nas fotografias abaixo*) é do segundo tipo. Sem dúvida. Um exemplar prototípico, arriscar-me-ia a dizer.



Admirem aquela espiral sublime.

Ha, enganei-vos. É puré de manga.



Molho de Caramelo (Paleo, Saudável, Vegan, Sem Glúten, Sem Lactose)
Adaptado daqui 
Para cerca de 320g

Ingredientes:
[  200ml de leite de amêndoa (ou de coco)
[  80g de mel (ou xarope de seiva de ácer para quem prefira ou seja vegan)
[  1 colher de sopa bem cheia de ghee (30g)
[  1/2 colher de chá de extrato de baunilha

Preparação:
| Num tacho pequeno, colocar o leite de amêndoa e o mel. Mexer e levar a mistura a lume médio-baixo.
| Deixar engrossar durante cerca de meia hora a 40 minutos. Passado este tempo deverá estar algo mais espesso, com muitas bolhas de ar a rebentar lentamente e pouco líquido fluído (mas ainda líquido; a arrefecer é que fica mais consistente)*.
| Juntar o ghee e o extrato de baunilha e deixar ligar e escurecer por uns minutos (poucos), misturando para incorporar.
| Desligar o lume e transferir para um recipiente (se pretenderem que dure coloquem num recipiente hermético e rezem para que ninguém o encontre). Vai parecer ser demasiado líquido, mas engrossa ao arrefecer, como seria de esperar.

*Nota: Podem deixar mais ou menos tempo conforme a textura (respectivamente, mais ou menos espessa/pegajosa) que preferem; também varia de acordo com o tamanho e a espessura do fundo do tacho.





Isto é PERFEITO. A sério, perfeito. Eu nunca tinha feito este tipo de caramelo em casa, muito menos uma versão mais saudável, mas não consigo imaginar caramelo/butterscotch a ser melhor do que isto. Ainda estava a pensar que não ia ser assim tãão bom, que ia «tresandar» a mel, mas não - é mesmo delicioso. Tem a textura ideal, agarra-se um bocado aos dentes, é pegajoso como caramelo, cheira a caramelo, tem cor de caramelo e é bom como caramelo. Como prova, o meu irmão odiador de coisas que cheirem sequer a saudaveizinhas gostou imenso. Admito que ainda só o comi à colher (também estão em produção uns snickers saudáveis) e destrona facilmente o meu caramelo não-tão-caseiro para fazer snickers em casa (que consiste basicamente em caramelos de compra derretidos - criatividade, meus caros).
Eu fiz com mel, ainda tenho de experimentar com maple syrup. Terá algumas diferenças em termos de sabor, mas também deve saber muito bem. Eu não gosto do sabor «estridente» do mel e achei que não estragava de todo isto - mal se nota, só «confere o doce». E sempre é mais acessível do que xarope de seiva de ácer.
(Também não sabe a whisky de manteiga, juro :P)
_________________________________________________________________________
Informação Nutricional (por 20g)
Energia: 33kcal
Proteínas: 0.1g
Hidratos de Carbono: 4.2g
-       Dos quais açúcares: 4.1g
Lípidos: 2.0g
-          Dos quais hidrogenados: 0g
-     Dos quais saturados: 1.2g
Fibra: 0.5g
Sódio: 10mg

     A informação nutricional engloba uma porção (neste caso, corresponde a 20g, 1 dose ou 1/16 da receita). Está sujeita a erro humano e a alguma imprecisão, mas deverá apresentar valores próximos do valor real. 
_________________________________________________________________________

Comentários

  1. É uma boa opção esse caramelo! Adoro esse aspeto espesso mas ao mesmo tempo a escorrer! É ainda mais tentador! Adoro ler-te! Cada vez mais! Não me perguntes porquê! Beijão

    ResponderEliminar
  2. Tem mesmo uma bela aparência! Agora o que é "ghee"???? Meu Deus: as coisas que tu sabes!!
    Bjn
    Márcia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada :D
      É um tipo de manteiga clarificada! Tipo manteiga, mas sem a água, lactose, etc. Tem um sabor e um aroma agradáveis e é muito bom para cozinhar por ter um ponto de fumo elevado. Eu fiz em casa, a receita está aqui:
      http://cremedeavelas.blogspot.pt/2015/03/ghee-manteiga-clarificada-saudavel.html :)

      Eliminar
  3. Eu não vi nada, eu vou fechar os olhos, eu não posso ficar a saber fazer estas coisas.

    Adeus e boa tarde =P

    A sério?!?! Já estou a imaginar a colocar isto num bolo... Não, não estou nada... lol
    Eu vou-me embora, que tu só me expulsas daqui =P

    Beijocas

    ResponderEliminar
  4. Hum...parece-me ser uma alternativa deliciosa! Vou ter que experimentar!
    um beijinho

    ResponderEliminar
  5. Também não conhecia ghee, mas já vi no comentário anterior :)
    Quanto ao caramelo parece uma verdadeira maravilha!
    Eu adoro caramelo, assim mais saudável é para comer sem culpas! eheh
    Um beijinho

    ResponderEliminar
  6. Olá :) A ghee é mesmo fundamental nesta receita? Queria fazer agora, mas não tenho em casa hahah. beijinhos,
    Inês

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá!

      Peço desculpa pela demora na resposta. A ghee é bastante importante para a textura, sim... No máximo poderá substituir por outra gordura, como o óleo de coco. O resultado será diferente, mas não tão diferente como se omitisse a ghee sem substituir por outra coisa!

      Beijinhos :)

      Eliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Produtos #91 - Pudins Proteicos do Lidl (Baunilha/Chocolate)

Hoje o post é sobre a febre do momento: os pudins proteicos do Lidl :P Para quem não está a par, há algumas semanas começaram a aparecer nos supermercados portugueses da cadeia Lidl uns pudins proteicos muito parecidos aos da Ehrmann. Estão disponíveis em duas versões: baunilha e chocolate . Cada pudim ( 200g ) tem cerca de 150kcal e 20g de proteína e custa 0.99€ . Não têm açúcar adicionado , e são isentos de lactose e de glúten .  Por vezes recebo comentários a referir que o teor de açúcar não é nulo (4g/100g) , mas é importante referir que este açúcar é naturalmente presente . Os iogurtes naturais não adoçados têm uma quantidade de açúcar semelhante. Outro ponto importante a referir é que a proteína também vem do leite , que é uma fonte de qualidade (por ser completa, ao contrário por exemplo do colagénio ou glúten). Antes que fiquem excessivamente entusiasmados, devo dizer que encontrá-los não é tarefa fácil: a procura anda ao nível dos skyr na altura em que foram lançados (

Produtos #69 - Pudins Proteicos da Ehrmann (Caramelo, Baunilha, Chocolate e Chocolate-Coco)

Hoje o post é sobre os famosos pudins proteicos da Ehrmann. Sempre que partilho fotos deles recebo perguntas, é infalível - seja acerca do rótulo, do preço, do sabor, dos locais de compra,... Desta forma, achei que o melhor seria escrever um post sobre eles e acabar com as dúvidas de uma vez por todas :) Começo pelas informações básicas: Locais de Compra Para já, os pudins estão disponíveis em poucas superfícies comerciais: fisicamente apenas os encontram nas lojas  Auchan e Primebody Nutrishop (há três, todas em Lisboa). Podem ainda encomendar online pelos respetivos sites, auchan.pt e primebodynutrishop.com . A cadeia Auchan só faz envios para algumas partes do território nacional, mas a Primebody envia para todo o país. Se optarem por encomendar pelo Auchan , os portes ficam a 5,90€ ; que eu saiba são fixos (acho que não há nenhum valor a partir do qual o envio seja grátis). No site da Primebody os portes ficam a 3,99€ , e são grátis para encomendas a part

Papas de Aveia com Claras (com aveia de sabor) (Saudável, Sem Lactose*, Sem Açúcar/Gordura Adicionados)

Já ouvi relatos mirabolantes de desastres na cozinha. Mesmo sendo óbvio que esta é basicamente um aglomerado de aparelhos potencialmente perigosos, continua a surpreender a quantidade de histórias incríveis que sobre ela há: seja sobre panelas de pressão a explodir ou desastres no fogão que originam mini incêndios, praticamente toda a gente tem algumas histórias para contar nesta divisão. Considerando isto, acho que até tenho tido alguma sorte. Tirando os óbvios e nada originais cortes e queimaduras, não me aconteceu nada de especial. A menos que consideremos... O incidente do gelado frito . Tudo começou com um inocente pedido de gelado frito para sobremesa num restaurante chinês. Tinha começado há pouco a cozinhar mais sobremesas, apenas com bolos simples, e decidi depois replicar a receita em casa, o que requeria um tacho de óleo a ferver e a necessidade de colocar e retirar rapidamente bolas de gelado deste para que não derretessem - nada fora do comum até aqui, portanto. Po