Avançar para o conteúdo principal

Papas de Cereais e Abóbora (Saudável, Vegan, Sem Lactose, Sem Açúcar/Gordura Adicionados)


Se me seguem há algum tempo já sabem que sou a maior fã de papas de aveia. Desde que provei pela primeira vez já devo ter feito dezenas de receitas diferentes, e as papas continuam a ser a minha escolha sempre que me apetece um lanche ou pequeno-almoço especialmente reconfortante.
Já experimentei fazer com outros cereais, mas nenhuma versão superou a clássica, com aveia. Na verdade, algumas foram um verdadeiro fiasco - seguidores mais antigos poderão lembrar-se do meu ódio ao trigo sarraceno, que foi uma das experiências menos boas (em itálico porque é uma descrição muito suavizada :P).
No entanto, quando vi uma receita de papas de cereais frias num blog estrangeiro fiquei curiosa. Apesar de o tempo não convidar a coisas frias, não sou propriamente esquisita com essas coisas (como muitas vezes iogurte ao pequeno-almoço às 7h, coisa que choca grandemente a minha avó), por isso decidi experimentar.
Mesmo sendo muito simples, as papas conseguiram surpreender - ficaram com uma textura muito agradável e um sabor reconfortante, e acabam por ser mais práticas de fazer do que as papas que precisam de ir ao fogão. Deixo a receita para quem quiser experimentar também :)





Papas de Cereais e Abóbora (Saudável, Vegan, Sem Lactose, Sem Açúcar/Gordura Adicionados)
Adaptado daqui

Ingredientes:
[  30g de cereais (usei os flocos de centeio e aveia sem açúcar da EU Nutrition; podem comprar com 15% de desconto usando o cupão euavela15)
[  75g de puré de abóbora (cozi abóbora manteiga em água com canela, cravinho e noz-moscada, escorri e triturei)
[  1/2 scoop de whey (usei de baunilha e canela. Embora a whey seja interessante para adicionar proteína às papas e adoçar um pouco, podem omitir para a versão vegan ou sem lactose, ou substituir por uma proteína em pó vegetal)
[  150ml de leite (vegetal para a versão vegan ou sem lactose)
[  1 pitada de sal
[  Canela (a gosto)
[  1 colher de café de extrato de baunilha

Preparação:
| Utilizando uma liquidificadora (ou processador/varinha mágica), triturar bem todos os ingredientes (cereais, puré de abóbora, whey, leite, sal, canela e baunilha).
| Refrigerar a mistura resultante durante cerca de 15 minutos antes de comer (é normal que inicialmente esteja bastante líquida - depois deste tempo já estará mais consistente).



A textura ficou mesmo boa, e o sabor também é ótimo - associei a qualquer comida de infância reconfortante, penso que leite com cereais ou algo do género! Não é uma comparação muito surpreendente para uma receita que consiste em cereais triturados com leite e mais alguns ingredientes, mas enfim, senti uma pequena nostalgia a comer e tinha de referir isto :P
Por falar em 'coisas que não acrescentam nada mas sou obrigada a referir', é engraçado ver o quanto as papas engrossam em apenas 15 minutos no frigorífico - antes do tempo parecem uma espécie de batido, e depois ficam mesmo com consistência de papas. Só por isso já valeu a pena fazer, achei extremamente agradável :P 
Caso experimentem, espero que gostem. Eu fiquei fã e vou voltar a fazer, já tenho algumas versões diferentes em mente :)
____________________________________________________________________________
Informação Nutricional (por uma dose)
Energia: 251kcal
Proteínas: 19.6g
Hidratos de Carbono: 38.1g 
-       Dos quais açúcares: 9.1g
Lípidos: 2.4g 
-          Dos quais hidrogenados: 0.0g
-     Dos quais saturados: 1.3g
Fibra:  5.8g

     A informação nutricional engloba uma porção (neste caso, corresponde a 1 dose  ou a totalidade da receita). Os valores estão sujeitos a erro humano e a alguma imprecisão, mas deverão estar próximos do valor real. As doses consideradas são meramente exemplificativas; as porções reais devem ser adaptadas por cada um às suas necessidades pessoais.
____________________________________________________________________________

Comentários

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Produtos #91 - Pudins Proteicos do Lidl (Baunilha/Chocolate)

Hoje o post é sobre a febre do momento: os pudins proteicos do Lidl :P Para quem não está a par, há algumas semanas começaram a aparecer nos supermercados portugueses da cadeia Lidl uns pudins proteicos muito parecidos aos da Ehrmann. Estão disponíveis em duas versões: baunilha e chocolate . Cada pudim ( 200g ) tem cerca de 150kcal e 20g de proteína e custa 0.99€ . Não têm açúcar adicionado , e são isentos de lactose e de glúten .  Por vezes recebo comentários a referir que o teor de açúcar não é nulo (4g/100g) , mas é importante referir que este açúcar é naturalmente presente . Os iogurtes naturais não adoçados têm uma quantidade de açúcar semelhante. Outro ponto importante a referir é que a proteína também vem do leite , que é uma fonte de qualidade (por ser completa, ao contrário por exemplo do colagénio ou glúten). Antes que fiquem excessivamente entusiasmados, devo dizer que encontrá-los não é tarefa fácil: a procura anda ao nível dos skyr na altura em que foram lançados (

Produtos #69 - Pudins Proteicos da Ehrmann (Caramelo, Baunilha, Chocolate e Chocolate-Coco)

Hoje o post é sobre os famosos pudins proteicos da Ehrmann. Sempre que partilho fotos deles recebo perguntas, é infalível - seja acerca do rótulo, do preço, do sabor, dos locais de compra,... Desta forma, achei que o melhor seria escrever um post sobre eles e acabar com as dúvidas de uma vez por todas :) Começo pelas informações básicas: Locais de Compra Para já, os pudins estão disponíveis em poucas superfícies comerciais: fisicamente apenas os encontram nas lojas  Auchan e Primebody Nutrishop (há três, todas em Lisboa). Podem ainda encomendar online pelos respetivos sites, auchan.pt e primebodynutrishop.com . A cadeia Auchan só faz envios para algumas partes do território nacional, mas a Primebody envia para todo o país. Se optarem por encomendar pelo Auchan , os portes ficam a 5,90€ ; que eu saiba são fixos (acho que não há nenhum valor a partir do qual o envio seja grátis). No site da Primebody os portes ficam a 3,99€ , e são grátis para encomendas a part

As Panquecas Perfeitas! (Saudável, Sem Gordura Adicionada, Sem Glúten)

Desde que tenho o blog já experimentei muitas receitas de panquecas, e já publiquei várias delas. Algumas foram particularmente bem-sucedidas: as de aveia com quark , as de weetabix e as de coco já foram feitas (e aprovadas) por muita gente que me veio dar o seu feedback . Outras tornaram-se em clássicos por aqui, e foram repetidas imensas vezes por mim desde que as publiquei; é o caso das panquecas com aveia de sabor e das de aveia e centeio . Mesmo as panquecas de abóbora , uma das últimas receitas que publiquei, foram bastante apreciadas (por mim e por quem já experimentou e partilhou a sua opinião). E gostei bastante de todas estas receitas, até porque só publico no blog coisas de que tenha gostado realmente. Mas, as receitas antigas que me desculpem, hoje não venho partilhar uma receita de panquecas 'boa', nem sequer muito boa. Hoje venho partilhar A receita, capaz de revolucionar por completo a forma como vêem as panquecas. Apenas as fiz hoje, mas tive de p