domingo, 17 de novembro de 2019

Preparação de Refeições #59 - Massa Proteica com Grão-de-Bico e Nabiças



O tempo continua a pedir comidas reconfortantes, e eu continuo a obedecer à minha maneira - desta vez através uma massa com grão-de-bico e couvinhas :P

Fui sem dúvida muito feliz comendo isto ao almoço esta semana toda. ;)
Algumas pessoas perguntaram como fiz, mas é a mesma história do costume - de resto idêntica à de muitos pratos tradicionais, para variar. A única diferença foi que usei 'massa proteica' em vez da massa tradicional:

É da EU Nutrition, e se quiserem encomendar o meu cupão, euavela15, dá-vos desconto e ofertas
Fica já aqui um disclaimer: não tenho nenhum problema em consumir massa de trigo, porque não tenho medo de hidratos de carbono nem tenho problemas com o glúten (e caso tivesse a emenda seria pior que o soneto, porque a proteína principal desta massa é o glúten mesmo :P).

Usei esta opção, não só porque gosto de experimentar coisas novas, mas também porque a ideia era o prato ser vegan. Faço questão de consumir proteína suficiente a todas as refeições, e a utilização desta massa permitiu-me não adicionar uma fonte à parte (caso usasse a tradicional acrescentaria por exemplo seitan, soja ou tofu para ajudar nesse aspeto). 

De resto, não será a fonte proteica de maior qualidade, mas também não fica atrás do seitan, por exemplo.

Quanto à preparação da massa, fica aqui uma descrição breve para os interessados:

No dia anterior cozi grão-de-bico (previamente demolhado) em água com sal e reservei esta água.

No próprio dia fiz o refogado do costume (com azeite, alho, cebola, pimentos e tomate). Deixei cozinhar bem, triturei e juntei a água de cozer o grão-de-bico. 

Ajustei o sal, deixei ferver e adicionei nabiças (usei baby). Esperei que o preparado voltasse a ferver e juntei a massa. Quando esta estava quase cozida acrescentei o grão-de-bico e pronto :)

Ficou deliciosa :D
Haverá algum prato mais reconfortante que este? < 3
O macarrão proteico ficou sem dúvida aprovado - já o tinha usado numa ou outra receita, mas acho que esta foi aquela em que ficou melhor até agora. A textura é durinha como eu gosto, e o sabor lembra um pouco seitan (mas é menos forte). Com o molho fica maravilhosa :D

Isto foi o que preparei para os almoços; para os jantares fiz mais dois pratos. Começando pelo de peixe/moluscos:

Pota à lagareiro com batatas a murro e couve-galega :)

Adoro isto :D 
Pareceu-me boa ideia fazer um prato de forno, porque como cozinho tudo ao mesmo tempo o fogão acaba sempre por estar excessivamente populado :P Assim sendo, optei por cozer logo de início a pota e algumas batatas, e deixar tudo a assar enquanto fazia os restantes pratos.

A receita é muito básica, mas encontram-na aqui

Para preparar a couve apenas a salteei em alho e azeite :)

Esta é sem dúvida uma das minhas refeições preferidas :D
O outro prato para os jantares foi de carne, e ficou escolhido no momento em que a minha mãe me trouxe uma série de pencas caseiras :P

Ter penca e não fazer feijoada vermelha é punível por lei, como toda a gente sabe. ;)

Outro dos meus pratos preferidos :D Sim, eu tenho gostos saloios. Processem-me :P
Para facilitar o processo, fiz refogado a mais, de modo a este chegar para a massa dos almoços e para a feijoada. Depois de o triturar dividi-o pelos dois tachos, e ao da feijoada juntei as folhas de couve e deixei-as cozer no refogado (juntei um pouco de água quente porque eram imensas :P). Quando a penca estava quase pronta adicionei peito de frango cozido e desfiado e feijão vermelho cozido (cozi ambos em água com sal no dia anterior). Ajustei o sal, temperei com cominhos et voilà :)

Como não me apeteceu fazer arroz (já mencionei que costumo ter o fogão demasiado ocupado?) optei por um acompanhamento mais simples. E não é um acompanhamento mais simples qualquer, é o acompanhamento mais simples da história de todos os acompanhamentos simples alguma vez inventados, mais conhecido por...

Couscous < 3
Caso ainda não conheçam, não sabem o que estão a perder. Para o preparar basta temperar com sal, cobrir com água a ferver e deixar repousar uns minutos. Não é preciso levá-lo ao fogão, nem ao forno, nem fazer peregrinações a Fátima (esta foi uma indireta para o arroz integral, que só lá vai mesmo com intervenção divina) - só mesmo cobrir com água quente e esperar.

Neste caso usei o da EU Nutrition, recente adição à gama de biológicos da marca que já referi aqui. Ao contrário de tudo o resto, preparei sempre o couscous na hora de jantar - sendo tão simples não achei que valesse a pena estar a fazê-lo antecipadamente. Quanto à preparação, segui essencialmente as instruções da embalagem; apenas usei um pouco menos de água (usei 70ml para 40g).

É um ótimo acompanhamento para a feijoada :D
Assim foram as refeições desta semana. Como sempre, foram uma ajuda preciosa na organização do tempo. Espero que tenham gostado das sugestões!

2 comentários:

  1. Que excelentes sugestões!
    Uma excelente e feliz semana!
    Beijinhos,
    Espero por ti em:
    strawberrycandymoreira.blogspot.pt
    http://www.facebook.com/omeurefugioculinario
    https://www.instagram.com/marysolianimoreira/

    ResponderEliminar
  2. Até fiquei com fome só de olhar para estas imagens!

    Isabel Sá  
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...