Avançar para o conteúdo principal

Preparação de Refeições #41 - Feijoada Branca Vegan com Arroz Negro



Para não variar, hoje partilho convosco as refeições que fiz para a semana. Esta rubrica tem sido presença assídua por aqui, apesar de ultimamente não atualizar o blog com frequência: o tempo nas últimas semanas não abundou. No entanto, já estou de férias (*foguetes celebratórios*), por isso conto publicar mais conteúdo nos próximos tempos - isso e atualizar o índice de receitas, coisa que tenho vindo a adiar há meses :P

Voltando ao assunto, para a semana que passou fiz uma feijoada de feijão branco com vegetais e seitan, acompanhada de arroz negro cozido.

Comida de tacho, para não variar :P

Mas já se sabe que refogados são imbatíveis :D
Preparei a feijoada mais ou menos como a tradicional, mas não usei carne ou enchidos. Comecei por fazer um refogado com cebola, pimentos e alho, depois juntei tomate, deixei cozinhar bem e triturei tudo. Devolvi ao tacho, temperei (com sal, cominhos, pimenta branca, orégãos, manjericão, salsa e louro) e quando começou a ferver juntei os ingredientes restantes: seitan, brócolos, cenoura, espinafres e feijão branco cozido, por esta ordem (os primeiros demoram mais a cozer).

Nada de novo, mas recebo inevitavelmente perguntas e não me sinto no direito de negar a ninguém o conhecimento de como fazer uma feijoada simples e deliciosa :P

O seitan que usei foi este:


É o que costumo encontrar com melhor preço (não tenho a certeza de quanto custa, mas anda perto de 2€ por embalagem de 250g), e por norma compro no Pingo Doce.

O rótulo
Pessoalmente acho que o seitan fica muito bem neste prato, até me lembra vagamente a dobrada que se costuma usar em feijoada deste tipo (mas melhor, até porque não sou a maior fã de dobrada :P). E embora o seitan tenha um sabor particular, quando usado em comida com molhos fica bem mais neutro, porque absorve muito os sabores :)

Os vegetais também ficaram ótimos! E tornam a feijoada muito mais alegre, o que é sempre agradável :D


Quanto ao acompanhamento...
...Como na semana anterior tinha usado arroz nesta quis variar um bocadinho, pelo que usei um arroz mais exótico. O escolhido foi este, da caçarola:


Já tinha provado há uns tempos, mas não usava há alguns anos. A forma de preparação é semelhante ao habitual. 

Como costumo fazer com a maior parte dos outros tipos de arroz, demolhei-o durante cerca de 12 horas e escorri bem a água na hora de o preparar. Nessa altura dourei alguns dentes de alho picados num pouco de azeite, aos quais juntei depois o arroz escorrido. Deixei o arroz ganhar o aroma do alho, adicionei a água (e sal) e a seguir foi só tampar e esperar que cozesse :)

Demora um pouco mais a cozer do que o arroz basmati ou branco, embora menos no caso de ter sido demolhado: por volta de 25 minutos. Quanto à água, usei cerca de 500ml para 250g de arroz, mas como este é bastante durinho não é preciso grande cuidado - se usarem água a mais podem simplesmente escorrer e ele fica soltinho na mesma :P

Mal me lembrava do sabor deste arroz, e fiquei positivamente surpreendida. É bastante aromático, e tem um sabor agradável que lembra levemente frutos secos. A textura é semelhante à do arroz integral, e portanto um pouco mais dura que a do arroz branco, o que também me agradou (gosto deste tipo de grãos mais chewy)!

Achei que combinava na perfeição com a feijoada :)

O prato :D
Mais uma vez, a comida ficou deliciosa e bem reconfortante - aspeto importante quando estamos em Junho e a temperatura não sobe dos vinte e poucos graus :P

Comentários

  1. Acho que nunca comi esse arroz, tenho que pesquisar bem isso =P

    Beijocas

    ResponderEliminar
  2. Tantas sugestões deliciosas!
    Beijinhos,
    Espero por ti em:
    strawberrycandymoreira.blogspot.pt
    http://www.facebook.com/omeurefugioculinario
    https://www.instagram.com/marysolianimoreira/

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Produtos #91 - Pudins Proteicos do Lidl (Baunilha/Chocolate)

Hoje o post é sobre a febre do momento: os pudins proteicos do Lidl :P Para quem não está a par, há algumas semanas começaram a aparecer nos supermercados portugueses da cadeia Lidl uns pudins proteicos muito parecidos aos da Ehrmann. Estão disponíveis em duas versões: baunilha e chocolate . Cada pudim ( 200g ) tem cerca de 150kcal e 20g de proteína e custa 0.99€ . Não têm açúcar adicionado , e são isentos de lactose e de glúten .  Por vezes recebo comentários a referir que o teor de açúcar não é nulo (4g/100g) , mas é importante referir que este açúcar é naturalmente presente . Os iogurtes naturais não adoçados têm uma quantidade de açúcar semelhante. Outro ponto importante a referir é que a proteína também vem do leite , que é uma fonte de qualidade (por ser completa, ao contrário por exemplo do colagénio ou glúten). Antes que fiquem excessivamente entusiasmados, devo dizer que encontrá-los não é tarefa fácil: a procura anda ao nível dos skyr na altura em que foram lançados (

Produtos #69 - Pudins Proteicos da Ehrmann (Caramelo, Baunilha, Chocolate e Chocolate-Coco)

Hoje o post é sobre os famosos pudins proteicos da Ehrmann. Sempre que partilho fotos deles recebo perguntas, é infalível - seja acerca do rótulo, do preço, do sabor, dos locais de compra,... Desta forma, achei que o melhor seria escrever um post sobre eles e acabar com as dúvidas de uma vez por todas :) Começo pelas informações básicas: Locais de Compra Para já, os pudins estão disponíveis em poucas superfícies comerciais: fisicamente apenas os encontram nas lojas  Auchan e Primebody Nutrishop (há três, todas em Lisboa). Podem ainda encomendar online pelos respetivos sites, auchan.pt e primebodynutrishop.com . A cadeia Auchan só faz envios para algumas partes do território nacional, mas a Primebody envia para todo o país. Se optarem por encomendar pelo Auchan , os portes ficam a 5,90€ ; que eu saiba são fixos (acho que não há nenhum valor a partir do qual o envio seja grátis). No site da Primebody os portes ficam a 3,99€ , e são grátis para encomendas a part

Madalenas Sem Açúcar

Tenho a tradição de testar uma receita nova de cada vez que recebo ou compro uma nova forma. Por vezes as ideias são muitas e não é fácil escolher, mas quando a My Tup Love  me enviou esta forma não houve sequer um momento de indecisão: forma de madalenas pede madalenas :D  Juntei o útil e agradável, e usei na receita a recentemente lançada aveia de custard. O seu aroma docinho a lembrar bolos com limão não podia ser mais adequado para o efeito :)  Madalenas Sem Açúcar Para 6 madalenas Ingredientes : [  1 ovo [  50g de quark natural [  25ml de leite [  75g de farinha de aveia com sabor (usei a de custard da EU Nutrition , que tem um saborzinho a limão fantástico; podem encomendar com 15% de desconto usando o cupão euavela15 no site) [  1 colher de café de fermento Preparação : | Bater o ovo com o quark durante dois ou três minutos. | Baixar a velocidade para o mínimo e adicionar o leite, batendo apenas até este estar incorporado.  | Juntar a farinha e o fermento envolver com uma espát