domingo, 20 de janeiro de 2019

Preparação de Refeições #20 - Falafel e Vegetais Assados com Quinoa



Hoje chego ao vigésimo post nesta rubrica. Nunca pensei que iria preparar refeições em tantas semanas consecutivas - os últimos 18 posts foram todos seguidos, o que significa que tenho feito isto todas as semanas há 18 semanas!

Cada vez mais acho que é um método de organização muito útil. Como sabem apenas costumo comer semanalmente 5 refeições destas, mas uma refeição por dia já faz uma grande diferença a nível de tempo durante a semana. Preparar as coisas antecipadamente também faz com que inove mais e não coma sempre a mesma coisa (por muito contraditório que isso pareça). Ainda não repeti nenhuma refeição, nem nenhum acompanhamento - apesar de fazer muitas vezes arroz, como já podem ter reparado :P, incluo sempre vegetais ou especiarias diferentes. E já tenho várias ideias novas para as próximas semanas, até porque depois de tanto tempo não quero quebrar o ritmo por falta de imaginação :P

Mas indo ao que interessa: as fornadas da semana :)
Os bolinhos são falafels (falaféis?), e caso não tenham visto a receita podem espreitar aqui (publiquei esta semana). Nunca tinha feito, mas foi uma boa experiência! A massa é muito simples de fazer - quase só tem grão-de-bico -, e é bastante fácil de moldar também. Fica com este aspeto:

*aspeto*
Usei a yammi (1, porque não sou nada moderna) para triturar o grão-de-bico, mas penso que praticamente qualquer processador ou liquidificadora serve. Ao contrário das pakhoras que fiz há uns tempos, o falafel é feito com o grão-de-bico demolhado, por isso não é tão difícil triturá-lo neste caso.

Os bolinhos em si até ficaram com uma forma mais ou menos direitinha - como já disse, a textura da massa facilita o processo. Aqui estão eles, antes de irem ao forno:


Depois :)
Tradicionalmente eles são fritos; quando assim é a minha opção costuma ser cozinhá-los na frigideira anti-aderente, mas neste caso preferi fazê-los no forno para ser mais prático. Fazer mais de cinquenta bolinhos na frigideira não é uma tarefa particularmente apelativa :P Também me pareceu boa ideia porque já tinha pensado em fazer os vegetais assados, e assim pude aproveitar o forno ligado.

Para terminar a parte do falafel, e caso interesse a alguém, fica a foto do grão-de-bico que usei:

Comprei no E. Leclerc
Até costumo comprar a granel, mas no supermercado só há assim. De qualquer modo, qualquer supermercado tem e qualquer um serve, desde que seja seco!

Passando para os vegetais...

Vegetais (já misturados com quinoa)
Esta parte é muito ao estilo de outros acompanhamentos que já fiz, que consistem basicamente em vegetais assados e misturados com algum cereal/grão cozido. Gosto bastante deste 'formato', dá para variar dos acompanhamentos tradicionais e fica muito bom! 

Para os preparar, apenas coloquei os vegetais limpos e cortados num tabuleiro de forno forrado com papel vegetal e adicionei um fio de azeite, sal, manjericão e orégãos:

Prontos para ir ao forno
 Usei bimi, courgette, pimentos padrão e pimento amarelo. Para quem não conhece o bimi, é isto:


Comprei também no E. Leclerc, mas se não me engano há no Lidl e Continente, pelo menos. São um pouco mais caros do que os vegetais do costume, mas gosto muito e de vez em quando compro para variar. A nível de sabor e textura ficam entre os espargos e os brócolos; gosto particularmente deles assados ou salteados :)

Como não comia há muito tempo, fica também uma menção especial aos pimentos padrão:


Eu sou ligeiramente obcecada por pimentos, e na minha opinião estes (além de adoráveis) têm um sabor muito bom e ficam ótimos assados.

Quanto à courgette e ao pimento amarelo, acho que toda a gente conhece e não são particularmente interessantes, por isso não tirei fotos.

De resto, já sabem que podem preparar desta forma praticamente qualquer tipo de vegetais menos beringela, estão proibidos de fazer beringela porque eu a odeio. ;)

Já assados. Claramente, alguém se entusiasmou demasiado a fazer os falafels direitinhos e negligenciou os vegetais :P
Depois de os vegetais estarem assados, apenas os retirei do forno e juntei a quinoa previamente cozida.

Quinoa
Cozi-a da maneira mais simples possível: demolhei-a durante umas horas, e depois de a escorrer coloquei-a num tacho com água a ferver e deixei cozer em lume baixo até estar pronta. Por norma uso o dobro do volume da quinoa em água (o que corresponde a perto de 300ml de água por 100g de quinoa), mas dependendo da quinoa pode ser necessário ajustar. Quanto ao tempo de cozedura, costuma estar entre 10 e 15 minutos.

Exemplo de um prato :)
Foi mais um conjunto de refeições muito boas - o que é conveniente, pois seria um bocado deprimente o vigésimo post ser o primeiro a desiludir :P

Espero que tenham gostado da sugestão :)

5 comentários:

  1. Que maravilha!
    Beijinhos,
    Espero por ti em:
    strawberrycandymoreira.blogspot.pt
    http://www.facebook.com/omeurefugioculinario
    https://www.instagram.com/marysolianimoreira/

    ResponderEliminar
  2. Tão saudável =P
    Muito bem, quem me dera não ser tão esquisita.

    Beijocas

    ResponderEliminar
  3. Nunca provei esses tais "falafel". Não sei se vou gostar porque não sou grande apreciadora de grão.. Mas acho que vou fazer aqui para o pessoal de casa que todos adoram. E assim posso provar.
    Estou rendida aos legumes, basta terem pimentos que fico logo rendida. Nunca provei também bimi. Já vi no supermercado mas nunca fui louca o suficiente para comprar :P
    Agora vamos ao mais importante: como raio conseguiste tu fazer esses "falafel" tao perfeitinhos? Eu quando faço coisinhas redondas nunca ficam redondas, têm sempre uns lados estranhos :D
    Se pintasses os falafel com várias cores faziam pandam com o teu fundo do blog! Estão tão perfeitinhos como as bolinhas coloridas :) E ainda por cima estão super alinhadinhos também :)
    Beijinhos***

    ResponderEliminar
  4. Como? Como não gostas de beringela? É maravilhosa. Costumas colocar primeiro na água com sal para retirar o sabor "azedo"? Desde que passei a fazer isso, abriram-se tantas novas possibilidades: mini-pizzas de beringela, chips de beringela, lasagna de beringela...ok ok eu paro :-)

    instagram: balance_bodyandmind

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu acho o sabor muito estranho, entre o ácido e o azedo, e a textura também não me agrada muito :P Mas realmente vejo imensa gente a fazer coisas com beringela como se fosse um vegetal especialmente neutro, sempre pensei que era eu que tinha um gosto estranho! Talvez seja por isso, tenho de experimentar :)
      Obrigada pela dica!

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...